História Birthday Sex - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin
Tags Bday Jimin, Jimin, Musical, Presente De Aniversário
Exibições 255
Palavras 2.685
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Hentai, Musical (Songfic), Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Ok, está tarde e quase não deu tempo, eu to em hiatus da outra fic, mas n podia deixar essa data passar, então cá está!
Ia postar duas, uma cute e uma hot em comemoração do aniversário do nosso ChimChim, mas resolvi guardar a cute pra ano que vem...
Espero que gostem ^^ Desculpem qualquer erro .-.

Música: Jeremih - Birthday Sex

Capítulo 1 - Capítulo Único


It's yo birthday, so I know you want to ride out
Even if we only go to my house
Sip on weezy as we sit upon my couch

Feels good, but I know you want to cry out

É seu aniversário, eu sei que você quer dar uma volta
Mesmo que seja só para ir para minha casa
Tomando uma bebida enquanto nos sentamos no sofá
Me sinto bem, mas eu sei que você não quer chorar

Tudo era para ser perfeito! Sua “melhor amiga” a trocou, sua família vivia exigindo sempre mais dela sem nem ao menos reconhecer o que já tinha conquistado. Sim, ela tinha uma vida difícil, mas tudo isso só a tornou a mulher forte e incrível que ela é hoje em dia.

Ela tinha um namorado. Ela o amava e ele a amava. Estavam prestes a comemorar seu aniversário de três anos de namoro no dia em que ela nasceu e, por incrível coincidência, no dia em que eu nasci também. E quem sou eu? Não, não sou irmão dela.

Sou Park Jimin. Um amigo de colegial que trabalha junto a ela e que sabe boa parte de sua vida. Ela acreditava que, de alguma forma, estivéssemos ligados, como irmãos-almas gêmeas ou algo do tipo pelo simples fato de nascermos no mesmo dia e por nos entendermos tão bem.

Acompanhei, praticamente, todos seus relacionamentos e ela o mesmo com os meus. Acompanhei o suficiente para perceber que ela está loucamente apaixonada por esse cara e ele só está se aproveitando dela.

O dia de seu aniversário está próximo e ele, planejando uma festa surpresa para ela, se dispôs a pagar todas as despesas. A festa seria dois dias antes de seu aniversário, pois ele tinha algum compromisso que não poderia ficar para o dia em si.

Sai com ela para dar uma volta enquanto eles arrumavam a casa para a festa. Assim que voltamos pude ver os olhinhos dela começarem a brilhar vendo as bexigas da janela de sua casa, ela é esperta então logo deduziu. Saiu correndo para abrir a porta e logo teve a grande surpresa!

Apesar de que eu queria ter ajudado mais nesta festa, fiquei muito contente com o resultado, cujo deixo-a muito feliz.

Após o cumprimento de todos, o parabéns e tudo mais, começou a festa. Bebidas servidas, musica alta, casa cheia e todos dançando. Perco-a de vista e vou curtir a festa com outros amigos do colegial que não vejo desde então.

03:00 da manhã. Muita gente já se foi, mas ainda tem muita gente curtindo. Uns bêbados, outros se pegando, outros comendo e uma chorando. Por que ela está chorando?

Fui perguntar e, entre soluços de choro, descubro o motivo. O canalha do namorado dela a trocou e usou a desculpa de que não estava conseguindo faze-la feliz e isso estava o deixando mal e que assim não daria para continuar.

Meu corpo ferveu de raiva vendo-a de tal jeito. Cerrei meus punhos e fui para cima dele. Todos da festa pararam e seus olhos viraram em minha direção. Ele caído no chão me olha confuso e minha garganta se prende para não estragar ainda mais a festa, mas as palavras e xingamentos simplesmente saíram fazendo-a chorar ainda mais.

Ela pede para eu parar, mas não consigo dar atenção a ela.

Ele sai da festa pingando sangue, bebida (que ele derrubou quando caiu), mas não deixa cair uma lagrima, nem para fingir se importar com o término “difícil” que ele acabou de ter.

Apesar de eu ter feito tudo isso, ela apenas descontou toda a tristeza e raiva em mim, como se eu fosse o culpado. Por fim, expulsou-me de sua festa, deixando só os que ainda estavam lá para consola-la.

