História Beijo ou Mordida??? - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Beatrix, Carla Tsukinami, Christa, Cordelia, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Personagens Originais, Reiji Sakamaki, Richter, Ruki Mukami, Shin Tsukinami, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Tougo Sakamaki "Karlheinz", Yuma Mukami
Tags Diabolik Lovers, Eargasm, Mordidas, Romance
Exibições 61
Palavras 1.732
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Colegial, Comédia, Drabble, Drabs, Drama (Tragédia), Droubble, Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Fluffy, Hentai, Luta, Magia, Musical (Songfic), Poesias, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Super Power, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel
Avisos: Adultério, Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Com certeza muitas de vocês leram o título do capítulo pegando fogo! Pois é, o capítulo está pegando fogo! Okay, vou confessar que fiquei remexendo as pernas enquanto escrevia! Vocês vão entender! Espero que todas gostem e a frase principal é: "você vai sentir prazer só comigo, o.k?". Boa leitura!!!

Não esqueçam dos comentários! Please! <3

Capítulo 15 - Sinta prazer apenas comigo. (LaiMei)


Fanfic / Fanfiction Beijo ou Mordida??? - Capítulo 15 - Sinta prazer apenas comigo. (LaiMei)

Mei on:

As garotas ajudaram-me quanto as roupas. Uma saia bem bonita, um top preto, sapatilhas e meu cabelo em rabo-de-cavalo preso a um laço. (Link da roupa nas notas finais!)

Midori: -Você vai deixá-lo com falta de ar! Midori falou confiante.

Mya: -Hahaha! Diga “aaah!”. Mya pegou um lipgloss.

Yara: -Eu hein! Estão parecendo minha mãe...

Yoko: -Neh!?! Yoko fez careta.

Mei: -Tem gosto de...

Todas: -CEREJA!

Olhei para elas meio “wtf?!?”.

Yoko: -Amiga, nunca pensei que te daria isso mas... Uma camisinha de neon. Yoko me deu o preservativo.

Yara: -YOKO! TÁ DE SACANAGEM! Yara corou.

Meu Deus...

Mei: -Essa é a primeira vez que me dão uma camisinha sabor caipirinha, de neon...

Midori: -A noite promete! Midori sorriu.

Elas saíram do quarto me deixando sozinha.

Já estava anoitecendo, alguém bateu na porta. Fui correndo abrir e quem era??? Laito! Ele estava tão lindo!

Laito: -Uau...

Corei rapidamente, mais do que esperava.

Mei: -E-estou bonita? Quase gaguejei.

Laito: -Está maravilhosa. Laito passou um braço em minha cintura.

Mei: -Digo o mesmo! Sorri.

Laito: -Hahaha! Vamos? Laito piscou.

Mei: -Vamos...

Laito ofereceu o braço, enlacei meu braço no dele e andamos pelo corredor em passos calmos.

Laito: -Vai querer assistir um filme? Farei tudo o que você quiser! Laito me olhou sorrindo.

(Autora: -Uhun... Sei...)

Mei: -Claro! Também farei tudo o que você quiser! Respondi contente.

Laito: -Tudo o que eu quiser? Laito parou de andar.

Mei: -Sim! E tudo o que você mandar...

(Autora: Sabe aquele clima de tensão sexual??? Aquele momento em que na mente do Laito passa os dois fazendo sexo??? Bem isso! O clima do corredor estava quentíssimo!)

Laito: -Ótimo. Ele respondeu sério.

Senti um calor enorme tomar conta de mim, aquele não era momento para pensar em coisas...

(Quebra de tempo)

Fomos no shopping! Estava todo enfeitado! Não pude ver muita coisa porque minha ansiedade puxou Laito para a sala de cinema. Resolvemos assistir um filme bem... Romântico!

(Autora: -Uhun... Sei... *aquela carinha*)

O fundo estava com duas cadeiras, resolvemos ficar por ali. Mal havia começado as propagandas e eu já estava dizendo o quanto o filme era legal! Laito só ria.

Laito: -Começou...

As cenas quentes foram um pouco sangrentas já que o pessoal estava tendo sangramentos nasais! Não houve censura! Parecia um filme pornô!

(Autora: -Aposto que foi o Laito que escolheu...)

Os gemidos da Amélia eram altos demais! Fiquei remexendo minhas pernas não sei o porquê. Meu corpo estava suado e toda hora eu me abanava com aquele panfletinho que recebi na entrada do cinema. Laito estava calmo e ficou observando-me suar.

