História Believe in your Dreams - Capítulo 57


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Belieber, Justin Bieber
Visualizações 5
Palavras 3.210
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Ficção, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 57 - Part.57


Tomamos o sorvete e fomos andar no parque, como era bem perto da sorveteria fomos andando mesmo. Nos sentamos em um banco, o sol tava fraco e o clima agradável. 

VC : Minhas fãs gostam de você rs.
Lucas : Sério ? Que bom rs, o que elas falam.
VC : Ah, coisas do tipo "ele é um gato, tem sorte de te-lo como amigo" , "vejo que são grandes amigos, shippo a amizade de vocês eternamente" , "a amizade de vocês é verdadeira e ele parece ser legal" uma vez eu vi o tweet de uma brasileira que dizia mais ou menos assim "caralho o Lucas é muito gostoso, não acredito que vou morrer sem dar pra esse homem, socorro meu fode Lucas, mas fode com força" -ri-
Lucas : Nossa kkkkkkkkkkkkkkkk.
VC : Só podia ser brasileira mano kkkkkkk.
Lucas : Ahaam kkkk.
VC : KK.
Lucas : É bom te ver sorrir. -sorriu-
VC : É bom estar com você. -sorri e dei um beijo demorado em sua bochecha-
Lucas : Rs. Ah, esqueci de te falar, Chaz e eu nos tornamos grandes amigos.
VC : Sério ? Que lega, estranho, mas legal.
Lucas : KK por que estranho ?
VC : Não imaginei que poderiam se aproximar muito, sei lá ..
Lucas : Hum rs.
VC : Vamos lá na casa dele ?
Lucas : Vamos sim minha gata.
VC : Rs.


Andamos um pouco até chegar no carro dele e depois fomos pra casa do Chaz, Lucas tocou a campainha e Cait atendeu.


Cait : Oooi. 
VC : Oi gatona rs.
Lucas : Oi Caitlin.
Cait : Entrem.


Entramos e nos sentamos no sofá.


VC : E ai, como está ?
Cait : Bem e vocês ?
VC : Também.
Lucas : Tô de boa.
VC : Rs, onde ta o vagabundo do Chaz ?
Chaz : Vagabundo não hein. -desceu as escadas e se sentou com a gente- Oi anjinha. -beijo no rosto- E ae meu irmão. -fez um toque com o Lucas-
Lucas : Fala ai cara. 


Ficamos conversando o resto do dia e só fomos embora 20:00 horas, Justin ão tinha me ligado nem mandado mensagem nem nada. Lucas parou em um praça e ficamos lá mais um tempo, quando deu umas 22:00 horas já iriamos embora.


VC : Eu, eu posso dormir na sua casa ?
Lucas : Por quê ?
VC : Porque, aah eu não quero dormir na minha casa hoje.
Lucas : Tudo bem princesa. -beijou minha testa- Vamos ?
VC : Uhuum.


Fomos pro carro e logo chegamos na casa dele, hummm cheirinho bom de comida rs.


VC : Que cheiro bom, me deu até vontade comer agora.
Lucas : Rs vem, as empregadas fizeram o jantar.
VC : Ok rs.


Nos sentamos e comemos, depois subimos e eu tirei minha roupa ficando apenas de calcinha e sutiã, ele já ta acostumado com isso rs, sem maldade nenhuma. Lucas se deitou do meu lado de frente pra mim e ficou me encarando.


VC : Que foi rs ?
Lucas : Você é muito linda.
VC : Obrigada gatinho.
Lucas : Não tem ideia do quanto é difícil pra mim me controlar com você aqui do meu lado, assim só de calcinha e sutiã. -chegou mais perto de mim, quase me beijando-


Eu quase o beijei, impulso do momento, mas não o beijei.


VC : Somos amigos Lucas.
Lucas : É, foi mal.
VC : Ta tudo bem. -dei um beijo na bochecha dele-
Lucas : -sorriu-
VC : Vamos dormir ? Tô cansada.
Lucas : Uhum, tudo bem.


Nos cobrimos e dormimos.


----JUSTIN ON----


A (seu nome) não tinha chegado ainda e já tava tarde, onde essa garota se meteu ? Caralho tô ficando preocupado que porra, liguei pro Ryan e pro Christian, eles não sabiam dela, eu ligava pra ela mas o celular tava desligado. Liguei pras meninas também e nada, liguei pro Lucas e dava caixa postal. Mas que porra ! Vou ligar pro Chaz.


