História Between shots - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Austin Mahone, Barbara Palvin, Chaz Somers, Christian Beadles, Justin Bieber, Ryan Butler
Personagens Austin Mahone, Barbara Palvin, Chaz Somers, Christian Beadles, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais, Ryan Butler
Tags Bebê, Criminal, Família, Justin Bieber, Romance, Sexo, Trafico, Vingança, Violencia
Exibições 287
Palavras 1.594
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Vou fazer uma pequena maratona para vcs haushjsis
APROVEITEM e Sorry os errinhos

Capítulo 33 - O plano infalível


Ryan Butler POV 

 Depois se ter ouvido aquilo deixei qualquer dúvida é responsabilidade de lado, comecei a beija-la ardentemente. 

 Não era um beijo calmo e romântico, era cheio de luxúria e com movimentos rápidos. Deitei o corpo dela na cama ficando por cima, parei o beijo por alguns segundos para respirar e sem hesitar tomei seu pescoço, prendi as mãos dela junto às minhas e continuei a provocando. 

Tentei segurar minhas mãos naquela posição mas foi impossível, desci para baixo do vestido e então ela se afastou rapidamente.

 - O que houve? - Perguntei me levantando um pouco. 

- Saia do quarto - Disse saíndo de debaixo de mim. 

- O que deu em você? 

- Já disse Ryan, saia do quarto - Desta vez ela alterou a voz um pouco. 

 Sem dizer mais nada fiz o que ela havia dito. Eu deveria saber, adolescentes adoram um drama. 


 Clarke Hudson POV


 - Você não iria dormir no outro quarto? - Perguntei vendo o Justin do meu lado com aquela cara de sono.

 - E você já vai começar cedo?

 - Você é um idiota - Resmunguei me sentando na cama, hoje estava pior que os outros dias, as dores nas pernas começaram cedo. 

Sem poder olhar para baixo direito procurei minhas sandálias com o pé mas foi impossível acha-las, me levantei assim mesmo e vi que tinha deixado perto da porta. 

- Eu vou precisar sair hoje, quero que não fique por aí bancando a louca e saia sem nenhum segurança, ou melhor, nem saia de casa - Justin diz indo até a janela e abrindo a cortina, para minha surpresa hoje estava um dia chuvoso, quase sem sol.

 - Vai se encontrar com a sua mãe? - Perguntei. 

- O que você tem contra ela Clarke? - Ela está te enganando Justin, só você não consegue ver isso - Falei prendendo meus cabelos. 

- Você poderia pegar leve com ela, aliás, a culpa de ela não ter sua confiança é do seu pai.

 - Por Deus Justin. 

- Não acredito que você ainda o defende - Resmungou. 

Ok, meu sangue já começou a ferver logo cedo.

 - Não estou o defendendo, só não entendo porque você confia tanto em uma mulher que não conhece. 

- E como você a conhece para saber que ela não é confiável?

 - Uma mulher que abandona os filhos não pode ser uma pessoa confiável - Parei em frente à ele.

 - É, ela abandonou por conta do SEU pai.

 - Só resta saber se foi mesmo a força ou ela quis ir embora - Exclamei, no mesmo instante ele agarrou meu braço e apertou, subi meu pior olhar para ele o que foi bastante para me soltar. 

- Não diga coisas que não sabe - Ele disse quase pausadamente. 

- O que eu sei Justin é que essa mulher tem um lado que esconde de você e você parece ser o único que não quer enxergar isso. 

- Já chega de ouvir essas baboseiras. D

ito isso saiu do quarto. 

Fiz tudo que tinha para fazer no banheiro o mais rápido possível e fui para a cozinha.

 Lá estavam Ryan e Emily tomando café no maior silêncio, nem precisei chegar muito perto para perceber a marca roxa no pescoço da garota, ri por dentro.

 - O que houve com seu pescoço Emily? - Perguntei segurando o riso, pelo menos algo engraçado nessa casa.

 - Como?

 - A marca roxa aí - Ela ergueu o celular na altura do pescoço e analisou o local, Ryan continuava quieto. Já até imagino. 

 Ouvi passos e vozes vindo em direção a cozinha e logo a mesma foi preenchida pela imagem do Justin junto com sua mãe.

 Não é possível, logo cedo? 

 - Clarke a minha mãe quer falar alguma coisa para você - Justin disse e ela apenas assentiu.

 - Na verdade é sobre você Justin, me desculpe querida o seu prazo era até ontem. Não posso mais segurar esse segredo - Ela diz sorrindo de lado para mim.

 Falar o que eu estava sentindo é impossível, não dava para descrever o quão ansiosa e com medo eu estava ao ouvi-la falar aquelas palavras.

 - Do que ela está falando Clarke? - Justin perguntou me olhando sério.

 - Eu não faço a mínima idéia, nem converso com essa mulher - Falei quase gaguejando. 

- É claro que sabe, eu vou ser breve Justin - Ela disse suspirando - A Amanda está na cidade e eu descobri que ela está grávida… E o filho e seu Justin.

