História Big Brother - Capítulo 61


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren, Camren G!p, Lauren G!p
Visualizações 3.950
Palavras 2.069
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Vontade de tacar o pau em todos que atacaram meu anjo Camila nos comentários, e nem é o pau da Lauren q eu vou tacar, vai ser o do Ty mesmo, que deve ser maior rs

Volteeeeeeeeei

Agora é PPV, aceitem ou surtem kkkk

Boa leitura.

Capítulo 61 - Capitulo 61.


 

POV CAMILA

 

Eu estava com o Ty na academia, ele segurava o saco de pancada, enquanto eu batia. A minha cabeça estava a mil, eu descontava toda a minha irritação, medo e mais uma mistura de sentimentos naquele saco de pancadas.

 

- Você tem que conversar com ela. – Ty falou e eu dei mais alguns socos no saco de pancada e parei.

 

- Não vou, não agora. – Falei em um suspiro e me abaixei pegando a garrafinha de agua no chão e tomando um gole.

 

- Você não pode passar por isso sozinha, até porque, você não fez sozinha.  – Ty falou e eu revirei os meus olhos.

 

Eu havia contado para ele o que estava acontecendo comigo, eu fiz isso porque apesar de ser nosso amigo ele é um pouco mais afastado de todos nós e não ia sair para contar pra Lauren, coisa que eu sei que a Dinah, Troye, Normani, MGK, Kylie e Ally iriam fazer num piscar de olhos.

 

- Eu não quero contar a ela, não agora – Respondi me sentando em um dos equipamentos de levantar peso.

 

- Você ficar brigando com ela e com o pessoal não vai mudar nada e nem resolver nada Camila. – Ty falou se sentando ao meu lado e eu revirei os meus olhos.

 

Eu estava começando a me arrepender de ter contado para ele.

 

- Resolve muita coisa. – Olhei para ele – Se for verdade, eu vou embora e eles não vão sentir a minha falta ou chorar como choraram da última vez, e ai lá fora eu procuro todos eles. – Falei segura de meus pensamentos.

 

- Não é porque você está sendo chata para caralho, que eles vão deixar de te amar e sentir a sua falta. – Ty falou e eu revirei os meus olhos.

 

- Ai Ty, eu só... – Parei de falar quando o barulho soou pela a casa, anunciando o aviso na tv, e o meu coração acelerou e eu senti um frio na barriga quando eu li ali “ Camila, confessionário.” – Ai meu deus – Falei baixo.

 

- Sera que é? – Ty perguntou e eu me levantei.

 

- Disseram que iam me chamar hoje atarde – Falei e Ty se levantou, nós dois saímos da academia – Se eu demorar mais que o normal lá dentro, foi porque eu fui embora – Falei enquanto caminhávamos em direção a casa.

 

- Não fala uma bobagem dessa, você vai voltar e conversar com ela e juntas vão resolver – Ty falou e eu neguei com a cabeça.

 

- Não eu... – Parei de falar assim que entramos na sala, e damos de cara com, Lauren, Dinah, Ally e MGK sentados no sofá. Eles me olharam e eu desviei o meu olhar deles, e segui direto para o confessionário.

 

Antes de abri a porta vi Ty se sentando lá junto a eles. Respirei fundo e entrei, fechando as duas portas atrás de mim.

 

Me sentei na grande poltrona e quase morri de susto quando a porta a minha frente se abriu, mas logo relaxei quando a mesma mulher de jaleco branco que me atendeu pela amanhã entrou. Mas não fiquei relaxada por muito tempo, logo o desespero, medo e mais uma mistura de sentimentos me atingiu quando eu vi ela segurando um envelope branco em sua mão.

 

- Camila, Camila. – Ela falou me encarando e eu senti vontade de chorar – Está aqui o seu resultado. – Me entregou o envelope, as minhas mãos tremiam quando eu peguei aquele papel. – Eu achei que vocês se protegiam aqui dentro. – Ela disse e meu desespero aumentou, só daquele comentário dela eu já pude imaginar o resultado.

 

- Mas nos protegemos. – Me defendi no automaticamente. Eu estava focada em olhar aquela folha.

 

- Se se protegessem não estavam passando por isso. – A medica falou e eu lia aquelas palavras não entendendo nada – Creio que são grandinhas o suficiente para saber que não se abre camisinha com o dente – Ela falou e eu olhei para ela. Estava arrependida de ter contado a ela o porquê das minhas suspeitas, era melhor ter dito a ela que não usamos.

