História Because so sad and fall in love? - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Fanfic
Exibições 3
Palavras 1.193
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - 2° Capitulo


Chego em casa deixo a mochila no quarto, o celular no criado-mudo, tiro o uniforme  e tomo um banho demorado e gelado para aliviar a dor do corpo.
  Assim que termino o banho vou para o quarto visto uma camisa verde e um jeans escuro, coloco meus óculos, vou para cozinha abro a geladeira procuro algo pra beber e vejo que não tenho nada: “- Vou ter que ir ao mercado!”
  Pego a carteira e saio, no mercado compro um engradado de refrigerante de limão (meu favorito) e também um de energético.
  Passo no caixa, pago e sigo para casa. No caminho ao passar por um lago decido ficar ali por um tempo, sento-me no na grama apreciando a tranqüilidade das águas. Após algum tempo, vou embora.
  Ao chegar em casa abro um energético e bebo enquanto preparo o almoço e ao finalizar para a sala pego mais um energético, ligo a TV em um canal qualquer.
  Quando acabo de comer lavo a louça vou para o quarto, pego o celular e coloco pra tocar um rock, Toxcity, da banda System of Down enquanto pego um livro pra ler.
  Depois de 2horas mais ou menos de leitura, vejo as horas, 20:30h e arrumo meu material para o dia seguinte, escovo os dentes e vou dormir.
  Na manhã seguinte, toca o alarme e começo minha rotina...coloco os fones de ouvido e saio para o colégio.
  Ao chegar tiro os fones e caminho para sala de aula, observo várias pessoas me olhando e sussurrando.
  Sento-me perto da janela e fico olhando por ela, as pessoas vão e vem e a aula começa.
  No intervalo, na cantina compro 2 sanduíches de presunto, queijo e peito de peru. Perto dali, vi uma garota vejo uma garota de pele branca, olhos verdes claros e cabelos loiros chorando...vou até ela e pergunto:
-- Oi tudo bem? Prazer, meu nome é Oiluj. O que aconteceu?
  Então ela fala de forma triste:
(...) Não é nada...mas por que está falando comigo?
(Oiluj) Porque não falaria?
(...) É que ninguém fala comigo, ás vezes parece que não existo...
(Oiluj) Não me importo com a opinião dos outros e você também não deveria, acabei de te conhecer e pra mim o passado não importa. Qual seu é o seu nome?
(...) Meu nome é Hiname May, você pode repetir  o seu por favor?
(Hiname)  Claro, Oiluj Ken e como devo chamá-la, Hinami ou May?
(Hiname)  Pode me chamar apenas de Hiname...E você é o aluno novo certo? É o assunto do momento.
(Oiluj)  Bonito nome, mas você ainda não me respondeu, por que estava chorando?
(Hiname)  É que estava namorando um garoto e de repente ele beija outra bem na minha frente, falando coisas me humilhando na frente de todo o colégio. Foi horrível, mas agora é sua vez...foi você que brigou no primeiro dia de aula?
(Oiluj)  Sim, mas onde você ouviu esta história?
(Hiname)  Desculpe, mas como te disse você é o assunto do momento...Rsr...Você é de briga?
Ela pergunta sorrindo de forma sutil:
(Oiluj) Ás vezes quando a situação pede – respondo rindo um pouco – mas me diz quem é o cara que fez você chorar?
(Hiname) O nome dele é Luck Ketyon, é do 2º ano, é aquele ali no meio daquelas
  Então vou em direção ao grupo, ela vem logo atrás de mim e pergunta: ¬- O que você vai fazer?
Me viro e pergunto: - Ele usou palavras ofensivas de que tipo?
(Hiname) Não me lembro muito bem mas, o que você vai fazer?
(Oiluj) Nada – respondo sarcástico –só quero ter uma conversinha com ele...
Continuo caminhando até ele e chego logo empurrando ao mesmo tempo que pergunto:
(Oiluj)  Você que é o covarde do Luck?
  Neste momento percebo que Hiname me puxa pelo braço aflita e fala:
(Hiname)  Oiluj, não faça isso, não vale a pena, deixe isso pra lá por favor!
  Neste momento o idiota resolve falar:
(Luck)  Ah, então eu estava certo e este é o seu novo cafetão?
  Ao ouvir mais esta ofensa Hiname começa a chorar e não conseguindo mais me segurar vendo esta esta triste cena parto pra cima dele acertando um soco bem no meio da cara do Luck.
  O mesmo por sua vez revida com um soco e a confusão se forma...Luck era um garoto mais alto e mais velho, portanto, mais experiente o que dava uma certa vantagem a ele. Mesmo assim, não me intimido e trocamos alguns socos, uma joelhada no estômago, ele pede apoio dos seus 3 amigos.
  Estes traiçoeiramente me acertam por trás e percebo que estou caindo no chão e vejo Hiname apavorada com toda a situação.
  Neste momento aparece Kirito, meu amigo de longa data, acertando um soco e um chute em Luck, que mesmo eu estando no chão me batia covardemente e domina, pondo fim a briga.
(Kirito) Agora estamos quites Oiluj – me ajudando a levantar, num meio sorriso – vamos meu amigo.
  De repente surge o diretor intimando todos para acompanhá-lo à sua sala.
  Já dá pra imaginar como essa história terminou, 5 dias de suspensão.
  Ao sair vejo Hiname, ela estava me esperando do lado de fora e ao me ver me abraça agradecendo e fala:
(Hiname) Oiluj porque você foi fazer isso, se prejudicando por minha causa?
(Oiluj) Não suporto covardia, principalmente contra uma garota. Além do que as palavras dele me ofendeu também, tenho honra não podia deixar ele me zoar assim.
(Hiname) E como foi com o diretor?
(Oliluj) Como esperado, você irá me ver só daqui 5 dias, fui suspenso e até fizeram uma vídeo conferência com meus pais. O bom é que estamos nos primeiros dias de aula e não perderei muito...
(Hiname) Me sinto culpada, agora você está suspenso por minha causa! Há algo que eu posso fazer para ajudar?
(Oiluj) Duas coisas: 1º me visitar e 2º me levar até a enfermaria, estou precisando de um curativo...rsr.
Ela então sorriu e fez sim com a cabeça.
(Oiluj) Ah, você viu Kirito, aquele meu amigo que me ajudou?
(Hiname) A família dele foi chamado e vieram buscá-lo, eles já foram. E seus pais já estão vindo?
Então falo de um pouco seco:
(Oiluj) Como havia falado, não moro com meus pais, - encerrando a conversa – Vou te esperar até o fim da aula para irmos juntos e daí você pode me passar seu número e assim você também já vê onde moro pois somos amigos, ok? O que acha?
Falo animado esperando um sim por parte dela e foi o que aconteceu...
(Hiname)  Claro, ainda mais que parte da culpa é minha mesmo...
Balanço a cabeça de forma negativa e falo:
(Oiluj) Não, não é sua , fui eu quem decidiu brigar. Isso sem dizer que grande parte dessa confusão é culpa da covardia e falta de caráter do Luck.
  Ao acabar a aula, conforme combinado, Hiname me passa seu número e caminhamos um ao lado do outro conversando ainda meio tímidos em direção à minha casa.

 


Notas Finais


Galera desculpe a demora é que eu tô ruim na escola e acabei ficando sem tempo mas estou pensando em trazer semanalmente falem ai oq vcs acham da ideia e estou pensando em fazer mais uma história vou ser bem sincero não sei que tema por na próxima história mas só foi isso espero que tenham gostado e Tchau


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...