História Behind the scenes (Larry e Niziam - ABO) - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Abo, Amor, Harry Alfa, Harry Tops, Infantilismo, Larry, Liam Alfa, Louis Bottom, Louis Ômega, Mpreg, Niall Ômega, Niziam, Submisso, Universo Alternativo, Zayn Alfa
Visualizações 99
Palavras 1.799
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Noah


Fanfic / Fanfiction Behind the scenes (Larry e Niziam - ABO) - Capítulo 6 - Noah

 

 

Harry iria levar seu filhote a outro médico do que estava acostumado, o Alfa sabia que tinha algo de diferente em seu filho, algo que Dra. Sarah uma beta bem conceituada em Londres escondia.

Styles separou seu dia inteiro de Sexta para ficar com Noah, o menino todo serelepe amou saber que passaria o dia com seu Daddy, Noah sempre foi uma criança agitada e alegre, Harry sabia que ele seria um omega, diferente dos outros pais alfas a ligação com seu filhote era forte demais.

Chegando no consultório médico, Harry logo foi chamado para entrar, pegou o pequeno envergonhado em seu colo e entrou na sala cumprimentando o médico residente no hospital.

- Então Senhor Styles, qual o problema com o garotão?

- Trouxe Noah aqui para fazer alguns exames de rotina e avalia-lo.

- Tudo bem, vamos começar? - Dr. Carter o senhor já de idade anunciou se levantando e indo em direção ao pequeno que tentava se esconder nos braços do pai. - Hey pequeno, qual seu nome? - ele tentou fazer amizade com Noah para que a criança se soltasse.

- Noah - sussurrou baixinho

- Meu nome é Richard, do que você gosta de brincar?

- Noah gota de boneca. 

- que legal, e porque você não vem aqui comigo ver as que eu tenho hm?

- binca?

- sim, você quer conhecer meus brinquedos?

- podi Daddy? - perguntou a Harry que sorriu acariciando seus cabelos.

- claro meu amor, daddy vai com você ok?

Noah sorriu contente se soltando.

Depois de alguns minutos e bastante choro, o médico havia retirado sangue do menino, e feito mais alguns exames necessários, sempre procurando falar com a criança para poder avalia-la.

- Bom Senhor Styles os exames foram encaminhados, agora só temos que esperar os resultados. 

- ok, éh.. amor, porque você não fica ali no canto da sala brincando enquanto o Daddy conversa com o doutor ?

- otey

O menino saiu do colo do pai indo brincar com as bonecas que o pediatra havia disponibilizado para ele.

- Doutor, eu quero tirar uma duvida que já vinha em minha cabeça a um tempo, Noah tem 6 anos e sei que o senhor além de Pediatra é psicólogo, então me diga, o que meu filho realmente tem?

o Beta bufou tentando achar as palavras certas para dizer ao Alfa sem que o maior quisesse o matar. 

- Senhor Styles, eu reparei que Noah tem personalidade de Omega, e sei que as chances dele se mostrar um são enormes, mas.. como posso dizer... o Senhor ama seu filho? Seria capaz de rejeita-lo de alguma maneira ?

- claro que não , quem você acha que eu sou? eu amo meu filho, luto todos os dias para dar o melhor a ele. - respondeu bravo com essas perguntas, ele nunca seria capaz de rejeita-lo.

- ok ok, olha para dar um resultado melhor precisaria fazer alguns testes, mas é provável que Noah tenha infantilismo. Crianças na idade dele por mais que sejam Omegas, são mais desenvolvidas mentalmente, e ele ainda pensa e age como bebe. Bom, gostar de roupas e brinquedos de menina é normal, pois, omegas são mais delicados e tem hormônios diferente de vocês alfas.

Harry rosnou fraco baixando a cabeça, ele sabia que essa resposta poderia aparecer, andou pesquisando e chegou a essa possibilidade sozinho, olhou para o pequeno brincando sozinho no canto da sala alheio a conversa dos adultos por um tempo e sorriu. Noah era o amor de sua vida, ele sabia que muitos pais não aceitavam seus filhotes quando descobriam isso, e entendeu o lado do medico quando fez aquelas perguntas, mas ele nunca seria capaz de rejeitar sua preciosidade.

- Ele gostar de ser chamado no feminino, tem haver com isso ou pode ser pelo fato de ser omega? Ele tendo infantilismo tem alguma possibilidade de se mostrar um beta já que esse jeitinho dele pode ser por conta ... como posso chamar?

- O infantilismo não é uma doença como muitos pensam senhor Styles, é uma Psicopatologia, normalmente crianças que tem medo de crescer, ou adultos que tenham tido algum trauma na infância podem regressar e desejar voltar a ter atenção, amor e carinho. Ele é novo então não podemos dar certeza de nada ainda, seja qual for a classe que ele se apresentar, terá o mais importante. Seu amor.

- mas, isso pode ser culpa minha? ele querer ter carinho o tempo todo? Noah desde que nasceu dormia comigo, a alguns meses decidi coloca-lo em seu quarto, e ele começou a agir estranho, eu sabia que meu cheiro o acalmava, e agora tenho que deixar sempre alguma blusa que contenha meu cheiro com ele para que ele fique com outra pessoa sem que eu precise estar junto.

