História Believe in your Dreams - Capítulo 60


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Belieber, Justin Bieber
Visualizações 13
Palavras 2.935
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Ficção, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 60 - Part.60


Cheguei em casa, subi e me joguei na cama tirando meu all star. Lucas saiu do banheiro só de toalha, meu Deus ... Como ele é gostoso. Me sentei na cama o olhando e mordendo os lábios, ele sorriu com malícia.


VC : Gostoso pra caralho hein.
Lucas : Fazer o que né. 
VC : Vem cá gatinho. - o chamei com o dedo-


Ele veio até mim me deitando na cama e me beijando, eu sempre admiti que acho o Lucas um puto dum gostoso.Tirei minha blusa, ele me ajudou a tirar meu short e arranquei sua toalha fora, uau é grande e grosso, que delíííííciaaaa ! Dei um sorrisinho safado e ele apertou meus seios ainda por cima do sutiã, mas logo o tirou. Eu estava apenas de calcinha, Lucas ficou no meio de minhas pernas, tirou minha calcinha e passou 2 dedos na minha intimidade ameaçando me penetrar com eles. Me olhou e logo em seguida me penetrou, gemi seu nome. Ficou colocando e tirando seus dedos de minha intimidade, eu estava completamente louca, eu queria senti-lo dentro de mim. 


Lucas : Não quero que se arrependa depois.
VC : Eu não vou. -o puxei e o beijei-


No final do beijo ele mordeu e puxou meu lábio de leve, me penetrou e já começou forte e rápido, eu imaginava que ele era bom, mas não desse jeito, socorro ele é incrível ! Ele ia em uma velocidade que meu corpo subia e descia, Lucas me olhava com a boca entre-aberta, ele não parava, tava bom de mais, eu tava quase lá. Gozei arranhando suas costas, logo pude sentir o líquido dele dentro de mim também. Ele foi parando aos poucos e eu fiquei de joelhos na cama, o olhei e ele sorriu com malícia, retribui e fiz movimentos de vai e vem com a mão em seu membro. Ele arfava jogando a cabeça pra trás, abocanhei seu pau. Depois de um tempo assim, o beijei e sentei em seu membro, fazendo movimentos leves pra frente e pra trás, aumentei a velocidade e fui quicando, ele se sentou e dei uma rebolada depois voltei a quicar gemendo em seu ouvido, o empurrei de leve na cama e ainda em cima de seu membro e rebolando, me abaixei até seu pescoço beijando o mesmo e dei uma mordidinha de leve em sua orelha, logo após o beijei.



(...)


Me ajeitei em seu peitoral me cobrindo com o lençol.


VC : Você é incrível. -me estiquei e o beijei- 
Lucas : Você que é, e gostosa pra caralho. Nunca vi igual.
VC : Fazer o que né rs.
Lucas : Rs, mas e agora .. Como a gente fica depois disso ?
VC : Você sabe, só passou uma semana, eu ainda amo ele. Mas a gente pode ir ficando. 
Lucas : Humm, é. Tudo bem.
VC : Sem problema ?
Lucas : Uhum. -me beijou- Não sei como eu conseguia me controlar quando a gente dormia junto.
VC : Né kk.
Lucas : Acho que é porque eu sabia que a gente era só amigo e você não queria.
VC : Mas agora eu quero. -mordi o lábio dele-
Lucas : Quer é ?
VC : Uhum. -sorri-
Lucas : Então vem cá. -me puxou pra sentar no colo dele-


(...)


Acordamos no dia seguinte ás 10:00 horas. Tomei banho depois ele tomou, descemos pra tomar café e ficamos conversando. Subi e escovei os dentes. Meu celular tocou, peguei ele em cima do criado-mudo, era a Jas.



----Ligação On----


VC : Fala gatona.
Jas : E ai putinha, tudo bem ?
VC : Tudo e contigo vadia ?
Jas : Tudo, vem aqui pra casa do Ryan.
VC : Pra que ?
Jas : Pra ficar aqui com a gente ué.
VC : Mas e se o idiota do Justin aparecer ai ?
Jas : Ele não vai vim, fica tranquilha. 
VC : Tem certeza Jas ?
Jas : Tenho.
VC : Ta bom, vou trocar de roupa e daqui a pouco eu vou.
Jas : Ok, tchau, tchau.
VC : Tchau.


----Ligação Off----


Troquei de roupa e Lucas entrou no quarto, me beijou.


Lucas : Hmm, onde vai ?
VC : Casa do Ryan.
Lucas : Ryan ?
VC : É, Jas me chamou pra ir lá.
Lucas : Humm, ta.
VC : Você vem ?
Lucas : Não, vou comprar umas coisas pro meu carro.
VC : Ah, então tá. Vou indo, tchau.
Lucas : Tchau minha gata. -selinho-
VC : Rs.


