História Between You (JiKook/Yoonmin) - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jikook, Jimin, Jungkook, Kookie, Lemon, Suga, Yaoi, Yoongi, Yoonmin
Exibições 326
Palavras 1.507
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Por esse título já se tira um pouco em... Rsrsrs...
Espero que se divirtam lendo!
Bjin
~ Kim

Capítulo 6 - Recaída


Fanfic / Fanfiction Between You (JiKook/Yoonmin) - Capítulo 6 - Recaída

Esse cheiro. Esse cheiro eu conheço tão bem. Me desesperei por saber quem o possuía. Algo em mim se ascendeu, e pareceu se passar um século até que eu reagisse. Tirei suas mãos de mim e me distanciei dele ao levantar do banco em que estava sentado.

_ Por que você fez isso? _ falei ríspido.

_ Porque eu não aguento mais não te tocar. _ falou.

_ Olha ao seu redor... _ digo ao apontar para as pessoas. _ Tanta gente para você tocar, e você vem logo me escolher. Logo eu!

_ Eu não quero outras pessoas, Jimin! Eu quero você. _ diz exasperado. _ Será que você não entende?.

_ Eu acho que não sou eu que não está entendendo as coisas aqui. _ lanço-lhe um sorriso sarcástico.

Ele se aproxima de mim a passos lentos, como se tivesse medo que eu fugisse, mas eu não pude fazer isso, minhas pernas não respondiam aos meus estímulos. Ele se aproxima cada vez mais e quando já está perto toca meu rosto delicadamente.

_ Não, Jiminie! Você que não entende que ainda me ama. _ fala ao passar seu braço livre pela minha cintura.

_ E-Eu.. _ tento dizer que não, mas não sou capaz.

_ Eu também te amo, Minnie! Eu só quero você. _ olha fixamente em meus olhos.

Me sinto hipnotizado com aquele olhar quente, ele me consome. Sinto então seus lábios serem rapidamente pressionados contra os meus. Permito que me beije. Seus lábios se movem carinhosamente junto aos meus. Seu hálito doce me traz lembranças passadas. Coloco minha mão em seus cabelos e sinto a maciez deles. Abraço-o forte em meio ao beijo, e este era cheio de amor e saudade.

Sim! Eu o amo, Jungkook. Eu sou completamente apaixonado por você, mas eu não posso te perdoar. A realidade me atinge como uma faca sendo enfiada em meu peito. Empurro Jungkook quando caio em mim. O que estou fazendo?.

_ Minnie... Não faz isso. _ ele tenta se aproximar.

_ Não... Não tente! _ me afasto dele.

_ Eu sei que você me quer, am.. _ tenta.

_ Porraaa.. não ouse me chamar de amor. _ grito. _ Quer saber, eu quero sim, eu amo sim. _ digo com os olhos marejados.

_ Então fica comigo... _ diz numa súplica.

_ Eu te amo Jungkook, tanto que me falta ar, tanto que eu me sinto vazio sem você, tanto que você é a pessoa que mais pode me machucar... _ digo em meio aos soluços. _ ... E por isso não posso te perdoar.

Começo a caminhar para longe dali. Não podia ter feito isso, não podia ter o beijado. A raiva começa a me dominar.

_ Idiota... _ escuto Jeon gritar consigo mesmo e bater fortemente na bancada do bar.

Não, idiota sou eu. Como pude deixar me levar por esse traidor? Como posso ama-lo mesmo depois de tudo? E o pior, eu queria beija-lo, ainda queria estar em seus braços.

Caminho em direção ao corredor dos banheiros, precisava me recompor. Entro no corredor principal, mas me detive ao virar no corredor seguinte. A cena que se passa a minha frente me surpreende.

Namjoon de costas pra parede e Jin o imprensando contra ela. Eles se beijavam fogosamente. Nam tinha suas mãos sobre a bunda do meu melhor amigo, e este por sua vez puxava seus cabelos da nuca.

Nesse momento esqueci dos meus problemas e só conseguia sorrir e me sentir pasmo. Finalmente eles se entregaram. Depois de tantos flertes, o mais esperado aconteceu.

Namjoon retira seus lábios dos do Jinnie e os leva ao seu pescoço. Jin joga seu pescoço para o lado e abre os olhos. Ele se afasta rapidamente do garoto quando me vê parado ali. Nam o olha sem entender, mas fica vermelho ao seguir o seu olhar em direção a mim.

_ hum... desculpem... _ falo sem graça.

_ É-éhhh.. a gente tava... _ Jin fala envergonhado.

_ Eu sei o que vocês estavam fazendo. _ tento segurar o riso.

Olho para Nammie e ele gesticula silenciosamente um “Vacilão” com os lábios. Sinto vontade de rir da sua cara de insatisfação por tê-los atrapalhado.

_ Me desculpem, só estava indo ao banheiro. _ quebro o silêncio que tinha se estabelecido.

_ Tudo bem... _ Jin fala e me analisa ao mesmo tempo. _ Você estava chorando, Jiminie?.