- bem, eu não posso afirmar tudo isso ao senhor ainda, ele é muito novo para podermos tirar resultados complexos assim, meu conselho senhor Styles, se o senhor não se importa com a forma que seu filho seja, ou não se importa em fazer tudo o que o pequeno deseja, continue o tratando da forma que o trata, Noah é uma criança especial e isso sempre será, ele ser assim, ou se mostrar um omega comum, não fará diferença, a unica diferença será o modo que será tratado pelos outros, mas com o senhor ao lado o amando da forma que o ama e eu posso ver isso da forma que o olha já é o suficiente para que Noah seja feliz. Ele tem seu amor, tem seu carinho, porque não espera mais um tempo para poder ter uma resposta mais conclusiva? ele ainda é pequeno, gostar de chupeta, fraldas e ate mesmo do senhor o tempo todo consigo não irá mudar seu amor ira?

- não claro que não.

- então meu filho, Noah é incrível, é saudável, esperto, e eu tenho certeza que tem o amor de muita gente a sua volta, sei que lutou muito para cria-lo sozinho como cria, eu observei vocês hoje e vi que sua ligação com o menino é grande, maior ligação que qualquer alfa pode ter com sua cria, normalmente vejo isso com os omegas que carregaram os bebes e não os pais que só tiveram contato depois de nascido, isso se dá ao fato de Noah só ter tido você desde que nasceu, ele precisa do seu cheiro porque o único lugar que se sente seguro, é com você. 

O médico já havia vivido e presenciado muitas coisas, tinha experiência, sabia que nunca em toda sua carreira veria isso novamente, seria uma pena se o Alfa desperdiçasse tudo isso, então procurou aconselha-lo da melhor forma.

-ok, obrigado Doutor eu volto outro dia para pegar os resultados dos exames e saber de sua saúde.

- Me agradeça fazendo esse menino feliz e o amando como um verdadeiro Pai deve amar seu filho.

Styles ainda estava desnorteado, acenou enquanto se levantava indo em direção onde a criança se divertia sozinha, abaixou perto do filho.

- vamos embora amor?

- masi noah ta bincando. - o pequeno fez beiço

- daddy ia te levar no parque amor, você não quer brincar lá?

- paque? 

- sim, vamos passear agora e depois te levo para comprar mais brinquedos você quer?

o menino levanto rápido pulando para o colo do alfa sorrindo grande.

- Noah que! noah que!

- Então vamos princesa, daddy te ama, sempre vou protege-la e nunca irei te largar. - sussurrou a última parte dando um beijo nos cabelos loirinhos do menino e se levantou com ele em seu colo.

- Obrigado novamente doutor, dê tchau ao tio querida.

- xau - o menino mexeu a mãozinha sorrindo enquanto escondia o rosto no pescoço do pai.

- Tchau, eu amei brincar com você Noah!

o Alfa saiu do consultório ainda aéreo, foi para seu carro onde o motorista o aguardava, colocou o menino em sua cadeirinha suspirando, como ele protegeria seu pequeno de um mundo tão injusto como esse? Harry amava seu filho mais do que tudo, mas sabia que existiam muitos alfas e até mesmo betas maus que não aceitariam isso quando seu filhote crescesse.

- Vamos ao Heyde Park, Noah precisa de ar fresco e eu esfriar meus pensamentos. - mandou assim que se arrumou melhor no banco enquanto olhava o pequeno com um ursinho de pelúcia e o dedo na boca.

Durante o caminho Harry pensava nas palavras do médico e encaixava em cada momento que teve com o menino. Como por exemplo a época de tirar a fralda, ele viveu uma verdadeira luta com a criança. Noah, se mostrava bravo com o Alfa por ser obrigado a parar de brincar para ter que usar o banheiro ao envés de fazer como estava acostumado, e em alguns momentos ele ainda fazia nas calças. A partir desses pensamentos começou a cogitar a ideia de deixar o filho feliz novamente adotando o método antigo do pequeno fazer suas necessidades.

Chegando ao parque viu o dia ensolarado que estava, trocou a roupa do pequeno ainda no carro o deixando mais confortável para que pudesse brincar, pegou a bolsa com as coisas que precisaria do filho e foi em direção a parte que continha alguns brinquedos, comprou um sorvete que o filho estava pedindo depois de faze-lo prometer que iriam comer algo saudável mais tarde.

Harry ainda pensava nas coisas que ouviu do médico e não conseguia imaginar como as pessoas conseguiam rejeitar suas crias depois que descobriam que eles tinham infantilismo, com os pensamentos longe e de olho no pequeno que corria com outras crianças sorriu, pois sabia que jamais iria renegar Noah ou deixar de protege-lo.

Noah corria brincando com as crianças quando viu uma pessoa caminhando um pouco distante de si, sorriu quando reconheceu e correu em direção ao omega que andava distraído no parque.

Harry viu o filho correndo em outra direção que não era a que as crianças estavam e se levantou imediatamente estranhando o comportamento do menino, Noah nunca saiu correndo dos lugares que estava. Quando o menino se agarrou na perna de outra pessoa se assustou e apressou os passos, assim que estava perto deles franziu o cenha confuso, Noah sorria e gritava com a pessoa a sua frente.

- Noah Styles! - o Alfa chamou sua atenção com a voz grossa.

O menino agora no colo e o omega a sua frente se assustaram, assim que olhou direito para homem que estava com seu filho no colo parou.

- Eu conheço você! - o Alfa afirmou, estranhando a pessoa a sua frente com seu menino no colo.

- Louis Tomlinson, Prazer - estendeu a mão para o cumprimentar e Harry travou no lugar assim que o cheiro do omega chegou as suas narinas.


 

Continua ...

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...