História BiTe (Camren) - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Demi Lovato, Fifth Harmony, One Direction, Selena Gomez, Teen Wolf, The Vampire Diaries, Zayn Malik
Personagens Ally Brooke, Austin Mahone, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Normani Hamilton, Personagens Originais, Selena Gomez, Zayn Malik
Tags Bruxos, Camila Cabello, Camren, Carmen, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Híbrido, Kai, Larry, Lauren Jauregui, Lobisomens, Lobos, Normani Hamilton, Norminah, One Direction, Rmm180, Selena Gomez, Semi, Supernatural, Terror, Vampiros, Vercy
Visualizações 1.374
Palavras 2.374
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Científica, Orange, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 20 - O que está acontecendo aqui!?


Fanfic / Fanfiction BiTe (Camren) - Capítulo 20 - O que está acontecendo aqui!?

Pov - Camila

Depois do beijo que Lauren e eu trocamos no corredor tudo ficou tão leve, suave, colorido e mais Lauren Jauregui. É isso que acontece quando uma morena de aproximadamente 1,69 de altura e olhos verdes mais intensos do mundo como Lauren Jauregui te beija e você fica meio vendo o mundo com mais unicórnios e arco ires. Suspirei algumas vezes e fiquei nas nuvens, na verdade não pretendia sair de lá por muito tempo. Até que ouvi um grupinho na sala de aula disendo que Dinah Jane e Lauren Jauregui estavam escritas no teste para futebol americano.

Quando Lauren me disse sobre o teste, eu ache que fosse um brincadeira dela de mal gosto. Mas agora que ouvi aquelas pessoas comentando comecei a ficar preocupada. Lauren parece que quer me irritar com essas novas atitudes. Levantei e fui até o grupinho que comentavam sobre o assunto. Ao saber o suficiente corro da sala de aula catando as meninas sala por sala. Maní disse que estava na boa, Dinah era boa e sabia se cuidar e Lauren estava em boas mãos. Fiquei puta com o comentário de Mani. Não descansei até a Hamilton sair da aula e irmos atrás de Lucy, Vero, Harry e Ally.

Ally e eu ficamos orando para que nada de ruim acontecesse com as duas garotas que AGORA estavam no grande campo de futebol americano.

Depois de ter meus quinto infarto só de ver a Lauren sendo esmagada por Bradley que comemorou com Mahone assim que levantou de cima dela.

Chamo seu nome em desespero e tentei ir até ela, Maní e Lucy me impedem, me fizeram sentar e ficar assistindo a minha "coisa linda" deitada no chão com as mãos na costelas, quebrou eu tenho certeza, por que ela urrou e isso me deixou preocupada assim como todos que olhavam o treino.

E com se não fosse nada ela levanta do chão caminhando como se nada tivesse acontecido, deixando nós de boca aberta e pude ver que ela falou algo para Brad e Austin que olharam para ela. Lauren ainda gritou prar o treinador repetir o lance, o resto eu não quis ver fechei os olhos e segurei a mão de Ally mais forte que consegui, ela fez o mesmo. Com os minutos que foram passando pudia ouvir risadas, comentário e aplausos e o Treinador encerrou o teste.

- Mila, Ally podem abrir os olhos por que o treino acabou.

Lucy tocou em meu ombro e fez o mesmo em Ally, Vejo os jogadores estavam saindo do campo e levanto.

- Milaaaa, você perdeu o melhor lance do treino, Jauregui e Hansen são as melhores e ainda arrancaram suspiros das Líderes e dos Jogadores.

Hazz sempre fazendo seus comentários desnecessário, não gostei dessa parte dos suspiros fechei a cara.

- Vamos até o vestiário.

Não pergunte apenas puxei as meninas que fizeram careta e negaram alegando que chega de ver garotos suados e fedidos por hoje Lucy e Vero se despediram e foram para casa, Maní disse que levaria Ally em casa e Hazz esse foi comigo até o vestiário, ele queria ver algumas toalhas recheadas.

Assim que entro no corredor que liga o vestiário masculino no início e o feminino no final passo reto pelo vestiário que não me interessa e chego até o outro que está com a porta entre aberta.

- Meninos quanta saúde, em! Aí você de cueca box roxa, você mesmo. Topa ir sair hoje?

Hazz berrou e se assanhado para os garotos do time, nego com a cabeça e sorrio com sua cara de pau. Minha mão foi até a maçaneta da porta mas ela foi aberta por uma garota que estava com o uniforme do time de vôlei, ela me cumprimentou com um aceno e eu e entrei no vestiário.

- Lauren?

Chamo pelo seu nome e não recebo resposta nenhuma.

- A Lauren foi embora, Mila!

Foi inevitável não soltar um grito de susto com Dinah parada do meu lado, vestida com as roupas de mais cedo calça jeans bem apertadas, uma blusa soltinha e uma jaqueta de um time que não era da escola.

- Eu não acredito que ela foi embora sem se despedir de mim!