(Autora: Sobre o filme? Houveram algumas cenas bem... Vocês sabem! Os personagens principais eram Edgar e Amélia, eles tinham uma amiga chamada Lucy e os três se conheceram na faculdade. Edgar era apaixonado por Amélia, então Lucy resolveu ajudá-lo à ficar com Amélia! Edgar fud*u com Amélia e as porr* e ficou tendo um caso com Lucy! Depois, Lucy revelou para Amélia que eles dois estavam juntos e até tiro rolou! Amélia matou Edgar e Lucy.)

Laito: -O que há com você? Laito sussurrou no pé do meu ouvido.

Mei: -N-nada! Falei baixinho.

Continuei assistindo o filme, minha temperatura aumentava à cada minuto! Me abanei mais rapidamente até sentir a mão de Laito tocar minha coxa.

Laito: -Você está bastante suada. Laito abriu um sorriso em meio àquela escuridão.

A hora da morte foi mais tranquila! Tirando o fato de que eu saí para vomitar! Os créditos começaram e eu saí daquela sala procurando algo doce já que minha pressão estava lá embaixo.

Laito: -Vai querer passar a noite em casa? Laito perguntou preocupado.

Mei: -Não estou aguentando andar... É sério. Fiz uma cara de carente.

(Autora: -UHUN! SEI BASTANTE! No meu país isso se chama “sexo”.)

Laito: -Okay senhorita sensível! Laito me carregou.

Mei: -L-LAITO-KUN! ESTAMOS NO CINEMA! Gritei e corei.

Laito: -Eu te carrego! Você não pesa nada! Laito riu.

(Autora: -Laito é um fofo até vocês estarem entre quatro paredes. Procede???)

(Quebra de tempo)

Chegamos em um hotel, cinco estrelas principalmente! Aquela tensão sexual apareceu e meu corpo esquentou novamente! Meu suor escorria lentamente e me dava alguns arrepios, nem o ar-condicionado resolveu alguma coisa!

Laito pegou a chave, tals... Finalmente chegamos na suíte.

Laito: -Tome um banho bem gelado! Talvez você esteja com febre! Laito beijou minha testa.

Mei: -H-hai...

Me tranquei no banheiro, tirei minhas roupas e me joguei naquela ducha gorducha! Até meus cabelos eu molhei, a porta se abriu rapidamente. Virei-me assustada.

Mei: -L-Laito-kun!

Laito me empurrou no vidro, seu corpo estava sendo molhado totalmente! Foi tão sexy! Seu cabelo totalmente encharcado, seu corpo totalmente despido... Eu me considero sortuda! Ele abriu um sorriso safado e abocanhou meu seio, suas mãos apalpavam meus lindos seios enquanto meus gemidos saíam um atrás do outro.

Mei: -Laito... Pare, por favor! Tentei protestar entre os gemidos.

Laito: -Awn... Sério? Seu rosto diz “lamba-me mais”. Laito deu uma risadinha.

Mei: -M-mentira... Seu safado...

(Autora: -Só eu estou remexendo as pernas???)

O vidro já estava embaçado, as gotículas de água escorriam pelos nossos corpos despidos e o chuveiro continuava ligado. Laito subiu até minha boca e me deu um beijo. Sem nenhuma permissão, sua língua entrou em minha boca e a mesma girava com a minha.

Laito: -Nem pense em fechar os olhos...

(Autora: -Hoje tem!)

Com certeza ele queria ver minhas feições, espero não ter feito nenhuma careta! Laito parou de me beijar e enfiou um dedo em minha boca, ele movimentava o dedo para frente e para trás enquanto eu chupava-o. O ruivo desceu novamente, só que o objetivo era minha intimidade. Olhei para baixo um pouco assustada, Laito introduziu dois dedos dentro de mim! Seus exploravam-me por dentro, subiam e desciam lentamente. Meus gemidos se tornaram mais altos e seus dedos estavam avançando mais rápido.

Eu estava totalmente molhada, seus dedos estavam completamente encharcados e suas feições eram as mais perversas possíveis! Minhas pernas tremeram tentando impedir Laito de avançar um pouco mais, Laito subiu até meu pescoço e mordeu-o, o sangue escorria em minhas costas junto ao meu suor, eu gemia ao mesmo tempo que gritava. Eu comecei à gostar, permiti que seus dedos continuassem indo rapidamente dentro de mim e minhas feições eram de prazer, nada mais que isso.

Laito: -Você gosta bastante disso, não é minha pequena Bitch-chan? Laito me olhou levemente corado.

Permaneci calada, meus gemidos altíssimos não me deixavam falar nada. Puxei Laito pela nuca e encostei meus lábios nos seus. Laito tirou os dedos de dentro de mim na mesma hora em que o líquido saiu. Ele me olhou cheio de alegria e disse:

Laito: -Parece delicioso. Laito chupou os dedos.