----Ligação On----


Chaz : Porra irmão ta tarde e eu já ia dormir cara.
Justin : Foi mal Chaz, mas eu tô preocupado. A (seu nome) saiu a tarde e não voltou até agora, você sabe dela ?
Chaz : Ela passou aqui mais cedo com o Lucas.
Justin : Haan, só sabe disso ?
Chaz : Só.
Justin : Tudo bem, onde será que ela ta ? Tô preocupado.
Chaz : Fica tranquilho irmão, deve estar tudo bem, ela deve ta com o Lucas, liga pra eles.
Justin : Já tentei, mas está desligado.
Chaz : Não deve ter acontecido nada Bieber.
Justin : Ok .. Obrigado cara, tchau e desculpa ter te ligado essa hora.
Chaz : Tranquilho irmão, qualquer coisa pode ligar de novo.
Justin : Ok, tchau.
Chaz : Tchau.



----Ligação Off----


Eu tô realmente preocupado com ela, não fui na casa da SA e nem vou. Tentei ligar mais algumas vezes pro Lucas e pra (seu nome) , mas tava desligado. Tomei um banho e fui deitar, demorei muito tempo pra dormir mas consegui.



----VOCÊ ON---- 


Acordei e coloquei minha roupa, fiz minhas higienes e me sentei na cama, Lucas foi abrindo os olhos devagar. 


VC : Bom dia rs.
Lucas : Hmmm, bom dia.
VC : Já vou embora ..
Lucas : Toma café comigo antes ?
VC : Tomo.


Ele colocou uma roupa pois estava apenas de cueca, que delícia rs. Descemos e tomamos café, depois ele me levou em casa, nos despedimos e eu entrei, Justin tava andando na sala de um lado pro outro só de bermuda. Humm gostoso. Quando ele me viu parou de andar.


Justin : ONDE VOCÊ TAVA ? EU FIQUEI MORRENDO DE PREOCUPAÇÃO. POR QUE NÃO ME ATENDIA ? QUE PORRA (SEU NOME) EU TAVA SURTANDO. 
VC : Eu disse que não tinha hora pra chegar. -liguei o celular que tava desligado-


Caralho ele me ligou e mandou várias mensagens, nossa.


Justin : Mas não disse que ia passar a noite fora. Onde estava, eu fiquei preocupado. Porra !
VC : Dormi na casa do Lucas.
Justin : O quê ?
VC : O que você ouviu.
Justin : O que fizeram ?
VC : Eu não transei com ele se é o que está pensando. Não sou capaz de cometer uma traição. -ele ficou quieto e olhou pra baixo-
Justin : Desculpa.


Ele me deu um selinho demorado e alguns lágrimas rolaram pelo seu rosto.


VC : O que foi ? -segurei seu rosto em minhas mãos-
Justin : Nada .. Eu te amo.
VC : Amo você também.


Ele subiu, ta estranho ... Subi e ele tava deitado na cama, sentei em cima de seu pau e ele se sentou e segurou na minha cintura.


VC : Eu quero fazer amor Justin. -beijei o pescoço dele-
Justin : Eu .. Eu ..
VC : -rebolei e ele arfou no meu ouvido, o beijei e depois ele apertou meus seios-
Justin : Não da, desculpa. -me tirou de cima dele-
VC : O que ta acontecendo ? Você ta negando sexo ? É isso mesmo ? Você não nega sexo Bieber !
Justin : Não tô muito bem.
VC : -suspirei- Ok ! 


Eu simplesmente não queria discutir, fui pro banheiro tomar um banho. Depois voltei e me sentei na cama mexendo no celular.


Justin : Você perdoaria uma traição ?
VC : -o olhei- Não sei, depende.
Justin : Humm.
VC : Por quê ?
Justin : Nada.


----JUSTIN ON----


Não é que eu não queira, eu fico excitado com ela, não tem um homem que não fique, mas não consigo transar com ela porque lembro do que fiz, lembro da traição. 

Alguns dias tinham se passado, hoje de manhã a (seu nome) saiu e eu tô aqui na casa da SA esperando ela sair do banho, Christian acho que ta na casa da Caitlin e do Chaz. SA apareceu e deu um sorriso safado, veio até mim e sentou no meu colo me beijando e tirando minha blusa, fomos deitando na cama aos poucos.


