História Beggin on my Knees - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Chenle, Haechan, Jaemin, Jeno, Jisung, Mark, RenJun
Tags Jisung, Mark, Marksung, Nct
Visualizações 190
Palavras 758
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Lemon, Orange, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha eu aqui dnovo! !!
O proximo vai ser a fer......ops a Narry que vai postar!!!! Deem amor pra nossa fic e daremos amor a vcs

Capítulo 2 - O que é shopping?


Fanfic / Fanfiction Beggin on my Knees - Capítulo 2 - O que é shopping?

Mark on.......


Já fazia 3 dias que Jisung era meu irmão mais novo e meus olhos piscavam freneticamente esperando por alivio, eu queria muito estar dormindo agora. Minha mãe arrastou eu e Jisung as plenas 6 horas da manhã para ir a uma tal de missa. Jisung parecia se divertir e prestar bastante atenção nas palavras de um homem com uma tunica branca falava, em compensação, nada do que o homem dizia entrava na minha cabeça, meu interesse era zero, e precisávamos ficar num tempo exagerado de pé. E minha mãe ficava me beliscando para não dormir. Eu estava com sono e Jisung estava sorrindo.

Dei graças a qualquer divindade que o povo idolatrava pela "missa" ter acabado. Como o negócio era perto de casa fomos andando mesmo, passei meu braço pelos ombros de Jisung e ele corou. Resolvi provocar.


- Ah Jisung você é tão comportado!


Abracei ele com os dois braços e dei um beijo em sua bochecha, ele tava igual a um tomate de peruca loira, sorri com o pensamento. 


- É mesmo! Você é muito comporta Jisung! 


- O-obrigado omma!


- Mas em compensação você Mark é um idiota!


Minha mãe me deu um tapa na cabeça, e doeu pakas.


- Aish omma! Doeu! 


- Essa era a intenção! 


Esfreguei minha nuca com um bico e beijei novamente a bochecha de Jisung. 


- Tão fofo!


- Se comam logo!


- O que di-disse omma?


- Nada não! 


- Já sei! Daqui a pouco vamos ao shopping, comprar roupas para o Jisung! 


- O que é shopping? 


Me dei alguns segundos para ficar surpreso. 


- Garoto em que mundo você vivia? Você nunca bebeu num Starbucks? Você nunca foi nas lojas?


Ele balançou a cabeça negativamente e uma raiva me subiu.


- Mãe me de o cartão!  Eu vou levar Jisung agora mesmo! 


- Ok, ok!


Minha omma me deu o cartão e a senha, peguei o pulso de Jisung e comecei a puxa-lo.


- Hy-hyung ta me machucando!


- Desculpe!


- Tu-tudo bem! 


Vi as marcas vermelhas no pulso estreito dele. Um rebuliso em meu estômago. Entramos no shopping e os olhos de Jisung brilaram.


- Aqui é tão grande hyung!


- Você não viu nada!


Queria o puxar para descobrir as maravilhas do shopping, mas se em pegasse em seu pulso iria ficar mais machucado, peguei em sua mão e entrelaçei nossos dedos, ele corou.


- Você é realmente uma gracinha Jisung! 


Comecei a correr e puxa-lo pelo shopping, alguns seguranças brotaram e eu mostrei o dedo do meio pra eles, com um sublime "vai se fuder e nos deixa em paz". Jisung murmurou um "de-desculpas!" E continuamos a correr.


- O que você quer fazer primeiro? Roupas ou bebida?


- Eu não sei hyung! Qual é o melhor? 


- Milk shack! Starbucks ai vamos nós! 


Comecei a puxa-lo novamente para onde fica o Starbucks, e quando chego lá, no lugar do meu querido Starbucks esta um sex shop. Perguntei até pro guardinha o por que do meu querido Starbucks não esta mais ali.


- Ah o dono do shopping brigo com o povo dessa loja e eles foram embora!


Senti lágrimas sair de meus olhos e o Jisung me abraçar. 


- Vai ficar tudo bem hyung!


Parei se fazer drama e comecei a puxar Jisung de novo. 


- Hy-hyung e agora?


- Já que não tem Starbucks, vamos comprar roupas!


Estava tudo bem, nem tanto por que o Starbucks fechou, até que Taeyong apareceu e mando um olhar sugestivo para Jisung, o escondi atrás de mim.


- Mark a quanto tempo não! 


- Desde a última festa!


- Faz tanto tempo que já tem até um namorado!


Jisung corou forte, e eu achei aquilo uma gracinha. 


- É sim! Ele é meu namorado a 3 dias!


Jisung olhou assustado para mim.


- Que gracinha Mark! Molestando crianças de 13 anos! 


- Ele tem 16 anos!


- Bem de qualquer forma, vou dar uma festa hoje! Aparece lá! E leve essa gracinha!


Ele passou a mão no rosto de Jisung. ELE PASSOU A MÃO NO ROSTO DE JISUNG. Quem ele pensa que é? Um filho da puta talvez. Eu só queria tirar o sorriso sacana do rosto dele.


- Hy-hyung você está bem? Eu não gostei dele!


- Estou bem sim! Fique longe dele! 


- Ok!


- Vamos comprar roupas pra você! Pois você vai comigo a essa festa!


- Ah hy-hyung eu não acho uma boa ideia e..........


Puxeu Jisung de modo que nosso corpo ficasse colado, meu braço em sua cintura, seus olhos arregalados me observando de perto e eu acariciando o rosto de porcelana dele.


- Você não vai deixar seu hyung na mão?! Não é dongsaeng?!


Ele moveu a cabeça em sinal positivo, sorri e o larguei. Essa noite promete. 




Notas Finais


Então gente......vim aqui panfletar pra vcs!
Eu tenho uma fic vhope se vcs gostam vão lá pra ver e a Narry tem uma oneshot gtop vão la ver tbm! Até o próximo capitulo :-) ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...