História Beta - Capítulo 8


Escrita por: ~ e ~Beta7

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo, Alfa, Beta, Jikook, Ômega, Taeyoonseok
Exibições 406
Palavras 1.542
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Suspense, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


QUEM VOLTOU??

GENTE ~Beta7 voltou!!!
To amando? Tô! E vocês também porque tem capa nova, tem capítulo mais decente betado por ela e SEU CHEIRO VAI VOLTAR TAMBÉM!!

To amando que ela ta malvadinha também u_u esse capítulo era muito maior e ela dividiu. (Continue assim) Amamos vocês! 😁

Capítulo 8 - Camélias e Lírios {Pt.1}


Fanfic / Fanfiction Beta - Capítulo 8 - Camélias e Lírios {Pt.1}

(Narrativa na terceira pessoa)

 

 

 

Após o banho, enfim tirando o cheiro da ômega de si, Taehyung se dirigiu ao refeitório quase no horário combinado com os novatos. Apesar de estar 70% com o cérebro concentrado na possível comida de qualidade que consumiria, os outros 30% pensavam em porque Min havia dito em cima da hora que não iria ao jantar. JB havia o convidado pessoalmente e sabia que se fosse para recusar teria de fato recusado na cara do novato.

 

Ele sentiu o cheiro de Hoseok assim que entrou no quarto. Camélias. Era inconfundível para si aquele aroma e o que mais o atraía no ômega.

 

Porquê?

 

Sua mãe tinha um pequeno jardim que cultivava quando ele era pequeno e as flores que ela mais amava eram as camélias. Quando floresciam o jardim ficava agradável e sua mãe o levava lá para brincar ao ar livre enquanto lia um livro ou admirava as flores. As camélias sempre faziam com que se lembrasse daquele tempo e foi uma surpresa quando esse aroma veio de um ômega sorridente.

 

Taehyung era o típico alfa mandão e indiferente. Muitos temiam suas maluquices, nem os superiores lhe corrigiam muito por medo de seu pai. Mas sempre há uma exceção. E a exceção de Taehyung foi Hoseok e as camélias. O único que o enfrentou e o fez desmanchar as paredes dentro de si. Somente o Jung sabia quem ele era de verdade.

 

O alfa sempre recordava da noite que ajoelhou sobre as camélias e chorou, machucou as mãos de tanto que apertava os galhos e impediu que qualquer pessoa tirasse aquelas flores de lá. Desde aquele dia ele cuidava das camélias e jurou que as protegeria. E assim o faria até o último dia que respirasse, Taehyung protegeria as camélias e aquele que tinha o aroma delas, porque era ele quem o fazia lembrar daqueles momentos e do jardim enquanto estava longe de casa.

 

 

{β}

 

 

– JEON JUNGKOOK SAIA DESSE BANHEIRO SE QUISER IR A ESSE JANTAR...– Jimin gritava no quarto enquanto o beta estava encarando a porta do outro lado.

 

Jeon decidiu tomar um banho já que havia se trancado no banheiro, mas havia esquecido que não pegou suas roupas para vestir após o banho. Pensava nas possibilidades de como sair dali e mostrar minimamente seu corpo. Não que Jimin não o tivesse visto sem camisa ou o pego enrolado na toalha algumas vezes que achou que ficaria sozinho no quarto, mas além de serem breve momentos eram coisas repentinas e antes de ele achar que pudesse estar gostando do amigo. Pensar que poderia realmente estar interessado no alfa fazia tudo parecer tão constrangedor e absurdo que o fazia balançar a cabeça fazendo os fios molhados espalharem água pra todo lado.

 

O que fazer?

 

Jimin ainda gritava do outro lado. Entretanto, Jungkook não prestava atenção em uma única palavra raivosa, sabia que eram apenas ameaças. Só tinha que decidir rápido se saia dali assim ou fazia um pedido constrangedor de Jimin fechar os olhos antes que o alfa arrombasse aquela porta.