Passou-se aquela noite e amanheceu o dia da véspera de seu aniversário, o qual tínhamos planejados muitas coisas para fazermos juntos. Falei com minha namorada que iria passar o dia todo comemorando com ela (o que me rendeu uma briga por ciúmes), marquei hora no restaurante, aluguei filmes, fiz tudo, mas não nos falamos desde a festa.

Passei o dia em casa sentado no sofá, dormindo e acordando, dormindo e acordando enquanto a TV fazia barulhos e ruídos em meus sonhos.

Chegando umas sete da noite resolvo tomar um banho, jogando todas as esperanças de que ela me atendesse longe.

Me arrumaria para dormir, mas ainda estava mal pela nossa briga e preocupado com ela, então resolvi ir até a casa dela.

Chegando lá toco a campainha e ela não demora em atender. Vejo-a com os olhos inchados, nariz vermelho, cabelo bagunçado e um olhar implorando por um abraço.

Assim que ela fica entre meus braços eu a conduzo para o sofá e escuto tudo o que a magoa no momento. Não gosto de vê-la assim! Quero fazer algo para compensar o que fiz ontem e para anima-la um pouco.

-Vamos! Vá tomar um banho, se arrume e vamos dar uma volta.

-Não, Jimin. Não quero sair hoje...

-Eu sei que você quer! Você sempre sai pra andar ou correr quando está mal. Vamos sair e andar pelo menos até meu apartamento!

Ela hesita ainda um pouco, mas no final acaba aceitando, desde que eu compre uma barra de chocolate para ela.

Chegamos ao meu apartamento e sentamos no sofá. Já conseguia ver um pouco daquele sorriso. Abrimos uma das barras de chocolate e eu trouxe uma taça de vinho tinto.

Conversamos e rimos muito. Senti-me bem sabendo que havia animado ela, mas sei que ela ainda está com vontade de chorar.

You say you want passion, I think you found it
Get ready for action, don't be astounded
We switching positions, you feel so rounded
Tell me when you want your gift, girl

Você deseja paixão, acho que encontrou
Pronta para ação, não fique surpresa
Nós trocamos posições, se sente tão bem
Me diz o que você quer de presente, garota

         Aproximo-me dela para um abraço, mas, em um movimento inesperado, ela levanta a cabeça deixando nossos rostos muito próximos.

         Aquele momento eu não sentia mais nada! Só sentia as batidas de meu coração acelerando conforme sentia sua respiração em meu rosto. Não via mais nada, apenas seus olhos olhando em direção a minha boca e meus olhos. Num impulso nos beijamos.

         No momento não pensei em minha namorada e nem no que nossos pais falariam. Passei minha vida vendo-a como uma irmã e, no momento, sentia como se ela me completasse, como se ela fosse uma mulher diferente, nova, mas que já amava ha muito tempo.

         Ela me puxa para cima dela e eu correspondo os sinais. Mas ela não parece estar surpresa.

         Ficamos um tempo juntos. Evitamos trocar olhares até que a curiosidade falou mais alto.

         -Você planejava isso?

         -Sempre soube que sentia algo a mais por você, Jimin. Era algo grande de mais para ser apenas como um melhor amigo e hoje sei que era paixão.

         Desta vez eu a puxei para cima de mim e comemoramos as primeiras horas de nosso aniversário juntos, fazendo ser as melhores horas de nossas vidas.

         -Nossa! Olha as horas, Jimin!

         Já eram quase duas da manhã – Feliz aniversário! – digo e rio.

-Feliz aniversário, Jiminnie!

-Bem, como tudo o que eu tinha planejado já não da mais, o que você quer de presente agora? – digo e vejo suas bochechas corarem.

Garota você sabe que eu-eu-eu, garota você sabe que eu-eu-eu

Girl you know I-I-I, Girl you know I-I-I
I been feenin,
Wake up in the late night
Been dreamin bout your loving, girl
Girl you know I-I-I, Girl you know I-I-I
Don't need candles and cake
Just need your body to make good...
Birthday sex...Birthday sex
Birthday sex...Birthday sex


Estou querendo
Acordo tarde da noite
Sonhando com o seu amor,garota
Garota você sabe que eu-eu-eu, garota você sabe que eu-eu-eu
Não preciso da vela e do bolo
Só preciso do seu corpo para fazer seu...
Sexo de aniversário...Sexo de aniversário
Sexo de aniversário...Sexo de aniversário

-Jimin, acho que não deveríamos! Isso seria algo feito por impulso, seria momentâneo. Pensa depois, como seria...

