História Because Of You - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Agnst, Amizade, Bluemoon_3, Drama, Jikook, Namjin, Yoonseok
Exibições 118
Palavras 2.366
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


ADIVINHA QUEM VOLTOU? Euzinha<3

Como vão, meus queridos? Espero que estejam bem! Eu felizmente, estou me sentindo melhor, minha gripe passou, só preciso dormir mais um pouquinho e estarei nova em folha!
ESSE CAP ESTÁ TÃO AMORZINHO<3 EU REALMENTE ESPERO QUE GOSTEM, EU QUERIA QUE ELE TIVESSE FICADO MAIOR, MAS VOU DEIXAR PRO CAP DE SEXTA!
Me perdoem por qualquer erro!

Boa Leitura~

Capítulo 27 - Capítulo Vinte e Seis - A Única Exceção


Fanfic / Fanfiction Because Of You - Capítulo 27 - Capítulo Vinte e Seis - A Única Exceção

Chapter Twenty-Six -

 

O ruído de risadas, passos e pessoas conversando dominava os corredores do shopping. Mas, por alguma razão, era o silêncio, que predominava entre mim e Jungkook. Depois que nossa pequena bolha de paixão foi estourada, no aquário, a vergonha marcou presença. Eu ainda tinha minhas bochechas ardendo, e não ousava olhar para Jungkook, como ele não ousava olhar para mim.

Seguimos lado a lado, para saída do shopping, e eu sentia vontade gritar.

Eu beijei Jungkook mais uma vez, eu me declarei para Jungkook. Eu gosto, do Jungkook. Apenas pensar sobre isso me fazia levemente ofegante; me tirava o ar. Era tudo tão novo, e eu podia sentir o frio na minha barriga. A sensação de gostar de alguém e ser gostado, é tão gostosa. E por alguma razão, eu não podia desfazer o sorriso no meu rosto, pois eu estava imensamente feliz. Olhei de relance para Jungkook, e vi que ele comprimia um sorriso também.

Já chega, isso é ridículo.

Mesmo hesitante, eu esbarrei minha mão na de Jungkook, chamando sua atenção. Silenciosamente, abri minha mão e entrelacei meus dedos nos seus. Sua mão era gelada, e cobria a minha perfeitamente. Jungkook finalmente me dirigiu o olhar, e recebi um sorrisinho, antes de eu e ele virar nossas cabeças para o lado oposto, com vergonha.

Eu gostava da sensação de ter a mão de Jungkook na minha. Talvez mais do que eu deveria.

 

Jungkook-

 

    Alguém me belisque, porque eu só podia estar sonhando!

Meu cérebro parecia lento demais para processar todas as novas informações que chegavam. Eu só consigo lembrar de estar amuado por eu ser tão bundão, e ter perdido meu Jimin para sempre. Mas, no outro segundo, ele estava do meu lado no aquário, me pedindo para beijá-lo e se declarou para mim! Aquilo não podia ser verdade. Meu coração ainda pulsava em alegria, meu peito estava em festa. Eu estava tão feliz, e sentia medo de tudo ser apenas um sonho, ou uma pegadinha malvada.

    Jimin realmente gostava de mim, do jeito que eu gosto dele? Aquilo parecia um pouco - muito - surreal, Jimin parecia surreal. Mas, quando senti sua mãozinha colada na minha mão gelada, não me restavam dúvidas. Era real.     

    Park Jimin gosta de mim! Eu queria pular e dançar, e gritar de alegria. Mas, acho que essa não seria a coisa mais masculina a se fazer, principalmente com Jimin ao meu lado. Talvez quando eu chegar em casa.

    Eu queria tanto abraçar Jimin com força, e colocá-lo em um potinho, assim ele nunca se machucaria outra vez. Ele era um ser tão precioso, e eu vou cuidar dele não importa o que acontecer. Eu prometo. Não ligava para as poucas pessoas curiosas que direcionam olhares para nossas mãos dadas, a única coisa que eu me importava no momento, era tentar descobrir quando eu poderia beijar Jimin de novo.

Deixamos o shopping, e atravessamos a faixa de pedestres. Minha casa felizmente não era muito longe do shopping, então eu e Jimin chegaríamos em casa tranquilamente. Quando estávamos finalmente próximos a rua da minha casa, Jimin parou de andar. Apertei sua mãozinha mais forte, e dei alguns passos para trás, ficando ao seu lado.

“O que foi?” perguntei suavemente.

“Jungkook, eu estava pensando,” Jimin começou, olhando para meu rosto. “Você gosta de mim,” sua voz ficou mais baixa e ele olhou para baixo. “E eu, eu gosto de você.” ele parecia em um conflito interno, e bagunçou os cabelos de forma embaraçosa.

