História Big Little Lies - Capítulo 41


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Tags Bebê, Bebes, Camren, Camren G!p, Gravidez, Lauren G!p
Visualizações 564
Palavras 875
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem!

Capítulo 41 - Lerda


Fanfic / Fanfiction Big Little Lies - Capítulo 41 - Lerda

                     Pov Lauren 

"O tempo ainda não me ensinou a medi-lo com maturidade, sou apressada demais, sou lerda demais, sou eu por demais. Preciso aprender a por os pontos nos lugares certos, essa é a gramática da vida. E veja bem, eu adoro português. Mas sou péssima em gramática.”

Tem dias que a gente trabalha praticamente obrigada. Hoje com certeza é um desses. Se eu não tivesse que deixar tudo adiantado, bem provável de eu não conseguir ir para o sul, ficar com os meus amores.

Eu estava terminando de ler mais um processo, quando ouço meu celular tocar, sorri assim que vi que era a Camila. Eu estava pensando mesmo em ligar pra ela daqui a pouco. 

- Amor, eu já ia... - começo a dizer assim que atendo, mas ela logo me interrompe.

- Não vem com essa de amor, Lauren. - ela diz e fico seria, sem saber o porque dela estar agindo assim.

- O que aconteceu, Camz? - pergunto tentando entender - la.

- O que aconteceu? Eu que te pergunto. - ela rebate. A coisa tá feia para o meu lado, e eu nem sei o que eu fiz.

- Não estou entendendo nada, Camila. - digo e sinto que ela está bastante irritada comigo. 

- Então deixa eu refrescar sua memória. O que tu tá fazendo com a Alexa de novo? 

- Com a Alexa? Mas eu não estou com a Alexa agora, Camila. Eu estou trabalhando. 

- Não testa a minha paciência, Lauren Michele. Não importa que dia que foi,  mas tu e ela estavam juntas. Ela me mandou foto.

- Eu só vi ela ontem. Estávamos em uma reunião de negócios. Não aconteceu nada demais. Não entendo porque ela te mandou foto. Nem sabia que tinham tirado foto nossa. - digo sincera.

- Às vezes eu me pergunto se tu se faz, ou se tu é realmente lerda com letra maiúscula. - ela diz e encerra a chamada. E o pior, é que eu realmente continuava sem entender nada.

_ Tô entrando! Que cara é essa? - Normani diz abrindo a porta do meu escritório e se sentando de frente para mim. 

_ Camila! - digo soltando um longo suspiro. 

_ Vocês brigaram? - ela pergunta.

_ Ela brigou comigo. E até agora acho que foi desnecessário. 

_ O que tu aprontou?

_ Nada. - digo e Normani me olha como se eu estivesse falando a maior besteira da minha vida.

_ Ela não estaria brava por nada. Fala a verdade, Laur. 

_ Eu realmente não fiz nada demais. Ontem eu fui lá naquela reunião e a Alexa estava lá também. Parece que tiraram uma foto da gente próximas uma da outra, e a Alexa mandou para a Camila.

_ Próximas? Defina próximas. - ela diz se arrumando na cadeira.

_ Não sei. A Camila não me disse como foi a foto. Mas não entendo por que a Alexa fez isso.

_ Até porque a Alexa é uma santa. Me poupe, Lauren. A Alexa não te superou e tá te querendo de volta. 

_ Será? 

_ Lauren, acorda filha. Larga de ser lerda. - ela diz e reviro os olhos.

_ Todo mundo tá me falando isso hoje. 

_ E parece que não adiantou né. 

_ A Camila não tá nem me respondendo. - digo olhando meu celular. 

_ Acho melhor vocês conversarem pessoalmente. Vai atrás dela.

_ Estava pensando mesmo em fazer isso. 

_ Sei que tenho as melhores ideias. - ela diz se achando.

_ Só que não sou só eu que tenho que segui - las. Você também precisa ir atrás de uma certa gaúcha. - digo a provocando.

_ Você sabe que não posso. - ela diz fechando a cara.

_ Eu continuo não concordando com isso. E você sabe minha opinião. 

_ Sim. E sei também que não irá falar nada pra ninguém. Não é mesmo?

_ Fazer o que. Tô indo. Segura as pontas aí. 

_ Vai aproveitando. Daqui uns dias é tchau.

_ Eu ainda acho que você vai mudar de ideia. Beijos. Se comporte. - digo pegando minhas coisas e indo para a minha casa. Precisava arrumar algumas coisas, avisar para os meus pais, comprar minhas passagens para ir para Gramado e depois o principal, tentar me resolver com o amor da minha vida. 

...

Depois de tudo pronto em Belo Horizonte, consegui uma passagem para Gramado. As oito e pouco, o avião pousou, peguei um taxi e fui direto para a casa da Camila, que continuava não me respondendo nem atendendo minhas ligações. 

Quando cheguei em sua casa, desci segurando minha pequena mala, e bati em sua porta. Não demorou muito e a porta foi aberta pela Dinah, que segurava um dos meus pequenos nos braços. 

_ Mamãe! - Gabriel diz se jogando pra frente para eu o pegar. E realizo seu desejo.

_ Meu príncipe. Mamãe estava morrendo de saudades. - digo o enchendo de beijos. Ele parecia ter acabado de tomar banho, estava de pijama e muito cheiroso.

_ Entra. E se prepara. - Dinah diz e 

_ Quem... - Camila começa a dizer saindo do quarto com o Antônio, mas para assim que me ver no meio da sala segurando o Gabriel. 

_ Podemos conversar? 


Notas Finais


Desculpem qualquer erro!
Bjs!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...