História Beta Squad - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Adolescentes, Amizade, Gay, Poderes, Romance, Sexo, Super Herois
Visualizações 4
Palavras 1.360
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Super Power, Suspense, Violência, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Esse capitulo vai ser um pouco mais sério que os outros no pique de "diamante fragil "

Capítulo 14 - Um novo objetivo


POV Peter 

Já faz algum tempo que eu e Leo começamos a namorar e alguns dias contamos pros meus pais que adoraram, a ideia minha mãe não parava de gritar de animação foi engraçado e foi bom saber que fui bem recebino no novo mundo, mas ainda não me assumi na frente de todos ou seja a Brenda e o Alan ainda não sabem e eu prefiro que continue assim Fertile não é tão avançada quanto Flower nessa área. 

Agora eu estou esperando o Leo na lanchonete da faculdade nós sempre ficamos aqui antes de irmos para a faculdade, mas pra variar o Leo ta atrasado, mas agora eu entendo o por que. 

-desculpa o atraso amor, fiquei preso no trabalho. 

-ok, eu sei agora, lembra? 

-lembro.- (ele diz se inclinando para beija Peter mas o mesmo o impede) 

-espera aqui não. 

-por que não? 

-por que eu ainda não sou assumido. 

-que palhaçada, não é pra mandar uma carta pra rainha da Englaterra é só beijar e andar de mãos dadas com um cara e pronto, assumidamente gay.- (Leo diz avançando para beijalo novamente mas é barrado mais uma vez) 

-eu ainda não to pronto... pra... me... assumir ao mundo. 

-pra me fuder você ta pronto agora pra assumir que fudeu não? Qual é você não é mais um adolescente curioso é um homem adulto, além do que a parte dificil já passou e foi bem facil seus pais já sabem, agora vamos me beija logo.- (Leo diz e os doís se beijam)-viu não foi tão ruim. 

-mas alguém pode ter nos visto. 

-e daí se viram? O que pode acontecer. 

... 

Depois disso fomos para a faculdade salas diferentes pois não fazemos o mesmo curso mas eu não via a hora da aula acabar e eu encontrar o Leo. 

Eis que bate o sinal e eu me apresso pra encontrar meu namorado até ser barrado. 

-onde tá indo com tanta pressa?- diz um brutamontes se aproximando de mim. 

-to indo pro intervalo ué. 

-eu vi aquela ceninha ridiculamente nojenta sua e do viadinho de engenharia.- (ele fala com um olhar de nojo) 

-toma cuidado de como você fala dele.- (Peter soa ameaçador) 

-ou o que? 

-ou eu acabo com a sua raça. 

-eu posso não ter a melhor visão do mundo mas pelo que eu pude ver eu sou maior e mais forte que você. 

-foda-se o seu tamanho não vai fazer muita diferença quando você estiver estirado no chão.- (Peter fala preparando o soco) 

-pra que essa violência? Eu só fiz uma observação, mas posso fazer uma pergunta? 

-não. 

-eu vou fazer mesmo assim. Qual de vocês é a mulherzinha do outro?- (ele fala se aproximando do ouvido de Peter) 

-o ponto básico de um relacionamento gay é que não tem uma mulher. (Petersburgo fala se afastando). 

-ok eu vou reformular a pergunta. Quem fode quem?

-não é da sua conta. 

-ah então é você. 

-não eu não... isso não é da sua conta.- (Peter responde irritado) 

-então é ele. E ele geme muito? 

-qual o teu problema afinal? 

-o meu problema é que Fertile não é lugar pra gente como vocês por que não vão pra Flower de uma vez? 

-eu não pretendo sair daqui só por que você é um homofóbico de merda. 

-achei você finalmente! Quem é esse?- (Leo fala ao se aproximar de Peter e entrelaçar os braços como noivos) 

-eu sou o Eliot.- (responde seco) 

-Leo!- (Leo estende a mão para cumprimentalo mas ele da um tapa na mão de Leo)-Ai! Se tem problema?

-eu não escosto em gente como você.- (diz com olhar e tom de nojo) 

-e bateu nele com a força da mente, o animal?- (Peter fala segurando mão de Leo) 

-regra dos 5 segundos.- (Eliot fala como se fosse obvio) 

-isso ai 5 segundos pra eu acabar com a sua raça.- (Peter fala armando o soco novamente) 

-calma Peter não vale a pena nem doeu.- (Leo o segura e lança um olhar de superioridade para Eliot) 

-claro que não vocês gays são uns sado-masoquistas! Ficou de pau duro depois desse tapa, viadinho? 

