História Between two Times - Taekook - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, V
Tags Bangtan Boys, Between Two Times, Bts, Jungkook, Jungkook Tops, Kook, Kpop, Tae, Taehyung, Taehyung Bottom, Taekook, Vkook
Visualizações 165
Palavras 999
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Lemon, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 20 - Casamento


Fanfic / Fanfiction Between two Times - Taekook - Capítulo 20 - Casamento

Aqueles cinco tinhas haviam sidos bem longos e cansativos, a corte estava muito movimentada com os preparativos de meu casamento que parecia que já haviam esquecido de Jungkook. 

Acordei com o sol batendo em meu rosto, tinha oficialmente chegado o dia em que eu iria me casar. Jungkook não havia mandado mais nada, eu estava com medo dele ter descoberto de meu casamento e ter desistido de mim. 

O casamento seria pela noite e eu passei o dia inteiro em meus aposentos, tocando alguns instrumentos e lendo livros para tentar me distrair do que estava por acontecer. A noite foi chegando quando algumas servas entraram em meu quarto para me aprontarem, eu estava usando uma roupa preta com dragões dourados, típico de casamento. 

Quando estava pronto e todas as servas saíram do meus aposentos eu me olhei no espelho e fiquei imaginando como seria se a pessoa com quem casaria seria Jungkook, eu certamente estaria muito nervoso e muito feliz e no momento eu estava para baixo e triste. Acordo de meus pensamentos quando ouço batidas em minhas porta.

- Oi Tae. - Hanna fala de forma doce mas em um tom preocupado. 

- Oi meu anjo, você está linda. - Disse ao ver o lindo vestido rosa claro de minha irmã. 

- Obrigada, você também, como está? 

- Ah, você sabe, triste. - Falei abaixando minha cabeça. 

- Tae, não fique assim, só terá que ver ela em eventos oficiais e quando forem fazer um herdeiro. 

- Mas como eu vou fazer um herdeiro nela se... eu gosto de homens? - Falei meio travado pelo fato de falar sobre aquilo com a minha irmãzinha.

- Imagine que é o Jungkook no lugar dela. - Ela falou levantando uma sombrancelha.

- HANNA! Você não pode falar essas coisas só tem 14 anos. 

- Af Tae, eu não sou mais criança, você acha que eu não sei dessas coisas? - Falou bufando.

- Ta, mas não fale disso comigo, é estranho.

- Ok Tae, voltando ao assunto, vai dar tudo certo logo você poderá ver Jungkook novamente. 

- Eu espero, eu te amo meu anjinho, e saiba que você sempre vai ser minha irmãzinha, até quando tiver 30 anos. 

- Tudo bem - Falou revirando os olhos. - eu também te amo Tae! - Hanna exclamou depositando um selar em minha bochecha.

- Agora você precisa ir até a capela, eu vou com você. - Assenti e saímos eu e Hanna de mão dadas, quando entramos na capela já estava lotada, todos imediatamente olharam para nós, então eu e ela entramos juntos até o altar. 

- Agora eu vou me sentar, vai dar tudo certo. - Hanna deu uma piscadinha para mim.

Eu fiquei no altar em pé e todos olhavam para mim com um olhar julgador, os nobres sabiam mais do que ninguém de mim e Jungkook. Eu fiquei esperando lá por um tempo até que Hyoeun apareceu na entrada da capela, ela estava realmente linda, mas a vontade de sair correndo dali naquele exato momento era imensa. 

A música tradicional de casamentos começou a tocar me deixando mais nervoso ainda, Hyoeun vinha caminhando lentamente em minha direção com seu vestido azul claro e flores em suas mãos. Quando ela chegou no altar eu beijei sua mão e nós dois nos ajoelhamos em frente ao padre, a missa de casamento foi iniciada, o padre falou inúmeras coisas mas eu só podia pensar em como estava traindo meu amor por Jungkook fazendo aquilo. 

- Lee Hyoeun princesa de Seoul, você aceita Kim Taehyung príncipe de Daegu como seu legítimo esposo? 

- Sim. - Hyoeun falou sem hesitar.

- Kim Taehyung príncipe de Daegu, você aceita Lee Hyoeun princesa de Seoul como sua legítima esposa? - Naquele momento a imagem de Jungkook veio em minha cabeça todos os momentos que passamos juntos, o amor que sentíamos um pelo outro.

- Príncipe? - O padre perguntou me tirando de meus pensamentos. Eu olhei para todos naquela capela e por último para Hanna, ela apenas assentiu com a cabeça dizendo para eu aceitar. Eu então com muita dificuldade olhei para Hyoeun e disse.

- Sim... eu aceito. - Aquilo foi como uma faca sendo enfiada em meu coração, eu aceitei. 

- Então pode beijar a noiva. - Eu me aproximei de Hyoeun e depositei um selar em seus lábios, logo assinamos o documento de casamento. Quando eu e Hyoeun saímos todos aplaudiram e jogaram rosas brancas em nós, nem eu nem Hyoeun estavam com sorrisos no rosto. Nós dois nos direcionamos para o salão onde seria a comemoração, lá havia um banquete enorme, eu e Hyoeun dançamos valsa e jantamos quando notei uma movimentação entre as damas dela, elas vieram cochichar alguma coisa no ouvido de Hyoeun, que logo se retirou do salão, eu não entendi muito bem, até que me lembrei, estava na hora da consumação, eu era obrigado a ir. 

Me lavantei e fui até os meus aposentos, lá se localizava o padre e Hyoeun já com apenas uma roupa fina branca sentada em minha cama, eu então fiquei apenas com minha roupa branca também e me sentei ao lado de Hyoeun. O padre rezou em nossa frente já que estávamos ali para tentar fazer um herdeiro, ele quando terminou se retirou dos aposentos, eu estava muito tenso pelo fato de estar traindo minha alma gêmea, Jungkook, mas não tinha o que fazer, para o casamento se tornar oficial tinha que consumá-lo. 

Eu fiquei parado, não conseguia tomar nenhuma atitude, até que Hyoeun sentou em meu colo e começou a me beijar, eu fiz como Hanna me disse, imaginei Jungkook e então a beijei com vontade. Depois que terminamos me deitei virado de costas para a mesma e adormeci, eu tinha acabado de trair Jungkook, isso tinha sido horrível, consegui fazer meu trabalho, espero que ela já tenha engravidado para não precisar fazer mais isso.

Agora eu não via a hora de encontrar Jungkook, sinto tanta falta dele, de seus beijos, seu toques, seus carinhos, eu queria apenas ele e mais nada.


Notas Finais


não me matem por favoooor, eu juro que a fic vai ficar mais feliz, vocês não tem noção o quanto foi difícil escrever esse capítulo, foi uma facada no meu coração, o que acharam??

roupas de hyoeun e tae ➳ capa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...