História Beside You - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Marco Asensio
Tags Barcelona, Futebol!, Marco Asensio, Real Madrid, Romance
Visualizações 90
Palavras 1.615
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Party


- Vamos Melissa deixa de ser chata - Lilla fala essa frase pela milésima vez - Você passou a semana inteira dentro de casa. Só sai para ir para a faculdade e para o trabalho, você não foi nem na padaria essa semana.

Suspiro frustrada.
Sei que ela está certa, mas não estou com vontade de ir para a balada. Desde o ocorrido na casa dos meus pais eu tenho me focado no trabalho e na faculdade, afinal agora vou ter um filho. A reação da Lilla e do Asensio quando descobriram o que minha mãe me falou foi de espanto, os dois fizeram questão de falar que estavam comigo e que eu não estava sozinha. Na verdade eles falaram isso muitas vezes. Lilla vem tentando me animar e esta falhando miseravelmente.

- Não estou a fim de sair - falo e ela revira os olhos 
- Você tem que aproveita que esta no início da gravidez, porque quando a barriga estiver grande vai ser pior. Vamos por favor?! Olha se você quiser chegar lá e não gostar é só vir embora - ela fala e me olha com cara de cachorro pidão 
- Tudo bem Lilla eu vou - falo e ela comemora com uma dançinha tosca que me faz rir - Mas se eu não gostar eu vou embora - eu falo e ela assente 
- Tudo bem, agora vai se arrumar - ela fala me apressando e eu reviro os olhos - E faça o favor de ficar bem bonita - grita assim que eu fecho a porta do meu quarto, apenas ignoro ela 

Os meus peitos cresceram e também engordei um pouco. Procuro no guarda roupa, alguma coisa para vestir. Por sorte acho um vestido mais solto que eu nunca usei. Estou tendo problemas com o sutiã então não quero usar um vestido que esteja alertado nos peitos. 

Tomo banho, seco o cabelo, faço uma maquiagem básica, visto minha roupa, calço um sapato que tem um salto mais baixo e estou pronta. Olho-me no espelho e sorrio. Nem parece que estou grávida e talvez essa é a vez que eu estou mais bonita na semana inteira e talvez também no último mês. O vestido preto vai ate a metade das minhas coxas e tem um decote considerável nas costas. Não sei por que nunca usei esse vestido, mas gosto de como ele ficou em mim.
Vou ate a sala e Lilla já está lá me esperando. O vestido vermelho justo e um pouco decotado está realçando todas as curvas da loira. Quando me vê ela abre um sorriso 

- Meu deus nem parece o defunto de agora a pouco -  Ela fala e eu reviro os olhos - O que uma maquiagem não faz com uma mulher - Ela fala e rir 
- Vai se ferrar Lilla - falo e ela rir mais ainda 
- Vamos logo, já chamei um táxi. Não vou dirigir por que quero beber - ela fala 
- Se você passar mal não vou cuidar de você - eu falo e ela gargalha 
- Você sempre cuida gravidinha - ela fala rindo

A boate estava cheia. Encontramos o pessoal da faculdade e ficamos conversando. Todo mundo estava bebendo alguma bebida alcoólica menos eu que estava tomando refrigerante.

 

- Você esta bonita – Jerry falou

- Obrigada – falo sem graça

Lilla olha para mim e rir. Ela cismou que Jerry gosta de mim, a ignoro e fico conversando com Clary

Quase todo mundo da mesa foi dançar acabou ficando só eu e Clary, mas assim que começou a tocar Maluma, Lilla me puxou para pista de dança, mesmo contra a minha vontade. Dançamos e  apesar de eu não ter dançando muito, foi divertido. Depois de umas três musicas sai da pista de dança. Voltando para mesa, uma cena me chama atenção, um casal me chama atenção. A mulher loira estava com o braço ao redor do pescoço dele e ambos estavam conversando e rindo. Asensio estava com as mãos na cintura dela e quando ele se beijam, sinto meu coração se parti novamente. Vou na direção do bar e me sento lá, peço um suco e seguro o choro. Eu sei que não temos nada, mas eu ainda gosto dele.  Parabéns para mim, mereço o troféu de trouxa do ano.

- Porque eu acho que usar a cantada de perguntar se você vem sempre aqui, não vai funcionar? – um homem ao meu lado perguntou, não tinha visto que tinha se sentado ao meu lado. Olho para ele e fico surpresa, ele era bem bonito. Olho azul, alto, forte e com um perfume muito bom.

- Por que realmente não vai – falo e ele rir

- Eu precisava arrumar uma maneira de começar a conversar com você – ele fala e sorrio

- E você ia usar uma cantada barata? – eu pergunto arqueando a sobrancelha

- Sim – ela fala rindo – Me chamo Will – fala estendendo a mão para mim

- Melissa – falo e pego na mão dele e ele rir

Já que eu não posso curar meu coração partido com álcool, irei curar com o moreno do sorriso bonito, pelo menos ate o fim da noite, eu mereço me divertir também.