Era um pouco constrangedor, parecia uma criança lambendo chocolate. Caí de joelhos no chão, um pouco cansada. Laito agaixou-se e abriu minhas pernas. Eu não acreditei no que ele planejava fazer.

Laito: -É tão bom quanto seu sangue. Me dê mais...

Laito enfiou a língua na minha intimidade, segurei o gemido na alma e fiquei observando-o, sua língua entrava delicadamente e rodava por dentro. Era de outro mundo! Laito abriu minhas pernas mais um pouco, lambeu mais um pouco e retirou a língua de dentro de mim.

Gastamos tanta água...

Saímos do chuveiro nos beijando, o pervertido me jogou na cama e encaixou-se em minhas pernas. Estávamos ardendo, pegando fogo e querendo mais! Seu beijo estava cheio de volúpia, Laito parou para abrir minha bolsa e retirar o preservativo que Yoko havia me dado.

*Flashback* Yoko: -Amiga, nunca pensei que te daria isso mas... Uma camisinha de neon.

Laito pôs o preservativo e me puxou para perto de seu corpo, seu membro já estava ereto e duro! Parecia uma pedra! Ao penetrar-me, minha vagina já estava acostumada com o tamanho e a grossura, abrir caminho foi extremamente fácil para Laito. Cruzei minhas pernas em suas costas, forçando-o à se aproximar de meu rosto, o ruivo deu uma mordidinha em meus lábios e beijou-os. Sua língua explorava tudo dentro da minha boca, ao nos separarmos, a saliva se desprendeu de nossas línguas.

Estávamos mais ardentes do que no chuveiro. O banho gelado não havia resolvido nada! Ofegávamos enquanto queimávamos por fora e por dentro. A visão que eu tinha de Laito era totalmente maravilhosa! Dos deuses! Seu corpo era inteiramente meu, não só o corpo! Eu queria a alma! Assim como o corpo dele é só meu, o meu corpo é apenas dele. Sua propriedade! Parecia que eu desmaiaria à cada estocada eu sentia meu auto-controle se perder e minha cabeça girar! Laito se apoiou em seus braços, um em cada lado de minha cabeça e penetrou mais fundo, mais rápido e mais doloroso.

Mei: -Laito-kun, não pare! Por favor! Continue! Implorei, aos gritos.

Minhas mãos já estavam em suas costas, arranjei meu apoio em seu corpo, Laito me beijava enquanto eu sentia seu pênis cutucar meu útero à cada segundo. Paramos os beijos e ficamos nos encarando, Laito parou e tirou o membro de dentro de mim. Suspirei aliviada. Nos deitamos e ficamos de mãos dadas olhando para o teto.

Laito: -Você vai ser minha Amélia, né? Laito sorriu.

Mei: -Claro! Quem vai ser a Lucy? Perguntei desconfiada.

Ci-ú-mes...

Laito: -Você, óbvio! Você é minha noiva e minha amante! De preferência, minha deusa! Laito riu.

Mei: -Hahaha! Mesmo? Fiquei em cima de Laito.

(Autora: -Juziscreitan, posições eróticas!)

Laito: -M-Mei, você em cima de mim desse jeito está me deixando um pouco excitado. Laito corou.

Mei: -Não brinca! Masturbei-o.

Laito ficou bem corado, era lindo ver sua feição envergonhada.

Mei: -Eu vou fazer você se sentir bem. Apenas rela—

Minhas mãos ficaram totalmente meladas, só dois minutos! Dois minutos! Laito virou o rosto rapidamente e eu acabei dando uma lambidinha curiosa entre os dedos.

(Pensamento: O Laito é... Doce.)

Mei: -K-Kami-sama...

Laito inverteu a posição, ele ficou em cima de mim e beijou uma de minhas coxas. Ele me olhava sedutor, sexy... Sexy sem ser vulgar!

Laito: -Você vai sentir prazer só comigo, o.k? Laito sorriu.

Mei: -Claro...

Laito enfiou as presas bem devagar em minha pele, apertei os olhos e segurei o grito.

Laito: -Temos que pensar em uma boa mentira! Laito deixou uma gota de sangue cair em minha coxa ferida.

Mei: -Sou especialista! Sorri.

Nos beijamos e voltamos à olhar para o teto, na minha mente só passava os momentos sexuais... Ou seja, tensão sexual!

Mei off:


Notas Finais


E aí??? O que acharam??? Deixem nos comentários, please! Estarei respondendo!

Roupa da Mei (arrasou!): http://media.tumblr.com/59e0a42e6ec3cad296703fcc0775e371/tumblr_inline_mjmi4q0vBf1qz4rgp.jpg


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...