História Biscoitos - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga
Tags Híbrido, Hybrid!jimin, Hybrid!yoongi, Jikook, Taegi, Yoonseok
Exibições 175
Palavras 3.677
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Científica, Fluffy, Lemon, Misticismo, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Sim eu demorei.
Não eu não deveria estar dando justificativas, mas o seguinte é sobre algo que me irritou.
Primeiramente, tive vários problemas pessoais como na minha família quanto sobre minhas notas. Meu dia-a-dia virou algo meio conturbado e tive ainda que lidar com gente achando ruim com minha forma de escrever e por conta da minha ausência, dizendo que eu estava apenas sendo uma irresponsável e dando desculpazinhas.
Se você pensa assim, te convido a parar de ler a MINHA estoria.
Eu escrevo ela do MEU jeito.
Eu levarei o ramo dos personagens no MEU ramo de planejamento.
E nenhum comentário maldoso ou ignorante seu irá me impedir de fazer o que eu quero e amo.
Por favor, respeite não só a mim quanto a outros Escritores também.
Não vou citar nomes e nem entrar em detalhes trabalhados sobre esse assunto, só por favor, não leve algo que deveria ser feito de fã para fã como algo extremamente sério.
Respeito é bom, todo mundo gosta, todo mundo quer.
Se ponha no lugar dos outros antes de vir e fazer bobagem, pois o fim pode são ser tão favorável nem para você que me ataca e ataca outros, tanto quanto para os leitores que apreciam a obra com respeito.
Grata a atenção e boa leitura.

Capítulo 4 - Um tolo pelo desconhecido.


~~~~~ POR FAVOR, LEIA AS NOTAS INICIAIS ANTES DE DAR INICIO AO CAPITULO ~~~~

- Não Hobi-Hyung. Eles não passaram mal a nenhum momen- Não! Eu estou seguindo sim seu rot- Ai meu Deus.... - 

Jeon estava, de certa forma, estressado. Foi dormir ontem com uma enorme dor de cabeça. Jimin simplesmente não o olha ou o responde mais, e os biscoitos acabaram. Mas acredita que não é por conta disto.

Ontem quando estavam se despedindo de Namjoon e SeokJin, ele pediu para que Jimin fosse se refrescar numa área onde havia uma Fonte, e vários Híbridos iam lá para se refrescarem. Enquanto isso, estava a espera com Yoongi enquanto o mesmo miava para a Árvore que estava enfornado mais cedo e olhava para Jeon. Só logo após, notou que o híbrido não estava com o celular e não iria subir para pegar, sobrando para ele resolver isso. Antes de tomar providência, explicou para um dos funcionários do Parque a situação, a mulher logo liberou o mesmo para sobir a Árvore. Assim o fez, graças seus curso de Escalada, subia agilmente pelos os galhos, e pegou o aparelho. Quando desceu, pegou o gatinho no braço e colocou o celular no bolso. O mesmo havia atraído uma plateia em relação ao seu feito e algumas Jovens conversava consigo, ainda chamando mais atenção por estar acanhado com os elogios e investidas que levava. Yoongi simplesmente não dava a mínima.

- JIMIN! NÃO! - tentou, mas já era tarde. Virou-se de costas, protegendo o híbrido felino em seus braços 

Mas Jimin dava.

O citado havia acabado de chegar, todo molhado por conta da Fonte e simplesmente se sacudiu próximo dos humanos presentes, molhando todas as moças - e as costas de Jungkook - com a água que havia em seus pelos. O garoto, desesperado, correu para um estabelecimento próximo e pegou várias toalhas e se desculpou várias vezes para as garotas. Quando estas se afastaram, com uma toalha maior, começou a secar Jimin enquanto dava um sermão enorme no cãozinho, enquanto Yoongi apenas ronronava ao seu lado, provavelmente se divertido daquilo tudo. A partir daí, Jimin parou de dar aquela devida atenção ao humano, passando a o ignorar até o dia seguinte, o ouvindo apenas quando foi chamado para Jantar, o banho que normalmente, Jeon daria, tomou sozinho. 

