História Beijo Atrevido - Capítulo 1


Escrita por: ~, ~Zoe_Hyung09 e ~1_Min_Kookie

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Amor, Bangtan, Bts, Itazura, Jimin, Jiminie, Kim Taehyung, Park Jimin, Romance, Taetae
Visualizações 72
Palavras 1.478
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem os erros ortográficos

Capítulo 1 - E sua nota foi : (D -)


Fanfic / Fanfiction Beijo Atrevido - Capítulo 1 - E sua nota foi : (D -)

Hoje seria o dia ! Sem dúvidas,sem incertezas, Kim Taehyung não resistiria a meu charme, passei a noite toda corrigindo todos os erros ortográficos que poderia ter, li umas nove vezes o dicionário por enteiro, tinha que está tudo impecável, além do mais ele é o garoto mais popular e inteligente da escola, não iria deixar uma dessas passar,  essa carte es tava perefeita.

Já pronta para a escola, desço para baixo é vejo appa já abrindo o restaurante, Gan Jan-di estava o ajudando, ela sempre chegava cedo para isso, pego meu lanche já pronto na cozinha é ponho na mochila, appa entra na cozinha e começa a remexer as panelas, da vidraria da porta encontro Jimin, na bicicleta a minha espera.

- Estou indo appa ! - digo alto para ele ouvir


- Cuidado ! - diz e vem até mim me dando um abraço


- Tudo bem appa ! - digo e desfaço o abraço 


- Boa aula - appa sorrir


Assenti é caminhei até a saída, saio e subo atrás da bicicleta de Jimin é assim seguimos caminho, conheço Jimin desde o jardim de infância, ele é meu melhor amigo não tem nada que ele não sabia, mesmo sendo maluco as vezes sabia que gostava de mim como uma irmã eu acho.

-  Já sabe oque fará depois da escola ? - Jimin pergunto


- Ajudar appa no restaurante, não sei se consigo passar em uma universidade!  - digo meio sem esperança


- Se tentarmos iremos conseguir sabia ? - diz e sorrir


- Mais e vc oque deseja ser ? - pergunto bagunçado seu cabelo


- Um chefe de cozinha e poder abrir meu próprio restaurante - diz já parando a bicicleta

- Aish... nem isso posso ser nem sei fritar um omelete - digo e ele sorrir


- Isso é verdade!  Vc vai entrar agora ? - diz e me olha


- Não não ! - disfarço - Vá vc na frente


- Ok - diz e sai para dentro


Tudo certo, puxo a carta de minha mochila e a seguro, olho as horas no relógio de meu pulso, e vejo que ainda são 06:37 ele sempre era pontual 06:40 era a hora que chegava, meu coração estava a mil, não conseguia parar de tremer, isso é ou não a coisa certa ? Aiiiiiii... Se tudo fosse fácil,  eu o amo e sinto que nunca vou amar outra pessoa como ele, então seria o momento certo, estou na porta principal a sua espera ele não poderia recusar minha carta,  não agora por favor.

06:40

Ele está vindo, ando em sua direção ele sempre andava em passos lentos com seus amigos, mais dessa vez estava sozinho, isso é um bom sinal não é ?

Me aproximo e mesmo nervosa ergo a mão em sua frente abaixo um pouco a cabeça, mais não vejo um movimento seu, apenas parou, o olhei devagar subindo o olhar, o mesmo olhava para mim com sua expressão seria de sempre.

- Oque está fazendo ? - diz ele friamente


- E que - digo rápido - fiz uma carta para vc 


Ele apenas a pega, meu coração se encheu de alegria nesse momento, ele iria realmente ler, a rasgou para abrir puxou de sua bolsa um pincel de cor vermelha.

- Vamos dar uma olhada - diz abrindo o pincel


O vi riscando o papel, parecia dizer alguma coisa, depois abaixou as mãos e me encarou por alguns segundos, acho que estava estampado em minha cara o tamanho do medo que estava tendo naquele momento.


Amassa o papel e o joga para trás, desvia e começa andar para frente depois disso olhei ao redor uma multidão de alunos já lendo o papel amassado, meu olhos poderiam estar cheios de lágrimas mais tive que me segurar,  corri jogando a mochila, pego o papel e saio correndo.

Adentro no banheiro e logo fecho a porta, com o papel amassado, começo a chorar, e tudo piora quando ouço os comentários das meninas entrando no banheiro

1- Vcs viram a menina que escreveu a carta para o kim Taehyung? 

2-Que vergonha ela é descarada

1- Ela nem é tão bonita também !

3 - Se fosse ela nunca mais aparecia em nenhuma escola

...Risos...

