História Between Lives - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel
Tags Fairy Tail
Exibições 56
Palavras 2.240
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Finalmente o segundo cap kkkk
espero q tds vcs gostem , boa leitura.

Capítulo 2 - Capitulo 2 - Primeiro ...encontro?


Ano de 2017.

 A grande cidade de Tokyo estava esbanjando agitação e movimentação  , as pessoas andavam apressadas de um lado para o outro , ruas lotadas por carros , ônibus  , bicicletas , motos e pedestres.

Seus prédios  iluminados pelas mais variadas  cores  e imagens pintadas das mais variáveis  formas.

Pessoas fantasiadas , bem vestidas , lojas abertas , restaurantes , bancas , cafés  , uma gigantesca  metrópole em uma pequena  ilha que era o Japão.

E em meio a toda aquela correria de um final de tarde um pouco nublado , uma mulher se encontrava….
 

Uma loira conversava animadamente com a pessoa que , se encontrava do outro  lado da linha de seu celular , sua expressão curiosa ao olhar cada detalhe daquela rua revelava que ela não morava lá,seus cabelos longos presos em um alto rabo de cavalo batiam apressados em suas costas cobertas pelo casaco de couro marrom.

- Papai não se preocupe , eu irei sim encontrar a casa de titia .Dizia a mulher calmamente com um belo sorriso , ela esperava o sinal da rua ficar verde para que assim pudesse atravessá-la com sua mala de rodas- não consegui pegar um táxi mas tentarei entrar em algum metro.

O clima da cidade  era tipicamente de outono , as pessoas andavam apressadas por entre as longas ruas e carros , e o clima animava a mulher que está lá há trabalho, ela adora climas deste porte era algo que a deixava com uma sensação  de estar em casa.

- Sim papai , eu estou com o endereço da casa de titia no celular e , qualquer coisa ligo para ela, não deve se preocupar tanto .Dizia ela com uma gota na cabeça afinal , seu pai estava exagerando na tamanha preocupação - é óbvio que não irei encontrar com algum psicopata aqui  , mamãe cresceu nesta cidade e nada de ruim aconteceu com ela.

Ela andava agora , o sinal havia aberto ,suas botas de couro emitindo um leve som ao se chocarem no asfalto , seu vestido laranja estampado voando por causa  do vento agradável  que vinha, seu nome era Lucy Elizabeth Margo Hertifilia nasceu e morou parte de sua vida na Inglaterra, mas aos 17 anos  seu pai havia mudado para Osaka , no Japão e ela, havia ido junto.

-Lucy , sua mãe  sabia como se virar  nessas ruas  , já você... Falou o homem no outro lado da linha, pode ser ouvido também algumas risadas abafadas perto dele.

-Papai , eu irei ficar bem , tenho 22 anos e já sou adulta...diferente do meu irmão  mais velho , Sting deveria aprender a parar de escutar as conversas dos outro . Falava a loira, com suas sobrancelhas contraídas 

- Ele só está me ajudando  a lidar com a sua mudança. Respondeu o homem, um pouco melancólico .

-Eu irei passar apenas 3 meses aqui , não é tanta coisa assim . Falou ela que fez uma careta .-Qualquer coisa eu pego um trem e vou para casa….além do mais , você pode também muito bem , pegar um trem e vim visitar a sua irmã sabe.

Ela olhou para os lados , tentando identificar onde estava e  quando se deu por si, estava em uma grande  avenida  que certamente não era para onde ela deveria pegar o metrô.

Continuava a andar com uma estranha sensação de observação , seus olhos castanhos olharam rapidamente para trás  observando apenas algumas pessoas que não estavam se importando com ela.

Era apenas a sua impressão , sua primeira vez em uma cidade desta magnitude  em anos , era evidente que acabaria  ficando um pouco preocupada  com possíveis ações de ladrões, ainda mais com seu pai enchendo sua cabeça de lorota e , histórias  fantasiosas.

Eram coisas de sua cabeça ela sabia  afinal , desde o dia em que sua mãe morreu em uma trágico acidente  de carro que por acaso ela estava junto , Lucy havia possuído a estranha sensação de olhos a seguindo.

Mas enquanto esta estava a procurar a estação de metrô com um pai ao telefone celular , levando malas pesadas e, tentando identificar para onde estava indo , ela acabou por tendo que passar por uma grande multidão em uma avenida , ela havia voltado pra avenida central e logo  sentiu algo bater em seu pé com força e a empurrou, como se tivesse feito isto para derrubá-la  e quando deu por si havia caído de cara no chão junto com sua mala e seu celular,ela se virou para ver quem tinha há empurrado assim é a única coisa que viu foi uma estranha mulher em uma cadeira de rodas  , de longos cabelos azuis ,pele pálida e , uma longa manta em cima  de suas pernas .