E quando poderiam dizer que Yoongi era sádico, pode se confirmar com a maior certeza, já que este ria até rolar no chão todas as vezes que Jungkook tomava um vácuo de Jimin.

- Eu simplesmente não sei o porque ele está assim comigo. Também não sei porque ele iria fazer aquilo com as moças. - massageou as têmporas e logo voltou a bater a massa das panquecas, prendendo melhor o celular no ombro - Isto já aconteceu contigo Hobi-Hyung? -

- Hm... para ser honesto, algo parecido já aconteceu com o Yoongi. - disse o mais velho na outra linha 

- O Yoongi? Jura? - parou mas logo voltou o movimento das mão na massa

- Sim. Eu e o V estávamos completamente bêbados naquele dia e abraçados no sofá falando várias baboseiras, quando o Yoongi nos viu.... - ele riu - O rostinho autodenominado perfeito dele ficou com uma bela marca. Acredito que até hoje ele tenha a cicatriz. -

- Wow. - 

- Falando no doido, ele já apareceu para levar o Gatinho? - na linha, Jeon pôde ouvir mais vozes

- Não. Eu recebi uma mensagem que o mesmo iria demorar pois estaria comprando presentes para os híbridos. - abaixou a voz para que os outros não o ouvisse - Aliás, você deu meu número para ele Hyung? -

- Sim. Mas segundo ele, já tinha seu número. Não sabia que vocês se conheciam. - as vozes do lado do mais velho aumentaram e este respondeu com um "Estou indo!" - Tenho que ir Kookie. Mais tarde eu te ligo. Até mais! - 

E desligou. Deixando o Maknae confuso. V o conhecia? Ele conhecia V? 

Ah! A Panela!

Depois de cuidar do Café da Manhã, chamou os híbridos, e se sentou na outra mesa, tirando seu Notebook, cadernos e livros. Só por que estava de Férias, não queria dizer que não teria de estudar.

                                                                               ##################♚##################

Restos de borrachas e de Lápis. Folhas e livros espalhados. A pobre mesa parecia que tinha passado um Furacão nela. Uma completa bagunça.

Faltava pouco para o Semestre acabar, mais duas provas e estava Livre! É claro, faltava projetos e Seminários para apresentar. Mas estava quase acabando! Positividade é o caminho do sucesso! Mas com aquele clima pesado entre si e o híbrido, estava um pouco complicado. Também não fazia a mínima ideia o por que estava tão incomodado com isso, afinal, era só uma birra. Mas o que importa no momento, era a filosofia sobre as obras de Shakespeare. 


Jimin não tinha muito o que fazer, já que Yoongi estava "ocupado" tirando seu cochilo da manhã e não tinha com quem brincar. Tinha Jungkook! Mas não, não. Este não merecia nem um pouco a sua atenção. Mas porque? Era algo complicado. O cãozinho sentia em sua mente uma vós baixinha repetir "Não brinque com ele! Ele foi mau! Ele não deu atenção ao Jimin! Não merece a nossa também!" e simplesmente resolveu seguir essa Razão. Não precisava muito definir seu dia, já que diferente de ontem, estava muito mais quente e achou melhor continuar dentro de casa assistindo seus Desenhos Animados, quando ouviu o som de Passos se aproximando da porta. Em pouco tempo, já estava por quatro patas.

Sua forma Animal era uma sensação relaxante. Onde tinha seus instintos mais apurados, necessidades diferenciadas, visões alternativas, Liberdade alcançada. Sentir o vento acariciar seus pelos, poder correr mais rápido que seus dois pés. Podia sair para a Rua! Descobrir novos cheiros toda vez que dava seu horário de passear! Mas este em especial, tinha cheiro de Pasta de Amendoim com perfume amadeirado. Não fazia o mínimo sentido, mas não deixava de ser reconhecível.