“Sim, Jiminnie.” abri um sorrisinho, me divertindo com a sua timidez.

“Então… o que nós somos?” arqueei minhas sobrancelhas, em confusão. “Se nós nos gostamos, o que isso nos torna? O que nós somos, agora?” abri minha boca, em sinal de que finalmente tinha entendido sua pergunta. Suspirei, e olhei para a rua. Essa era uma pergunta que eu mesmo me fazia. O que nós somos, afinal? Jimin era novo em relacionamentos, e ainda que eu mesmo não tenha muito experiência, sentia que eu era responsável em por o mostrar como tudo seria.

Suspirei mais uma vez, e resolvi não pensar muito. Não é preciso tentar tornar algo tão simples em algo complexo. O que eu e Jimin temos é simples, não é preciso de muito.

“Não se preocupe com algo tão banal como um rótulo, apenas relaxe, as coisas vão fluir naturalmente.” eu sorri singelo, e beijei sua testa, sentindo suas mãozinhas em meus ombros.

“Okay, kookie.” sua voz soou doce, e eu alarguei meu sorriso. Cada detalhe em Park Jimin me parecia tão encantador. Deixei um beijinho em sua têmpora, vendo um sorriso nascer em seus lábios.

“Vamos, minha mãe deve estar roendo as unhas de antecipação.” soltei uma risada, sendo acompanhado por Jimin. Passei meu braço por cima de seus ombros, e ele tocou minha cintura.

Aquilo só podia ser um sonho.

Não demoramos muito para chegar em casa, e como imaginei, minha mãe estava nos esperando do lado de fora, as pontas dos dedos na boca. Ela realmente estava roendo suas unhas. Ela se levantou, e abriu um sorriso ao ver o jeito que eu e Jimin nos abraçamos de lado. Me surpreendi quando a vi correr em nossa direção, e nos abraçou ao mesmo tempo. Abri um sorriso.

“Mamãe?” chamei por ela, mas ela apenas apertou o meu corpo e o de Jimin mais forte. “Mãe?”

“Oh, sim.” ela se afastou embaraçada. “Me desculpem, eu estava apenas aliviada. Não sabem como ver os dois chorando me quebrou o coração.” minha mãe respirou fundo, e eu senti vontade de abraçá-la mais uma vez.

“Estamos bem agora, eu acho.” Jimin disse com um sorriso discreto. “Eu fui muito cego, e não percebi os sentimentos de Jungkook e meus, mesmo que eles fossem bem visíveis. Acho que poderíamos ter poupado alguns dias de drama, se eu não tivesse sido tão tapado.” ele juntou as mãos, e abaixou a cabeça. Eu toquei seu ombro esquerdo.

“Hey, relaxa. Eu também fui muito frouxo, e não tomei atitude.” Jimin olhou para mim com os olhinhos brilhando. “O que importa é que tudo está bem agora.” recebi um sorriso brilhante, e eu jurava que meu coração iria derreter.

Jimin gostava de mim!

 

[...]

 

“Vocês o que?” Taehyung gritou animado, me fazendo pular na cama.

“Nós…” eu me recuperei do susto que meu amigo me causou. “Nós no beijamos!”

“De novo?” ele arregalou os olhos.

“Sim! Dessa vez, não como ‘amigos’!” os olhos de Taehyung se arregalaram mais ainda, e seu queixo caiu. Não muito tempo depois, ele estava correndo pelo meu quarto, gritando como uma garota histérica. Arregalei meu olhos.

“Tae, você tá b-”

“Não! Eu não estou bem!” ele gritou, e pulou na minha cama. “Meu OTP finalmente tá junto!” Taehyung me chacoalhou pelo ombros, e eu estava prestes a ficar com medo. “Cara, eu tenho que ligar ‘pro Yoongi.” o Kim saiu da cama correndo, e foi procurar seu celular.

“Espera! Não conta ‘pra ele ainda, animal!” tomei seu celular da mão. “Eu não sei o que ele pretende fazer comigo, quando descobrir.” eu sussurrei com cara de assustado, e Taehyung gargalhou.

“Calma, o Jimin não vai permitir nada acontecer.” ele me empurrou na cama, e riu da minha cara. Amizade é uma coisa mágica.

“Hyung.” chamei manhoso, enfiando meu rosto no travesseiro macio.

“Diga, criança.” ele se sentou ao meu lado.

“O que, que eu faço?” choraminguei. E Taehyung revirou os olhos.

“Que isso, Jungkook? Assim nem parece macho alfa.” bufei, fechando a cara.

“Como se você fosse o macho dos macho.” ele riu.

“O que te aflige, oh criança Jungkook Biscoito?” eu sorri pequeno.

“Jimin me perguntou hoje, o que nós somos, já que gostamos um do outro. Eu falei que não era necessário dar um rótulo a nós.”