E meu fim, por favor alguém me salva dessa tortura, oque faço agora, não demorou muito já tá todo mundo sabendo, onde estão Hyuna é Gam Bya quando preciso delas.

- Ha ni ? - ouço a voz de Gam bya gritando pelo banheiro


Saio de cima do vaso é abro a porta é elas me vêem comcomo lágrimas nos olhos.


- Vc tá maluca ? Perdeu o juízo ? - diz Gam bya desacreditada


- Toda a escola já sabe - diz Hyuna - se prepare para sair daqui de dentro


- Eu sei eu sou uma estúpida,  idiota, iludida, sem celebro - digo e escorrego com as costas na parede até o chão - mais eu o amo 


- Vc não o ama isso e coisa da sua cabeça - diz Gam bya - Onde já se viu Kim Taehyung com Ha ni da classe 'F'


- Vcs não estão me ajudando - enxugo as lágrimas - vou sair daqui de cabeça erguida 


- Tem certeza?  - diz Hyuna me balançando pelo ombro


- Absoluta - Faço uma pose de força


- Onde está sua mochila ? - diz Hyuna


- Minha mochila ? - passo a mão na testa - esqueci na entrada


- Jimin a pegou e levou para sala não se preucupe - diz Gam Bya


Bom assim assenti, assim que pús os pés para fora do banheiro já tinham pessoas me olhando, o que faço por favor alguém ajuda ! Pús as mãos no rosto enquanto as meninas andavam me cobrindo, estavam me chamando de vários nomes horríveis, ouvi a voz de Jimin do corredor me aproximei e percebi que  parecia alterado.

- Fica aqui!  - diz Hyuna me pondo ao lado da parede que dava em direção ao corredor



Pude ouvir as vozes e avistar Hyuna segurando Jimin com Gam bya.



- Vc é um inútil ! - diz Jimin - como pode humilha Há ni desse jeito na frente de todos ?


-  Não suporto meninas tolas e burras ! - diz é jimin o empurra


- Se vc e tão inteligente pq não pensa antes de agir da forma que agil ?


- CHEGA AAAA... - Corro e grito até eles


Jimin me olha é sem perceber alguém puxa o papel de minha mão.


1 - (D -) ? - gargalhadas

2 - Ela é tão burra olha esses erros

Todos começam a rir, Jimin roda no lugar e me pega no colo me jogando de cabeça para suas costas, me dá bato mais o mesmo só me solta do lado de fora.

- Não fique assim ! - diz Jimin


- Precisamos entrar temos aula - digo engolindo o choro


- Ele é um embecil e vc não deveria ter se declarado para ele ! - diz e me abraça

Acalmando os nervos vou até a sala,  e me sento os murmurinhos ainda continuavam a única coisa que poderia fazer era esperar a aula acabei e poder ir pra casa sem poder fazer nada, nem mesmo a carta consegui encontrar.

- E tudo por amor ! - digo baixo em um suspiro


~Saída


Não sai no intervalo tive nem animo para comer, me senti tão envergonhada, ainda estou, fiquei sentada mais não pude deixar de notar todas as pessoas passavam na frente de minha sala me viam e começavam a rir, meus olhos estavam cheios de lágrima, Jimin e as meninas apenas tentavam me animar mais agora seria tempo de eu ir pra casa e queria ir sozinha.

- Então vc que ir sozinha mesmo ? - Jimin pergunta já sentado em sua bicicleta


- Será melhor ! - abaixo o olhar


- Tomé cuidado eu vou com as meninas no restaurante de seu appa hj noite !


Assenti, e sai andando chutando tudo pela frente, minha maior vontade era me jogar de uma ponte bem alta com uma âncora entrelaçada na corrente pelo pescoço, me sinto destruída só precisava chorar, nunca senti essa sensação é muito estranha, ser rejeitada pela pessoa que vc mais ama e como levar vinte tiros de uma vez,  e oque eu acho nunca levei um.

- Oque faço com vc Ha ni ? - digo para mim mesma


Ando, ando é ando até em casa,  appa estava na cozinha então subi é me deitei na cama,  respirei um pouco e tomei um bom banho, pús minha roupa e desci para o restaurante, que estava fechando pelo horário.

- Appa ainda temos macarrão de batata doce ? - pergunto


- Os meninos virão hoje ? - respondeu appa


- Sim ! - digo meio desanimada


- Oque houve para esta tão pra baixo ? - appa se senta ao meu lado


- Nada so estou pensando em coisas aleatórias como sempre - digo sorrindo fraco


- Se anime amanhã estaremos de mudança para nossa nova casa ! - diz pondo o pano sobre o balcão e indo até a cozinha com um sorriso


- Claro ! - sorrio fraco - será muito empolgante !


....


Notas Finais


O deus eu preciso saber se continuo....


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...