História Believers... - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Marca de uma Lágrima, Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Imagine Jimin, Um Ódio Confuso
Exibições 27
Palavras 1.220
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drabble, Drabs, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


E aí pessoal, belezinha?
Fiquei bastaante tempo sem postar, e dessa vez vou parar de cobrar metas.
E pra começar a sua noite/dia, temos um new person na área, vocês vão descobrir mais sobre ele nos capítulos á seguir, e em alguns drabbs.
(Mudei o nome da fanfic e joguei mas uma snopse, se quiserem ler dps, agradeço de toddynho)
Bjos e Boa leitura❤

Capítulo 12 - A new guy.


***

- tudo bem mocinhos...quem de vocês pode me explicar o que aconteceu lá fora? - a velha, com seus óculos antigos e sua cara feia, nos olhava como se fôssemos seus inimigos

- eu sei o que aconteceu, senhora - lá vem a bruxa do capeta, falar um monte como sempre - foi a _________, ela que me bateu, essa dissimulada. E olha só, ela quebrou meu narizinho, eu tô parcendo um Hamster!

- e quem liga pra isso? - Lyla perguntou, sendo ignorante

- EU! - Rafaella bateu o pé no chão e franziu o cenho, irritada

- fique quieta, senhorita Baldinni! Como castigo pelo que você causou, vai ser suspensa.

- ma-mas eu não fiz nada! Foi a vaca da ______ que fez isso, expulse ela, não eu!

- você não vai ser expulsa, será suspensa, cinco dias.

- bem feito, Hamster - Lyla fez eu e Jimin rirmos, assim como ela. Pareceu que Rafaella tinha se ferrado...mas nem tudo é o que parece ser.

                                              Renato

- a culpa não foi minha, pai! Foram aqueles malditos que me impediram de terminar o plano! - Rafaella berrava do outro lado da linha, me deixando cada vez mais bravo

- eu sabia que você ia falhar, sabia! Cansei, se você não vai fazer isso pra mim, vou eu fazer com minhas próprias mãos! - desliguei o telefone sem terminar a linha. Edward tinha sido trapaceiro desde a época que nos conhecemos, roubou minha esposa de mim e gerou __________. Eu não admitia o que ele fez, e agora eu tinha sede de vingança. Não era de se impressionar que minha filha era a mais burra de toda França, então eu tive que recorrer á forças maiores.

***

- pai...por que me chamou aqui hoje?

- precisamos conversar, sente-se - o mesmo sentou na cadeira giratória e cruzou as pernas, animado pra saber o que seria- você vai ter que viajar por um tempo...

- por que quer que eu viaje? Eu moro aqui, na França, com você! - seus olhos verdes olharam a vasta janela, em frente á torre Eiffel, olhando a vista. Seu olhar sonhador me lembrava __________, a garota a qual eu desejava matar. No fundo, sentia pena de matar ela...uma garota tão linda...não merecia esse destino, mas é assim que as coisas funcionam. - tio, me deixe ficar aqui!

- você tem uma missão a cumprir, _________ tem que ser aniquilada, tirada dos nossos caminhos!

- mas eu não quero tirar a vida da minha melhor amiga, imagina o que pode nos acontecer! - ele começou a andar em volta do escritório - podemos ser presos, mortos, decapitados, de algum modo vamos nos ferrar.

- nós não vamos nos ferrar! A garota é mais que milionária, sabe quanto dinheiro podemos lucrar com isso?

- sabe quantos anos de cadeia podemos lucrar com isso? - ele franziu o cenho e corou, me fazendo ficar irritado

- escute aqui garoto: você vai para os Estados Unidos, vai entrar na faculdade, matar a garota e acabar com essa palhaçada, entendeu bem?

- você não é meu pai, não pode mandar em tudo que faço, Renato! - ele socou a mesa de vidro e fez uma rachadura, deixando alguns dedos sangrarem- eu sei que somos maus, mas eu não vou matar a ________.

- você vai fazer o que eu estou mandando, ou vai ser morto como a mãe dela.