(...)

Conversamos bastante tempo, Will faz faculdade de engenharia, tem 22 anos e beija muito bem. Estamos em um dos cantos nos beijando e sinto as mãos dele descendo para minha bunda, ele começa a descer os beijos pelo meu pescoço. E merda, eu não vou transar com um cara que eu acabei de conhecer em um dos cantos da boate, eu estou grávida. Mas antes de eu me afastar dele, escuto a voz de Clary

- Melissa? – ela pergunta meio com duvida. Afasto-me de Will e olho para ela que esta com uma cara um pouco assustada – Desculpa atrapalhar, mas Lilla esta passando mal.

-Oh merda! Onde ela esta? – pergunto

- La fora – ela responde

- Desculpa, mas tenho que ir – falo para Will e não espero a resposta dele  saiu andando com Clary na direção da saída

Quando chego do lado de fora sinto o vento gelado e meu corpo se arrepia, sigo Clarry e quando avisto Lilla fico surpresa. Mas que merda! Ela esta escorada em e Isco e Asensio esta do lado dela com uma garrafa de água. Quando ela me vê começa a rir

- Melissa – fala embolado – Acho que bebi de mais – fala rindo

- Meu deus Lilla, eu nunca mais saio com você – falo seria

- Melissa, eu vou ter que ir atrás do Jerry, por que ele também esta passando mal – Clarry fala

- Tudo bem, obrigada Clary – falo

- De nada, qualquer coisa me liga. – ela fala e volta para boate

- Melissa, Clary não deixou o moço loiro cuidar de mim e agora esse bruto esta me segurando. Fala para ele me soltar – ela fala e eu olho pra ele sem entender

- Ela esta falando do cara que estava se aproveitando dela por que ela estava bêbada, mas por sorte eu cheguei e impedi, e a sua amiga me ajudou, por que o que cara não queria deixar eu levar ela  – Isco fala serio e Lilla começa a rir

- Pede para ele me soltar Melissa – ela fala fazendo birra

- Cala boca Lilla – falo seria – Obrigado por ter cuidado dela – falo para ele

- Tudo bem, ela é chata mais não ia deixar um babaca se aproveitar dela  - ele fala

- Eu vou chamar o taxi, então se vocês quiserem podem voltar lá para dentro, acho que a Lilla já atrapalhou a noite de vocês por tempo de mais – eu falo

- A gente vai levar vocês em casa – pela primeira vez  Asensio fala e eu olho para ele, o jogador esta com uma cara nada boa

- Não precisa, nos vamos de taxi – eu falo

- Lilla não esta conseguindo nem ficar em pé sozinha, e você esta grávida, a gente leva vocês em casa – Isco fala

Asensio não espera eu responder e começa a andar em direção ao estacionamento. Isco segue ele, ajudando Lilla a andar. Suspiro frustrada e vou atrás deles. Vou matar minha melhor amiga.

Assim que chegamos perto do carro,Isco coloca Lilla escorada em mim , para ele poder pegar a chave do carro.  Lilla não esta falando nada com nada.

- Melissa! – ouço alguém gritar meu nome e me viro para ver quem é.

Will vem correndo na minha direção, quando ele chega perto de mim sua respiração esta ofegante

- Você saiu sem me dar seu telefone – ele fala ofegante e pega o telefone dele e entrega para mim

- Eu estava com um pouco de pressa – falo escrevendo meu numero do celular dele.

- Eu percebi  - ele fala rindo e eu entrego o celular para ele – Ela esta melhor? – pergunta olhando para Lilla

- Mais ou menos – falo – Eu vou ter que ir

- Tudo bem, eu vou te ligar – ele fala rindo

- Tchau – falo sem graça

- Tchau – ele fala e vai embora

Lilla começa a gargalhar, quando me viro para o outro lado, Isco e Asensio esta olhando para gente. Isco me ajuda a colocar Lilla no banco e eu me sento do lado dela. Marco senta no banco da frente com cara de bosta e Isco começa a dirigir

- Quem era o cara do estacionamento? – minha amiga fala embolado  

- Ninguém – falo seria e ela volta a rir

- Melissa, ele esta tão afim de você – ela fala e gargalha

- Cala a boca Lilla – Falo entre dentes

Vejo Asensio me olhando pelo retrovisor, quando ele percebe que estou olhando pra ele, o jogador arqueia a sobrancelhas. Ignoro e olho para a janela.

 


Notas Finais


Me desculpem se tiver algum erro.
E eu demorei mais tempo para postar por causa do Enem e também por ser último bimestre, mas vou tentar não ficar mais tanto tempo sem postar.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...