História Believe In Me - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Debrah, Kentin, Leigh, Lysandre, Nathaniel, Personagens Originais, Rosalya, Viktor Chavalier
Tags Believe, Love, Romance
Exibições 41
Palavras 1.163
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oe Oe Oe :D

Capítulo 3 - Primeiro Dia


"Não tem como encontrar a felicidade sem ter passado pela tristeza".
- Miley Cyrus

 

Acordei com meu despertador tocando, eu simplesmente o peguei e o ataquei na porta, não estava com a mínima vontade de ter que ir para a escola, mas o lado bom era que eu iria ver o Armin. Com esse pensamento motivacional eu levantei e fiz minha higiene matinal, coloquei uma saia plissada preta, um top cropped, jaqueta jeans, uma ankle boots preta com alguns spikes dourados e complementei o look com um colar dourado, um óculos redondo e um chapéu preto (link notas finais).

Desci as escadas e vi que Viktor já havia saído, mas tinha deixado o café da manhã pronto, comi sem pressa e fui escovar os dentes. Eu ia de táxi, porém quando cheguei em frente à casa tive uma surpresa que quase cai pra trás, eu vi uma Ferrari 488 GTB e no para brisa tinha um bilhete, peguei-o e comecei a ler.

 

~ Bilhete on ~

 

Espero que tenha gostado da surpresa. Eu comprei o carro para você não ter mais que pegar táxi direto e considere como um presente de aniversário adiantado.

Ass: Viktor Chavalier

 

~ Bilhete off ~

 

Não pude evitar de dar uns pulinhos e gritinhos, sem perder tempo eu entrei na Ferrari e a chave já estava lá  e eu segui rumo a Sweet Amoris. Quando cheguei, estacionei o carro e desci ligando o alarme, todos me olhavam e eu me senti como se estivesse naquelas cenas de filme quando a mocinha/mocinho muda radicalmente e surpreende a todos.

Fui andando até o pátio, encontrei um bloco de notas em cima de um dos bancos, provavelmente alguém o esqueceu ali, peguei-o e coloquei na minha mochila, ia devolvê-lo a pessoa depois, mas não o li, afinal não era meu. Como tinha chegado um pouco cedo, aproveitei o tempo para começar a ler um livro novo, O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares, estava concentrada até que vi um garoto com roupas vitorianas andando de um lado para o outro, parecia que estava angustiado e ele não estudava aqui antes, fechei o livro e fui até ele.

- Olá – Falei o cumprimentando

- Olá – Cumprimentou de volta – Eu perdi um bloco de notas e estou procurando por ele, por acaso o viu?

- Por acaso é este aqui? – Falei abrindo minha mochila e entregando o bloco de notas para ele.

- É esse mesmo, mas por que ele estava na sua mochila? – Perguntou arqueando uma sobrancelha.

- Eu o encontrei em cima de um dos bancos e decidi colocar na minha bolsa e depois achar o dono e devolvê-lo para o mesmo. Não se preocupe, eu não o li. – Dei um pequeno sorriso.

- Fez bem. É nova na escola? Eu fiquei sabendo que ia chegar uma novata e como nunca te vi aqui então acho que é você.

- Mais ou menos – Ele fez uma expressão confusa então logo expliquei – Eu estudava aqui há três anos atrás, mas aconteceram algumas coisas e eu tive que me mudar para a Califórnia.

A gente conversou um pouco mais e descobri que seu nome é Lysandre e ele é o melhor amigo do meu ex namorado, quando fui falar um pouco sobre mim, fiquei sabendo que ele já sabia de muitas coisas porque a Rosa tinha contado a ele.

Antes de bater o sinal fui até o grêmio, tinha que confirmar minha inscrição. Bati na porta e ouvi um entre, assim que abri a porta vi Nathaniel organizando alguns papéis, ele tinha mudado e estava mais bonito.

- Quanto tempo Nath – Falei me aproximando dele.

- Alexis? – Se virou e deu um sorriso – Saudades. Que bom que voltou. – Disse e me abraçou.

- Pois é. Só vim confirmar minha inscrição – Me separei rapidamente.

- Só está faltando a foto de identidade e a taxa de inscrição – Falou olhando para os papeis.

Entreguei a foto de identidade e o dinheiro, sai da sala e para minha sorte dei de cara com a diretora, pelo menos não teria o trabalho de procurá-la. O sinal logo soou pela escola e tive que ir pra sala, a primeira aula era de história.

Sentei-me na fileira da janela atrás da Rosa, logo quase a sala inteira veio falar comigo.

- Alexis! Nossa como você mudou! Bom, primeiramente queríamos pedir desculpas por não termos acreditado em você naquela vez. – Falou Íris.

- Realmente, sentimos muito por tudo isso. – Foi a vez de Melody falar.

- Tudo bem, o importante mesmo é que agora todo mundo sabe quem realmente a Debrah é – Falei e dei um sorriso um pouco forçado, ainda não estava muito a vontade ali.

- Fico feliz em finalmente te conhecer – Me virei em direção de onde vinha a voz e era uma garota um pouco mais alto que eu, tinha a pele branca, cabelos longos azuis e olhos vermelhos. – Fui eu que descobri a verdade sobre a Diabrah rs.

- Assim, Susanna né? Rosa me falou de você ontem – Dei um sorriso e a mesma retribuiu.

Ficamos conversando animadamente um tempo até o professor entrar na sala e interromper.

- Pelo visto tem uma novata hoje. Pode vir até aqui na frente e se apresentar para a turma? – Falou o professor que eu nunca tinha visto.

Levantei, fui lá na frente e comecei a falar:

- Quase todo mundo aqui me conhece, mas quem não, eu me chamo Alexis Chavalier e estudava aqui até três atrás, porém tive alguns problemas e devido a isso me mudei para a Califórnia. – Falei e nem esperei o professor falar algo e me sentei novamente.

 O professor começou a aula e eu nem prestava atenção, só fiquei rabiscando no meu caderno e quando dei por mim aquele desenho era o rosto do... Lysandre? Por que diabos eu desenhei ele no meu caderno? Sacudi a cabeça na tentativa de espantar esses pensamentos. Olhei para o outro lado da sala e vi um tomate me observando, espera um momento, era o Castiel? Eu não o reconheci logo de cara pois ele estava muito diferente, tanto nas roupas como o cabelo. Tentei ignorá-lo, mas não deu muito certo.

O sinal que indicava que a aula tinha acabado tocou, a próxima aula seria de música, minha aula favorita já que o meu sonho é ser cantora.  Guardei o material e fui em direção a sala de música, no corredor eu esbarrei em uma pessoa sem querer e acabei caindo de bunda no chão.

- Você está bem? Se machucou? – Pela voz era o Lysandre, ele estendeu a mão para me ajudar a levantar.

Quando nossas mãos se tocaram e nossos olhares se cruzaram, senti um arrepio diferente, afinal o que era isso?

- Estou bem sim, obrigada – Não pude deixar de sorrir.

Sai do transe e caminhamos em direção a sala de música, pelo que eu soube, o Lys tem uma banda com o Cast, queria poder ver um dos ensaios algum dia.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...