História Bem mais que um simples sentimento - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 19
Palavras 975
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Esporte, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Esta é minha primeira história. Espero que gostem, primeiramente eu a escrevi em papel portanto já existem alguns capítulos mas ela não está terminada. Peço desculpas se o enredo parecer um pouco lento, ou os capítulos parecerem pequenos. Eu comecei a escreve-lá ja faz um tempo porém só comecei a posta-lá agr, pois haviam muitos erros, portanto aproveitem.

Capítulo 1 - Meu time de vôlei


estávamos em plena primavera, o ar estava ameno. eu estava calmo com  meu rosto encostado em meu caderno quase dormindo durante a aula de filosofia, uma das mais chatas na minha opinião. 

Desculpe eu esqueci de me apresentar, meu nome é Denilson mas todos me chamam de Deni, tenho 17 anos e 1,70 de altura, sou pouco malhado porém definido com cabelos curtos e escuros.

sou um pouco preguiçoso porque na maior parte do tempo eu gosto de cochilar, bom vamos voltar a aula. Eu estava quase dormindo  quando a professora Clara me chamou:

-  Denilson diga-me, qual a visão da escritora em relação ao assunto em questão?

Quase em pânico digo em longos espaços de tempo - Ela acredita... que a... mulher não deve... ser subimissa... ao homem?

- Exatamente! -ela exclamou, e eu suspirei aliviado.

Então tocou o sinal para o segundo intervalo, você me pergunta "segundo intervalo?" pois eu lhe respondo sim segundo intervalo. Isso porque eu estudo em um colégio de período integral, onde há dormitório para os alunos, onde ficamos cerca de 9 meses por ano e trés meses de ferias, que são os meses de Dezembro, Janeiro e Agosto, e durante os outros nove meses ja sabem, são de aulas de segunda a sexta das 8:00 as 17:00, tirando feriados e fins de semana.

Desculpem acabei saindo do assunto denovo, sou assim mesmo, acabo me perdendo e saindo do rumo da conversa. Durante o intervalo, geralmente passo ele na quadra de volêi do ginásio junto dos meus amigos/time. Bom vou apresenta-los a vocês.

Robson: Apelido Rob, 16 anos de pele morena, 1,65 de altura

Andriw: Apelido Andy, 17 anos pele bronzeada, 1,88 de altura (um gigante), poucos musculos e um pouco gordinho.

Leandro: Apelido Leeh, 18 anos, pele clara 1,79 de altura, poucos musculos mas definidos.

Michel: Apelido Mich, 16 anos, 1,70 de altura, moreno com musculos bem definidos

Jonathan: Apelido Jhon, 17 anos  branco, 1,68 de altura com musculos bem definidos.

Amanda: Apelido Mandona, nao pelo fato de ter 1,85 de altura, mas sim por ser mandona mesmo, morena e tem 17 anos.

Carla: Apelido Carla (risadas), 16 anos morena, 1,73 de altura, um pouco gordinha.

Maikon: Apelido Maik, 16 anos pele clara, 1,70 de altura, um pouco gordinho.

Giovana: Apelido Giih, 18 anos tem 1,75 de altura pele realmente clara (parece uma albina), gordinha.

Bom este e meu ilustre grupo de amigos. E se me perguntar como sei disso, bom eu ajudei a professora a fazer as mediçôes e pesagens dos alunos.

Eu estava indo ao ginásio com um pouco mais de pressa hoje, pois iamos treinar um pouco hoje. Quando iamos começar nosso treino entre nós mesmos a porta da quadra foi aberta com força, soltando um som que tomou a atenção de todos dentro e fora da quadra.

E quem causou tal alvoroço, ninguém menos que o pessoal do time oficial da escola, Diego, João, Carlos, Mário, Luiz e Jefferson. São todos uns bobões e estao no ultimo ano junto com Leandro e Giovana mas por sorte nao dividem o mesmo itinerário de aulas.

Eles entram e Diego o capitão do time veio na frente dizendo.

- Ora, ora, se não são os esquisitões dos esportes. - e riu como um trouxa - O que estão fazendo? Vocês iam jogar alguma coisa com a minha bola de volêi? - seu tom era sinico.

- Essa bola não é sua, é da professora e foi ela quem nos emprestou! - exclamei.

Ele irritado com a resposta veio de encontro a mim, e disse tirando a bola de minha mão.

- Me de essa bola seu frouxo idiota. - quando do nada alguem falou.

- Devolva esta bola a ele Diego. - era a professora Adriana, que lecionava Educação fisìca. - Eu entreguei esta bola a eles e não a vocês. - ela parecia um pouco brava com a atual situação. - Você e alguns de seus colegas não estavam de detenção? O que fazem aqui sem permição? - ela perguntou  a ele com a cara seria.

- Eu estava vindo falar com você professora,  quando vimos eles e quisemos saber se poderiamos treinar com eles  - ele sorriu pensando que havia se livrado. Sorriso que logo se desfez.

- E o que queria falar comigo, não deve ser algo tão importante ja que a deixou de lado para se intreter com outros alunos - ela disse dirigindo-se a saìda na intenção de chamar uma inspetora.

- Eu queira saber se poderiamos treinar com eles? É claro com sua permissão. - falou um pouco amedrontado com a chance de ir parar na diretoria.

- Vocés querem jogar contra alguns alunos e querem minha  permissão para isso. Nossa como sou importante! - sua voz estava carregada de calma e ironia. - Seria interessante. Tudo bem, hoje na ultima aula vocês iram jogar, e todos iram assistir, ate lá vocés iram treinar - ela disse apontando para nós - e vocês vão para a sala o intervalo ja vai acabar. - ela disse acenando para que saissem. E assim fizeram,

- Como assim! Iremos jogar contra eles! - quase gritei de espanto.

- Sim vocês vão. Vocés nao são ruins, e eles não são tão bons, e além do mais eu vou treinar vocés, melhor do que treinei  eles. - ela disse com um sorriso determinado e encorajador. - Já estava na hora de fazer uma nova competição. Esta escola precisa de mais animação.

Tomei um susto quando o silêncio e quebrado pelo sinal que tocou estridente, e quando iamos em direção a saìda a professora indagou.

- Onde pensam que estão indo?

- Para a sala de aula. - Leandro disse

- Não, vocês ficam aqui, pois vou treinar vocês.

- Mas e nossas aulas, como ficam? - 

- Isso eu resolvo, fiquem aqui e começem a aquece, com toque, corte e bloqueio. - disse enquanto saia rindo em direção ao prèdio do meio onde ficava a diretoria.

Sò o que faltava,ter que ser humilhado pelos jogadores oficiais na frente de toda a escola. 







Notas Finais


Bom aí está meu primeiro capítulo. Espero que tenham gostado. Em breve postarei os próximos capítulos a medida que os transcrevo. Pois estou escrevendo pelo celular, mas pretendo escrever logo.
Beijos e ate o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...