Bufei depois de me recuperar do susto de Dinah, falando na Dinah olhei para onde ela estava e... sumiu. Ué? Cadê a ela?

- No puedo creer que esa perra me deja hablando sola...

Estava um pouco irritada e isso só fez meu espanhol enferrujado sair e estava muito ruim, fui direto para meu armário pegar meus material que Hazz havia colocado.

Estava no caminho de casa quando meu celular começou a tocar em meu bolso do moletom pego o mesmo e vejo que era Lauren, bufei mas resolvi atender.

- Camz...

Sua voz era de sono e cansaço, também além de correr por todo campo com um monte de brutamontes atrás de você por causa de uma bola, isso deve ser bem cansativo. Mas só de ouvir sua voz fez minha irritação ir para o espaço.

- Oi, Loo...

Fui interrompida por uma freiada brusca de um carro que parou ao meu lado fazendo com que eu me assustasse, por mais que eu estivesse na calçada e longe do alcance de ser atropelada, eu me assustei, meu coração estava saindo pela boca, ouvi a voz de Lauren do outro lado da linha chamar meu nome. Eu estava um pouco assustada e paralisei olhando para o carro e o conheci quem era, Austin, e o mesmo desceu do carro batendo a porta com força e veio até onde eu estava.

Sua feição era de raiva. Por que ele estava com raiva de mim? O rosto dela estava sério como nunca tinha visto antes.

- Camila, o que está acontecendo? Onde você es...

A voz de Lauren do outro lado da linha mudou de sono e cansaço para e uma voz preocupada. Mas quando fui responder suas perguntas sento a mão de Austin pegar meu braço com força me fazendo soltar um gemido de dor e meu celular cair no chão.

- Camilita, mi amor que saudades?

Arregalei os olhos ao sentir ele colar nossos corpos em um puxão e aproximou sua boca para me beija.

- Me solta, Austin, esta me machucando!

Desviei de seus beijo e suas mãos foram para minha cintura e apertaram com muita força me fazendo lágrimejar, minhas mãos em empurravam seus ombros tentando afastar ele de mim.

Por que ele esta fazendo isso? Agindo assim como se estivesse descontrolado?

O que está acontecendo aqui?

- AAAAH!

Gritei quando senti ele morde e sugar meu pescoço exposto pela blusa e me debato socando seus ombros, ouvi ele rosnar e rir ao mesmo tempo. Comecei a me debater mais e pedir ajuda. Mas a rua estava deserta e aquela hora o pessoal já estão em casa, almoço com suas famílias, por onde eu estava passando era só casas pra vender, era um quarteirão inteiro e meu desespero era total.

- Não gostei de você ter me deixado, hm...

Sento meu corpo ser chocado contra seu carro enquanto ele beijava meu pescoço e subia minha blusa. Eu não acredito que ele está fazendo isso, meu choro era evidente e eu sabia aonde isso tudo iria parar, não tinha força contra ele.

- Terminou comigo pra depois ficar aos beijos com a Jauregui.

Rasgou minha blusa na frente sua boca foi para meus seios que estavam cobertos pelo sutiã, ele começou a se esfregar em mim, sinto sua ereção em minha cintura e meu soluços aumentaram.

- Não faz isso... por favor...Austin...

Seu corpo foi chocando ao meu tão rápido e sendo puxado de mim fazendo ele arranhar minha cintura e barriga e perco o equilíbrio e caio no chão. Austin foi arremessado em um portão de ferro fazendo um barulho estrondoso.

- Sua briga é comigo infeliz!

A voz grave de Lauren preenche o lugar, procurei por ela e a encontreo parada em frente de Austin que estava se levantando e seus olhos eram de um amarelo intenso mais um dorado. Os dois pareciam que iriam se matar com seus olhares.

Então tudo aconteceu, Austin desferiu um soco no rosto de Lauren que a fez cuspir sangue e cair perto de mim, ela olhou pra mim fazendo uma careta e apertar os olhos tento tocar em seu rosto. Mas assim que me aproximo seus olhos se abrem revelando seus olhos vermelhos como sangue, presas finas e brancas.

Ela tinha presas afiadas! O que está acontecendo? Mas que porra é essa aqui?

Me afasto e o mais longe que posso e abraçando os joelhos, não queria ver o que estava acontecendo e com certeza alguém iria se machucar, eles pareciam batalhar em uma guerra onde quem vencer levaria o prêmio. Os sons de rosnado, gemidos de dor e socos sendo dados era assustador. Um grito de dor aguante foi urrado e, sim era o de Lauren que não me atrevi olhar.

Pov - Lauren

Assim que ouvi a voz de Austin pulei da cama onde estava deitada, eu estava um pouco acabada, depois que cheguei do teste só tomei um banho e coloquei uma roupa qualquer e deitei, queria ligar para Camila.

Então ouvi a voz do Austin e um grito de Camila. Pulei da cama correndo com minha velocidade vampirestica, alguns segundos depois passei na frente de sua casa e nem um sinal dela, corri mais um pouco até que a encontrei.