- você sabe muito bem porquê não vou fazer isso, você conhece muito bem a história.

flashback

- mas por que, Renato? Somos irmãos há tanto tempo, sempre amigos, unidos? Por que desejas a morte pra mim? - Edward se debruçou contra o chão, coloquei meu pé esquerdo em cima da sua barriga, fazendo o mesmo engasgar com o próprio ar

- você roubou tudo o que eu tinha de valor, Edward! Roubou minha esposa, minha dignidade! Meus bens mais preciosos! A única coisa que me restou foi o Austin, meu único filho! Agora, eu só vim atrás de recompensas - mirei a metralhadora 64 em sua cabeça, pronto para atingir meu alvo - não quer dar "tchauzinho" pra sua esposa antes de morrer? E que tal pra sua filha?

- eu não quero que ela assista minha morte, isso não vai acontecer, me solta, Renato! - prendi ele contra a mesa onde estava o notebook e Liguei o mesmo, clicando no número da amada ___________. Me escondi atrás da porta e ela atendeu, conversou com o pai, toda alegre, mas pude ouvir a mesma chorar quando matei Edward. Não queria que tirassem a vida de S/M, então pedi para que Jin Hyung a desse um tiro em cada globo ocular, mas só depois que repetisse essas palavras

"O pai do asiático vai te matar."

- Austin...Eu não tive culpa daquilo, me entenda, por favor

- você é louco, pai? Eu já falei minha opinião sobre isso, _________ está na sua mira, não na minha!

- você vai viajar amanhã...as seis.


                                                      S/n

Acordei pela manhã, a casa estava vazia. Chovia muito e o carro estava em concerto, então resolvi ficar em casa. Lyla e Gigi viriam para minha casa, então resolvi tomar banho e me arrumar antes que começassem a gritar no portão. Tirei minha roupa e a joguei em um canto do banheiro, deixei a banheira enchendo e lavei o rosto. A animação de mamãe fazia falta, e o companheirismo de papai também; mamãe tinha um sotaque estranho, parecia alemão ou algo assim. Ela dizia que minha avó era alemã, mas eu sempre desconfiava. Saí dos meus pensamentos vagos e tomei banho, coloquei qualquer roupa quente que ví no guarda-roupa e desci para a sala. Meu celular tocou, avisando uma mensagem de um número desconhecido

"Abre logo essa porta ______, eu tô com friio! - A"

- Austin?

- __________? - ele correu do portão e me pegou no colo em um abraço. Austin era o meu melhor amigo desde a infância, ele dizia que éramos irmãos pq ele tinha os olhos verdes da mamãe, e os meus eram _________* como o do papai. Nós dois éramos muito unidos, e eu quase perdi meu bv com ele - eu nem acredito que te achei, que saudades!

- Bem que eu precisava de uma notícia boa hoje! Vem, entra, e me põe no chão!

- tabom, Leoa (ele me chamava de Leoa quando crianças) - entramos em casa e ao mesmo tempo, Jimin conseguiu sair de dentro do sofá

- Bu! - O cabelo dele estava bagunçado, e com 15 graus ele estava sem camisa e com shorts

- você não tá com frio, Jimin? - Austin pareceu o reconhecer

- não, você sabe que eu sou bipolar. Espere...Austin, é você?

- Jimin? - os dois fizeram aqueles toques estranhos de garotos e pareciam se conhecer, o que eu estranhei um pouquinho

- parece que vocês dois ja se conhecem, e de muito tempo.

- ele era super meu amigo, não era, Austin? - Austin franziu o cenho, pareceu se lembrar de algo ruim, e preparou a garganta pra falar alguma coisa

- _________, precisamos bater um papo, você também, Jimin. - ele pôs a mão em nossos ombros, fazendo força para nos sentarmos. Ele ficou nervoso, e até algumas lágrimas escorreram dos seus olhos, eu e Jimin nos entreolhamos, assustados - meu pai me mandou aqui... - ele tirou uma arma do bolso, lambeu a ponta da mesma e olhou nos meus olhos com um pouco de fúria, sorrindo maldosamente - e ele me mandou aqui pra te matar, _____.

To be Continued. 



Notas Finais


Pessoal, o que acham de eu criar um novo casal? Vou selecionar 3 opções, e vcs decidem nos coments:
1- Austin e _______
2- Taeyung e Lyla
3- Rafaella e J-Hope
Favoritem e compartilhem a fanfic com as K-popers, aposto que elas vão amar!
Vcs decidem aí, bjos e até mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...