História Believe - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ashley Benson, Justin Bieber, Lucy Hale, Miley Cyrus, Selena Gomez
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Lucy Hale, Pattie Mallette, Selena Gomez
Tags Bulling, Drama, Escolar, Justinbieber, Lucyhale, Nerd, Romance, Traição
Exibições 56
Palavras 1.700
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Ok. Esse cap me doeu na alma escrever ;-; ain.... espero que gostem dele, está mais focado no passado de Lucy e dos medos dela, eu não sabia muito bem como colocar isso, então espero que não esteja estranho.... enfim... boa leitura. . ^^

Capítulo 12 - Meu passado doloroso. Como matei a pessoa que amava parte 1


Fanfic / Fanfiction Believe - Capítulo 12 - Meu passado doloroso. Como matei a pessoa que amava parte 1

Os dias foram passando rápido, eu me afastei do grupo dos populares, era impossível ver o Mel entre Justin e a vaca loira, essa vadia nem sabe o nome dele, fica chamando ele de gatinho, pelas costas eles riem e eu só posso ver, mas eu sei onde vai dar. O baile, vai ter mesmo um agora no fim do ano, na verdade, será em poucos dias. Eu ia com Tomasz, sim eu estava saindo com ele, se essa perua ia grudar no meu loirinho eu ia pegar o cara dela, e fiz mesmo, ainda saboreio os olhares enciumados e de inveja que ela manda até hoje, tentando deixar os meus discretos. Não falei mais com Justin, mas não significa que me afastei, muito pelo contrario, quando você observa fica mais fácil entender, mesmo saindo com a AshPuta, ele continua sofrendo bastante, batem nele, xingam e fazem pegadinhas, a única diferença é que agora ela ri escondido. Eu posso protege-lo, mas agora ele vai ter que pedir, porque quando se faz as coisas para o bem das pessoas elas são ingratas e te criticam! Antes eu gostava dele, agora eu amo ele, tão doce e meigo, tão frágil, ingênuo e espero para o bem daquela vadia que virgem, se ela tirar a inocência do meu nerd eu mato a vadia!
- Luhh!!! – selena gritou, me fazendo pular de susto, mas eu ri em seguida
- Selena. – briguei ainda rindo, mas ela estava séria. – o que houve? – perguntou.
- você tem que ver isso. – falou me puxando e levando pra quadra de basquete, me fazendo espiar embaixo da arquibancada, Ashley estava lá, agarrada a Damon, agarrada? Minto, estava cavalgando no colo dele. Nojo, nojo e raiva.
- PAREM AGORA! – gritei e vi Damon de afastar dela  esconder a intimidade, estava duro, obvio, se estava estocando aquela vadia, Ashley pareceu se assustar, mas depois olhou arrogante.
- O que você quer!? Não vê que esta atrapalhando?!
- Vadia! Você não estava com Justin?! –perguntei me segurando pra não cometer um homicídio, dessa vez eu ia presa.
- Me poupe né? Aquele verme nem sabe o que fazer com aquela pirokinha mucha, as vezes precisamos de um homem de verdade. – riu debochada , selena me segurou e eu me debati tentando ir pra cima dessa kenga, ela correu pra trás de Damon que ainda estava meio atordoado.
- Eu mato você! – verme? Piroquinha mucha? Pera ela viu? ESSA VACA COLOCOU OS OLHOS NO CORPO DO MEU JUSTIN!? –TRANSA COM ELE E DEPOIS SAI DESDENHANDO SUA VADIA!- eu estava com tanta raiva, não aguentava mais, ciúmes, inveja, eu estava com inveja! Não queria que ela o tocasse, não queria que ele a amasse, aquilo estava me consumindo.
- Eu não transaria com aquela coisa nojenta, tenho princípios. – começou, mas depois sorriu maldosa – porque esta tão incomodada em? – parei e arregalei os olhos, se ela descobrisse seria pior, ela o machucaria mais, eu não podia permitir.
- porque tenho nojo de todos vocês...! – falei a fuzilando com os olhos.
- o sujo falando no mal lavado. – sorriu e eu paralizei – Park Jimin não é? Andei pesquisando sobre você, saíram rápido do Brasil não é?
- Como...? – Selena me olhava apreensiva e eu ainda digeria o que ela disse – não... não diga... – sussurrei e avancei nela, a derrubando no chão, socando a cara bonita até estar sangrando e inchada, e Damon conseguir me afastar dela, nisso algumas pessoas foram atraídas pelo grito e Tomy e Damon tentavam me manter longe na garota ensanguentada no chão, que estava nos braços do meu Justin, mas isso não me importava, eu estava cega de ódio. – não ouse pronunciar o nome dele com essa boca suja sua vadia imunda! – eu gritei enquanto soluçava e me debatia.
- eu sou a vadia, ótimo, você é assassina! Matou ele! – gritou de volta fazendo todos as redor se calarem e olharem pra mim. Eu parei novamente, um vazio enorme me consumindo. Ela estava certa. Cai sentada enquanto me encolhia e soluçava, Selena me abraçou, ela sabia de tudo, eu já havia dito.
- o que esta acontecendo aqui? – a diretora perguntou, chamando todas as atenções pra ela.
- essa maluca aqui! Acha que todos são como ela! Pensa que eu estou enganando meu gatinho, mas quem faz isso é ela, ela é mentirosa, ela brinca com o sentimentos dos outros e ficou irritada porque eu não deixei ela fazer isso com Justin! – a loira começou a falar, mas eu não escutava, não me importava, meus olhos foram pra Justin, ele parecia horrorizado, estava acreditando em tudo, tudo que aquela maldita dizia. Eu não aguentava, não conseguia rebater, afinal ela estava certa, eu era assim, eu havia feito, meu Jiminnie, ele não acreditou, não me perdoou e Justin não vai também.
- Senhorita Benson, eu estou ciente do passado da senhorita Hale, e não foi isso que perguntei. As duas pra minha sala, vou mandar uma enfermeira tratar dos seus ferimentos. – nós duas seguimos a diretora para a sala, e nos sentamos, em silencio. – Vamos ser diretas, eu não quero mais ver isso, se vocês se encararem torto e eu ver, as duas vão tomar suspensão e isso não fara bem, principalmente pra senhorita Hale que esta aqui como bolsista. – nós duas concordamos e assinamos o aviso, quando saímos Ash foi xingando pra enfermaria e eu fui ao meu armário, deixar minhas coisas ali, estava indo embora, precisava dormir. Me virei e Justin estava na minha frente, parecia totalmente decepcionado, e aquilo machucava, ele me odiava agora, nos encaramos por alguns instantes e eu ia falar, mas ele não deixou.
- podemos conversar... ?  - olhei e vi Selena vindo, mas ela nos viu e deu meia volta, vaca, afirmei com um suspiro e segui ele pra fora, não sabia bem onde estávamos indo, apenas seguia o garoto. Quando dei por mim estávamos no parque perto de casa, o que nos encontramos uma vez, ele se sentou no chão e eu ao seu lado. – eu não pedi sua ajuda... – resmungou, eu não pude evitar de rir, rir magoada, como? Eu não sei, apenas sei que estava fazendo, já havia voltado a chorar. – pare de fingir que se importa!
- PARE DE AGIR COMO SE ME CONHECESSE! – gritei e ele assustou, mas depois manteve a expressão fria, estava me machucando ser olhada daquele jeito por aqueles olhos castanhos. – Só... me desculpe, por me meter, eu concordo com você quanto a isso, essa é uma péssima mania que adiquiri. – bufei inquieta, ele pareceu amolecer um pouco, talvez estivesse apenas confuso.
- o que ela disse, era verdade? Você é... uma.. – ele hesitou.
-assassina?  Tecnicamente eles me isentaram da culpa, mas eu fui até a julgamento. – falei baixo e ele me olhou espantado. – mas não é verdade o que ela disse. Não sobre você...
- E... aquele menino.. Jimin não é? – aquele era um assunto delicado pra mim, ainda me machucava, mas eu amo Justin.
- você se parece com ele... – falei e sorri encarando o nada, limpando algumas lagrimas que já estavam secando. – ele era tímido, e também amava a garota mais popular da escola. Amava muito...
- e o que aconteceu com ele? – olhei pra justin, admirando o garoto bonito e puxando forças de onde não tinha. – ele se matou.... – falei e seus olhos se encheram de tristeza. – se matou porque eu mandei ele fazer isso... – baixei a cabeça soluçando, deixando o choro me tomar de novo.
- quer me contar? – ele realmente queria ouvir, e eu precisava contar, ele tinha o direito de saber e eu não queria que não soubesse a historia toda, apesar de não fazer muita diferença no fim das contas.
- eu estava namorando com ele, a três meses quando disseram que teria uma festa pro colégio e que os alunos deveriam organizar. Foi chamada de a festa de um só dia e combinamos de todos procurarem as roupas e essas coisas apenas um dia antes da festa....

