História Beyond Time - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Mitologia Grega, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Afrodite, Annabeth Chase, Apollo, Artemis, Atena, Atlas, Bianca di Angelo, Chris Rodriguez, Clarisse La Rue, Connor Stoll, Cronos, Dionísio, Eros (Cupid), Grover Underwood, Hades, Hefesto, Hera (Juno), Hermes, Íris, Leo Valdez, Luke Castellan, Nico di Angelo, Niké (Nice), Percy Jackson, Perséfone, Personagens Originais, Phobos
Tags Ares, Deus Da Guerra, Grécia Antiga, Personagem Original, Romance
Exibições 34
Palavras 555
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Poesias, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas da Autora


Oi gente!

Aqui está mais um capítulo!

Está quase chegando a hora da reencarnação.


Emfim,tenham uma boa leitura!

Capítulo 10 - Na calada da noite


Fanfic / Fanfiction Beyond Time - Capítulo 10 - Na calada da noite

 P.O.V Princesa Valentina

 

O vento frio batia  em meu rosto falta,menos de  um dia  para  o Solstício de inverno. Faltava pouco para meu destino  estar ligado á  Apolo para todo  o sempre.   E  pensar que  antes,eu daria de tudo para me casar com ele,quando eu achava que  o  mesmo era um bravo soldado.  Apolo me destruiu e  não vai receber o meu perdão tão cedo. Nem nessa e  nem outra vida.

 

Saio da  janela de meu quarto e me dirijo a  cama e quando ia  me preparar para dormir,Victória entra em meu quarto

 

-  Valentina!  Mamãe  quer nos ver antes de  chegar  o  grande dia.  Venha! – Disse  aos sussurros.

 

 

- Tudo bem! – Concordei. – Mas,aonde iremos  encontra - lá?  - Indago.

 

 

 

- Na  sala  em que ela nos ensina  magia! -  Disse  me  puxando pelo braço.

 

 

 

 

Saímos correndo, com muito cuidado para não acordar ninguém e  também pra  não chamar  atenção de  ninguém. Percorremos  um longo caminho,até  pararmos  de frente para  uma porta de madeira  escura.  Victória puxou de sua capa, uma chave de  prata que  ela  usou para destrancar a fechadura.  Depois que a porta foi aberta, ela me  manda  entrar primeiro e eu faço.  Victória tranca novamente  a porta  e nos duas  descemos as  escadas,mas antes acendemos  dois lampiões. Descemos as escadas  com rapidez. Depois das escadarias  encontramos outra porta  que abrimos usando nossa  magia  juntas.

 

 Nossa  mãe estava  lá,de costas  para nós,quando a porta se abriu ela virou rapidamente  fez  um sinal com a mão para que fechássemos  a porta  logo.

 

 

 

- Chamei vocês aqui, por que   vou torná-las guardiãs antes do casamento.  – Ela informou.   Nossa mãe caminhou  e nos abraçou.  – Estou sentindo que algo, muito ruim está próximo. E também estou sentindo que vocês precisam se  tornar guardiãs.

 

 

- Mãe, você acha que nós  vamos morrer?  - pergunta Victória arregalando os olhos.

 

 

- Não sei,minha flor.  – Ela  diz   suavemente.  – Só sinto algo muito ruim! – Diz  deixando uma lágrima rolar.

 

 

-  Você deve estar preocupada,pois  iremos  virara deusa,mas  não se preocupe que  não iremos fazer besteira.  –  Digo convicta.

 

 

Ela me  olhou com dor e  sorriu amarelo.

 

-Eu espero que seja isso mesmo! – Diz  tentando se tranqüilizar.   – Contudo, minha decisão é a mesma  vou torná-las  guardiãs  agora mesmo. – Ela  diz   irredutível.

 

 

0000ooo0000ooo0000

 

 

P.O.V  Princesa Victória

 

 

Eu acordei, me sentido   dolorida.Ainda   tomada  e pelo sono e cansaço,estranhei o motivo de tais dores,mas logo minha mente  clareou e me lembrei do que  aconteceu ontem.Eu me  tornei a guardiã  oficial  do Colar de Sangue.  Eu sorrio  involuntariamente. È tudo que  eu sempre quis. Tudo que eu sempre desejei com todas as minhas forças. Hoje,o colar iria retornar para mim e  eu o  guardarei para minha vida toda.  

 

 

A  única parte ruim,seria casar  com Ares.   Continuo o amando com toda asminha forças, ainda, mas que eu descobri e estou  esperando um filho ou filha dele.    Entretanto a dor  que ele  me causo,ainda me perturbava. As feridas que  ele abriu em  mim ,não estão fechando e nem sarando e  o pior é que talvez elas sejam eternas.

 

 

 

O Dia chegou.  O solstício de inverno. O Dia em que  minha vida estará  ligada a  Ares,para todo o sempre . Mas, algo mais aconteceria hoje. Posso sentir o clima pesado no ar.   Eu só sei que eu nunca  vou  deixar  de   guardar  o colar de sangue.Isso é  minha vida.O meu destino. 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado!
Muitos beijos e abraços <3
Até o próximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...