Saí e entrei no carro, demorou um pouco e cheguei na casa do Ryan, toquei a campainha e ele atendeu.


Ryan : Fala aí gatinha. -me abraçou me tirando do chão-
VC : Rs oi Ryan.
Ryan : Entra pequena.


Entrei e Jas veio da cozinha comendo e se jogou no sofá. Me sentei perto dela.

VC : Só come, vai engordar.
Jas : É o caralho, sou gostosa não engordo.
VC : É né kk.
Jas : Preciso te contar um negócio, vem comigo.
VC : Hmm, ok.


Fomos pro quarto dela e do Ryan, me deitei na cama e ela sentou do meu lado.


Jas : A SA ta grávida.
VC : -me sentei na cama rápido- Grávida ? -meus olhos marejaram-
Jas : É..
VC : Será que ela vai dar um filho pra ele ? Coisa que eu não pude .. -segurei o choro-
Jas : Hey hey calma. -me abraçou-
VC : -comecei a chorar- Jas e se for dele ? Mesmo não estando mais com ele, vai sempre doer em mim.
Jas : Talvez não seja dele.
VC : Mas talvez seja.
Jas : É, tem possibilidade.
VC : Ai meu Deus ! 



----JUSTIN ON----


Tem nada pra fazer aqui em casa, vou encostar lá no Ryan. Entrei no carro e logo cheguei lá, toquei a campainha e ele atendeu tomando coca-cola.


Ryan : Justin ? -cuspiu o refrigerante-
Justin : Não, o coelhinho da Páscoa. Qualé cara, viu um fantasma ?
Ryan : Não não. É .. Entra ai bro.


Entrei e me sentei no sofá.


Justin : Tem cerveja ?
Ryan : Tem sim.
Justin : Opa. -me levantei-
Ryan : Vai ficar bêbado pra tu ver caralho.
Justin : Ixi bro, relex ae. Vou ficar bêbado não.
Ryan : Sei ..


Fui pra cozinha, peguei uma latinha de cerveja e voltei pra sala. Ficamos vendo um jogo de basquete. 


(...)


Justin : Cadê tua mina ?
Ryan : No quarto lá em cima.
Justin : Vou lá ver se ela ainda ta com raiva de mim.
Ryan : NÃO NÃO ! É .. Quer dizer, ela deve estar, você sabe ela e a (seu apelido) são melhores amigas cara.
Justin : O que deu em você irmão ? Eu hein. 


Me levantei e fui subindo as escadas, ele gritou algo mas eu não entendi o que era, a porta do quarto dele tava meio aberta, escutei vozes .. Pera aí, parece a voz da (seu apelido), sim é a voz dela. Fiquei ouvindo o que ela e a Jasmine conversavam.


Jas : Mas e aí,o Lucas ta lá com você né ?
VC : Ta sim.
Jas : Rolou alguma coisa ?
VC : Ah, a gente ta ficando ..
Jas : Ficando ? Ai caralho conta direito essa história. Ficando como ? Você deu pra ele ?
VC : KK é a gente transou ontem.


O QUE ? ELA TRANSOU COM AQUELE IDIOTA ? POR ISSO QUE EU NUNCA GOSTEI DELE, SABIA QUE ELE ERA LOUCO PRA TRANSAR COM A MINHA GAROTA. Continuei ouvindo.


Jas : Opaaaaaaaa, mas ele é bom ?
VC : Jasmine !
Jas : Falaaaa, ele é bom de cama ?
VC : -riu- É, ele é muito bom. É incrível. -aposto que sou melhor-
Jas : Hmmmmmmmm e é grande ?
VC : Ah Jas, isso eu não posso falar.
Jas : Então é pequeno ? Tadinha de você.
VC : Não, pequeno não é. É grande, é grande sim kk.
Jas : Uiii.
VC : Rs. -elas ficaram quietas-
Jas : Ta pensando no que ?
VC : Jas será que .. Será que ela ta grávida dele ? -sua voz tremeu-
Jas : (Seu apelido) calma, a SA ta grávida mas não sabemos se é do Bieber.


Hãm ? A SA ta grávida ? Ai caralhooooooo fudeu. Esse filho não pode ser meu, não pode. O que eu fui fazer, meu Deus ! Bati na porta e a Jasmine disse "entra", entrei. Elas ficaram me olhando.



----VOCÊ ON----


Eu tava conversando com a Jas quando bateram na porta, ela disse que podia entrar e quem entrou foi o Justin. Porra ela disse que ele não viria. 


Justin : Oi ..
Jas : Sai daqui.
Justin : Você ta com o Lucas (seu nome) ?
Jas : Tava ouvindo a nossa conversa caralho ?
Justin : Responde (seu nome).
VC : Não é da sua conta.
Justin : É claro que é, eu amo você.
VC : Se me amasse não teria me traído.
Justin : Eu cometi um erro, mas todos erramos e merecemos uma segunda chance.
VC : Se eu fosse te dar mais uma chance não seria a segunda, e sim a terceira.
Justin : Você nunca vai me perdoar né ?
VC : É ! 