 

Voltei a olhar a folha e só então suspirei aliviada quando finalmente vi o resultado no qual estava escrito negativo.

 

- Eu não estou gravida? – Perguntei a medica, apenas para ter certeza de que havia lido certo.

 

- Dessa vez não. – A medica falou e estendeu a mão pedindo o envelope que eu rapidamente entreguei – Mas quero que saiba que você deixou a gente bastante preocupados com essa história viu? – Falou e eu abaixei a cabeça envergonhada – O que não falta naquela dispensa é camisinha pra vocês e camisinha não se abre com os dentes – Repreendeu – E se caso acontecer de vocês “esquecerem” temos a pílula do dia seguinte, o que não falta aqui, o que não falta aqui é proteção Camila. – Continuou repreendendo e eu apenas assentia.

 

- Desculpa, a gente.... – Deixei a frase no ar e a medica apenas assentiu me encarando com um olhar sério.

 

- Ok, você está liberada – Ela disse e eu já fui me levantando da poltrona – Ah, Camila? – Me chamou e eu parei olhando para ela. – Eu quero conversar com a Lauren também. – Ela disse e eu apenas assenti.

 

Abri a porta do confessionário, e quando sai vi Ty respirar aliviado enquanto os outros me encaravam curiosos.

 

Sorri fraco para Ty, silenciosamente dizendo para ele que estava tudo bem e em seguida olhei para Lauren.

 

- Lauren. – Chamei – Eu preciso falar com você. – Digo com a voz baixa.

 

- Agora eu estou ocupada. – Lauren respondeu e eu suspirei. Eu sabia que ela estava fazendo isso pela a forma que eu tratei ela nas últimas horas e não a julgo por isso.

 

- É importante. – Insisti.

 

Lauren suspirou e se levantou do sofá, eu abri a porta saindo da sala, percebi os passos de Lauren atrás de mim.

 

Me sentei no futon e esperei que ela se sentasse ao meu lado.

 

- Fala logo – Ela disse e eu suspirei.

 

- Eu quero conversar com você – Digo e Lauren arqueou as sobrancelhas.

 

- Ah, agora você decidiu que quer conversar comigo? – Lauren perguntou irônica e eu mais uma vez suspirei.

 

- Sim, porque agora eu estou mais calma, Lo eu... – Olhei para aquele mar de olhos verdes me encarando, a sua expressão séria me assustou um pouco – Me desculpa – Digo sincera e ela arqueia as sobrancelhas – Minha menstruação atrasou esse mês, e eu estava enjoada. – Comecei a contar e a expressão de Lauren mudou de seria para preocupada.

 

- Camila.... – Começou a falar e eu neguei com a cabeça, não deixando ela continuar, eu queria contar.

 

- Isso começou na quinta feira– Contei e olhei para a piscina na nossa frente – Eu não liguei porque eu pensei que fosse por causa das coisas que eu comi na festa – Olhei para ela – E ai na prova da comida, o cheiro daquelas tinta me enjoou e eu fiquei desesperada porque a minha menstruação atrasou, mas ultimamente ela vem toda desregulada, e ai eu me lembrei das vezes que abrimos a camisinha com o dente, sabe, eu fui juntando todas essas coisas – Contei em um suspiro.

 

Lauren me encarava, ela abriu e fechou a boca mais não falou nada. Parecia absorver tudo o que eu falava.

 

- Eu iria desistir – Continuei a falar – Eu iria desistir, porque eu não iria conseguir lidar com isso aqui dentro não só com as questões do jogo, mas a minha cabeça ficaria lá fora, no que a minha mãe pensaria, o meu pai pensaria, eu não iria conseguir ficar aqui no jogo, e me desculpa por ter tratado você da forma que eu tratei, eu precisava ir embora, mas eu não queria deixar você sofrendo Lauren, eu queria deixar você com raiva de mim, para quando eu saísse você desse graças a Deus, sabe? – Desabafei e ela negou com a cabeça. – Eu fui no confessionário e contei essas coisas a eles, hoje pela manhã uma medica veio tirar o meu sangue para fazer o exame....

 

- Camila, você....

 

- Não – Respondi, eu sabia a pergunta que ela iria me fazer – O resultado saiu agora, deu negativo – Contei e suspirei – E ainda tive que ouvir bronca sobre não abrir camisinha com o dente, sobre proteção, sobre ter camisinha espalhadas por toda a casa – Contei fazendo uma careta.

 

- Porque você não conversou comigo Camila? Caramba, não seria mais fácil? – Perguntou e eu neguei com a cabeça.