(...)


----VOCÊ ON----

Eu, Justin, SA e Chris estávamos aqui em casa, arrumados porque iríamos pra uma balada hoje, eu tava muito gostosa, muito ! As vezes eu via o Christian me olhando rs, eu ria pra mim mesma. Entramos no carro do Justin e fomos pra balada. Pegamos um camarote. Eu já queria beber, então fui pegar um red bull pra mim, paguei e voltei por camarote, fiquei dançando olhando o povo lá em baixo dançando, daqui a pouco vou pra lá. Chamei Justin pra ir dançar comigo e ele foi, Christian logo desceu com a SA também. Dancei um pouco com o Justin e depois ele e o Christian ficaram apenas olhando eu e a SA dançar, eu mexia meu corpo de um jeito sensual, não era só o Justin que me olhava, vários homens me olhavam também e mulher com olhar de inveja. Justin me olhava mordendo os lábios, mas parou de me olhar e ficou olhando pra SA. Por que ? Ele olhava pra ela do mesmo jeito que olhava pra mim, mordendo os lábios e tal. Ele realmente tinha parado de prestar atenção em mim, só reparava nela, mano eu sou a namorada dele, EU ! Tinha colocado um dinheiro no meu sutiã, então da pra pagar um táxi, sai da balada sem que um deles 3 me vissem e peguei um táxi, vou pra casa da Jas. Falei o endereço pro motorista e ele me levou pra lá, paguei e agradeci. Toquei a campainha e Jas atendeu.


Jas : Oi gostosa. -beijo no rosto-
VC : Oi Jas ..
Jas : Entra.


Entrei e me sentei no sofá chorando, ela se abaixou na minha frente colocando as mãos na minha perna pra se apoiar.


Jas : Hey o que ouve ? 
VC : Eu .. Eu tava na balada com o Justin, SA e Chris. Tava tudo tranquilho e tal, ele me olhava com desejo enquanto eu dançava sabe ? Mas ele parou e ficou olhando pra SA do mesmo jeito que olhava pra mim, eu sou a namorada dele. Eu acho que ele tem alguma coisa com ela Jas, sério. 
Jas : Todos os homens olham.
VC : Mas ele não olhava assim pra ela, só pra mim. Não é a primeira vez que eu vejo ele olhando assim pra ela, enquanto SA dançava olhava pra ele também.
Jas : Nossa cara, e o Christian ?
VC : Nem percebeu.
Jas : Eu .. Eu não sei o que dizer, você realmente acha que eles tem alguma coisa ?
VC : Talvez, há possibilidades.
Jas : Ai caralho, fudeu.
VC : Só você vendo pra entender os tipos de olhares que eles passam um pro outro, é estranho e me deixa desconfiada.
Jas : O que você vai fazer ? 
VC : Nada, pelo menos agora. Quero ter certeza de algo antes ..
Jas : Entendo.
VC : É .. Eu posso dormir aqui ? -pedi sem jeito- Não quero voltar pra casa ..
Jas : Você ainda pergunta ? É claro que pode garota.
VC : Rs, obrigada.
Jas : -sorriu-


MAIS DIAS SE PASSARAM 


Acabei de sair do estúdio e tô indo pra casa do Lucas, mas antes vou passar no Mc Donald's pra comprar dois lanches, um pra mim e um pra ele. Comprei e fui pra casa dele, toquei a campainha e ele abriu. 


VC : Oii.
Lucas : Oi minha gata, entra ai.


Entrei e sentamos no sofá. Liguei a tv.


Lucas : Nada folgada você né ?
VC : Sou de casa amor. -mandei um beijo no ar-
Lucas : Ta né kk idiota.
VC : KK. Vamos comer, tô morta de fome.
Lucas : Gorda kk.
VC : Gostosa kk.
Lucas : E muito rs.
VC : Rs , bobo.


Comemos, depois ficamos conversando e depois jogando vídeo-game. Enjoei rs.


VC : Chega rs, enjoei disso.
Lucas : KK. -desligou o vídeo-game- Quer fazer o que então ?
VC : Humm, tirar fotos.
Lucas : Ok rs.


