História Beggin on my Knees - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~Narry_Lissy

Postado
Categorias NCT Dream
Personagens Chenle, Haechan, Jaemin, Jeno, Jisung, Mark, RenJun
Exibições 18
Palavras 758
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Lemon, Orange, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha eu aqui dnovo! !!
O proximo vai ser a fer......ops a Narry que vai postar!!!! Deem amor pra nossa fic e daremos amor a vcs

Capítulo 2 - O que é shopping?


Fanfic / Fanfiction Beggin on my Knees - Capítulo 2 - O que é shopping?

Mark on.......


Já fazia 3 dias que Jisung era meu irmão mais novo e meus olhos piscavam freneticamente esperando por alivio, eu queria muito estar dormindo agora. Minha mãe arrastou eu e Jisung as plenas 6 horas da manhã para ir a uma tal de missa. Jisung parecia se divertir e prestar bastante atenção nas palavras de um homem com uma tunica branca falava, em compensação, nada do que o homem dizia entrava na minha cabeça, meu interesse era zero, e precisávamos ficar num tempo exagerado de pé. E minha mãe ficava me beliscando para não dormir. Eu estava com sono e Jisung estava sorrindo.

Dei graças a qualquer divindade que o povo idolatrava pela "missa" ter acabado. Como o negócio era perto de casa fomos andando mesmo, passei meu braço pelos ombros de Jisung e ele corou. Resolvi provocar.


- Ah Jisung você é tão comportado!


Abracei ele com os dois braços e dei um beijo em sua bochecha, ele tava igual a um tomate de peruca loira, sorri com o pensamento. 


- É mesmo! Você é muito comporta Jisung! 


- O-obrigado omma!


- Mas em compensação você Mark é um idiota!


Minha mãe me deu um tapa na cabeça, e doeu pakas.


- Aish omma! Doeu! 


- Essa era a intenção! 


Esfreguei minha nuca com um bico e beijei novamente a bochecha de Jisung. 


- Tão fofo!


- Se comam logo!


- O que di-disse omma?


- Nada não! 


- Já sei! Daqui a pouco vamos ao shopping, comprar roupas para o Jisung! 


- O que é shopping? 


Me dei alguns segundos para ficar surpreso. 


- Garoto em que mundo você vivia? Você nunca bebeu num Starbucks? Você nunca foi nas lojas?


Ele balançou a cabeça negativamente e uma raiva me subiu.


- Mãe me de o cartão!  Eu vou levar Jisung agora mesmo! 


- Ok, ok!


Minha omma me deu o cartão e a senha, peguei o pulso de Jisung e comecei a puxa-lo.


- Hy-hyung ta me machucando!


- Desculpe!


- Tu-tudo bem! 


Vi as marcas vermelhas no pulso estreito dele. Um rebuliso em meu estômago. Entramos no shopping e os olhos de Jisung brilaram.


- Aqui é tão grande hyung!


- Você não viu nada!


Queria o puxar para descobrir as maravilhas do shopping, mas se em pegasse em seu pulso iria ficar mais machucado, peguei em sua mão e entrelaçei nossos dedos, ele corou.


- Você é realmente uma gracinha Jisung! 


Comecei a correr e puxa-lo pelo shopping, alguns seguranças brotaram e eu mostrei o dedo do meio pra eles, com um sublime "vai se fuder e nos deixa em paz". Jisung murmurou um "de-desculpas!" E continuamos a correr.


- O que você quer fazer primeiro? Roupas ou bebida?


- Eu não sei hyung! Qual é o melhor? 


- Milk shack! Starbucks ai vamos nós! 


Comecei a puxa-lo novamente para onde fica o Starbucks, e quando chego lá, no lugar do meu querido Starbucks esta um sex shop. Perguntei até pro guardinha o por que do meu querido Starbucks não esta mais ali.


- Ah o dono do shopping brigo com o povo dessa loja e eles foram embora!


Senti lágrimas sair de meus olhos e o Jisung me abraçar. 


- Vai ficar tudo bem hyung!


Parei se fazer drama e comecei a puxar Jisung de novo. 


- Hy-hyung e agora?


- Já que não tem Starbucks, vamos comprar roupas!


Estava tudo bem, nem tanto por que o Starbucks fechou, até que Taeyong apareceu e mando um olhar sugestivo para Jisung, o escondi atrás de mim.


- Mark a quanto tempo não! 


- Desde a última festa!


- Faz tanto tempo que já tem até um namorado!


Jisung corou forte, e eu achei aquilo uma gracinha. 


- É sim! Ele é meu namorado a 3 dias!


Jisung olhou assustado para mim.


- Que gracinha Mark! Molestando crianças de 13 anos! 


- Ele tem 16 anos!


- Bem de qualquer forma, vou dar uma festa hoje! Aparece lá! E leve essa gracinha!


Ele passou a mão no rosto de Jisung. ELE PASSOU A MÃO NO ROSTO DE JISUNG. Quem ele pensa que é? Um filho da puta talvez. Eu só queria tirar o sorriso sacana do rosto dele.


- Hy-hyung você está bem? Eu não gostei dele!


- Estou bem sim! Fique longe dele! 


- Ok!


- Vamos comprar roupas pra você! Pois você vai comigo a essa festa!


- Ah hy-hyung eu não acho uma boa ideia e..........


Puxeu Jisung de modo que nosso corpo ficasse colado, meu braço em sua cintura, seus olhos arregalados me observando de perto e eu acariciando o rosto de porcelana dele.


- Você não vai deixar seu hyung na mão?! Não é dongsaeng?!


Ele moveu a cabeça em sinal positivo, sorri e o larguei. Essa noite promete. 




Notas Finais


Então gente......vim aqui panfletar pra vcs!
Eu tenho uma fic vhope se vcs gostam vão lá pra ver e a Narry tem uma oneshot gtop vão la ver tbm! Até o próximo capitulo :-) ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...