História Between Two Worlds - Capítulo 9


Escrita por: ~ e ~Mellbinha1515

Postado
Categorias Harry Potter, Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Afrodite, Alvo Dumbledore, Annabeth Chase, Apollo, Artemis, Atena, Blásio Zabini, Calipso, Chris Rodriguez, Clarisse La Rue, Connor Stoll, Dionísio, Draco Malfoy, Frank Zhang, Gina Weasley, Grover Underwood, Harry Potter, Hazel Levesque, Hermes, Hermione Granger, Jason Grace, Leo Valdez, Lilá Brown, Luna Lovegood, Minerva Mcgonagall, Nico di Angelo, Pansy Parkinson, Percy Jackson, Personagens Originais, Piper McLean, Poseidon, Quíron, Rachel Elizabeth Dare, Reyna Avila Ramírez-Arellano, Ronald Weasley, Thalia Grace, Travis Stoll, Treinador Gleeson Hedge, Will Solace, Zeus
Tags Dramione, Harry Potter, Mt Coisa, Percy Jackson
Exibições 10
Palavras 2.491
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


HEY BABIESSSSSS
DUDA AQUI
ESPERO Q VCS APROVEITEM

Capítulo 9 - Verdade e Consequência



 Quíron levou as três crianças para a casa grande. Seu rosto demonstrava que seu humor não estava nada bom.
-O que vocês tem na cabeça? Brigar com espadas? No meio do campo? Qual o problema de vocês? Vocês tem apenas 10 anos! - Quíron reclamava mexendo os braços.
 Conduziu-as até aquela mesma sala com 6 portas na Casa Grande e mandou-as sentarem-se em um pequeno sofá de camurça desbotado que parecia ter sido colocado ali a pouco tempo.
-Crianças... Vocês podem por favor me dizer no que vocês estavam pensando?-indagou Quíron troteando de um lado para o outro no assoalhe de madeira fazendo o chão tremer.
Eles ficaram em silêncio por um tempo até Hillary se pronunciar.
-... Se ninguém vai falar nada, então eu falo.-Fala a garota descruzando os braços .- Sabe Quíron, sabemos quem causou o acidente com Sophia...- ela dá uma pausa e direciona um olhar cruel para Bernard.- E eu sei como e porque essa pessoa consegue fazer isso. Talvez seja melhor você contar logo.
-Do quê você tá falando Hill?- indaga Kath olhando confusa para a mais alta.
-Huf... Hillary, eu não sei como descobriu sobre isso, mas isso tem que ficar em segredo por um tempo, eles não estão prontos. E creio que você também não estava...-suspirou Quíron
-Acho que eu não sou a única que sabe, e os outros desconfiam...-fala a morena arremangando a blusa.
Katherine estava cada vez mais confusa, mas não deixou de prestar atenção na conversa. Ela sabia que Bernard tinha feito aquilo com Sophia, mas não sabia exatamente "como", tinha suas suspeitas mas... Como Hill poderia saber disso se Sophia não se lembra do que aconteceu? Mas sem dúvida, o fato de Sophia ter sobrevivido depois de tanto tempo embaixo da água, parecia... Magia.
-Alguém pode me dizer o que está acontecendo? Eu tô boiando aqui.-diz a azulada amarrando os cabelos.
-Não creio que seja um assunto para discurirmos agora, criança. Mas então, podem me dizer o que aconteceu hoje?- fala Quíron cruzando os braços.
-Então,-começou a azulada- nós estavamos conversando com Steve quando Bernard chegou por trás, e eu perguntei como ele ainda tinha coragem de chegar perto da gente. Então teve umas ofensas, e ele tirou uma espada! Pra tentar nos atacar! Eu pedi pra Hill destrair ele e fui procurar uma arma pra mim também. Eu voltei com uma espada e começou. Ele estava realmente tentando nos ferir. De repente apareceu Hill com um escudo, defendeu a nós duas. Daí você apareceu, e nós viemos pra cá.-falou Katherine com um tom imponente.
-Eu deveria deixar vocês três de castigo, mas tenho mais coisa para resolver. -falou Quíron irritado
-Então podemos voltar? -perguntou Bernard finalmente se manifestando
-Sim, e não quero mais confusões.
As meninas voltaram as suas atividades comuns, mas ainda com raiva de Bernard.

Eles estavam lutando com espadas, poderiam ter morrido! E Quíron não os deu nenhuma punição? Alguém poderia explicar o que estava acontecendo?
Katherine e Hillary saíram da Casa Grande e nem olharam pra cara de Bernard, por elas, aquele lixo humano já estaria morto. Foram até o atual chalé e começaram as perguntas pra Kath e Hill.