_ N-Não... É impressão sua Jinnie. _ falo rapidamente. _ Me dêem licença, eu preciso ir ao banheiro.

Passo pelos dois e vou em direção ao toalete. Entro no local e caminho até a pia, onde lavo rapidamente o rosto. Me olho no espelho, estou com uma expressão sofrida no olhar. Me pergunto onde errei para minha vida chegar a esse ponto.

Ouço a porta sendo aberta e acompanho Jin com o olhar, através do espelho. Chegando ao meu lado, ele coloca uma mão em meu ombro, mas isso parece não bastar para ele, pois me vira de lado para que fique frente a frente com ele e então me abraça.

_ Não precisa mentir... _ diz. _ ... Eu conheço você e eu sei que estava chorando.

Me sinto tão vulnerável neste momento. Tudo o que estava escondido e controlado vem à tona com um simples abraço dado por umas das pessoas que eu mais amo nesse mundo, a pessoa que mais me entende: meu melhor amigo. Isso basta para que eu comece a chorar em seus braços.

_ Tudo bem, Minnie! Vai ficar tudo bem. _ com ele me dizendo eu até acredito que sim.

_ Ele me beijou, Jinnie... _ solucei. _ ... E eu queria, eu me deixei levar.

_ Não se preocupe tanto, meu bebê. É tudo muito recente, é normal você se sentir frágil perto dele. Você ainda o ama. _ me conforta.

_ Mas eu não queria, hyung! Eu não quero ama-lo. Ele é um idiota, um traidor.

_ Eu sei, eu sei! Mas a gente não manda no coração... _ disse ao alisar os meus cabelos.

_ Eu odeio o Jungkook. _ falo cheio de raiva.

_ Não, você odeia o fato de não poder mais tê-lo por perto. _ a verdade dói.

_ Aish... Que amigo em. _ rio e me separo de seu abraço.

Viro-me novamente em direção a pia e jogo água em meu rosto para diminuir o inchaço em meus olhos.

_ Ahh.. Jiminie! Eu sou seu amigo, preciso dizer a verdade. _ ergue as mãos para o alto em sua própria defesa.

_ Tudo bem... Eu não sei o que seria de mim sem você Jinnie. _ falo e lanço-lhe um sorriso.

_ Eu também não sei. _ disse convencido.

_ Aigo! Que garoto mais metido, combina perfeitamente com Namjoon. _ ao falar sobre Monster lembro do ocorrido a instantes atrás. _ Aliás... Bota combinação nisso.

_ Aish! _ exclama todo envergonhado. _ Não era pra você ter visto aquilo. Me sinto tão envergonhado.

_ Não se preocupe. Eu estou tão feliz por vocês. _ disse animadamente. _ Pelo menos um casal feliz nessa história.

_ Calma, a gente só ficou... _ falou simples. _ ... Nem sei como tive coragem de beija-lo.

_ O que? Como assim? Você que o beijou? _ praticamente gritei e Jin ficou muito vermelho.

_ F-Foi... _ gaguejou. _ Eu não aguentava mais tê-lo perto todos os dias e não poder beija-lo. _ falou firme.

_ Sei bem como é isso. _ lembrei de quando me apaixonei pelo Kookie.

_ Bom... Não sei o que ele sente, mas para mim não há mais volta, estou apaixonado, Jiminie! _ disse.

_ Eu já sabia disso a muito tempo, e qualquer um pode ver que o Namjoon sente o mesmo. _ falei sorridente.

O Jin ia falar algo mais, porém fomos interrompidos quando escutamos a porta sendo aberta. Um garoto divinamente lindo passa por ela.

_ Jin, o Nam tá te chamando! Ele disse que você tá demorando demais... _ falou com um meio sorriso.

_ Tudo bem, Yoongi! Obrigada. _ fala e em seguida se direciona a mim. _ Preciso ir, eu disse ao Nam que não ia demorar muito, volte pra festa logo.

_ Ye, Jinnie! _ exclamo.

Observo Jin caminhar e ao chegar perto do loiro pôr uma mão em seu ombro e lançar-lhe um sorriso, e em seguida sumir ao atravessar a porta.

Quando volto minha atenção para o garoto pego-o me analisando. Me sinto nervoso. Ele é ainda mais atraente de perto. Sinto um leve rubor surgir em meu rosto e desvio o olhar para o chão.

_ Então.. você está bem? _ pergunta e aprecio sua voz.

_ Sim... Por que não estaria? _ indago nervoso.

_ Te vi andar chorando até aqui. _ disse.

_ Ahh.. agora estou bem, não se preocupe. _ disse com a surpresa.

_ Não estou preocupado... _ falou simples.

_ Tá.. _ não sabia o que dizer.

_ Ahh... Sou Yoongi, a melhor parte de sua noite. _ disse com um sorriso cheio de si e depois saiu dali.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
E o cap era pra ter saído ontem, mas fiquei muito ocupada e não pude lançar. Me desculpem por isso amores..
Kisses
~Kim


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...