Minha raiva foi ao topo quando percebi o que o desgraçado estava fazendo, a blusa de Camila estava rasgada e eu sentia cheiro do sangue. 

Ele machucou eu ela?

Não pensei duas vezes em saltar nele e puxa-lo com força pra longe de Camila. O arremesso em um portão de ferro, ele levantou rapidamente e seus olhos ficaram amarelos brilhantes. Ótimo o lobinho resolveu aparecer, quando mostrei meus olhos para o mesmo ele acertou um soco em meu rosto que fez eu cair perto de Camila, senti gosto de sangue em minha boca.

Ele não deveria ter me batido, começo a sentir raiva, meu sangue ferve e minha face mudou. Meu verdadeiro começou a sair. Camila tontou em meu rosto, mas ela parou assim que olhei nos olhos a arregalou os olhos e se afastou rápidamente.

Agora ela sabe sobre mim e isso foi um alívio, por que eu não teria que contar sobre o que sou.

Levantei e fui para cima de Austin com toda força que havia em mim, era pouca mas consegui deixa-lo um pouco atordoado com minhas garras e socos que deferir em seu rosto.

Lucy essa é a hora de você aparecer com a cavalaria e me ajudar!

Peço ajuda para Lucy, ela me disse que conseguia ler os pensamentos de alguém por quilômetros, isso sempre ficou em minha na minha cabeça, ela disse que se eu precisar dela era só eu chamar através de meus pensamentos que ela sempre chegaria, ainda mais que nós temos uma ligações por causa de Keana.

Fui tirada de meus pensamentos quando senti uma mordida em meu ombro e a dor era insuportável, urrei o mais alto que pude e empurrei Austin que se afastou só para vir em minha direção de novo e mais raivoso.

Eu estava toda machucada e ele também as roupas rasgadas sujas de sangue e para piorar estamos lutando em nossas formas sobrenatural em plena luz do dia. Austin pegou no mesmo lugar onde ele havia me mordido e isso fez eu gemer de dor, peguei sua mão e torci com a minha mão livre cravando com força meus dedos em seu ante braço e o mesmo urrou de dor quando giro seu braço forte suficiente para quebrar logo em seguida.

Mahone soltou um uivo desesperado e se soltou de mim, correu para seu carro do jeito que pode saindo cantando pneus.

- Bichinha!

Eu só quebrei seu antebraço e ele saiu choramingando, queria que ele sentisse a dor que senti quando um galho atravessou meu quadril e minha perna quebrou.

Minha respiração estava muito acelerada, meu peito subia e descia, olhei pra minhas roupas que estavam rasgadas e sujas de meu sangue, sento uma dor em meu ombro que foi mordido e levei a mão segurando o mesmo, queria saber como vou chegar em casa. Se meu pai me ver assim tem um infarto. Sorri com o que pensei, a cara que ele iria fazer.

Minhas visão ficou turva, multiplicada tentei caminha me segurando no portão.

- Loo!?

Camila?

Eu tinha esquecido dela a procurei com meus olhos, forçando para enxerga-la. Estava tudo ficando borrado cambaleando fui até ela e caindo de joelhos em sua frente, sorrio para ela.

- Oi...

Falei em um fio de voz queria dizer que ficaria tudo bem, mas  meu corpo não respondia mais e eu não estava me curando.

- Lauren, você está me assustando!

Suas mãos em meus braços, seus toques eram cautelosos, eu só queria fechar meus olhos, descansei minha cabeça em seu ombro. Respirando com dificuldade.

- Dinah... Chama a Lucy ou Dinah!

Não aguentei mais o peso do meu corpo e sinto se chocar no chão. Meu corpo estava pesado, eu podia ver o desespero de Camila me chamando e eu só repetia a mesma frase. "Chama a Lucy." Meus olhos se fecharam por alguns segundo ou minutos até que alguém me tirou do chão.

- Andou brigando com gato do mato Branquela? Vamos levar você para mansão.

Dinah sempre tinha que fazer piadinhas, mas sua voz demonstrava preocupação.

- Camila...

Eu não estava preocupada comigo mas sim com a Camila, Austin teria feito coisas horríveis se eu não chegasse antes do pior. Sinto meu corpo sendo colocado no carro, eu não consegui abrir os olhos mas o cheiro do automóvel era bem conhecido, eram o Áudi do Liam.

- Eu estou aqui! Não vou sair do seu lado até você sair dessa. Agora descansa.

Suas mãos em meu rosto, um beijo em minha testa, ela me puxou e deitei minha cabeça em suas pernas sentindo o carinho em minha cabeça.

Camila irá descobrir muitas coisas com a cena que presenciou, o cheiro que exala dela era pura frustração, medo e dúvidas. Ela irá descubrir algumas coisa antes de ser apresentada ao Conselho e não precisaria mais de livros empoeirados.


Notas Finais


Wattpad http://my.w.tt/UiNb/mAhRbBCqSx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...