História Besides All [VHOPE] - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jikook, Namjin, Vhope
Exibições 86
Palavras 586
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 21 - Então, cachorro.


Fanfic / Fanfiction Besides All [VHOPE] - Capítulo 21 - Então, cachorro.

{pov Hoseok} 

Tomei um banho gelado com intenção daquela tara por me tocar pensando nele passasse. Assim que todo aquela situação momentânea passou, saí e vesti as roupas que ele me emprestou. 

T- Você quer deitar de que lado? – Disse coçando os olhos após voltar do banheiro principal com suas roupas nas mãos, logo as jogando no chão.

JH- Na sala?

T- Não, você não vai dormir na sala

JH- Não tem problema eu dormir lá. Não quero te atrapalhar aqui. 

T- Hoseok, cala a boca e dorme aqui, por favor.

JH- Agressivo desse jeito.. – Sussurrei

T- Oi? 

JH-Tudo bom? 

T- Besta. 

Passada das três horas da manhã e ele estava falando com alguém, por mensagem. Claro que eu posso atrapalhar. Puxei o celular da mão dele e o joguei abaixo das cobertas, iniciando uma guerra em cima daquela cama. Ele começou a tentar o pegar, e quando estava quase conseguindo, o envolvi em meus braços. Ele mordeu o meu pulso. Aquilo ficou com a marca dos seus dentes e sangue. Filho da boa senhora.

JH- Então, cachorro, por que diabos você me mordeu? 

T- Por que você pegou meu celular? 

JH- Já são mais de três horas! 

T- E eu com isso, se você estiver com sono, pode dormir.

JH- Mas... – O toque do seu celular nos interrompe. 

"T- Alô? Sim, é ele. Agora? Ah sim, me desculpe, esqueci. Tudo bem, só aguardar. De nada, bom dia."

Ele se levantou rapidamente e foi em direção ao quarto bagunçado. Não fui atrás, sei que acabaríamos brigando. 

Meia hora depois, levanto. Vou em seu encontro e ele ao mesmo tempo joga em cima da sua mesa alguns arquivos. 

T- Eu queria ser meu chefe. – Sorriu fraco.

JH- Se eu fosse seu chefe eu te demitiria.

Ele se levantou, e sussurrou um "Vamos dormir.." me puxando até o quarto. 

Nos deitamos um de frente para o outro, estava com os olhos fechados, mas os abri assim que ouço ele fungar. 

JH- Não consegue dormir? 

T- Não... – Seu tom de voz baixo.

JH- Tomou aqueles remédios hoje?

T- Sim. 

JH- Por que não fazemos como antes?

T- Como? 

JH- Se vira de costas. 

Ele o fez, encarei suas costas largas e não tão visíveis por causa da camiseta mais grande que o seu corpo. O puxei e o envolvi em meus braços, ficando de conchinha com ele.

T- Não era assim. Você me beijava antes. 

Meu corpo estremeceu. Um arrepio correu pelos meus braços, os quais viraram Taehyung pra mim. Ele não tardou em colar os seus lábios nos meus. Abri a boca dando passagem para sua língua e ele repetiu o ato. O gosto amargo do café me invadiu. Suas mãos foram para a minha nuca enquanto eu continuava imóvel. Sua língua passeava devagar enquanto se enrolava com a minha. Nos afastamos lentamente com a falta de ar que nos pegou, assim, um barulho na porta de Taemin desvia nossa atenção. Ele abre devagar a porta do quarto e caminha até a beirada da cama em passos curtos. Taehyung se senta, pergunta o que houve e o menor deixa uma lágrima escorrer pela bochecha e diz que foi um pesadelo. 

T- Vem cá. 

Tm- Posso deitar no meio? 

T- Não vai deixar eu matar a saudade do Hobi? 

Taehyung disse aquilo e logo o puxou, o colocando em nosso meio. Taemin riu, me arrependi de não ter gravado sua resposta, poderia ouvir aquilo por horas. Sorri assim que os dois se alinharam em meu peito, beijei o topo da cabeça do Taehyung e mexi nos cabelos do Taemin até que ele dormisse. 


Notas Finais


tô suando igual um cavalo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...