 

- Não Lauren, claro que não – Falei e Lauren suspirou – Se eu estivesse gravida mesmo, você iria querer desistir junto comigo. – Completei baixo.

 

- Obvio. – Lauren respondeu.

 

- Por isso eu não contei para você, eu não queria atrapalhar o seu jogo, você entrou aqui com um objetivo, todos nós entramos aqui, se eu contasse para você e para eles, iria tirar o foco de todo mundo do jogo Lauren. – Desabafei o que eu pensava.

 

- Sabe qual é o seu problema Camila? – Lauren disse e eu desviei o meu olhar – O seu problema é que você acha muito as coisas, você pensa muito pela as outras pessoas, e ai faz isso, foda-se o jogo Camila, é a nossa vida caramba, o nosso namoro, você não fez nada disso sozinha, você imagina como eu iria ficar? Não com o fato de estar gravida, eu iria ficar muito feliz com isso, eu estou dizendo se você fizesse o absurdo de ir embora sem me contar absolutamente nada – Falou e eu senti um nó se formando em minha garganta – Eu estava tentando engolir as patadas que você estava me dando, eu estava levando na brincadeira, mas se você estivesse gravida e desistido daqui sem me contar nada, eu nunca iria perdoar você – Completou e eu sequei a lagrima solitária que escorreu pelo o meu rosto.

 

- Me desculpa. – Falei baixo.

 

- Me desculpa. – Repetiu e eu a encarei – Não faz mais isso, por favor, para de querer resolver as coisas sozinhas. – Pediu e eu assenti freneticamente com a cabeça – Porra Camila – Xingou e em seguida me puxou para um abraço.

 

Eu não sei porque, mas ali eu comecei a chorar. Estar nos braços dela, no meu cantinho favorito do mundo, no meu ponto seguro, de paz.

 

Mas dessa vez eu chorava de alivio, eu me sentia mais leve, mais leve por ter constatado que não estava gravida, mais leve por ter contado para ela, mais leve por não precisar trata-la mal.

 

- Desculpa Lo – Pedi novamente e Lauren suspirou.

 

- Esquece isso. – Ela disse e quem suspirou foi eu.

 

Deixei um beijo em seu pescoço, antes de me desfazer do abraço. Ela segurou o meu rosto e secou as lagrimas do meu rosto.

 

- A medica disse que queria falar com você – Contei e Lauren parou no mesmo momento e me encarou.

 

- Eita, eu vou levar bronca? – Perguntou e eu sorri de sua carinha preocupada.

 

- Provavelmente – Respondi. – Mas se eu levei, nada mais justo que você leve também – Disse com sorrindo divertida. Eu amava a sua carinha de assustada.

 

- Tudo bem, não tenho para onde fugir mesmo. – Lauren falou baixo e eu ri.

 

- Me dá um beijo? – Pedi e Lauren me olhou e fez uma careta negando com a cabeça ( n/a : Gif da Gretchen kkkkkkkk ) – Não? – Perguntei arqueando as sobrancelhas.

 

- Não. – Lauren respondeu.

 

- Então tá, então eu vou pedir para o Ty – Digo e ameacei me levantar, e sorri quando Lauren agarrou o meu braço e me puxou, me fazendo cair deitada no futon.

 

- Você pode parar com essa gracinha, ok? – Falou se deitando em cima de mim e eu comecei a rir. – Eu não estou achando graça. – Lauren reclamou e segurou as minhas mãos por cima da minha cabeça, entrelacei nossos dedos.

 

- Você com ciúmes do Ty é a mesma coisa de eu sentir ciúmes da Ally e Normani que dormiram com você ontem. – Falei rindo e Lauren riu.

- Dormiram comigo, porque você não quis dormir – Falou e aproximou nossos lábios em um selinho rápido – Ah, e eu nem te conto o que aconteceu naquele quarto ontem – Disse rindo e eu ergui um pouco a cabeça selei nossos lábios novamente – A Normani e a Ally, elas... – Soltei uma de minhas mãos do aperto de Lauren e enfiei os meus dedos em seu cabelo.

 

- Depois você conta. – A cortei, e puxei o seu rosto para perto do meu, e juntei os nossos lábios iniciando um beijo, que logo foi retribuído.


Notas Finais


A votação ainda está aberta, aproveita pra votar logo, porque o proximo paredão é a eliminação em??

Quem você quer eliminar? Christopher ou Cristal?
Vote aqui : http://www.strawpoll.me/13517714
( O link também está no fixado do meu twitter @chickensgirl )


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...