“Bem falado.” ele assentiu com a cabeça.

“É, mas agora eu também estou confuso! O que eu faço? Como as coisas vão ficar daqui ‘pra frente?” eu choraminguei de novo. “Gostar de alguém é tão complicado.”

“Jungkook, eu achei que você tinha decidido deixar de ser marica.” olhei para Taehyung furioso. “Porque não chama ele ‘pra sair?” ouvi o som de “click” em minha cabeça.

“É isso! Valeu, Tae!” exclamei com um grande sorriso.

Taehyung sorriu convencido.

“Sabe como é, né?” ele deu de ombros. “Eu também sou conhecido como ‘o guru do amor’!” revirei os olhos.

“Disse o solteirão do grupo.” ele me olhou indignado, e eu gargalhei.

“Eu sou solteiro por opção, okay? Eu não sou daqueles que vai se entregar ‘pra qualquer um! A pessoa vai ser especial.” ele explicou e deu uma risada no final. Eu gargalhei mais uma vez, e abracei meu amigo.

“Concordo, você é especial demais ‘pra ficar com qualquer um. A pessoa tem que ser no mínimo incrível! E claro, que eu vou ter que avaliar isso.” Tae riu, e encostou a cabeça em meu ombro.

“Vai dar uma de sogrão, igual o Yoongi?”

“Talvez.”

“Eu te mato antes! Sua peste.”

Taehyung era único.

“Okay, mas antes de você me matar,” eu me afastei, e sentei reto na cama. “Poderia me ajudar a planejar meu encontro com Jimin?”

“Você não vai agir como um sogrão?” revirei os olhos.

“Talvez como um irmão ciumento?” ele arqueou as sobrancelhas. “Okay, eu vou tentar não matar a pessoa que irá roubar teu coração.”

“Huh, é o suficiente. Eu iria te ajudar de qualquer maneira.” ele sorriu. “Cara, é de Kookmin que estamos falando, é claro que eu vou te ajudar!”

“Kookmin?” torci o nariz.

“É o seu nome e o do Jimin juntos! O Yoongi-hyung disse que era Jikook, mas eu gosto de Kookmin.” eu ri pelo nariz.

“Okay, okay. Agora, você pode me ajudar, por favor?”

“Olha só, sendo polido. O amor muda as pessoas, hein.”

“Taehyung!”

“Okay, um encontro Kookmin, ‘pra já!”

 

[...]

 

“Jiminnie?” chamei por seu nome, vendo o seu rostinho desencostar do meu ombro, e seus olhos examinaram meu rosto. Eu amava o brilho que os olhos de Jimin irradiavam, nem se pareciam com os olhos mortos e apagados que ele possuía quando o conheci. Deixei um beijinho em seu rosto. Desde o dia no aquário, eu não conseguia segurar minha vontade de encher Park Jimin de beijinhos, e ele parecia gostar, então não pretendia deixar aquela mania tão cedo.

“Sim?” sua voz relaxada me trouxe calmaria.

“Quer sair comigo, nesse final de semana?” foi mais fácil do que eu imaginei!

“Mas, é claro! Para onde vamos?” ele parecia animado, e trazia um sorriso bonito no rosto.

“Surpresa!” exclamei, e Jimin bufou. Eu gargalhei. “O que foi?”

“Você vai realmente me deixar curioso?” assenti com a cabeça. “Você é malvado, Jungkook!” ele mostrou a língua para mim, e eu me segurei para não rir. Aquilo era uma situação séria!

“Sou mesmo, algum problema? Ah, entendi, você tem um problema com pessoas malvadas!” ele revirou os olhos.

“É claro! Mas, acho que tudo bem você ser malvado, eu não me importo.” como Jimin podia ser tão fofo?

“Ai, que bonitinho.” abri meus braços e Jimin correu se jogando em mim.

“Não acha que estamos muito grudados?” Jimin perguntou, se referindo a quantidade de abraços que compartilhamos todos os dias. Eu apenas neguei com a cabeça.

“Eu não me importo, só quero ficar o dia todo agarrado em você.” ele riu, e afagou meu cabelo. “A não ser que isso te deixe desconfortável!”  

“Não!” Jimin respondeu rapidamente. “Eu gosto, eu realmente  gosto,” ele sorriu sem dentes. “Eu só não estou acostumado a tanto carinho, principalmente por tanto tempo.” ele pareceu envergonhado.

“Hey, não precisa ter vergonha!” afaguei sua bochecha.

“Eu só sinto vergonha de como minha vida até você chegar, era tão vazia.” ele respirou fundo, e vi uma sombra de tristeza em seus olhinhos. Abracei Jimin com força, o aconchegando em mim.

