História Biology - Capítulo 9


Escrita por: ~ e ~LuizaSTEREK

Postado
Categorias EXO
Personagens Personagens Originais, Sehun
Tags Sehun Exo Origianais
Exibições 21
Palavras 1.695
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Gentee volteiii !!! Eu queria pedir desculpas por não ter postado antes. Eu estava com um terrivel bloqueio .
Boa leitura <3

Capítulo 9 - O ultimo beijo


  O médico me olhou por alguns segundos e então resolveu se pronunciar.

  - Ele está te esperando la dentro  - assim quando ele disse aquilo senti meu corpo solta do o peso que tinha e então se aliviar.  Senti as maçãs do meu rosto se esticarem e só então percebi que estava sorrindo quando o médico me devolveu outro.

  - Obrigada – eu sinceramente não sabia pelo o que estava agradecendo .

  - Vá vê-lo, ele esta a sua esperar Srt. – ele disse e simplesmente ando rumo ao contrario ao que eu iria.

  Dei alguns passos mas não resiste a e vontade de correr que estava dentro de mim. Assim que cheguei a porta da sala parei e respirei fundo. Olhei para o lado e vi o médico no fim do corredor se virar para trás de modo que nossos olhos se cruzassem por alguns segundos.

  O médico voltou a olha para frente depois de alguns segundos e então seguiu seu rumo.

  Respirei fundo mais uma vez antes de girar a maçaneta. Ao entrar no quarto vi Sehun deitado em sua cama . A cama que ele dormia frequentemente nos últimos meses. Ele usava aquela mochilinha de sempre .

  Fiquei parada no encosto da porta observando-o. Ele ainda não tinha notado minha presença.  Fiquei mais algum tempo vendo-o e imaginando como ele estaria fora desse lugar.

  -A quanto tempo você estar ai ? – ele perguntou assim que se virou e me viu encostada na porta.

  - Tempo o suficiente para me apaixonar ainda mais por você . respondi indo e depositando um beijo no topo de sua cabeça , mas, logo indo a janela que havia ali.

  - Senti sua falta- ele diz , mas eu continuo na janela obsevando o jardim que havia ali com algumas crianças brincando.

  Fiquei pensando em se aquelas crianças sabiam o por que de estarem em lugar tão triste como esse. As vezes eu queria ser como elas em que os problemas não passam muitas vezes de brigas com os amigos.

  - Eu também senti a sua – disse me virando para olha-lo e só então percebi que ele me observava.

  Andei até a cama que ele estava e então me sentei no canto mais abaixo dela de modo em que eu podia vê-lo totalmente por inteiro.

  - Como você está se sentindo ? – o perguntei

  -  Eu estou bem, sabe? . Eu sinto que eu serei feliz daqui um tempo.

  Eu não estava entendendo o que ele queria dizer com aquilo.  Senti meus olhos marejarem mas eu não queria chorar na frente dele. Observei toda extensão do seu rosto e então parei no topo de sua cabeça. Ele usava uma toca preta que tampava sua cabeça agora raspada.

  Eu não sabia o que fazer nem falar. Ver a pessoa que eu mais amo naquele estado não me fazia bem.Eu tentava ser forte mas de todos os modos eu não conseguia. Eu queria dizer a ele que tudo ia acabar bem , que era para ele acreditar que logo nós estaríamos juntos. Mas nem eu mesma sei se acredito.

  Eu queria acreditar de todas as maneiras que nós teríamos um final feliz, mas essas coisas só existem em contos de fadas. Eu não sou uma princesa em que uma fada madrinha chega e com sua varinha mágica muda o rumo da sua história.

  - Sabe eu te amo tanto – falei olhando dentro dos olhos dele.

  - Tome essa carta, faz um tempo que quero entrega-la mas sei que só agora é a hora certa – ele fala estendendo um envelope branco escrito apenas “ De: O grande amor da sua vida Para : O eterno amor da minha vida” o que fez meus olhos lacrimejarem mais uma vez.

  Olhei todos os aparelhos que estavam ligados a ele mas uma me prendeu a obrigando a olha-la. Eu não queria que isso acontecesse , eu realmente não queria.

  Rapidamente me abaixei e então selei nossos lábios. O beijo era o mais apaixonado de todos que eu já tive em toda a minha vida. Senti meu rosto esquenta e então senti lagrimas descendo dos meus olhos. Percebi que Sehun também chorava o que me fez derramar mais lagrimas ainda.

  Nossos lábios estavam colados , assim como nossas testa. Nossas bochechas molhadas pelos nossos choros e então pedi a Deus que aquele beijo nunca acabasse mas um barulho agudo e profundo me chamou atenção. Eu não podia acreditar , eu ainda estava com os lábios colados nos dele e então a sala foi cheia  de médicos e enfermeiros. Dei um ultimo selar em seus lábios e então me afastei dele.

  Observei eles o levando para algum lugar as pressas mas a única coisa que fiz foi chorar mais ainda. Eu não estava suportando mais o meu próprio corpo. Senti que minhas pernas iriam falha a qualquer momento então assim que eu iria cair sinto alguém me segurar.