-Eu te amo! - Ela para e me encara surpresa. – Agora eu sei que te quero e te quero ha muito tempo. Acordo tarde da noite sonhando com você, me preocupo e perco a cabeça quando qualquer cara, qualquer pessoa te faz mal.

         Não queria pensar, não queria lembrar que nada que pudesse nos impedir de ficar juntos. Me sentia bem, aliviado depois de ter descoberto o que me sufocava.

         Ela ainda parece confusa, mas sei que compartilhávamos os mesmo sentimentos. Ela, que antes estava do outro lado do sofá, começa a se aproximar. 

-Bem, também é o seu aniversário. O que você quer de aniversário? – Ela sussurra em meu ouvido. – Está muito tarde para comprar velas e bolo...

         Sorrio junto com ela. Voltamos a nos beijar e parecia que, a cada beijo, nos apaixonávamos ainda mais!

See you sexy and them jeans got me on 10
1-2-3 Ding, I got you pinned
Don't tap out, fight until the end
Ring that bell, and we gonna start over again
We ridin with passion, 'cause it's your birthday
Been at it for hours, I know you thirsty
You kiss me so sweetly, taste just like Hershey's
Just tell me how you want you gift, girl

Vejo você nesse jeans ele me fez te dar nota 10
1-2-3 Ding, eu deixei você com vontade
Não fique cansada, lute até ao fim
Toque a campainha, e nós começamos tudo de novo
Nós vamos com paixão,por que é seu aniversário
Estamos aqui a horas,sei que você esta desejando
Você me beija tão doce,como se fosse Hershey's
Só me diz o que você quer de presente, garota

         A necessidade do momento vai aumentando cada vez mais passando do beijo para o desejo.

         Ela está brincando comigo, rebolando em meu colo com um jeans apertado que ficava perfeito no corpo dela.

         Comecei a brincar também sussurrando em seu ouvido coisas sujas deixando-a com vontade.

         Ela tira minha blusa e começa a passar a mão em meu abdômen até chegar à barra de minha calça. Eu a pego e viro-a pela cintura ficando por cima dela. Saio distribuindo beijos por todo seu corpo, da boca à sua intimidade, ouvindo seus leves e tímidos arfares.

         Tiro sua blusa e jogo-a em qualquer canto. Apenas abro seu shorts, mas não chego a tira-lo. Sinto suas mãos passeando pelo meu corpo e apertando alguns lugares. Minhas mãos estavam em sua cintura, mas logo as mudei de lugar. Uma levei para seu rosto, para poder acaricia-lo, a outra descia até entrar em sua calcinha e começar a estimula-la.

         Com alguns movimentos a fiz gemer meu nome e logo senti algo quente escorrer pela minha mão. Ela, sem perder tempo, puxou minha calça um pouco para baixo e começou a me masturbar enquanto dava chupões em meu pescoço. Não demorou muito para que eu me desfizesse também.

         Cai deitado quase ao seu lado no sofá. Ainda estava delirando com seu toque!

-Sabe, não foi assim que eu imaginei que seria... – ela disse depois de um tempo.

-Quando e como você imaginou?

-Hum... Ainda hoje, antes de começarmos e não sei... Talvez algo menos... Mais... Ah! Esquece

Estávamos com pressa e excitados. Mal deu para aproveitar o momento e, digamos que não era assim que eu também tinha imaginado.

         -Que tal começarmos de novo? Você toca a campainha e começamos de novo, só que dessa vez, vamos com paixão, sem estarmos necessitados – solto uma pequena risada e ela me olha meio indecisa

         Estamos aqui há horas juntos, mas parece que não se passou nem um minuto. Sei que ela ainda quer mais e confirmo isso ao sentir seus lábios encostando os meus.

Um beijo tão doce quanto sua voz e seu perfume, que me faz sonhar alto.

-Agora é sua vez de ganhar um presente de aniversário!

