História Billdip !Swap: a história continua - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias Gravity Falls
Personagens Bill Cipher, Dipper Pines, Mabel Pines, Personagens Originais, Stanford "Ford" Pines, Stanley "Stan" Pines
Tags Billdip, Gravity Falls, Romance, Yaoi
Visualizações 24
Palavras 1.486
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Lemon, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


KN- gente esse cap tá tretoso!
Sushi- vai rolar muito rebuliço hahaha
KN- "você não é o Felipe Neto, Kuro"
Sushi- cala boca idiota, pessoal por favor leiam as notas finais!

Capítulo 30 - O niver da Valentina!


Pov. Dipper

Chegou o dia de conhecer essa menina. O Bill tá se arrumando e eu estou divo! Estou usando uma blusa de manga comprida xadrez vermelha e preta, uma blusa preta por baixo, calça jeans azul e um all star vermelho.

Bill- pronto lindo e gostoso! – ele disse fazendo pose.

- hahaha ok vamos logo – disse pegando a mão dele e tele transportando a gente para o salão.

Bill- nossa que bela decoração! – ele disse e devo admitir tá tudo lindo, rosas brancas, lustres de cristais é a festa de princesa perfeita.

Mab- DIPPER! – ela brotou do nada me abraçando.

- oi mana, cadê a Chloe e o Carlos? – perguntei (KN- pra quem não lembra ela queria outro bicho).

Chloe- aqui tio! – ela disse me dando um abraço.

- de onde você saiu? – perguntei a levantando.

Chloe- ninguém nunca vai saber – ela disse fazendo mãos de jazz.

Bill- hahaha onde o Kill se meteu?

Mab- ele tá ali com o Carlos – ela apontou pra uma mesa e meu Deus!

Bill- acho que o Kill dormiu – ele disse rindo baixo.

Chloe/eu- hahaha

Mab- Chloe vai acordar o seu pai – ela disse e eu coloquei a Chloe no chão e ela foi embora.

Will- e ai gente! – ele apareceu atrás do Bill o abraçando.

Bill- oi Will hahaha

Ty- oi maninho e maninha – ele disse feliz.

- oi Ty – dei um abraço nele.

Mab- Tyronezinho! – ela o abraçou bem forte.

John- e ai Tio Dip – ele está com 10 anos agora, mas ele tá bem diferente... Teve um surto de crescimento do nada! Tá quase do meu tamanho!

Bill- Meu Deus esse é o Jonathan?! – ele perguntou – tá quase maior que eu – ele disse com a mão na cabeça do menino.

John- oi tio Bill é bom ver o senhor hahaha.

- Ty o que você deu pra esse garoto? Fermento? – perguntei sussurrando no ouvido do meu irmão.

Ty- sei lá, ele começou a crescer do nada – ele disse – mas ele parece um adolescente já – ele disse e eu concordei.

John- o que vocês tanto cochicham? – ele perguntou nos olhando.

- nada fofinho hahaha – disse e ele riu junto.

John- vou ver a Chloe e o Carlos, abraço – ele saiu pelo salão.

Mab- estou ansiosa pra saber quem é essa Valentina! – ela disse dando pulinhos.

Will- como você consegue pular de salto? – ele perguntou.

Mab- anos de treinamento! – ela disse.

Bill- vou ficar com o Kill – ele saiu e puxou o Will junto.

Ty- o que deu nele? – ele perguntou.

- como assim?

Mab- ele parece nervoso no sentido ruim – ela disse pensativa.

- sei lá, ele parece normal pra mim – disse e continuamos a conversar sobre coisas aleatórias.

Pov. Valentina

- mãe, eu posso dar um passeio no salão? – perguntei.

Cor- pode já está na hora de te anunciar mesmo – ela disse – arrume o vestido.

- ok – eu arrumei uma parte do meu vestido: um vestido de babados roxo escuro encima e vai clareando no babado, sapatilhas brancas e meus cabelos estão presos em um rabo-de-cavalo.

Cor- senhoras e senhores, obrigados por vir hoje no aniversário de 13 anos da Valentina, minha filha mais novos – ela disse e eu pude ouvir alguns suspiros de susto.

- mãe, eu posso sair? – ela assentiu e eu saí das cortinas.

Cor- pessoal minha filha! – todos me aplaudiram.

Pov. Mabel

- como assim Filha?!

Ty- como assim a mamãe se casou de novo?!

Dip- como assim ela transa? – nessa hora eu e Ty o olhamos com cara de tabua – o que? Só eu pensei nesse detalhe?

Ty- sim! Eca! – ele disse com cara de nojo.

Cor- agora peço que sejam gentis com ela e a recebam de braços abertos – ela disse sumiu com a Valentina.

Quebra de tempo, conhecendo a Val:

Cor- oi Mabel! – ela veio até nos e deu um abraço em cada um de nós.

Dip- que historia é essa de Filha?! – ele já foi à maldade.

Cor- bem... – ela explicou essa porra.

Ty- quer dizer que você fez aquilo com um cigano qualquer...

Dip- essa menina voltou e você está treinando ela...

- e você deixou ela ficar no meu quarto?!

Cor- sim, meus filhos eu peço que sejam legais com ela e a tratem como irmã – ela pediu com um olhar preocupado.