- Sempre tão distraída ... Murmurou a mulher com um singelo sorriso de canto pintado de vermelho, ela possuía um estranho colar , que parecia uma chave de  ouro...com o símbolo do signo de aquário  pintado de azul claro,ela empurrava as rodas com seus longos dedos finos e magros.

Esta foi a única coisa que Lucy  havia escutado desta mulher , que  a fez sentir um gelo em sua barriga.

Era uma sensação estranha em seu corpo , como se tivesse batido seu corpo e um leve choque tomar conta dele rapidamente .

Mas , não  muito distante de lá...
-Aquele velhote irá morrer seco , se eu me der mal na prova de amanhã  ele vai ser capa de jornal, e não  vai ser por coisa boa! Gritava um jovem rapaz de exóticos cabelos em um tom rosado espetados , seus olhos cor de âmbar serradas e cansados  olhavam a rua sem total interesse , provando que ele conhecia  e via aquela cidade todos os dias ,suas roupas, uma camiseta preta estampada, bermudas de cor bege e sapatos negros, com correntes em seus  pulsos.

-Natsu  até  parece que você  se importa com provas … Disse um rapaz moreno de cabelos pretos  um pouco longos e finos , seu rosto sereno era marcado por alguns piercings de diferentes  estilos, seus olhos negros observavam o rapaz que aparentava ser apenas, um ou dois anos mais novo que ele,suas roupas eram mais escuras , marcantes e mais elegantes que a do rapaz- Você só se importa em acabar logo com esta faculdade .

- Pare de falar besteira Gajeel...eu gosto sim da minha faculdade ,apesar de que não é um sonho eu me tornar engenheiro eletrônico para trabalhar em fábricas da família  como aquele  velho quer que eu me torne….eu pretendo usar minha inteligência  para fazer grandes robôs  gigantes que irão  proteger minhas terras!Gritava  o homem com um sorriso.-Ou apenas usar minhas habilidades em batalhas de robôs  , de qualquer forma pretendo fazer um robô...ou um exército !

-As vezes nem parece que você  já tem  23 anos Natsu….parece até mesmo um velho querendo cuidar de suas terras, ou uma criança com essas ideias de robôs... Falou Gajeel- Você  e sua tara esquisita por robôs !

-As vezes não  parece que você  tem 24 Gajeel...parece um velho agindo assim, so porque se formou em direito e vai prestar uma prova para delegado criminal pensa que tem que agir de forma mais séria. Disse o homem- e não  é tara é paixão  , ainda irei construir meu gigante robô  !

-Igual aquela estranha coisa  que você  construiu quando tinha 16 anos e o nomeou de...dragão?

- Ok ok...aquilo era um dragão! Dizia o rosado que agora , estava parado em um semáforo.

-Parecia tudo menos um dragão...diria que até era uma lagartixa. Respondeu o moreno com um sorriso de canto provocativo .

-Lagartixa ?! Olha quem fala você  também  possuía  uma estranha tara por dragões  seu cara de c-Dizia o rosado que logo , sentiu um grande baque em seu braço  e algo o empurrando diretamente  ao chão  , ele caiu no chão  e irritando , xingando  quem tivesse feito tal idiotice, olhou para trás  apenas se deparando  com um estranho homem de cabelos espetados e castanhos claros vestindo um terno preto e algo que parecia ser um par de óculos  de sol , Natsu o xingou dizendo  para ele que deveria ter mais cuidado  mas , o rapaz apenas fez um aceno com a mão onde pode ser visto, uma espécie  de pulseira de ouro onde algo que parecia ser uma chave dourada com o desenho do símbolo  do signo de Leão em vermelho pode ser visto.

Natsu parou de xingar  o rapaz , quando algo estranho tomou conta de seu estômago.

Ele murmurou algumas palavras quando seguindo a imagem do estranho rapaz, se deparou com uma mulher  de cabelos louros longos e lisos , no mesmo estado que ele , caída  no chão mas diferente dele , ela possuía junto a sí algumas malas de viagem.

Ela estava do outro lado da rua, confusa e também  seguiu  a mulher de cadeiras de rodas e foi quando seus olhos , encontraram com a figura do homem de cabelos rosados.

Seus olhos se pregaram por breves e intermináveis  segundos.

Um gelo esmagador tomou conta dos corpos dos dois.

O rosado sentia como se tivesse  levado um soco na boca do estômago.

E a loira sentia como se tivesse tomado um balde de água  gelada.