-se me chamar de viadinho de novo eu atravesso suas costas naquela parede. 

-claro vou fingir que acredito via...- (antes dele terminar a frase Leo o chuta com tanta força que ele atravessa a parede de gesso com as costas) 

-eu avisei. E que bom que não encosta em "gente como eu" por mais de cinco segundos assim não pode revidar não é mesmo.- (Leo fala para Eliot que permanece preso a parede de gesso e recuperando o fôlego por ter levado um chute no peito)-aproveita e espalha pro seus amiguinhos homofóbicos que se mecherem com qualquer gay dessa faculdade eu acabo com eles mesmo se vocês formarem um exercito. 

-seu... viado.. maldito... eu.. vou.. te... matar.- (Eliot fala saindo do buraco na parede e atacando mas Leo desvia e revida com um golpe no estilo viúva negra) 

-pra você é senhor viado. Vamos Peter. 

... 

No apartamento

Depois de uma longa conversa de explicação do nosso mais novo relacionamento para Alan e Brenda voltamos para o apartamento. 

Eu ainda não me acustumei em saber que o Leo é um super herói eu me preocupo com ele, mas a cada dia ele me prova que a preocupação é atoa. 

-onde você aprendeu a fazer aquilo? - falo sentando no sofá.

-minha mãe me colocava em aula de tudo que era artes marciais acho que no fundo ela sabia que eu era gay e estava tentando me preparar para o mundo. 

-aquilo foi incrível. 

-valeu mas é claro que depois do treinamento do Olimpo eu fiquei ainda melhor. 

-como é lá no Olimpo? 

-branco, muito branco e iluminado. 

-não eu quis dizer como funciona. 

-bom nos temos um sistema de liderança que se baseia em um conselho de oito pessoas sendo elas, Madame Efesto que é liderança da equipe de produção de novos equipamentos, Lorde Afrodite que cuida do departamento de espionagem de persuasão ou seja eles manipulam as pessoas, Madame Ares é a lider dos agentes de campo como eu por exemplo que sou submisso a ela e ao Lorde Ades que lidera as equipes "especiais" também tem o Lorde Hermes de comunicações e o Lorde Hera da área de saúde, Lorde Poseidon que cuida da marinha do Olimpo e por fim a Madame Zeus que manda em tudo. 

-que nomes específicos. 

-esses não são os nomes deles são títulos ninguém sabe os nomes de nunhum deles e nem onde eles moram e nunca saberam já que os membros do conselho ficam espalhados pelo mundo liderando diferentes bases do Olimpo. 

-será que eu consigo entrar pro Olimpo. 

-olha você não luta, ainda não é formado e por mais que seu pau seja enorme não acho que seja um super poder. 

-Nossa não precisa humilhar. 

(Leo se senta no colo de Peter de frente pra ele com as pernas abertas) 

-você não quer essa vida pra você. 

-eu quero sim. 

-não quer não eu sei que parece tudo muito incrível mas você não sabe as coisas horríveis que esse trabalho me obrigou a fazer.- (Leo olha pro nada como se lembrasse de algo)-é você não quer isso pra você e eu também não quero isso pra você. 

-por que você pode e eu não. 

-é só o que eu sei fazer agora ja você tem o mundo inteiro de opções. 

-e se eu quiser salvar vidas igual a você. 

-você vai mas não desse jeito. Agora vamos mudar de assunto eu preciso de um pouco de você em mim se e que me entende.- (Leo fala rossando a bunda no pau de Peter por cima da calça) 

... 

A noite acabou comigo ofegante e o Leo deitado no meu peito ele dormiu tão tranquilo e eu percebi mais uma vez o quanto eu o amava, mas eu preciso entrar pro Olimpo minha vida parece tão menor depois que eu descobri que super heróis existiam e menor ainda quando eu descobri que meu namorado era um deles e agora eu tenho um novo objetivo eu não posso viver minha vida só sendo o interesse amoroso do heroí eu vou ser o herói. 


Notas Finais


Desegem boa sorte ao Peter galera ele vai precisar. 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...