 - Como é? - Justin exclamou com feição surpresa e inquieta. 

- Eu sabia que não cabia a mim te contar então eu contei para a Clarke e esperei que ela te contasse mas ao invés disso ela colocou esses dois para afastar a Amanda de você - Pattie continuou falando. 

- O que? Isso é mentira - Ryan saltou da cadeira. 

- Por que está fazendo isso Patrícia? - Emily fez o mesmo e bateu a mão na mesa. 

Eu não conseguia dizer absolutamente nada. 

- Clarke? - Justin me olhou negando.

 - E-eu, n-não - Gaguejei. 

Ele saiu da cozinha e então o acompanhei. 

- Justin espera, as coisas não aconteceram assim - Fui dizendo.

 - E foram como? Você achou que eu seria tão burro a ponto de nunca descobrir? Como você pode falar em confiança se você é a primeira a tentar privar uma criança de ter um pai? 

- COMO VOCÊ SABE QUE ESTE FILHO É SEU? POR QUE A SUA QUERIDA MÃE DISSE? COMO ELA CONHECIA A AMANDA? CAI NA REAL JUSTIN, ELAS ESTÃO TE ENGANANDO. 

- A ÚNICA QUE ME ENGANOU AQUI FOI VOCÊ - Ele gritou de volta e saiu.

 Mal conseguia raciocinar direito o que havia acontecido e então ouvi a voz da Pattie sussurrando em meu ouvido:

 - Eu vou transformar a sua vida em um inferno.

 Feito isso ela foi atrás do Justin. 

Sentei no sofá deixando o choro sair, eu sei que tinha errado em não contar sobre o bebê mas eu estava insegura e com medo. Ninguém é perfeito. 

 - Clarke? Você está bem? - Ryan veio até mim junto a Emily.

 - Vocês sabiam? - Questionei tirando as mãos que tapavam meu rosto. 

-Sim e na verdade nós temos afastado a Amy durante estas duas semanas - Emily falou se sentando ao meu lado.

 - Por que não disseram nada?

 - Na verdade esse bebê pode ser meu também mas isso nós temos que provar ou com uma confissão da Amanda ou com uma exame de DNA e nós também estávamos tentando descobrir um ponto fraco - Foi a vez do Ryan.

 - E acharam algo?

 - Pais mortos e uma irmã desaparecida - Emily exclamou.

 - Então quer dizer que…

 Ryan me cortou.

 - Ela pode está sendo chantageada, só precisamos descobrir por quem, Jeremy ou Pattie.

 - Nós precisamos descobrir onde está a irmã dela e resgatar a garota - Emily deu os ombros como se fosse algo fácil.

 - E quanto ao bebê da Amy? - Perguntei. 

- Eu acredito que talvez ela nos deixe em paz depois que a segurança dela e da irmã for garantida e então ela irá dizer quem realmente é o pai - Ryan disse se levantando. 

- Espera, talvez o León possa ajudar a descobrir se é o Jeremy que está com a irmã dela, ele ainda tem alguns contatos dos seguranças do Jeremy - Falei.

 - Certo, ligue para ele. 


 […] 


 Já se passaram das duas horas da madrugada, o Justin tinha vindo em casa mas logo saiu novamente.

 O León estava chegando de viagem e disse que iria fazer algumas ligações e viria direito para minha casa.

 - Que bom que ainda está acordada - Disse ele enquanto abria a porta para que passasse.

 - Oi León - Respondi sorrindo fraco.

 - Valeu por nos cumprimentar também - Emily alertou. 

- Para de ser chata - Ryan cutucou ela.

 - Eu tenho boas notícias para vocês, a garota está na casa do Jeremy - Ele disse e então continuou - E o mais importante, Jeremy e Pattie estão juntos.

 - E o que eles querem? - Perguntei. 

- O plano principal é usar a Amanda para te deixar vulnerável e sem o Justin até a sua filha nascer, depois disso eles pegariam a menina e matariam você.

 - Uau, estamos lidando com loucos - Ryan disse.

 - Mas graças a Deus eu tenho uma idéia, amanhã o Jeremy vai está em casa só até as nove horas e a Pattie vai muito pouco até lá, a Emily poderia inventar uma desculpa e ir até lá e tentar fazer ele deixar com que ela fique na casa até depois que ele sair, então a Emily libertária a garota e a mandava para a saída das empregadas, quase não ficam seguranças lá aí é só ela pular o muro e o Ryan estaria esperando ela do lado de fora - León falou com um certo olhar grudado em mim. 

 Nos olhamos por alguns instantes e então Ryan esbravejou: 

- É muito perigoso para ela, não vou permitir isso. 

- Eu aceito - Emily disse por cima.

 - Ela vai conseguir sair antes que ele volte, é um plano infalível - León disse sugestivo.

 Eu não queria colocar a Emily em risco mas também não queria a Julie em risco, o que nos restava era somente acredito nesse plano infalível e trazer a Amanda para nós, assim eles perderiam a carta na manga deles.  


Notas Finais


Daqui a pouco tem mais haushus


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...