-Quíron brigou com vocês? -perguntou um dos gêmeos Stoll
-Não, está tudo tranquilo. -Falou Hillary calmamente
-Vocês são muito sortudas, puta que pariu! -exclamou um campista qualquer.
-E cadê o Bernard? -perguntou Travis
-Hum, não sei, acho que ele foi dar uma volta. -Falou Katherine distraída.

As horas passaram se arrastando, e quando finalmente chegou o jantar, tiveram uma surpresa. Teria caça-bandeira! 

Quando todos estavam indo se preparar para a atividade, quando Quíron gritou:
-Katherine, Hillary, Sophia, Steve e Bernard! Venham aqui!
Todos se olharam receosos. Que merda tinha dado? 
-Vocês não irão participar da atividade, esse é o castigo de vocês. -Quíron falou tranquilamente.
-Mas eu não aprontei nada! -Steve gritou desesperado.
-Você está usando um vestido! Isso já é o suficiente para não participar! -Quíron disse dando uma risadinha no final.
-Que merda! -sussurrou Steve 
-Venham, vou levá-los rapidamente até a casa grande. 
Quíron fez o mesmo caminho que havia feito antes com Katherine e Hillary, era para a sala secreta!
Ele os deixou lá e foi embora. Se sentaram em um sofá e ficaram se olhando.
Steve choramingava baixinho, mas mesmo assim todos escutavam. 
-Pare de chorar, que gay! -Bernard falou rindo falsamente.
-Falou o senhor machão né! -Sophia se manifestou irritada
-Fica quieta anã! -Bernard disse debochando da loira.
-Ah vai se foder seu merda do caralho, filho da puta! -Sophia exclamou se levantando.
-Que isso! Nem parece que vocês tem 10 anos! -exclamou Theo aparecendo do nada
-O que você faz aqui? -perguntou Hillary já com uma parte do seu de cabelo vermelho de raiva.
-Quíron me mandou ficar de olho em vocês. Não me olhem assim, eu também não gosto de ficar com vocês, queria estar ajudando meu chalé, mas nem sempre temos o que desejamos. -Theo disse se sentando numa poltrona que estava na frente do sofá. 
-Não tem nada pra comer aqui não? -Exclamou Katherine depois de alguns minutos de silêncio
-Acho que tem uma cozinha no fim do corredor, vamos lá? -Theo perguntou se levantando e estendendo a mão para a mais nova
-Claro! -a menor disse pegando na mão do mais velho- Meninas, se vocês escutarem algum grito, por favor, vão me ajudar, não quero ser estuprada! -Sussurrou.
---
POV Katherine

