História Bella - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Dajan, Dakota, Iris, Kentin, Kim, Leigh, Letícia, Lysandre, Melody, Nathaniel, Personagens Originais, Priya, Rosalya, Violette
Visualizações 6
Palavras 1.212
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero q gostem! <3

Capítulo 8 - Família Real


Fanfic / Fanfiction Bella - Capítulo 8 - Família Real

Estava acordada, mas continuava com os olhos fechados. Procuro o que aconteceu em minha cabeça o que aconteceu. E eu me lembrei eu e Nath saímos para procurar as dríades, achamos uma no meio da floresta, e ela nos contou o que estava acontecendo com a magia. Mas para não lembrarmos o caminho para as dríades ela apagou a localização delas da nossa memória o que nos fez dormir

Abri os olhos e vi Nathaniel de costas para mim, eu estava abraçada a ele. Fico pasma minha reação é sair do abraço. Mas meu coração fala para continuar lá. Aproximo meu rosto de suas costas e sinto o cheiro dele... Cravo e limão. {Autora: referências que ninguém sabe, mas vou falar: Dezesseis Luas}

Então tiro meus braços rápido dele e me sento olhando o sol se pondo. Se bem me lembro eu ia dormir na cas... Castelo do Nathaniel. Percebo ele se movimentando atrás de mim.

- Está tudo bem? - ele me pergunta. 

- Sim! E você? - falo alegremente.

- Estou! - ele fala e se levanta. - Vamos para o castelo, meu pai vai ficar bravo. - eu me levanto. - Vamos?

Ele sobe no cavalo e estende sua mão para me ajudar a subir. Subi com dificuldade, Nathaniel deve ter um braço muito forte por ter conseguido me segurar. 

- Segure firme em mim. 

Não queria colocar meus braços em sua cintura, pois desta vez ele estava acordado. Mas como o medo de cair era maior me segurei nele. Quando o cavalo começou a correr, segurei ainda mais forte nele. Com certeza ela estava me achando uma ridícula.

Não demorou para chegarmos ao castelo. Nath pós o cavalo no estábulo junto com muitos outros. Depois me conduziu até o castelo.

- Vamos ver primeiro os meus pais. - ele fala me guiando pelo labirinto de corredores.
Quando estávamos em um corredor consegui ver o relógio 19:30h. Fiquei espantada com o horário. Ele parou na frente de uma porta branca como todas deste corredor. Ele ia bater, mas então.

- Por que você não fala a verdade para seu filho!? - ouço a rainha gritar.

- Ele ainda não sabe como governar um reino! Ele não vai conseguir lidar com esse problema! - o rei grita para ela. - Ele é jovem, e ele já está ajudando muito se casando com a princesa Melody! 

- Viu ele faz tudo o que você pede! - a rainha fala. - Mas ele precisa saber! E você nem sabe se ele vai casar com ela! 

Nathaniel me pega meu braço e me leva para outro lugar. Percebo que ele está olhando para baixo.

- Eles sempre brigam? - eu pergunto.

- Só quando o assunto sou eu. - ele fala. Consigo perceber uma ponta de tristeza em sua voz.

Seguro sua mão, para mostrar que ele não está sozinho. Vejo que ele parece melhor. Chegamos na cozinha. Alguns cozinheiros estavam lá. Nath acena para todos e me leva até um balcão.

- Pegue o que quiser! - ele fala pegando um muffin.

Olho a variedade de coisas que tem. Vejo bolo de chocolate e nem penso duas vezes pego um pedaço e dou uma mordida. Parece que foi feito pelos deuses. Depois que comemos, Nath voltou para o mesmo lugar que seus pais estavam brigando. Desta vez a porta estava semi aberta e a rainha estava na escrivaninha lendo uns papéis.

Nath dá alguns toques leves na porta. A rainha levanta os olhos e sorri. Ela é tão delicada que parece uma boneca.

- Mãe. - Nath fala entrando na porta. Ele pega minha mão e me puxa para dentro. - Essa é minha amiga Bella Moon, ela pode dormir aqui essa noite? - ele fala para ela.

Perto da elegante rainha pareço um monstro, estou com meu vestido branco encardido e meu cabelo todo embaraçado. Fico envergonhada.

- Claro! Que jovem adorável. - a rainha fala, então fica olhando para nossas mãos que ainda estavam dadas.

 

                         *****

 

A rainha me deu uma camisola é uma roupa para usar amanhã. Ela falou que eram muito pequenas para a princesa Ambre, então eu poderia ficar com elas.

  Eu ia dormir em um quarto de hóspedes perto do quarto de Nathaniel. Me espantava a ideia de estar dormindo tão perto dele. Quando eu já estava na minha cama, pronta para dormir ouço batidas na minha porta. 

- Pode entrar. - falo.

Era Nathaniel.

- O que foi? - pergunto me sentando.

- Está tudo bem com você? - ele pergunta.

- Melhor que nunca. - falo sorrindo.

Ele estava meio para baixo. Me levanto e vou até ele. Como não sabia o que dizer o abracei.

- Você é um ótimo amigo para um príncipe. - brinco passando minhas mãos pelos cabelos bagunçados dele.

Ele não fala nada. Apenas me abraça de volta e coloca a cabeça no meu ombro. Ficamos assim por algum tempo. Então ele levanta a cabeça e desata o abraço.

- Agora vai dormir. - ele fala.

- Sim! Boa noite. - dou um último abraça e vou para minha cama.

 

                          ******

 

Quando acordei coloco a roupa que a rainha me deu. Coube perfeitamente. Encontro minhas roupas perfeitamente dobradas em cima do criado-mudo que tinha no quarto. Fui até lá. Tinha uma bolsa junto. Coloco minha roupa lá. Então batidas na porta. Dessa vez eu vou lá abrir.

- Bom dia! - Nath fala com um grande sorriso.

- Bom dia! - falo sorrindo.

- Meu pai falou que você vai embora depois do café da manhã. Infelizmente não poderei de acompanhar. Compromissos reais. - ele fala dando uma piscada.

- Tudo bem! - falo e pego a bolsa.

Ele me leva até onde vai ser o café da manhã. Quando chegamos lá o rei e a rainha estavam sentados na mesa comendo. Eles olham para gente. Faço uma reverência. A rainha me dá um aceno alegre. Enquanto o rei só me olha e volta para os documentos com cara de pouco caso.
Sento no lugar onde Nath indica entre a rainha e a princesa. Que não estava lá. Sento na mesa e vejo as variedades que tem lá.

- Mamãe, Papai! Me desculpem pelo o atraso! - a princesa Ambre chega e faz uma reverência apressada e se senta.

Ela me olha e parece que ela fez uma cara de nojo. Eu não liguei e voltei a me concentrar no que havia na mesa.

No final comi um pedaço de torta de maçã, três waffles e bebo suco de laranja. Quando todos terminaram os criados vieram retirar a mesa. Um criado vai até mim e me pergunta:
- Senhorita Bela? 

- Eu mesma! - respondo com um sorriso.

- A carruagem que vai levar a senhorita para casa está te esperando lá fora. - ele fala apressado.
Pego minha sacola. Nathaniel me dá um aceno. E eu aceno de volta.

A carruagem era magnífica! Branca com detalhes dourados. Um anão era o cocheiro. Ele me pergunta onde é minha casa e eu falo.

Ao chegar na rua que eu moro tinha uma lotação de pessoas. Desço da carruagem. Todos estão olhando para uma fumaça. Fico espantada. Corro através da multidão e chego em frente a minha casa em chamas.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...