- ok mãe, mas onde ela está? – perguntei olhando.

Cor- acho que na mesa – ela apontou para a mesa e lá estava ela.

Ty- vamos falar com ela – ele disse e fomos lá.

- oi – fui a primeira a cumprimenta-la.

Val- oi...

Dip- ei fica calma – ele disse se sentando ao lado dela – eu sou Dipper seu irmão do meio – ela apertou a mão dele - essa é Mabel sua irmã, a mais velha de todos nós.

- sim, sim e é um prazer maninha – ela apertou a minha mão agora mais tranquila.

Dip- e esse é o Tyrone o ex mais novo – ele sorriu e ela riu.

Ty- você pode me chamar só de Ty – ele disse e ela apertou a mão dele.

Val- ok, então Mab, Dip e Ty – ela disse apontando para cada um de nós – e vocês podem me chamar apenas de Val – ela disse rindo “que fofa” – obrigado Dip, mas eu não sou tão fofa assim.

Ficamos conversando um pouco até a minha mãe anunciar a valsa.

- com quem você vai dançar? – perguntei olhando o salão.

Val- não sei...

Ty- eu vou atrás do Will antes que alguém o puxe pra dançar – ele saiu correndo atrás do boy e todos rimos.

Dip- bem, eu vou chamar o meu Raio-de-sol pra dançar e Mabel vai chamar o lutador antes que ele durma de novo hahaha – ele disse saindo.

- vou indo Val, qualquer coisa chame a gente ou a mamãe – eu disse me levantando.

Val- valeu Mab – ela disse e eu fui atrás do Kill.

Pov. Val

Fiquei um pouco sentada e observei meus irmãos e irmã dançando com seus maridos.

- ai, ai – suspirei.

?- me daria à honra dessa dança? – era um menino alto, com cabelos castanhos, pele morena e belos olhos verdes; usava uma blusa verde, jaqueta preta, um jeans azul escuro e tênis preto.

- c-claro – “droga! Eu gaguejei”.

?- eu sou John – ele disse sorrindo.

- o meu é Valentina, mas pode me chamar de Val – ele sorriu e “Meu Deus que lindo”.

John- você sabe dançar? – ele perguntou, quando saí do mundo Boys já estávamos no meio do salão.

- sim... Bem alguma coisa – disse um pouco nervosa.

John- ótimo, porque eu não sei dançar – ele disse sorrindo.

- hahaha você me chama pra dançar e você não sabe?

John- pois é hahaha – ele e eu rimos – mas você pode me conduzir nesse caso.

- claro – coloquei a mão esquerda dele na minha cintura e a outra junto a minha – agora me segui, direita.

John- a minha ou a sua?

- a sua – ele obedeceu e assim eu fui guiando ele conforme a musica tocava.

John- é mais fácil do que eu esperava – ele disse começando a me conduzir.

- viu? Hahaha – ele me rodou e me puxou, mas nessa hora eu tropecei e ia cair.

John- cuidado! – ele me segurou antes de cair.

- o-obrigado – nessa hora senti algo percorrer o meu corpo.

Pov. John

- cuidado – a segurei no ar.

Val- o-obrigado – ela agradeceu e eu senti meu coração falhar por um estante.

- n-nada – disse a levantando – vamos continuar a dança? – perguntei nervoso.

Val- vamos – ela segurou a minha mão e eu continuei conduzindo-a – qual o seu nome completo?

- John Cipher Gleeful – disse a rodando – dessa vez não caiu hahaha.

Val- espera você é um Cipher?!

- sim, por que o espan... Ah já sei – disse me lembrando de algo.

Val- j-já sabe?

- sim, eu não pareço com os meus pais hahaha, sempre dizem que não sou um Cipher por isso – disse e ela me olhou confusa.

 Val- quem são seus pais? – ela perguntou nervosa.

- aqueles dois ali – apontei para os meus pais dançando.

Val- o Tyrone é seu pai?! – ela disse desesperada.

- sim, como você conhece o meu pai? – ela se afastou um pouco triste.

Val- eu sou irmã dele e ao que parece sua tia – ela disse forçando um sorriso.

- O QUE?! – disse meio alto que alguns casais me olharam – desculpem-me continuem dançando hahaha – disse nervoso.

Val- é melhor eu ir atrás da minha mãe - eu peguei a mão da Val antes dela sumir e a levei para uma mesa.

- como assim você é minha tia? – perguntei desesperado.

Val- você não ouviu a Cordelia falando no começo da festa: “minha filha Valentina”? – ela perguntou como se fosse obvio.

- não! Eu tava no banheiro – disse meio enraivecido com o tom obvio.

Val- bem, agora você sabe e... e... eu tenho que ir – ela saiu correndo “será possível que eu me apaixonei pela minha tia?”.

Continua...

(LEIAM A PORRA DAS NOTAS FINAIS!)


Notas Finais


KN- pessoal essa fic, logo vai acabar e queremos começar uma nova.
Sushi- exato, então queremos que vocês digam alguns shipps que vocês gostam, pra gente fazer uma fic
KN- quem sabe um crossover de Shippes!
Sushi- não exagera ¬_¬, mas enfim: comentem ai e nos ajudem
KN- valeu genteeeee


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...