História Before I Say Goodbye - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Capitão América, Homem de Ferro (Iron Man)
Personagens Anthony "Tony" Stark, Steve Rogers
Tags Autora Louca, Fluffy, Gayzisse, Marvel, Steve, Stony, Tony, Triste, Yaoi
Exibições 203
Palavras 769
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Fluffy, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Boa noite, amores. Minha primeira Stony, espero que gostem. Antes de começar, queria agradecer à @StarksGirl e ao @Toxicboy pela ajuda com essa OS. Muito obrigada. Boa leitura, repolhinhos ❤

Capítulo 1 - Before I Say Goodbye


Hoje acordei ao seu lado pela última vez. Você estava envolto em um sono leve, exatamente do modo como há muito tempo sou incapaz de dormir. Sei bem há quanto tempo você não dormia dessa forma, por isso tomei um imenso cuidado para que nada te perturbasse. O dia amanheceu calmo, limpo, quente, os raios do sol entrando pelas frestas da janela de madeira onde você costumava parar para observar a paisagem. Havia uma certa calmaria no ar, um nível de paz imperturbável, como se a vida quisesse dizer que nada daria errado hoje. Tudo parecia tão certo, no devido lugar. Não pude deixar de pensar que o motivo disso tudo seria minha partida. É tão irônico que, justo hoje, que devo ir embora, tudo esteja tão agradável, apenas para dificultar ainda mais minha ida. Seu rosto sereno e despreocupado me fez sorrir como todas as outras vezes fez: arrancando de mim sorrisos puros e verdadeiros, que há tanto tempo não surgiam em minha face. Poucas coisas conseguem causar esse efeito em mim, e você, sem sombra de dúvida, é a principal delas. É triste pensar que é a última vez que vou vê-lo, meu amor, mas é necessário que eu parta, assim como é necessário que o sol se ponha ao final de cada dia para que a vida possa seguir seu rumo normalmente.

    Deixei um bilhete em sua cabeceira explicando tudo, embora não haja muito a ser explicado. O que eu poderia lhe dizer? Que estou partindo pelo seu bem, para que você possa ser livre e feliz e ter um futuro? Embora seja a verdade, essa é, talvez, a coisa mais clichê do mundo, e nós dois sabemos que clichê é a última coisa que somos. Não escrevi que estou lhe deixando porque te amo, não, isso não é verdade. Como o amor poderia separar duas pessoas? Isso é apenas mais um clichê irreal que as pessoas gostam de usar para dar vida a seus romances mortos. Mas então, por que estou partindo? Temo que eu não possa explicar, meu amor. Não quero jogar em tua mente coisas que parecem erroneamente vazias quando ditas em voz alta. Não sou capaz de explicar meus motivos… desculpe. Eles doem demais. Espero que um dia eu possa te encontrar novamente, quem sabe, e poder dizer tudo o que deveria sem que doa como dói agora. Quero falar com você frente a frente e olhar em teus olhos. Observar sua expressão enquanto me ouve. Sentir você perto, presente. Não quero me ater às mesmas velhas palavras de sempre, nunca fui disso. Então não, não são essas as palavras que coloquei no papel. O que eu escrevi para você foi bem além de qualquer uma dessas coisas. Minhas palavras são meus sentimentos. Coloquei meu coração nelas, embora elas possam parecer frias quando vistas por outros olhos que não os teus. Guarde bem o que escrevi. Infelizmente não pude lhe deixar mais memórias físicas, meu amor. Mas lembre-se que, mesmo que meu coração esteja vagando comigo, ele sempre pertencerá única e exclusivamente à você.

“Bom dia, meu amor. Como vai você? Espero que bem. Não me perdoaria jamais se você não estivesse. Mantenha-se bem, sim? Não apenas por mim, mas principalmente por você mesmo. Você é precioso, acredite nisso.

Quando estiver lendo esta carta, eu já estarei muito longe. Fisicamente longe, pois meus pensamentos sempre estarão em você: em seus olhos, seus detalhes, seus cheiros, seu sorriso. Essas coisas são a melhor parte de mim, e espero não deixá-las ir nunca. Espero que algum dia eu possa explicar os motivos pelos quais tenho de partir, e espero que você entenda. Só quero que saiba que lembrarei de você todas as vezes que olhar para a lua, para o sol, para as estrelas. Você está em tudo, você é tudo. Prometo lembrar não só de nossos momentos bons, mas também dos difíceis, pois foi tudo isso que nos levou até quem somos hoje. Entenda que me parte o coração ter que partir. Dói mais do que qualquer coisa já doeu antes. Uma parte de mim morre hoje ao precisar deixá-lo. Mas espero, do fundo de meu coração, que possamos nos encontrar muito mais vezes nessa vida e também em todas as outras. Desculpe, meu amor, sabe o quanto detesto estas despedidas. Só me resta agradecer por ter me feito encontrar o amor, e amar não apenas a ti, mas também a mim mesmo. Obrigado, Tony. Obrigado por tudo. Talvez um dia eu possa dizer tudo isso pessoalmente. Por enquanto, tudo o que me resta é dizer-lhe um ‘até logo’.

Para sempre seu,
Steve.”


Notas Finais


Amo vocês. Não deixem de comentar. Um beijo 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...