Era uma sensação estranha e totalmente surreal para os dois, seus corpos pareciam emitir uma eletricidade por toda a sua espinha.

“-Natsu veja veja, eu tenho a marca da guilda!!!”

“ -Se ousar tocar em um fio de cabelo da Lucy ,você  ira se ver comigo!!”

“ -Muito obrigada por proteger o nosso futuro “

“-Eu sempre estarei ao seu lado Natsu.”

Parecia que tudo havia desaparecido , o barulho da grande cidade havia sumido apenas os dois estavam la , e aquela estranha  sensação  que havia tomado conta dos corpos dos dois.

O coração  da loira batia calmamente mas de uma maneira estranha sentia como se seu corpo fosse se mover, ao encontro daquele estranho rapaz.

Natsu sentia sua garganta seca, era como se sua voz quisesse sair e gritar para ela .

Mas uma estranha dor a qual , ambos sentiram perto de seus corações  apareceu,parecia  uma facada , algo atravessando seus corpos.

Assim como a voz do pai da loira ao telefone , e a do amigo do rapaz ao seu lado.

-Oe Natsu você  esta bem?Perguntou Gajeel que tirou seu amigo do transe cutucando seu ombro.

-Lucy minha filha você  esta ai?Esta tudo bem??Perguntou o pai da mulher , também  a tirando do transe.

-Sim...estou bem.Responderam os dois que , acordaram em um estalo.

Natsu se levantou , tirando a poeira de sua bermuda , em silencio .

Lucy também  se levantou pegando sua mala no chão  e vendo se algo estava errado.

Mas quando ambos olharam para a rua novamente para verem um ao outro novamente.

Nenhum dos dois se encontraram.

-Parece que dessa vez fizemos algo certo.Disse um rapaz, o mesmo que havia derrubado Natsu  , este estava encostado  em uma parede em uma esquina  nada movimentada .- Só espero que dessa vez tenhamos feito a coisa certa.

-Não  se preocupe ,acredito que fizemos o nosso trabalho. Falou a mulher  de cadeira de rodas com um sorriso, que estava ao lado do rapaz-Apesar de Lucy continuar a ser um pouco lerda.

-Ela estava perdida apenas...afinal, Fiore mudou muito desde a última vez que ela pisou nestas terras.Falou o rapaz que fitou o céu.-Natsu me xingou usando palavras que, nunca tinha escutado ele usar antes,foi um tanto...estranho de se ouvir ele me chamando de… viado .

-Sera que fizemos o certo em juntos?Digo...nós interferimos muito na vida de ambos para isto acontecer. Murmurou a mulher um pouco nervosa-Lembre o que aconteceu anos atrás...

-Fizemos o nosso dever Aquários. Falou o homem sério - E aquele acidente...não foi nossa culpa , nós a salvamos e apenas isso importa.

Um silêncio tomou conta da conversa , a mulher apertou o pano em seu colo, ao ter uma leve lembrança do dia em que perderam Lucy…

“ O corpo de Lucy e Natsu se encontra em fim no chão da cidade de Magnólia, o sangue dos cortes profundos dos corpos deles, manchando o chão de mármore da cidade, seus corpos ficando cada vez mais frios, e um agonizante grito ao fundo, os espíritos estelares de Lucy se encontravam agora, todos reunidos e juntos, seus corpos celestiais estavam invocados...não porque ela os invocou mas sim porque...

-Ela..morreu?Choramingava Tauros -Não..não...estão todos aqui! Isso …

-Lucy...Disseram Gemini com lágrimas nos olhos.

-Eu...não acredito nisso….Falou incrédulo e, com o corpo trêmulo Loki o espírito de Leão se aproxima da loira , desabando perto de seu corpo, tocando levemente o rosto dela, tirando uma mecha loira de cabelo de seu rosto e sentindo sua pele esfriando .-Porque ?Começou a chorar ele.

Foi então que Aquarius apareceu, o espírito de aquário se invocou por conta própria e, se desmoronou ao ver o corpo da loira gelado , ao lado do de Natsu...que se segurava fortemente.

-Porque você fez isso?Você não havia prometido que iria trás da minha chave?Murmurava a mulher que então começou a balançar o corpo da mulher,em uma tentativa totalmente falha de acordá-la- VOCÊ PROMETEU QUE IRIA ATRÁS DE MIM NOVAMENTE SUA...PIRRALHA!Dizia a mulher que sentia lágrimas em seu rosto e, seu corpo tremendo, foi então que Scorpio apareceu, tentando a acalmar "

-Desta vez iremos a proteger...iremos proteger os dois. Falou o homem.

-Sim.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...