A campainha tocou. Jeon levantou a cabeça do livro com o som e foi checar no interfone da cozinha para vem quem chegou. Sobre o humano em si, o cãozinho ainda não sabia o que fazer, já que a cena das Jovens ao seu redor o irritou tanto que não pensou duas vezes em estragar as belíssimas e caríssimas roupas de Malhar das mesmas com seu sacudir de pelos encharcados. Não é típico de seu comportamento fazer isto, muito menos aquele súbito incômodo que sentiu em seu coraçãozinho junto com a ideia maluca, e tudo apenas complicou o incomodo quando o seu Mestre Substituto passou a dar um sermão quilométrico sobre seu mal comportamento enquanto secava seus pelos com cuidado. Para complicar, não podia nem rebater, já que sua forma atual o impedia coerência do outro. Esperava que seu novo amigo o compreendesse, mas não foi o que ocorreu. 

Mas aquele cheiro de Biscoitos que acabaram de sair do Forno.... ele queria tanto voltar a sentir de perto.

- Só pode ser brincadeira.... - o humano próximo praguejou e veio em direção à porta - Você nunca vai me deixar em paz, Kim? - fez uma careta logo em seguida - E V? Serio? Que apelido ridículo é esse? - 

Huh? Jungkook conhecia TaeTae?

- Jeon Jeongguk... que prazer imenso te ver por aqui! - o moreno deu seu belíssimo sorriso quadriculado e abraçou o mais novo contra sua vontade - Ah! Não seja assim garoto! E me respeite, ainda sou seu Hyung! - passou pelo mais novo e entrou na casa - ChimChim! Que saudade meu bolinho!! - O enorme pastor pulou sobre o peito do moreno e distribuiu várias lambidas por seu rosto enquanto sua calda balançava freneticamente. Jungkook sentiu uma pontada no seu humor

- Então você foi o premiado das garras de Yoongi? - fechou a porta da casa e cruzou os braços - Não estou impressionado. -

- E você foi a mais nova vítima dos favores do Hobi Hyung? Não estou impressionado. - soltou Jimin do abraço e imitou o mais novo

- ...TaeTae oppa vai cuidar de Yoongi-Hyung? - a voz suave e rouca do híbrido chamou a atenção dos humanos 

- Sim meu pequeno bolinho. Vá o chamar rápido que daqui a pouco mostro seu presente! - e lá se foi pequeno correndo - Fecha a boca se não entra mosca, sua mãe nunca te ensinou isso? -

- Como...como você faz isso? Quão próximo você é do Jimin? - Jeon apontou para o que não estava mais lá, completamente surpreso

Jimin falou normalmente com Taehyung. Sem biscoitos, sem carinho, nada. E aquilo o irritava. Parecia que não era merecedor de sua atenção se não houvesse um agrado! Porque com ele? Mas logo Taehyung riu depois de coçar um pouco a nuca e deu tapinhas nas suas costas.

- Ele ta fazendo aquela coisa com os Caramelos não é? - Perguntou ao meio de uma risada


- Caramelos? - olhou para o Loiro - Ele me pede Biscoitos e depois se estica lambendo o canto da minha boca! -

- Sua boca? -

- Sim! -

E logo Taehyung estourou-se em risadas altas, deixando Jungkook perdido na graça que não enxergava. E era aquilo que o desagradava no mais velho, ele sabia interpretar muito fácil as coisas, mesmo sendo um idiota as vezes. O desgraçado era esperto e ao mesmo tempo meio burro. Algo do tipo. Tanto que a amizade dos dois, se é que poderia ter esse nome, era meio conturbada. Onde o moreno tirava completo sarro da "inocência" do dongsaeng e por conta disso, se aproveitava o colocando em vários momentos constrangedores. Como o de quando quase, quase aceitava sair com uma de suas mentoras da matéria ano passado, se não fosse por Hoseok. A mulher tinha uma queda estranha pelo aluno e não foi algo muito agradável de saber que quase caiu na lábia do "amigo". Mas agora o assunto era outro.