First, I'm gonna take a dive into the water,
Deep until I know I pleased that body
Or girl without a broom I might just sweep you off your feet
And make you wanna tell somebody...how I do
Or maybe we can float on top my waterbed
You close your eyes as I impry between your legs
We work our way from kitchen stoves and tables,
Girl, you know I'm only able to please
Say you wanted flowers on the bed
But you got me and now it's on again

         Primeiro, vou dar um mergulho na água
Fundo até saber que satisfiz aquele corpo
Ou garota mesmo sem vassoura eu varreria por onde você andasse
E fazer você dizer para alguém...como eu faço
Ou talves nós podemos flutuar no meu colchão d'água
Você fecha os olhos enquanto eu me entrelaço entre suas pernas
Nós trabalhamos no caminho até a cozinha, fogão e mesa
Garota, você sabe que eu sou o único que te agrada
Digamos que você queira flores na cama
Mas você me tem e eu quero de novo

         -Eu sou muito exigente sabia? Quero um presente muito bom...

         -Relaxa, eu vou te satisfazer... – A pego no colo e, com a ajuda das paredes, a levo para a cama. – vou fazer você querer contar a todos como eu faço.

         A acaricio em todos os lugares de seu corpo e começo a tirar suas roupas restantes. Dando beijos em seus peitos, abro o fecho de seu sutiã e vou descendo, aproveitando cada parte com mordidas, lambidas e chupões.

         Em baixo do cobertor tirei sua calcinha e seu shorts. Ouvia seus baixos gemidos com minha respiração perto de sua intimidade.

         Deixo minha língua brincar entre suas pernas enquanto a vejo fechar os olhos, jogando a cabeça para trás de prazer. Minha mão continua alisando sua pele, dando alguns apertões que eu sei que ela gosta.

         -Jimin... Vamos logo... Eu quero sentir você!

         Sorrio satisfeito e subo lentamente até seu pescoço. Provoco-a mais um pouco e começo a deslizar com meu membro em sua intimidade antes de finalmente nos completarmos.

         Ouço seus gemidos e rio em seu pescoço, fazendo-a arrepiar. Volto a beija-la, segurando seu pescoço e penetro lentamente. Sinto suas unhas cravarem em minhas costas puxando-me para mais perto, deixando nossos corpos, suados e quentes, ainda mais colados.

         Começo a aumentar as estocadas e nossos gemidos entram em sintonia. Vejo-a se contorcer e percebo que ambos já estão chegando ao ápice.

         Saio de dentro dela, gozando praticamente em cima, e caio ao seu lado na cama. Estamos ofegantes, mas nos sentíamos felizes, apesar de ainda estarmos processando tudo o que aconteceu.

         O sexo que tive com outras mulheres pareciam ser sempre iguais e, com o tempo, até sem graça, mas, com ela, foi tão diferente! Parece que misturou o bom com o melhor ainda! Ela era incrível! De personalidade, de aparência, de doçura e agora sei que de cama também! Realmente a vejo com outros olhos agora...

         Estávamos abraçados embaixo do cobertor recuperando o folego e normalizando a respiração. Ela olhava para mim com um brilho no olhar que nunca a vi olhando para ninguém.

         -Conseguiu o presente que esperava? – Ela não responde, apenas olha para baixo, desviando meu olhar. – O que? Não gostou?! – começo a ficar nervoso e vários “e se” vem a minha cabeça.

         -É que... – viro-a para mim, para que eu possa olhar diretamente em seus olhos, mas ela desvia novamente. – Jimin, assim eu não consigo falar!

         -“É que” o que? Não gostou? Se sente mal? Fala!

         -Não, Jimin! Eu... Eu realmente gostei. Foi como se você soubesse me agradar como ninguém! Soubesse o que eu queria!

         Sorrio aliviado!

-Bem, eu acho que sei o que você quer...Se quiser na cozinha, no banheiro, na banheira, até no elevador...

-Jimin! – Ela me corta, rindo envergonhada

-Desculpa. Mas sério, você ainda terá muitas noites assim e ainda melhores... – Ela volta a me encarar – Aceita namorar comigo?

Vejo seus olhos brilharem e sua cabeça concordar.

-Sim!

Novamente nos beijamos e nos encaramos apaixonados.

-Eu ia encher está cama de flores para fazer este pedido, para deixar tudo perfeito, mas não me aguentaria até amanhã.

-Jimin, eu tenho você e você tem a mim, isso já é perfeito!


Notas Finais


Música: Jeremih - Birthday Sex

Espero que gostem ^^ Desculpem qualquer erro .-.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...