“Você falou bem, ‘antes de mim’. Essa vida é passado, por que eu estou aqui agora, certo?” ele balançou a cabeça. “Então! Sua vida não será vazia como era antes, eu estou aqui. Prometo te dar tanto carinho, que você vai enjoar de mim.” ele riu baixinho.

“Eu não vou enjoar de você!”

“Ai, que bom! Porque eu ainda não estou pronto para ficar sem você.”

“Jungkook?” me chamou baixinho.

“Sim?”

“Eu tinha medo de gostar de alguém, até um tempo atrás, sabe? Eu jurei não me envolver com ninguém, depois de ver o que aconteceu com a minha mãe, nas mãos de Chung Hee,” ele suspirar. “Mas, eu quebrei esse juramento quando me apaixonei por você. Principalmente por tudo isso ser tão recente, eu ainda sinto medo às vezes,” apertei sua mão. “Você me dá confiança, Jungkook, então meu medo fica do tamanho de um grãozinho. E talvez, só talvez!” Jimin apontou seu dedinho para mim, e eu franzi as sobrancelhas. “Eu possa abrir uma exceção no meu juramento por você.” meu coração acelerou com a pequena declaração de Jimin, ele era tão adorável. Apertei seu corpo, mais forte. “Você será minha única exceção, Jungkook.”

“Você não sabe como isso me faz feliz, mochi.” beijei sua testa, e ele abriu um sorriso.

“O que nós vamos fazer, até o nosso,” ele engoliu em seco, envergonhado. “encontro?”

Olhei para cima, como se pensasse.

“Bom, eu vou te dizer o que eu vou fazer.” trouxe Jimin para o meu colo, escorando minhas costas no estofado do sofá. “Eu vou ficar agarradinho com você! Pois, eu passei muito tempo guardando todos esses sentimentos no peito, e agora eu não vou mais os segurar. Só quero ficar pertinho de você.” ele sorriu adorável.

“Eu também, eu gosto dos seus abraços.” Jimin enterrou o rosto no meu peito.

“Que tal assistirmos um filme?” eu sugeri, vendo a cabeça de Jimin se mexer para cima e para baixo, assentindo.

“Eu quero!” 

Olhando para Jimin, ele me parecia tão perfeito. Eu sei que a perfeição é inalcançável, mas se alguém me perguntasse o que é perfeição, eu certamente diria: o sorriso de Park Jimin.

“Jimin, eu posso te beijar de novo?” ele deu uma risadinha, e tirou o rosto do meu peito.

“Você não precisa perguntar, Jungkook.” sua testa tocou a minha. "Eu estou bem aqui." seus lábios tocaram os meu de uma forma delicada.

Aquilo definitivamente era um sonho.

 

 

 

 

 


Notas Finais


JIKOOK MEUS PAIS<3
O QUE ESTÃO ACHANDO DESSES AMORES? YO ESTOU LOVING IT! (to trilingue hein)
Eu realmente espero que estejam gostando! Sobre os coments q eu n respondi! (no caso três) EU ESTAVA RESPONDENDO MAS CORRI ATÉ AQUI PRA ATT ANTES, EU VOLTO LÁ CORRENDO E TERMINO LOGO! Eu li todos vocês, eu não esqueço de NINGUÉM! Eu só sou meio atrapalhada... Tem mais coments do que eu estava acostumada, (o que eu estou amando!) e eu logo pego o jeito!

EU GOSTARIA DE AGRADECER ESSAS PESSOINHAS POR FAVORITAREM: @ParkBeccaD, @djoci, @Army-protetora, @mochiandbunnyS2, @BiiaaVianaa, @KARD4, @ThamyrisM, @Jimminiebi65, @juninhotropical
MUITO OBG<3

Eu venho pensando, eu (agora pelo menos) não tenho tempo de terminar os especiais. As fic que eu venho postando são drabble q eu acabo escrevendo de madrugada ou coisas antigas que eu acho no meu Google Docs. Mas, a minhas ferias de verão estão chegando, então vcs poderiam ou esperar mais um mês pelos dois especias, ou poderiamos fazer uma especial de perguntas! Vcs poderiam me perguntar o quiserem e eu responderia. Eu amei a ideia dos especiais de 100 fav e quero muito postar, mas vamos ver no que dá.

Aproveitando, eu gostaria de panfletar a minha nova Long-Fic pra vcs! Instructions Not Included! Atualmente ela está sem capa, pq o spirit está me matando! Eu estou tentando colocar a capa, mas o spirit trava... fazer o que?
A fic é Jikook, e tem mpreg!<3 Vou deixar o link do trailer e da Fic aqui embaixo se quiserem dar uma olhada! Tá uma graça<3

Trailer: https://youtu.be/wCBXDCYPdzA
Fic: https://spiritfanfics.com/historia/instructions-not-included-9046331

VEJO VCS LOGO, AMORES<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...