Peguei meu celular e tiramos várias fotos, fofas, engraçadas, zoadas e tal rs. O tempo passou que eu nem percebi, postei todas as fotos que tiramos no twitter e instagram.


VC : Vamos na casa da SA ?
Lucas : Humm, vamos.



----JUSTIN ON---- 


Fui pra casa da SA.


----VOCÊ ON---- 
Fomos pro meu carro e eu coloquei pra tocar "Say It Right - Nelly Furtado" Comecei a cantar loucamente e Lucas riu, mas logo me acompanhou kk, não demorou muito e chegamos, os seguranças de lá já me conheciam então me deixaram entrar, estacionei meu carro no jardim e entrei com o Lucas. Não tinham ninguém na sala e nem na cozinha, subi chamando o nome dela e fui pro quarto dela que tava com a porta entre-aberta, entrei e quando vi aquilo, meus olhos arderam e senti como se meu coração tivesse parado de bater. Não acredito que ele ta transando com ela, o ódio tomou conta de mim.


Justin : Isso vai, geme pra mim , aaarr gostosa. Porra ! 
SA : Awn Jus, awwwn.


Minhas mãos estavam tremulas, tudo do que eu desconfiava estava realmente acontecendo, Lucas apenas olhava tudo do meu lado, ele estava incrédulo assim como eu. Eu via aquela vagabunda cavalgando em cima do meu homem, caralho eu vou dar uma surra nela ! Uma surra pra ela esquecer até o nome ! 


VC : FILHOS DA PUTA ! 


Obviamente eles se assustaram, Justin tirou a SA de cima dele e ouvi ele dizer "fudeu" ah meu querido fudeu mesmo ! Corri até a SA que tava atrás do Justin enrolada no lençol, dei um soco nela a fazendo cair no chão, a peguei pelos cabelos.


VC : FICA DE PÉ VAGABUNDA, FICA DE PÉ PORRA !


Eu chorava, chorava de ódio. Justin tentava me segurar mas a raiva que eu tinha era tão grande que eu não parava de bater nela de jeito nenhum, Justin me pegou no colo me afastando dela.


VC : ME SOLTA PORRA ME SOLTA SEU ARROMBADO DO CARALHO ! EU TE ODEIO, EU TE ODEIO JUSTIN BIEBER ! ME SOLTA CARALHO. -dei um tava forte na cara dele, logo apareceram os vergões com as marcas dos meus dedos-
Justin : Vamos conversar com calma. 
VC : NÃO ! ME DEIXA EM PAZ, VOCÊ É SUJO, SUJO ! -chutei as bolas dele fazendo-o cair no chão gemendo de dor-
Justin : PORRA !
VC : VOCÊ É UMA VADIA, EU VOU ACABAR COM VOCÊ ! SUA PUTA.
SA : ME ESCUTA (SEU NOME), ME ESCUTA ! FOI UM DESLIZE DE NÓS DOIS, EU QUE O OBRIGUEI, ELE NÃO TEM CULPA.
VC : CALA A PORRA DA BOCA ! -dei um tapa na cara dela fazendo-a virar o rosto pro lado-
Justin : NÃO SA ! (SEU NOME) ELA NÃO ME OBRIGOU A NADA, EU QUE FUI FRACO E COMETI ESSE ERRO.
VC : VOCÊS SE MERECEM, VERMES ! Logo você SA ? Eu te chamei de amiga, eu te chamei de irmã e você faz isso comigo ? Como teve coragem ? Como vocês puderam fazer uma coisa dessas ? Como ? O que eu fiz pra vocês ?


Justin se levantou e veio até mim, me afastei dele. SA chorava. Olhei pro Lucas com um olhar que dizia "por favor me tira daqui" ele pegou no meu braço e fomos saindo, mas antes disse ao Justin :


VC : Nunca mais me procura ! -ouvi ele gritar meu nome pedindo pra esperar, mas ignorei-


Saímos daquela casa, entramos no meu carro. Deixei Lucas em casa e voltei pra casa do Justin, preciso arrumar minhas coisas antes que ele chegue. Tarde demais, quando eu tava subindo as escadas ele entrou correndo dentro de casa.


