História Billdip - Um idiota, totalmente! - Capítulo 5


Escrita por: ~ e ~amalia-bala

Postado
Categorias Gravity Falls
Personagens Bill Cipher, Candy Chiu, Dipper Pines, Gideon Gleeful, Grenda, Mabel Pines, Pacifica Northwest, Soos Ramirez, Stanford "Ford" Pines, Stanley "Stan" Pines, Waddles, Wendy Corduroy
Exibições 45
Palavras 774
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Foto nada a ver!
:V Boa leitura!! <3

Capítulo 5 - Expulsos?!


Fanfic / Fanfiction Billdip - Um idiota, totalmente! - Capítulo 5 - Expulsos?!

Acordei com raios de sol entrando pelas frestas da janela, olhei pro relógio, eram 12:45! Meu deus, as aulas começam 1:00! Pulei da cama e fui ao banheiro, fiz minhas higienes e coloquei uma blusa azul com calça preta.

 

- Brobro! Temos que ir! - Ouço Mabel me chamar.

- Estou indo! - Pego minha mochila e desço correndo pra sala.

- Você está atrasado! Ja são 12:59, faltam 1 minuto pras aulas! E olha que eu sou boazinha e te esperei! - Mabel me puxou pelas mãos e fomos pro colégio.

Chegamos 10 minutos atrasados, eu corri pra minha sala e minha irmã foi pra dela. Quando cheguei, respirei fundo e rodei a maçaneta, o professor me olhou com uma cara assustadora!

- Sr. Pines, não chegue mais nesse horário! - Ele estava bravo, então fui rápido para o meu lugar e sentei.

Estava um tédio, pois era aula de controle de poderes, eu odeio essa aula! Olhei pela janela, eu sento ao lado dela, vi a quadra de esportes vazia, mas um garoto estava lá. Era loiro, me parecia familiar...Bill! Como eu fui esquecer! Ele estava visivelmente matando aula, aquele idiota! Continuei olhando pra sua silhueta, era tão perfe...quer dizer! Eu f-fiquei olhando pra...pras plantas!

- Estão liberados! - O professor disse, seguido do sinal.

Saí da sala lentamente, e me sentei em um banco um pouco longe da multidão. Fiquei um tempinho lá até alguém, melhor dizendo, o Bill aparecer do meu lado.

- Oi amor! - Ele disse.

- A-Amor?! - Perguntei.

- Ué, eu gosto de você e você gosta de mim, é meu amor! - "Como ele sabe que eu gosto dele?!" - Acabou de afirmar, Pinetree!

- E-Eu...eu...ok, eu g-gosto de você, Bill. - Que vergonha!

- Eu também, fofo! - Ele se aproximou, tão perto...

- Bill... - Nem terminei de falar e ele selou nossos lábios em um beijo.

- Dipper... - Continuamos a nos beijar, até que...

- Posso saber o que está acontecendo aqui?! - Era a diretora.

- E-Eu... - Eu não conseguia falar.

- Eu sei o que estava acontecendo, quebrando duas regras da escola! - Duas? Mas...qual é a outra?

- Duas? - O Bill perguntou.

- Sim, se pegarem na escola e duas pessoas do mesmo sexo juntas! - O que?!

- Desde quando isso é regra? - Eu não conseguia falar nada, então Bill estava falando.

- Desde hoje, que eu vi quanto isso é horroroso! - Agora morri mesmo!

- Eu não aceito isso! Vamos embora, pinheirinho! - Bill se levantou e puxou minha mão.

- Isso, vocês estão suspensos até amanhã, e se continuar... - Ela não terminou a frase e foi embora.

- Preconceituosa! Horrível! - Eu disse quando ela estava longe o suficiente pra não ouvir.

- Odiei ela pra sempre! - Bill disse. - Mas vamos pra casa!

- Vou me teleportar pra minha, você quer ir comigo? - Eu falei.

- Pode ser! - Ele respondeu e eu me teletransportei pra casa.

*Toc toc!* Eu bati na porta.

- Quem...FILHO?! - Minha mãe deu um pulo quando me viu.

- Oi...esse é o Bill, meu amigo! - Falei, tentando evitar o assunto de por que estar ali aquela hora.

- Oi! - O Bill falou, sorrindo.

- Oh, olá Bill! - Minha mãe respondeu. - Mas por que estão aqui?

- É... - Eu não conseguia pensar em nada pra falar.

- A professora passou mal e deixaram a gente sair mais cedo! - Bill, minha salvação!

- Oh, que pena...entrem! - Minha mãe abriu a porta por completo, deixando passagem pra nós.

Sentamos no sofá e ela parecia pensativa, depois disse:

- Mas...se o Bill é da mente, vocês tem professoras separadas, e não daria pra... - Ops!

- Dipper, vamos falar a verdade? - Ô Bill, agora você ja entregou, né!

- S-Sim... - Respondi.

- O que é? - Minha mãe parecia curiosa e preocupada.

- M-Mãe... - E de novo eu travei!

- Senhora Pines, nós fomos suspensos até amanhã. - Por que é sempre o Bill que fala?

 - Por que?! - Minha mãe estava realmente preocupada.

- Nós... - Quando Bill ia falar eu o interrompi.

- Quebramos uma regrinha!

- Qual?! - Minha mãe ja estava brava.

- Nós... - Não Bill! Pensa em outra coisa! Por favor! - Caímos da escada e sem querer empurramos outro menino, que se machucou e nós acabamos com a culpa! - Bill ria da desculpa idiota que o próprio inventou.

- Oh...ok! - Minha mãe ria um pouco, mas parecia desconfiada.

Depois subi pro meu quarto com Bill.

 


Notas Finais


Bjs com glitter! <3 amu vcs!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...