Realmente havia uma cozinha no final do corredor, e até que era bem bonitinha. 
-Sobre aquele dia Katherine, na floresta em que quase nos beijamos... -Theo disse envergonhado 
- Eu não lembro disso! -menti na cara dura mesmo.
-Eu aposto que você lembra. Sabe, eu só tava assustado, eu não pretendia te beijar, afinal, eu tenho namorada. -merda, acho que eu vou chorar.
-Tudo bem, eu nunca beijaria um menino tão feio quanto tu. -Falei fingindo indiferença 
-Okay, acho que dá pra fazer alguns sanduíches e tem suco de uva! -ele disse abrindo a geladeira
Fizemos os sanduíches e levamos para o pessoal. Eu estava com pena de Steve, que continuava a choramingar baixinho. Mas nem ia ajudar, já que eu sou do mal. Mentira, sou sentimental demais pra deixar alguém legal como ele chorando.
Me sentei do lado dele e comecei a conversar sobre coisas bobas, como lugares que já viajamos e coisas legais de se fazer em NY.
Hillary e Sophia conversavam animadamente com Theo, que ria das bobagens delas.
Bernard estava excluído. Dele eu não sinto pena.
-O sotaque de vocês, britânicos é muito fofo. -Falou Theo rindo
-Claro que é, o nosso país é o melhor! -exclamei rindo
-Nada a ver, Estados Unidos é o melhor país do mundo, estamos crescendo cada dia mais! - Steve exclamou exaltando-se -E a rainha de vocês é mais velha que Quíron! -Gritou
-Mais velha que eu? Uau, mas acho que não. -Quíron disse entrando na sala. -Não me olhem assim, só vim ver se vocês estavam vivos, já que vocês são estranhos. 
Confesso que fiquei louca de vontade de rir, mas me controlei.
-Eu vou voltar daqui meia hora, espero que vocês estejam vivos. -ele disse seriamente, mas percebi um tom de humor em sua voz. 
Assim que ele saiu da sala senti que todos voltaram a respirar normalmente.
-Eu estou completamente envergonhado. -Steve falou com a mão na testa.
-Eu achei que fossemos levar um puta sermão, acho que ele andou fazendo filhos! -Bernard disse
-Falando nisso, ele não tem nenhuma namoradinha? -perguntou Sophia.
-Olha, em 5 anos que eu estou aqui, nunca vi ele com nenhuma centaura... -Theo respondeu 
-Deveríamos arranjar uma namoradinha pra ele. Às vezes, tudo o que precisamos é ser amado. -Falei seriamente
-Ah, Katherine, vai se foder. Acabou com o clima. -Hillary disse e logo depois me empurrou. 
Olhei para ela confusa
-Mas é verdade! Amar é uma coisa maravilhosa! -exclamei irritada
-Como você sabe, você tem 10 anos, e o máximo que você já fez com uma pessoa do sexo oposto foi chutar a cara daquele menino da escola! -Sophia  disse rindo.
-Vocês são chato pra burro! Se foder! -To irritada mesmo
-Katherine, se acalma, um dia alguém vai te amar. Talvez não seja hoje, nem amanhã, mas algum dia talvez. -Bernard disse.
O que caralhos um merda desses quer opinar da minha vida? 
-Bernard, você quase mata minha melhor amiga, por nada,  fez um mini batalha no meio do campo, por nada. E  VOCÊ QUER OPINAR MINHA VIDA AMOROSA? Será que alguém te ama? Ou um dia vai? Pouco provável, porque tu é um merda sem noção, feio e ainda por cima é um viado encubado! -me exaltei 
-Eita! -Theo exclama
-Viado!? Eu!? Eu sou muito macho sim! Eu sou um pegador! 
-Pegador de piroca com a bunda só que seja!-Hill disse e todo mundo caiu na gargalhada, menos Steve e Bernard.
-Isso é verdade!- o Steve disse dando uma gargalhada.
-Aí pirralhos, vamos parar com isso. Vocês não tem idade pra falar desses assuntos.- falou Theo exibido.
-Você é só três anos mais velho que nós, não sei porque se gaba tanto.-falou Sophi já bufando de raiva.
-Ah, é verdade né Sophiazinha.-diz Theo tentando zoar, mas a Sophi fica realmente ofendida, se tem uma coisa que ela não gosta é que ponham diminutivo no nome dela, e eu sei bem disso.
-Sophiazinha é o seu cú! Vo te comer na porrada seu escroto!-gritou Sophia e eu e Hillary só a seguramos pelo colarinho da camiseta.
Eu já esperava que a Sophia desse um chilique mas o que vem depois é me deixou meio confusa.
-Aí cara, deu. Tu já sabes que ela não gosta, que coisa chata.-disse Bernard, não, você não leu errado, Bernard disse isso. Todo mundo se virou imediatamente para o garoto ao lado de Sophia.-Que foi? 
-Você tava defendendo a Sophia?-eu disse
-Ué, sim. Não posso?
-É só que... Isso é estranho, vindo de você.
Se passaram uns 10 minutos com um clima meio ruim, ninguém fala nada, está tudo tenso, quando Hill se manifesta.
-Que clima de merda... Vamos jogar algum jogo estúpido pra descontrair-diz Hill se jogando pra trás no sofá.
-Hum... Que tal... Verdade ou consequência?-sugere Sophia.
-Perfeito!-digo saindo do sofá e sentando no chão.- Sentem aqui ao redor.
Falo e todos me obedeceram, que fofinhos.