Justin : Vamos conversar, eu errei eu sei, mas vamos conversar.
VC : Não temos nada pra conversar, hoje mesmo já vou embora da sua casa e você vai poder ficar com a sua amante de merda.
Justin : Amor, olha por favor. -andou até a mim-
VC : Fica longe de mim.
Justin : Não faz assim, eu posso te explicar.
VC : Não precisa explicar porra nenhuma caralho ! Eu vi tudo, ninguém me falou, eu vi. -subi e ele veio atrás-


Peguei 4 malas que tinham dentro do guarda-roupa e coloquei várias roupas lá, sem dobrar, eu tava com pressa. 


Justin : Não amor não, para ! -tirando minhas roupas de dentro da mala- Vamos conversar e nos resolver ok ? Eu te amo e.. -o interrompi- 
VC : Você não me ama, você nunca me amou. Nunca ! -chorei- Por que Justin ? Por que ? O que eu fiz ? Eu te amei tanto, te dei todo o meu amor e você me retribui assim ? Me traindo com a pessoa que um dia eu chamei de amiga, você é escroto. Eu tenho nojo de você, nojo.
Justin : Não faz assim. Olha eu sei que errei, errei feio. Nunca vou me perdoar por isso, não sei o que deu em mim pra fazer uma burrada dessas, eu me odeio, me sinto sujo. Nunca quis te machucar, te magoar, odeio te ver chorar princesa. Você quer terminar comigo não é ? Você ta certa em querer fazer isso, mas eu te peço, por favor, POR FAVOR ! Me da mais uma chance ? Me da mais uma chance de te fazer feliz ? Deixa eu te fazer feliz minha belieber. Te ver assim ta me destruindo, eu queria poder desfazer esse erro, mas é errando que se aprende, sei que o erro foi grave, mas ainda é um erro e todos erramos. Somos todos humanos. -ele chorava-
VC : Traição não é um erro, é uma escolha.
Justin : Eu sou um tremendo otário, idiota. Mas me diz uma coisa, você me ama ?
VC : -fiquei quieta-
Justin : Hein princesa, você me ama ?
VC : Sim Justin, eu te amo.
Justin : Me perdoa.
VC : Não ! Nunca vou te perdoar.
Justin : Quem ama perdoa. Eu te amo por favor me perdoa.
VC : Justin, quem ama não trai.
Justin : Valeu a pena ? Tudo que vivemos, valeu a pena pra você ?
VC : -chorei mais ainda- Valeu, mas agora acabou. 
Justin : Por favor, não me deixa, não me abandona. Não vou cometer esse erro de novo, nunca mais ! Mas por favor me perdoa, por nós, por tudo que construímos juntos, tudo que vivemos juntos. Por favor pequena, me perdoa.
VC : Você me traiu Justin ! Nunca vou perdoar isso. Enquanto eu queria sua atenção você me deixava de lado e ia transar com aquela vagabunda, me diz, vocês transaram na minha cama ?
Justin : Sim. -abaixou a cabeça chorando-
VC : O QUÊ ? NA MINHA CAMA ? EU DORMIA EM CIMA DA SUA TRAIÇÃO ? VOCÊ NÃO PRESTA JUSTIN, VOCÊ NÃO PRESTA. EU TE ODEIO, EU TE ODEIOOOOOOOOO. -fiquei batendo em seu peitoral com força-


Justin apenas chorava, não tentava me segurar nem nada. Só chorava.


VC : Adeus ! -peguei as malas, eu ia saindo quando ele me chamou-
Justin : Não vai. Por .. Por favor não vai amor, eu te amo muito. Não sei viver sem você me perdoa princesa, me perdoa. Eu te amo ! Você foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida. Me perdoa por favor !
VC : Não da ! 

Desci as escadas um pouco devagar por conta de estar com 4 malas. Depois peço pra Clarice vim aqui pegar minhas coisas que não vai dar pra levar, chamei Clarice e disse pra ela entrar no carro, eu contratei ela, ela sempre vou minha empregada então vai comigo. Ela pegou umas coisas, se despediu do Justin e fui pro meu carro. Eu estava cruzando a porta, olhei pra trás e ele tava todo vermelho de tanto chorar. Ela disse sem som, apenas dando pra ler seus lábios "eu te amo, me perdoa" , deixei mais lágrimas rolarem e fechei a porta. Espero nunca mais voltar aqui, o que ele fez foi grave demais. Entrei no carro, Clarice estava no banco de trás, ela não dizia nada. Eu estava voltando pra Atlanta. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...