Flash back on

- rainha espere, já vimos todos os vestidos dessa loja – reclamou com um bico nos lábios, revirei meus olhos e apertei sua bochecha.
- hey Jiminnie, não quer que sua namorada seja a rainha? Tenho que ser a mais linda da festa, já tenho o acompanhante mais bonito. – pisquei pra ele e ele corou, sorrindo de canto, mesmo fofo ele ainda tinha aquela cara de safado, por incrível que pareça, eu descobri que ele era isso, ele me puxou pela cintura e escorregou a mão pra minha bunda, apertando de leve.
– você já é a mais linda... – sussurrou no meu ouvido, me fazendo arrepiar.
- baixinho safado – falei mordendo os lábios e o empurrei em seguida vendo um bico se formar em seus lábios. – vamos pegar meu vestido agora, ainda temos que escolher algo pra você.
- minha mãe quer que eu use roupa tradicional, vai ser ridículo usar isso na festa de escola... – reclamou enquanto me ajudava a pegar um vestido azul safira.
– você vai de qualquer jeito, algumas pessoas deus agraciou com beleza, e gostoso como você é ...
- baixinha safada... – rimos e escolhemos a roupa, a festa seria no outro dia e tinha que estar tudo perfeito, depois de juntar tudo me despedi e pedi que ele fosse em casa me pegar.
No outro dia eu passei me embelezando, banhos relaxantes, unhas, cabelo, maquiagem. A noite, coloquei meu vestido, estava deslumbrante, como uma rainha mesmo, ouvi a campainha e corri pra porta, encontrando meu baixinho, ele vestia um smoking, nós tínhamos escolhido juntos. Fui com ele pra festa e quando chegamos todos nos olhavam, olhares cheios de inveja e malicia, o salão era enorme e luxuoso, trabalhado no vermelho e no mogno.

Flash back off

- até ai... –ele interrompeu.
- estava tudo otimo, magico, eu seria a rainha, sem duvida, mas depois da coroação eu cometi o maior erro da minha vida...


Notas Finais


E aí? Em mim doeu... sorry, Jimin is my life, ai meu core... de qualquer forma ainda tem a parte dois, não está acabando, ainda planejo muita coisa pro futuro, só decidi escrever sobre isso de uma vez. Espero que não tenha ficado esquisito. .. Perdoem qualquer erro, eu posso ter me confundido com algo, não foi betada e tem muita informação kkkk ... Capa feita por minha amiga Lia, amei mona s2... até a próxima amores e Bjocas no core.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...