-Tá, mas não tem garrafa pra girar.-diz Steve se escorando no ombro de Bernard  fazendo ele corar um pouco.
-Quem disse que precisamos?-fala Hill roubando sapato do menor e colocando no centro da rodinha, sério, o que essa doida tem?
-Só pode pedir verdade 2 vezes, senão perde a graça, e a parte da frente do tênis é pra quem responde e a de trás pra quem pregunta, ok?-falo e vejo todos concordarem- Eu giro primeiro!
Giro e cai: Eu pergunto, Hill responde.
-Verdade ou consequência?
-Consequência.
-Muahaha, sua consequência é...-penso um pouco, tinha que ser algo pesado pra compensar as consequências que ela já me fez passar- Dar um beijo de língua no umbigo de alguém de dentro dessa sala, você escolhe quem.
Nossa eu sou muito má.
-Beleza.-ela diz tranquilamente, se levanta e começa à se alongar, é, se alongar, eu sei lá no que ela tá pensando.
-O que você tá fazendo?
-Não era pra beijar o umbigo de alguém? Eu acho que ainda consigo fazer isso-Fala Hill e levanta um pouco sua blusa deixando à mostra seu abdômen.
Não, ela não vai fazer isso, é impossível fisicamente. Então Hill começa à se curvar e sim, ela consegue dar um beijo na porra do próprio umbigo.
-Porra, não vale, você é anormal!- falo
-Muito obrigada meu público!- fala a maior fazendo reverência.- Agora eu que giro!
Ela gira e cai: Sophia pergunta, Bernard responde.
-Eta.-deixo escapar sem perceber.
-Verdade ou conseguência? -Fala Sophi cruzando os braços.
-Consequência.
-É hoje que o circo pega fogo- diz Hill se sentando na rodinha novamente.
-Sua consequência é...- ela parece pensar em algo estranho- dar um beijo no Steve, você escolhe onde! -diz ela fazendo parênteses com as mãos.
Steve se desencosta de Bernard e cora violentamentese afastando um pouco do maior.
-Que merda...- o castanho diz se levantando e indo em direção a Steve que recua até dar de costas na parede. Hillary e Sophia se levantam e vão até lá para ver mais de perto, me deixando sozinha com Theo. 
Bernard vai chegando mais e mais perto então Steve coloca suas mãos no peitoral do mais velho, mas o maior segura seus pulsos com uma mão em cima de sua cabeça, e com a outra mão acaricia a nuca de Steve. Seus rostos estavam muito perto, suas respirações batiam no rosto um do outro, seus narizes já estavam quase se tocando. Steve fecha os olhos e... Ganha um beijo na testa.
 -Ah porra! Decepcionante!-grita Hillary se sentando novamente na rodinha acompanhada de Bernard, Steve e Sophia.- Gira logo essa merda Sophi.
É, ela ficou puta. Se tem uma coisa que deixa a Hill com raiva é decepção, sério. 
A Sophi gira o tênis. Cai Hill pergunta e Theo responde.
Nossa meu pai, segura o coração que aí vem.
-Verdade ou consequência?
-Consequência óbvio.
-Opa... Você não devia ter dito isso. Hehehe- a Hill riu sadicamente, nossa, até rimou.- Mas hoje eu tô bondosa, vou te dar uma fácil.Você tem que ficar o resto do jogo, ou seja, até a gente sair daqui, deitado de conchinha com alguém, e você escolhe quem. Lembrando que na sua vez de jogar, você vai se levantar, cumprir o seu desafio e/ou girar a garrafa mas vai voltar ao seu posto imediatamente.
-Nossa que merda, você é idiota Hillary. Eu não vou fazer isso!
-Então vai correr pelado na praia amanhã.
-Que porra, você é muito ridícula. 
-Talvez ele esteja com medo que vejam a minhoquinha fini dele...-Steve brinca
Nossa sério, depois dessa eu estou até sem comentários. Quem será que ele vai escolher?
-Eu escolho...- ele olha para todos na sala e então para os olhos em mim.- a pirralha chata ali. -disse apontando para mim.
Sério, eu to travada. Eu não sei o que fazer socorro, estou imóvel. Nem percebo quando um certo moreno se deita atrás de mim.
-Erm... Kath. Você poderia se deitar aqui?-ele diz todo corado evitando o olhar, eu olho pra ele e me derreto na hora, que pessoinha mais fofa, puta que pariu. Esqueço a vergonha e me deito ao seu lado, sinto sua mão rodear minha cintura fina e ouço uns berros felizes de Hillary ao fundo mas não consigo me concentrar muito nisso. Sua mão firme e grande fazia um peso em minha barriga, mas era uma sensação boa. Sinto sua respiração quente em meu pescoço que faz todos os pelos do meu corpo se ouriçarem. Só consigo pensar naquele cheiro meio amadeirado, meio cítrico que só um tal de Theodore têm, tenho que me lembrar de agradecer Hill por isso depois.
Jogamos algumas rodas e logo cansamos dormindo ali mesmo. Ou seja, dormi abraçada no Theo!


Notas Finais


Grupo facebruk: https://spiritfanfics.com/link?l=https://www.facebook.com/groups/1111135745646447/?ref=bookmarks
Grupo Uatissapi: https://spiritfanfics.com/link?l=https://chat.whatsapp.com/CxsWkDLZDoC0zVmYRcLrM4


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...