- Ya! Qual é a graça? - falou alto e logo tomou um tapa na nuca

- Me respeite! - tentou falar sério mas depois a abaixou num impulso para rir - Ah...não da para não deixar de rir da sua inocência garoto. - limpou a lágrima imaginária - Olha meu gatinho ali! - 

- Ainda não acredito que terei que ficar com esse rato. - Yoongi revirou os olhos enquanto tirava um dos fones - Ya! Cuidado com isso filhote! - gritou para Jimin que tentava carregar duas malas com as mãos pequenas, todo atrapalhado

- H-Hey. Deixa que eu ajudo! - Jungkook se apressou a subir as escadas e pegou as duas malas as pondo em cada ombro como se não pesassem tanto assim. Jimin apenas observou a força extra do humano e se sentou em um dos degraus da escada abraçando seus joelhos

- Se um dia você aparecer carregando um elefante nas costas, não vai ser surpresa. - o Kim riu enquanto acariciava as costas felpudas de Yoongi que estava deitado sobre seu obro observando se íris dilatadas a força do outro humano - Lembra quando você carregou aqueles intercambistas Canadenses, Dylan e Summers em cada ombro, depois que eles se socaram ao mesmo tempo e desmaiaram? Cara, não sei como você teve a boa vontade de levar aqueles problemáticos para a enfermeira! -

- Pelo ou menos eles me pagaram meu Almoço por duas Semanas. - colocou as malas no carro e fechou a porta - Foi tão ridículo que deu pena daqueles estrangeiros. Gentileza - fez aspas com os dedos - é o passe livre do verdadeiro premio. -

- Você ta andando demais com o Jooheon, não seja assim. - riu e apertou  as bochechas de Jungkook que logo se afastou e empurrou o mais velho - Mas na teoria, com aqueles problemáticos eu te apoio. Arrogância as vezes não mata, use-a com moderação! - cantarolou e girou a chave nos dedos e correu para Jimin que observava tudo aquilo da escada. Seu interesse e posição sentado só deixava tudo nele mais fofo, ainda com os pezinhos juntos e seu jeito desleixado abraçado aos joelhos - Até mais meu ChimChim favorito. Aqui está seu presente e nos vemos outra hora, irei lhe visitar com certeza! -

O que arrancou a atenção de Jungkook, não foi a caixa dourada e bem decorada que agora estava nas pequenas mãos pequenas quase sendo engolidas pelas mangas da blusa do híbrido, e sim Taehyung ter levantado o queixo dele e beijado seus grossos labios e descer saltitante, deixando não só ele de olhos arregalados, como a Jimin também. Jeon não ouviu a despedida barulhenta do mais velho, mas ficou olhando para Jimin que retribuía a mesma surpresa. Foi quando a porta se fechou que o choque logo se quebrou arrancando um pigarrear do humano que se virou de costas para o cãozinho e falou, sentindo várias pontadas em seu humor e um bolo de energia negativa em sua garganta.

- Não sabia que você e o Taehyung tinham essa... relação. -

Jimin como sempre, não respondeu. Mas desta vez, seguiu com a expressão surpresa.

- Almoço daqui a pouco será servido. Depois lhe prepararei um banho, está muito calor não é mesmo? -

                                                                                     ##################♚##################


Jeongguk não estava ignorando Jimin. Não era isso. Era só que logo depois do almoço, era meio difícil olhar para o cãozinho sem sentir uma série de pontadas em seu peito e ainda teve uma súbita vontade de mandar Taehyung para aquele lugar.

Não era ciúmes. Nem havia motivos para sentir alem do mais!

A temporada de Verão estava acabando. Era lembrado sempre graças aos noticiários em horário de informarem o Clima, logo depois as propagandas de marcas caríssimas de roupas com seu novíssimo estoque de Outono. O mesmo dizia de suas férias como estavam acabando e seu tempo livre para "curtir adoidado essa juventude que corria por suas veias " como dizia seu irmão mais velho. Também fazia um tempo que não via este. Parecia estar bem ocupado com o trabalho que apenas de manhã ou pela noite bem de tarde, recebia uma mensagem dele perguntando como foi o dia e também levava alguns esporros por estar acordado tão tarde. Era um momento gostoso com sua família que residia longe em sua cidade natal, Daegu, enquanto o mais novo estudava na capital.