  Eu realmente não estava me importando com quem seria aquela pessoa que estava me segurando . Eu simplesmente não conseguia em pensar em mais nada o grande amor da minha vida tinha ido embora e me deixado eternamente. Eu não tinha mais chão. Era como se um grande buraco negro abrisse sob meus pés e puxasse tudo que me importava para dentro de si, mas me deixasse ali para sofrer.

  Decidi me separar daquela pessoa e só então vi seu rosto. Era o médico Kim Seokjin.

  - Me desculpe – disse um pouco baixo e envergonhada.

  - Não tem problema. E eu sinto muito por vocês.

  - Obrigada. Você pode me dizer pra onde o levaram ?

  - Pra uma ala especial. – dito isso ele se virou e saiu dali.

{...}

  Todos estavam ali. Os pais, os parentes, amigos, professores da universidade e até mesmo os alunos.

  Andei mas um pouco e então pude vê-lo lindo como sempre deitado no caixão.

  Sua pele estava um pouco mais pálida do que o comum e seus lábios um pouco rechiados e seus braços cruzados sobre seu peito. Aquela imagem sempre ficaria na minha mente.

  Começou a passar pela minha cabeça a imagem da primeira vez que nós saímos. O nosso primeiro beijo. Todos os momentos que passamos juntos.

  Andei até seu caixão e parei sobre ele , me debrucei para frente e então encostei minha cabeça sobre seu peito , mas dessa vez não pude ouvir seu coração. Comecei a chorar contra minha própria vontade.

  {...}

  Estava na hora de crema-lo ,e ali só estávamos; eu , seus pais , Luiza e Lu Han.

  Antes na hora do velório recebi confortos e abraços de alguns parentes dele. Um até mesmo me contou que ouvira muito de mim. E me contou que era muito próximo de Sehun. E eu fiquei feliz em saber que não era uma desconhecida total para a família dele, mas sim, uma pessoa que se tornou especial para ele. Como disse uma tia dele a mim.

  Na hora de fechar o caixão para crema-lo, coloquei uma carta. A carta que eu escrevera ontem a noite durante as horas de meu sono perdido.

FLASHBACK

  Eu não conseguia dormir, a imagem de Sehun sempre vinha em meus pensamentos. Aquele barulho agudo e profundo me torturava cada vez mais.

  Me levantei e fui na cozinha, eu estava na casa de Luiza. Ela me deu a chave do apartamento e me deixou ficar aqui sozinha o que me fez agradecê-la  mentalmente. Eu realmente queria ficar sozinha.

  Acendi a luz da cozinha e então aquela claridade forte e repentina me fez fechar os olhos por impulso.  Depois de me acostumar a claridade , sentei me na bancada e me dei o direito de tomar o café que ela fizera pra mim antes de voltar para o dormitório. Enquanto aquele liquido escuro e quente descia pela minha garganta , lagrimas desciam pelos meus olhos.

  Lembrei-me então do que eu fazia quando era pequena e estava angustiada ou com algum sentimento preso dentro de mim. Eu escrevia. Fui até a sala e com um pouco de dificuldade encontrei uma folha em que pudesse escrever. A folha era meio amarelada com sua bordas com se tivesse sido queimada. Peguei em cima da mesa de centro uma caneta azul e então me sentei no chão de modo que eu desse tamanho a mesinha.

        Carta

Meu grande amor,

  Hoje infelizmente você me deixou. Mas eu pelo menos pude ter o prazer de te dar um ultimo beijo.

  Sabe eu não tenho muitas coisas para lhe falar. A não ser que eu te amo muito. Eu ainda não li sua carta, não tive coragem o suficiente para fazer isso. Para falar a verdade eu já tentei mais de três vezes, mas ambas foram tentativas falhas. Amanhã infelizmente será a ultima vez que eu ti verei dessa maneira, mas eu realmente espero que um dia possamos nos reencontrarmos, seja onde for.

  Eu sei que agora você deve estar passando para o outro lado do universo. Um lugar em que só pessoas privilegiadas como você vai. Um lugar em que não existe dor nem sofrimento. Somente amor , carinho, e cuidado. Somente coisas boas que possa fazê-lo  sorrir mais uma vez.

  Todas as noites eu olharei para o céu e saberei que a estrela mais brilhante será você. Hoje eu ainda não vi nenhuma estrala brilhar tanto , então eu acho que deve ser por que você ainda está no caminho.

  Esse caminho realmente deve ser maravilhoso assim como você merece. Eu sempre me imaginei passando por ele, caminhando devagar para apreciar tudo de lindo que tiver pelo caminho. Mas agora eu sei que quando eu passar por ele, passarei correndo o mais rápido que eu puder. Sabe para quer ? Para te ver . Para ver seu sorriso. E poder brilhar do céu assim como você fará.

  Eu sei que quando você chegar ao seu destino você ficara me vigiando daí. E eu realmente espero que Deus te mande como meu anjo da guarda. Pois eu sei que em você eu poderei confia meu futuro até que seja a hora de nos reencontrarmos e você responder-me  essa carta até mesmo com um simples sorriso.

                                                                                                                  Seu Eterno Amor da sua vida !

 

 


Notas Finais


Iai gente o que acharam ??
Eu to muito triste porque o Sehun morreu TT TT...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...