 

– PRA QUE UM BANHO TÃO LONGO? JUNGKOOOOOOOKIE!! SEU CHEIRO NÃO VAI MUDAR POR CAUSA DAQUELE ÔMEGA OFERECIDO! – Jimin estava de fato perdendo o controle. – QUER SABER? QUANDO VOCÊ SAIR DAÍ EU VOU CHUTAR ESSA SUA BUNDA... – Jungkook riu com a falsa ameaça. –... MELHOR! NÃO VAMOS NESSE JANTAR, E O HORÁRIO DO REFEITÓRIO JÁ ACABOU. VAMOS FICAR COM FOME E JÁ QUE EU NÃO VOU, VOCÊ NÃO VAI. PORQUE VOCÊ DISSE QUE SEM EU NÃO IRIA... - O alfa estava tão descontrolado em seu discurso raivoso que só notou o convencimento em sua fala depois e acabou se calando. Respirou fundo e próximo a porta falando calmo. – Kookie, sei que quer ir e eu não gostaria que ficasse sem comer depois de tanto exercício hoje. Por favor... Saia logo daí.

 

Do outro lado, Jeon sentiu seu coração aquecer com aquele jeito de seu hyung falar. O Park demonstrava muitos cuidados com ele e talvez isso estivesse o deixando confuso. Talvez pedir para que ele fosse menos preocupado consigo ajudasse Jeon a entender o que estava acontecendo ou sumir com essa ideia de que ele gosta do alfa, porém, a ideia de tê-lo longe por um tempo não soava bem. Desde que se conheceram ficaram separados por poucos dias e não foi por escolha de ambos.

 

Dispensou aquela confusão mental e colocou a mão na maçaneta imaginando uma coragem que nunca possuiu e abriu a porta saindo em seguida e tentando agir normalmente.

 

– Desculpe pela demora, Hyung. – disse indo pegar suas roupas rapidamente.

Jimin ouviu a porta e o tom um pouco desesperado de Jeon o fazendo interromper sua caminhada para a cama quando havia desistido de ficar parado na porta, olhou para trás e seu corpo inteiro gelou com a imagem do corpo curvado abrindo uma gaveta em busca de roupas. O beta estava com o corpo bem definido. Maldição para os nervos do Park que teve de imitar o dongsaeng e enfiar-se no banheiro em busca de paz.

 

 

{β}

 

 

Caminhavam em silêncio até o refeitório, não trocaram uma única palavra desde que saíram do quarto. Quando o alfa estava pronto apenas perguntou um "Vamos?" e o beta seguiu-o calado. Ambos estavam presos em suas confusões mentais. Jimin tentava a todo custo ignorar os flashes da imagem do corpo de seu objeto de desejo, vulgo colega de quarto. E Jungkook, tentava achar explicação pro seu "gostar" que parecia repentinamente demais para si e não entendia de onde vinha tamanho sentimento.

 

Não chegavam a lugar algum e afundavam cada vez mais em seus sentimentos quando olhavam de canto observando sorrateiramente as feições do outro em busca de alguma confirmação milagrosa que era tudo um engano, mas conseguiram apenas se perder no quão achavam os lábios ou o olhar do outro atraente.

 

Quando estavam perto a porta do refeitório ouviram Hoseok os chamando.

 

– Me esperem! - O ômega corria ao encontro deles. Deu um leve sorriso parando entre os dois. – Vamos entrar juntos. Estou faminto.

 

– O que será servido? – Kook perguntou.

 

– Não tenho idéia, mas só de pensar em comer algo diferente meu estômago sorri por mim. – Hoseok declarou fazendo todos rirem.

 

– FINALMENTE! – Taehyung declarou quando os viu, estava conversando com JB em pé próximo à porta da cozinha. – Estava quase querendo começar a comer sem vocês, princesas.

 

– Desculpem a demora… - Hoseok disfarçou um sorriso fazendo o alfa que os aguardava notar a falsidade por trás daquilo.

 

– Tudo bem, a comida ficou pronta agora pouco. – JB sorriu. – Somos só nós? – olhou para todos e Tae confirmou.

 

– Mark não irá comer conosco? – Hoseok perguntou sentando-se à mesa que estava preparada os esperando.