Jas saiu do quarto, quenga ! Ele se abaixou na minha frente e pegou minha mão, tentei puxar mas ele segurou com força, só que sem me machucar. 


Justin : Volta pra mim princesa, volta. Eu vou mudar, vou ser o melhor pra você. Me perdoa pela burrada que eu fiz, sei que esquecer é difícil, mas vamos recomeçar. A gente se ama e merecemos mais uma chance de sermos felizes juntos. Eu ouvi vocês falando que ela ta grávida, acho que não é de mim e eu não quero ser pai de um filho dela quero ser pai de um filho seu, quero construir um família com você. Tem noção do quanto foi duro ouvir que você ta ficando com o Lucas ? 
VC : Tem noção do quanto foi duro ver a pessoa que eu mais amei nesse mundo na cama com outra ?
Justin : -ficou quieto-
VC : Foi o que eu pensei.
Justin : Ta doendo em mim, ta doendo em você. Mas por favor, me da mais uma chance ? Você foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida sem dúvidas, com você sinto que posso ser eu mesmo, imperfeito, mas perfeito ao seu lado. O seu sorriso move meu mundo princesa, ta sendo horrível não estar com você. 
VC : Por que não pensou nisso antes ? Estaríamos juntos hoje.
Justin : Eu sei, fui um imbecil.
VC : Sim, você foi.
Justin : Mas eu sou homem, a carne é fraca e eu não consegui me controlar, juro que tentei, mas eu fui fraco demais. 
VC : E dai que você é homem ? Eu sou mulher e nem por isso saio dando o cu por aí. Isso não é argumento.
Justin : Tem razão. O que eu fiz com você, ninguém merece. Mas a dor que eu tô sentindo é insuportável, eu não durmo direito a uns 3 dias, só pensando em você, pensando em como tudo teria sido diferente se eu não tivesse feito aquilo. Eu não continuo indo pra cama com ela.
VC : Tarde demais, deveria ter pensado antes em como as coisas seriam se você me traísse, mas não, você preferiu viver a experiência. 
Justin : Eu tô arrependido, tô muito arrependido. Não foi isso que meus pais me ensinaram, mas eu fui um covarde em ter feito isso com você. Só espero que me perdoe, eu sei que é difícil pra você mas quero que me perdoe e possamos viver juntos de novo. -nós dois chorávamos- 
VC : Entenda, eu nunca vou voltar pra você. Você me magoou de uma forma muito intensa, eu nunca vou te perdoar ! Todas as noites eu lembro daquela cena, eu confiava em vocês, confiava de olhos fechados mas vocês me enganaram. Enquanto eu tava em casa sozinha esperando você, você tava transando com aquela piranha dos infernos.
Justin : Eu ainda acredito no amor, eu ainda acredito em nós, eu espero que você acredite em nós, da maneira como eu acredito em nós. Você não vê, porque o que você não vê, é que quando não conversamos eu realmente não consigo dormir, quero falar com você. E se eu tivesse o mundo em minhas mãos eu daria ele inteiro para você. Quero saber se você sente isso da maneira que eu sinto, quero saber se você sente isso da maneira que eu, que eu. Você me disse para ter cuidado com o seu coração, coração. 
VC : E você não teve. 
Justin : Me perdoa, eu te amo. 


Ele foi se aproximando de mim e encostou nossos lábios de leve, me deu um selinho demorado e aprofundou pra um beijo de verdade, me levantou colocando as mãos na minha cintura e eu coloquei uma de minhas mãos em sua nuca e a outra ficava apoiada em seu peitoral. Era um beijo com dor, nós dois estávamos sofrendo muito com o término do namoro. Lágrimas rolavam por nossos rostos enquanto nos beijávamos. Paramos o beijo com dois selinhos demorados. Ficamos com as testas grudadas um tempinho, o único barulho que escutávamos era o de nossa respiração. Justin limpou minhas lágrimas e me deu um selinho, e depois sussurrou um "eu te amo". Fomos nos afastando aos poucos, me sentei na cama olhando pro nada, ele permaneceu em pé na minha frente. 


Justin : Me perdoa, volta pra mim. 
VC : Você me perdeu Justin. Esse beijo não deveria ter acontecido, não mudou nada entre a gente. Não vamos voltar, segue sua vida em frente que eu sigo a minha.
Justin : Sem você eu não consigo.
VC : Consegue sim, eu vou conseguir e você vai fazer o mesmo. Me esquece Justin, segue sua vida, porque eu já tô seguindo a minha.
Justin : Com o Lucas ? Vai seguir sua vida com o Lucas ?
VC : Talvez .. Vou seguir com quem me fizer feliz.
Justin : Você não me ama mais ?
VC : Em 1 semana ninguém deixa de amar ninguém, mas sei que vou deixar de te amar. 
Justin : A gente se ama, temos que ficar juntos.
VC : Com traições ? Não, assim não dá. Me esquece, que eu vou tratar de te esquecer.