Era engraçado ter toda aquela responsabilidade em mãos. Desta vez não poderia dizer o "Já vou mãe!" toda vez que esta o chamava para secar a louça, ela ficaria lá acumulando espaço até que ele tomasse atitude ou talvez começasse a juntar ratos. Eca. Também tinha suas roupas. Estas Jeongguk não deixava para depois. Quando mais cedo roupas cheirosas e limpinhas em seu armário, mais chances de se arrumar rápido estariam dispostas para toda vez que acordava tarde depois de uma noite seguida de insônia.

Sem falar que hoje era uma dessas noites.

Desde que havia terminado de limpar a bagunça que Yoongi tinha feito em seu quarto, com ajuda de um faxineiro que viria o visitar por ajuda de Hoseok para reduzir o trabalho do mais novo no cuidado da casa,  preparado o jantar, feito o lanche noturno de Jimin, não havia pregado os olhos nem mesmo de cansaço. Para se distrair, resolveu fazer uma receita dobrada de Cookies, desta vez de Baunilha e gotas de Cream Cheese que havia conseguido comprar mais cedo quando precisou sair para comprar mais legumes. Tirando comida apimentada, Jimin parecia comer absolutamente tudo, o que não foi um problema em variar nos pratos durante a refeição.

Viajava pelo som do musical da abertura de um Talk Show da noite, sem prestar atenção na falácia dos apresentadores e as graças que estes faziam para entreter os telespectadores que ainda estavam acordados para os assistirem, quando ouviu o som de algo se esbarrando nas cadeiras e virou-se de supetão pelo susto. O hibrido parecia meio encolhido e o olhava como uma criança que tinha acabado de ter sido descoberta pela mãe, indo para aonde não devia. Os dois apenas se encaravam. Não se falavam direito desde o incidente das garotas, piorou logo após o beijo de Taehyung, onde apenas o humano se dirigia a ele com perguntas necessária ou avisos como "Precisa de mais algo?" "A janta está pronta." "Terminei de arrumar seu banho."

- Jimin? Precisa de algo? - se levantou do sofá, pousando a mão na cabeceira

Este apenas o observou e arrumou a postura. Olhou para o forno que exalava um cheiro gostoso do agora doce preferido com essência de Baunilha que infestava pela casa, depois para o garoto.

- Sinto muito - Jeon riu e logo as orelhas felpudas se movimentaram - mas enquanto quentes, e a esta hora da manhã, nada de Biscoitos para você. Pode dar dor de barriga. - riu ainda mais quando o menor fez um bico e inflou as bochechas e se sentou no chão frio com as pernas cruzadas, observando os doces sendo assados e tomando forma - Não fique ai, o chão esta frio e você pode se queimar se ficar muito tempo perto do calor do forno. -

Jimin então se levantou depois de um tempo e ficou olhando para o forno enquanto alisava a calda. Caminhou até ficar de frente para o humano e pendeu a cabeça de lado quando este começou a rir mais ainda.

- Este é o presente do Taeyhung? - se referiu ao suéter listrado Preto e Amarelo - Você vestiu ao contrario, abelhinha! -

Abelhinha.

Abelhinha.

Abelhinha?

Tarde demais, os dois já se encaravam corados e sem entender muito bem o que tinha acabado de sair da boca do humano. Jimin olhou para baixo e trouxe mais para si a calda felpuda e Jeon olhava para o outro lado coçando a nuca. Seu filtro da fala estava desligado ou o que?

- Me desculpe. É que você esta muito fofo. - admitiu e riu baixo enquanto virava o rosto de volta para o hibrido - Venha, eu vou te ajeitar. -

Ofereceu a mão para ele, que soltou uma das mãos da calda e segurou a outra, sendo puxado para que se sentasse logo depois de Jeon, entre as pernas do garoto enquanto este tirava com todo o cuidado o suéter como se pudesse arranhar a pele lisinha e um pouco amorenada do hibrido, dando de cara as costas fortes do mesmo. Parecia alguém que mantinha uma visita regular a academia, mas não eram bombadas como de um viciado em exercícios, eram fortes e bem encaixadas no seu físico, com algumas pintinhas espalhadas por cima de ambas as omoplatas que davam um charme fofo nelas. Jeon não resistiu e passou a mão sobre elas, causando um arrepio em Jimin, que sentia o trajeto da mão do humano se esquentar com aquele toque delicado. Não iria mentir que gostaria de mais daquele carinho gostoso, mas a situação era um pouco constrangedora, depois de dar um suspiro e se encostar um pouco mais não mão do outro. Também estava um pouco frio, queria o pano de volta para poder se aquecer.

