História Big Boys Cry (em revisão) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bruno Mars, Justin Timberlake
Personagens Bruno Mars, Justin Timberlake, Philip Lawrence, Phredley Brown
Tags Angst, Ariana Grande, Boyxboy, Bruno Mars, Doctors, Drama, Gay, Grey's Anatomy, Justin Bieber, Justin Timberlake, Katy Perry, Lemon, Medicina, Philip Lawrence, Rihanna, Romance, Taylor Swift
Visualizações 140
Palavras 1.422
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


oi.
Boa leitura babys!!

Capítulo 3 - Two


Alguns dias se passaram. Tudo corria bem no hospital, um acidente aqui, uma emergência lá.
Bruno passou os últimos dias apenas fazendo suturas. Havia feito uma piadinha sem graça de como o cabelo da Hudson parecia um monte de folhas emaranhadas, ela ouviu e não gostou nadinha.

Depois de alguns dias, Peter e Philip decidiram ir a um bar algumas quadras do hospital.
Ao chegar lá deram de cara com o Dr. Timberlake.

— Hernandez? — Justin falou num tom surpreso indo em direção onde Bruno estava.

— Oi. — Fazia alguns dias que Bruno não conversava com o Timberlake.

— Você meio que sumiu.

— Dra. Hudson me manteve muito ocupado.

— É, ouvi dizer que você andou falando algumas coisas sobre ela. — Ele falou rindo. — As notícias correm rápido no hospital.

— É... — Peter ficou meio sem graça.

— Vem comigo. Vamos tomar algo.

Era fim de semana e o bar estava um pouco cheio, principalmente de vários funcionários do hospital.
Os dois desviaram de várias pessoas até chegarem ao balcão, onde Justin pediu bebidas para os dois.
Os médicos conversavam bastante sobre coisas variadas, e Peter poderia estar enganado, mas sentia um pequeno laço de amizade começar a surgir.

Vários drinks mais tarde, Justin acabou ficando completamente bêbado.
Peter não sabia o que fazer, nem tampouco onde Timberlake morava e resolveu levar o chefe para seu apartamento.

Philip havia recebido uma ligação do namorado, que estaria na cidade por alguns dias e foi se encontrar com o músico, deixando Peter sozinho, com um Justin completamente bêbado.

Peter o levou até o seu carro e o deitou no banco de trás. Dirigiu até o seu apartamento e com a ajuda do porteiro, conseguiu colocá-lo no sofá.
Em seguida, levou-o até o banheiro com um pouco de dificuldade, já que Justin era quase duas vezes maior que o Hernandez, tirou a roupa do médico, deixando-o apenas com a boxer e o colocando em baixo do chuveiro.
Justin então acordou e ficou levemente sóbrio, o suficiente para conseguir enxugar-se e vestir uma calça de moletom de Bruno que ficava gigante no menor, porém, cabia perfeitamente nele.

Justin deitou-se na cama de Bruno, e o outro foi até o banheiro tomar um banho rápido, para tirar o cheiro de bebida do seu corpo.
Alguns minutos mais tarde, Peter saiu do banheiro com a toalha enrolada na cintura, o abdômen nu, enquanto passava uma toalha nos cabelos negros.

Peter parou em frente à sua cama, onde Justin estava deitado de barriga pra cima, e estava acordado, algo que Peter não se dera conta, já que estava um tanto quanto ocupado admirando o abdômen definido do chefe.

Hernandez jogou a toalha que estava enxugando os cabelos num canto, fazendo o mesmo com a que estava enrolada em sua cintura.
Justin levantou-se, silenciosamente, e sentou-se na cama, tendo uma visão perfeita da bunda redonda e bem desenhada de Bruno.

Timberlake levantou-se da cama e foi em direção a Bruno, agarrando-o por trás e colando o corpo do Hernandez com o seu.
Bruno sentiu as mãos grandes de Timberlake irem da sua cintura para seu abdômen e então, enquanto uma delas estava em seu membro, a outra foi até o seu pescoço, puxando-o contra o corpo de Justin, e deixando seus rostos bem próximos.

Justin girou o corpo do moreno, deixando-o de frente para si e aproximou seu rosto do de Bruno, seus lábios perigosamente próximos, Bruno não recuou, selou seus lábios aos de Justin, num beijo urgente, enquanto as mãos do Hernandez agarraram os cabelos do mais alto.
Timberlake levou uma de suas mãos até a bunda de Bruno, apertando-a com força, em seguida levou seus dedos até a entrada de Peter, que gemeu.

Num movimento rápido, Justin ergueu o corpo de Bruno, segurando-o por suas coxas e caminhou até a cama do Hernandez.
Timberlake ajoelhou-se na cama baixa, com Peter ainda em seus braços e, foi deitando o Hernandez sob os lençóis, enquanto ele mesmo ia deitando-se também, ficando por cima de Bruno.