 

– Ele deve estar na cozinha importunando-os para conseguir o que comer antes de todos. – Jae’ sentou-se também.

 

– Está enganado, irmãozinho. – o ômega surgiu pela porta do refeitório com duas garrafas de vinho nas mãos. – Fui buscar meu querido e lindo contrabando.

 

– Me diga que trouxe só essas. – Suspirou JB.

 

– Infelizmente. –Colocou as garrafas na mesa. – Alguém me ajuda com as taças?

 

– São PÉTRUS, não é mesmo? - Jeon perguntou um pouco impressionado.

 

– São sim. – Mark sorriu.

 

– Entende de vinhos, Jungkook ? - JB perguntou.

 

– Um pouco. Ajudo meus pais com o bar no Resort quando passo as férias lá. – falou um pouco timido. – Muitos casamentos pedem esse vinho e é um grande saco conseguir em grande quantidade.

 

JB riu e Mark viu uma oportunidade para se aproximar do beta.

 

– Na próxima fale comigo e dou um jeito para você. – piscou.

 

– É só passar o telefone do nosso contato Mark, não seja egoísta. – JB entregou o irmão. – Ele deve estar te xingando agora mesmo notando que atacou a adega lá de casa de novo.

 

– Avisei pra ele esconder melhor a chave. – o ômega deu de ombros.

 

– Quero ver quando você acidentalmente abrir mais uma garrafa de coleção. – JB revirou os olhos.

 

– Não toco nas bebidas do meu pai. - Tae se pronunciou. – Simplesmente me nego a colocar um gole daqueles venenos que ele guarda na boca.

 

– Meu pai não bebe em casa. – Jimin deu de ombros. – Tem o suficiente para uns drinks com os sócios, mas geralmente ele sai para consumir essas coisas.

 

– Meus pais não bebem. - Hoseok sorriu e olhou para a mesa ficando pensativo.

 

– Todos aqui bebem? – JB perguntou um pouco preocupado.

 

– Aceitamos uma taça hoje, não podemos abusar por causa das aulas amanhã – Hoseok tentou ser gentil.

 

– Trarei as taças então. – Mark se dirigiu a cozinha.

 

– O que vamos comer? – Jimin perguntou a JB. O alfa não havia lhe feito nada e parecia ser alguém legal apesar do irmão que tinha.

 

– Japchae, espero que todos gostem. Não sabia bem o escolher. – Coçou a nuca um pouco timido.

 

– Só de pensar meu estômago dói. – Tae apoiou a cabeça na mesa fazendo os outros rirem.

 

Mark voltou com as taças e pegou uma garrafa para abrir indo até a cozinha.

 

– A comida aqui é tão ruim assim? – JB perguntou olhando para TaeHyung.

 

– Não, só que enjoa com o tempo. Principalmente se você está acostumado a comer porcarias ou comida gourmet.– Tae apoiou seu queixo na mesa para falar.

 

– Vamos brindar. – Mark voltou com a garrafa aberta e serviu as taças. – Primeira vez em internato novo, primeiro jantar, primeiro vinho juntos... Vamos falar de primeiras vezes. 


Notas Finais


Esse Mark ta causando? Ta!
Jimin, amigo.. melhor você pensar mais rápido ou perde o crush u_u

O que acharam? Queremos saber muito, muito..

Gente muito obrigada por todo esse carinho e atenção que vocês nos dão. É realmente muito especial para nós.

Ah! Uma pequena divulgação..
Pra quem tem Amino sou Líder em uma comunidade chamada Leitores & Escritores. Lá damos muitas dicas e tiramos muitas dúvidas sobre fics, livros e afins. E para os autores temos um clube de betas disponível para ajudar vocês!

Vão lá olhar!
http://aminoapps.com/c/leitores-escritores

Ah! TAMBÉM quero dizer que logo ~Beta7 vai ter muita novidade e eu tenho muitas one shot pra vocês conhecerem (só entrar no perfil e ficar a vontade).

Até o próximo! 😘

(Se vocês pedirem muito a ~Beta7 amolece o coração o libera mais capítulo pra vocês! Mas eu não falei nada.)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...