- Não está com sono? Está tarde e pelo que o Hyung disse, você costuma dormir cedo. - perguntou depois de vestir o hibrido com a blusa pelo lado correto. Este continuava em meio de suas pernas, assistindo o show que ainda passava na enorme TV do seu Mestre, Jeon meio que não se importou muito. Tentou. - Teve um pesadelo? Quer que eu fique com você? -

O cãozinho virou o corpo, ainda entre o humano e pós as pernas sobre uma dele, mostrando ainda mais as suas coxas fartas que eram expostas pelo short de  pano que usava, arrancando olhares - na tentativa em - discretas. Este nunca teve uma visão tão atraente diante de uma ato tão inocente, pela vista do outro que a efetuava. Não era acostumado com esse contato, nem desde seus antigos rolos. Aquilo era realmente um teste, e Jeongguk estava falhando miseravelmente. Sua única salvação era as fofas orelhinhas que se moviam frequentemente.

Uma coisa que mesmo durante pouco tempo ele havia descoberto sobre Jimin, era que este adorava carinho de baixo de suas orelhas peludas. Era engraçado ver o deleite pelo carinho que mostrava em sua expressão toda vez que ganhava este tipo de carinho, o que ascendeu a ideia no garoto.

Com cuidado, levou a mão num carinho nas bochechas do hibrido e com o polegar fez círculos naquela região. Depois subiu mais um pouco, tirando sua franja que cobriam um pouco seus olhos e colocou uma mecha atrás da orelha de cartilagem, subindo mais uma vez para as que realmente iria dar o carinho. Logo os olhinhos já se formavam pequenas fendas e sua cabeça pousou no ombro de Jeongguk, que riu baixinho ao ouvir o som do outro lamber os lábios em satisfação ao carinho. Seus braços e mãos cobertas pelas longas mangas do suéter agora repousavam sobre o peito do humano e este dava pequenos suspiros com o contado que recebia.

Por um momento, Jimin levantou um pouco o rosto do ombro e deu pequenas lambidelas com a ponta da língua o canto dos labios de Jeon, de forma rápida mas sem segundas intenções.  Estes eram os beijos de Jimin quando o humana o agradava, coisa que talvez este nunca se acostumaria, mas adorava o calorzinho que este deixava no local, quanto o que crescia em seu peito.

- Poderia... cantar para mim? -

A voz suave e sonolenta o acordou daquelas sensações. Sorriu sereno e deu uma risadinha nasal enquanto continuava com mais daquele carinho gostoso, aquecendo ainda mais o seu coração.

This love is tainted
(I need you and I hate it)
You're caught between a dream, and a movie scene
In a way, you know what I mean
When the darts just miss
(I just can't resist it)

'Cause I'm a fool for you and the things you do
'Cause I'm a fool for you and the things
(the things you do)
The things you do, the things you do


Notas Finais


Eu já estava com este projeto de capitulo fazia um bom tempo e meio que como ando tendo alguns dias de insonia, virei a madrugada escutando musica tribal norte americana enquanto escrevia hduighdusnvgfns.
Eu vou deixar meu contato do Twitter para caso alguém queira tirar duvidas sobre o capitulo, mas peço com toda a consideração que tenho pelos meus leitores. Não repitam o constrangimento que tive que passar com o episodio citado nas notas iniciais. Isto desmotiva escritores de uma forma tão absurda que só quem já passou por isto, sabe como é.
Como sempre, tão tenho datas para update e essas coisas. Agora que estou com mais tempo, dedicarei o máximo possível para esta fanfic que tenho muito amor!

Twitter : @namjoca

Até o proximo capitulo!
I'm Out! ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...