Timberlake separou seus lábios e começou a beijar o pescoço de Bruno, seguindo para seu abdômen, mordiscando os mamilos do moreno e então chegando ao seu membro, dando pequenos beijos na glande de Bruno.

Justin ergue-se um pouco e então retirou a calça que vestia e selou seus lábios com os de Bruno novamente.
Peter então, virou-se um pouco e abriu a gaveta da mesinha de cabeceira que havia ao lado da cama e de lá tirou um tubo de gel lubrificante, entregando-o a Justin.
O maior abriu o tubo e despejou um pouco do gel em sua mão, passando-o por toda a extensão do seu membro.

Quando já estava lambuzado o suficiente, Justin virou Bruno de costas para si e posicionou a ponta do seu membro em frente à entrada do menor. Começando a penetra-lo pouco a pouco. Bruno mordeu o travesseiro enquanto uma pequena lágrima corria por sua face. Não era virgem, mas estava sem sexo a algum tempo.

Timberlake começou então a mover-se dentro de Bruno, e o menor gemia alto, embora seus gemidos fossem abafados pelo travesseiro.
Justin penetrava Bruno cada vez mais forte e mais rápido, Peter nem sequer tocara em seu membro, mas sabia que iria gozar a qualquer momento.

Justin estocava o moreno como se sua vida dependesse daquilo. A fricção do pênis de Bruno contra o lençol, fez com que o Hernandez logo chegasse ao seu clímax, sujando o lençol todo de porra.
Justin por sua vez, estocou mais algumas vezes e então se desfez dentro de Bruno.

Lentamente, Justin começou a sair de dentro do moreno e então deitou-se ao lado do menor, puxando-o para mais perto de si e selando seus lábios.
Timberlake agarrou Bruno pela cintura, fazendo o menor deitar em seu ombro e logo depois acabou por pegar no sono.

Na manhã seguinte, quando Peter acordara, Justin não estava mais ao seu lado.
Ele levantou-se, o lençol ainda tinha as marcas do que eles haviam compartilhado na noite anterior, a mancha roxa no pescoço de Bruno também deixava isso claro.

Na mesinha de cabeceira havia um pedaço de papel, rasgado às pressas e com uma letra um pouco tremida.
Não era necessário forçar-se a lembrar à quem pertencia aquela letra, pois ele sabia ser de Justin.

 

“O que tivemos foi um erro.

Desculpe.

J.T. ”

 

 

Bruno suspirou, não havia nada a ser feito. Fora apenas uma noite com um cara gostoso e que não teria significado nenhum para ambos.

Tomou uma ducha rápida e vestiu uma bermuda, que antes havia sido uma calça de moletom, e uma blusa de moletom com capuz, calçara seus tênis e entrara no carro, e dirigira em direção a um bosque a alguns quilômetros do apartamento, onde costumava ir correr.

Ainda era bem cedo, o parque só tinha a presença de uns poucos corredores.
Peter tinha o hábito de correr a noite junto com Philip, porém, depois que quase foram mordidos por uma cobra venenosa, decidiram mudar o horário das corridas para a manhã.
E aquele seria o primeiro dia que Bruno iria correr pela manhã.
Sozinho.

Enquanto seguia correndo pela estradinha de chão, Bruno pode ouvir passos atrás de si. Ignorou-os por achar se tratar de algum outro corredor.
A pessoa estava cada vez mais próxima, Peter não conteve a curiosidade e olhou para trás, dando de cara com o mar azul dos olhos do Dr. Timberlake.
Bruno perdera o foco e acabara por tropeçar e cair, batendo a cabeça no chão e desmaiando.
Quando acordou alguns minutos depois, encontrou-se face a face com Timberlake, que o havia socorrido.

— Achei que teria de leva-lo ao hospital. — Falou Timberlake ajudando Bruno a levantar-se.

— Eu tô bem. — Peter então colocou o capuz na cabeça novamente e voltou a correr, porém foi parado por Justin.

— Ei! Você deveria voltar pra casa. No mínimo fazer algumas tomografias para ter certeza de que não haverá nenhuma complicação.

— Eu já disse que estou bem! — Peter insistiu e voltou a correr.

— Você vai pra casa, e eu vou leva-lo. — Timberlake pegou no braço do Hernandez e começou a puxa-lo em direção a saída do bosque.

— Eu não sou nenhuma criança, sei me cuidar sozinho! Me solta! — Falou Bruno tentando soltar-se das mãos de Timberlake.

O Hernandez queria soltar-se e ir para longe de Justin, porém o mais alto era também mais forte que Bruno.
Timberlake puxou o corpo de Peter de vez, e o abraçou, e antes que o moreno gritasse, selou seus lábios.
O Hernandez socou o ombro de Justin num primeiro instante, porém, cedeu, e retribuiu o beijo.


Notas Finais


até o próximo amoras!!

**All The Lov3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...