Saí do quarto chorando, mas sem fazer escândalo. Desci e Jasmine tava rindo com o Ryan, lembrei de quando eu e Justin ficávamos assim... É, valeu a pena ! Limpei minhas lágrimas, respirei fundo e Jas me olhou na escada, sorri sem mostrar os dentes. Fui até ela.


VC : Eu já vou.
Jas : Ah, fica mais.
VC : Eu prefiro ir, aaah Jasmine você disse que ele não viria aqui.
Jas : Eu pensei que não, eu juro, não sabia que ele ia vim.
VC : Tudo bem. Já vou indo, tchau pra vocês.
Ryan : Tchau peste.
VC : Me ama pra caralho hein Ryan.
Ryan : Fazer o que né maninha. -me abraçou me tirando do chão-4
Jas : -riu-
VC : Rs, tchau.
Ryan : Tchau rs.


Jas me levou até a porta.


Jas : O que vocês conversaram lá ?
VC : Jas ..
Jas : Ta, foi mal rs.
VC : Tudo bem rs, a gente se beijou.
Jas : Vocês se amam, tem que ficar juntos.
VC : Ele diz a mesma coisa.
Jas : Mas é verdade, vocês foram feitos um pro outro.
VC : O que ele fez foi imperdoável.
Jas : Todos merecemos perdão.
VC : Jas não complica.
Jas : Não tô complicando nada, apenas tô fazendo meu papel de amiga, dizendo a verdade pra você. Mas concordo que o que ele fez foi imperdoável, mas o amor suporta tudo. Não tô dizendo pra perdoa-lo, agora ta muito cedo, você ta sofrendo, ta confusa e com raiva, eu estaria assim no seu lugar também. Só quero que tome a decisão certa.
VC : Obrigada, você é a melhor Jasmine ! 
Jas : Rs de nada, tô aqui pra tudo. Qualquer coisa é só chamar. 
VC : Igualmente, amo você sua vadia.
Jas : Rs, amo você maconheira.


Rimos e nos abraçamos, nos despedimos e eu fui embora. Cheguei em casa e fui direto pro quarto, tomei um banho pra relaxar e quando sai, Lucas tava sentado na cama.


VC : Chegou agora ?
Lucas : Uhum.
VC : Humm.


Coloquei minha roupa e me deitei na cama, ele continuou sentado mudando os canais procurando algo legal pra ver. Eu quero contar pra ele do beijo, eu tô confusa, eu não vou perdoar o Justin mas não quero nenhum tipo de relacionamento agora.


VC : Lucas ?
Lucas : Oi ?
VC : Tenho que te contar uma coisa.
Lucas : Diz ..
VC : Eu e o Justin, a gente se beijou.
Lucas : -ficou quieto por um tempo- Se arrependeu da noite passada ?
VC : Não ! Eu não me arrependi. -eu realmente não me arrependi- Só não quero nada agora entende ? Não é por causa do beijo, eu só não quero nenhum tipo de relacionamento agora, você me entende ?
Lucas : Entendo ! -beijou minha testa-
VC : Mesmo ?
Lucas : Sim. -me abraçou forte-
VC : Obrigada.
Lucas : Não agradeça. 


Ficamos conversando um pouco e depois fomos almoçar. Almoçamos e eu queria ir ver o Christian, troquei de roupa e desci, Lucas tava jogando vídeo-game na sala.


VC : Tô saindo, tchau. -beijo na bochecha-
Lucas : Tchau minha gata, toma cuidado.
VC : Pode deixar rs.


Ele sorriu sem mostrar os dentes e eu sai, entrei no carro e fui pra casa do Christian, é longe um pouco, Los Angeles .. Eu tô em Atlanta e já fui pra Los Angeles hoje, não demora muito porque meu carro é rápido e eu corro então .. Depois de um tempo cheguei, os seguranças me deixaram entrar, bati na porta e Chris abriu, ele tinha chorado, o nariz tava vermelho. 


Chris : Oii. -me abraçou-
VC : Oi Chris, como ta ?
Chris : Tô mais ou menos e você ?
VC : Do mesmo jeito.
Chris : Ta foda, entra ai.
VC : Uhum.


Entrei e me sentei no sofá.


Chris : Quer alguma coisa ?
VC : Quero, quero churros. Tem ?
Chris : Vou pedir pra empregada fazer, só porque eu te amo sua peste.
VC : KK obrigada.
Chris : KK.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...