História Bitter Revenge - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack & Jack, Jacob Whitesides, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Nate Maloley, Sam "Wilk" Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Jacob Whitesides, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Nate Maloley, Personagens Originais, Sammy Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Tags Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack & Jack, Jacob Whitesides, Magcon, Mahogany Lox, Mattew Espinosa, Nash Grier, Nate Maloley, Sammy Wilkinson, Shawn Mendes, Taylor Caniff, Wesley Tucker
Visualizações 56
Palavras 2.059
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem qualquer erro. Espero que gostem.
*Tem um Hot mais ou menos

Capítulo 13 - I Belong To Nobody


Fanfic / Fanfiction Bitter Revenge - Capítulo 13 - I Belong To Nobody

          Cameron Dallas


Jeniffer Collins é uma garota muito pirada, pirada ao nível de ser internada em um hospício. Ela armou a maior confusão naquela boate, deu o maior trabalho quandoh chegamos na minha casa, só subiu pro quarto quando eu joguei ela no ombro e a levei para o quarto da minha irmã, deixei ela lá e fui para o meu quarto.

"Eu quero dormir aqui com você." Minion disse entrando no quarto alguns minutos depois de mim e se jogando na minha cama.

"Alguma coisa errada no quarto da Melissa ?" Perguntei tirando a camisa.

"Sim, o Taylor apareceu lá e eles estão meio que se engolindo." Respondeu fazendo cara de nojo. Não falei nada e deitei do lado dela e fiquei encarando o teto. Jen estava tão quieta que achei que ela estivesse dormindo, fechei os olhos e senti ela me cutucar.

"Ei, me empresta uma camiseta, não vou conseguir dormir com essa roupa." Ela pediu.

"Pode pegar qualquer uma no meu closet." Respondi ainda de olhos fechados.

Senti quando ela levantou e foi até o outro lado do quarto onde fica meu closet.

Abri os olhos e olhei pra onde ela estava em pé tirando as roupas que estava usando, ficando apenas com as roupas de baixo, um conjunto de lengerie preta muito sexy, fiquei duro só de ver ela daquele jeito.

"Droga." Xingou se enrolando com a camiseta preta que estava tentando vestir.

"Deixa que eu te ajudo." Falei levantando pra ajudar ela. Fui até a morena e ajeitei a camiseta do jeito certo. Sem querer deixei uma mão tocar no quadril dela quando puxei a peça pra baixo.

"Cameron." Ela disse meu nome e quando olhei pra ela a menina ficou na ponta dos pés e me beijou. 

Eu não sabia se correspondia ou se me afastava dela, mais a muito tempo eu queria aquilo, queria beijar aquela garota, então simplesmente deixei o beijo rolar, passei um braço pela sua cintura a puxando pra mais perto de mim, senti suas mãos percorrerem minhas costas causando pequenos arrepios pelo meu corpo, com um impulso peguei ela no colo e levei pra cama ficando por cima dela.

Quebrei o beijo e passei a beijar seu pescoço enquanto minhas mãos passeavam por debaixo da sua roupa, fazendo a garota soltar alguns gemidos.

"Você tem gosto de bala, garotas como você não deviam ter gosto de bala." Comentei no seu ouvindo, tirando a camiseta que eu tinha acabado de ajudar ela a vestir e voltei a dar beijos e chupões no seu pescoço descendo até os seios dela que ainda estavam encobertos pelo sutiã preto, que abri revelando aquelas duas maravilhas que fizeram meus olhos brilharem.

Não pensei duas vezes e desci minha boca até um deles passando a língua no mamilo fazendo a morena soltar um longo suspiro, então comecei a chupar com vontade, enquanto chupava deixei minha mão descer até sua intimidade e afastei sua calcinha de lado notando que ela estava molhada. 

"Parece que alguém está com muito tesão aqui." Falei enquanto trocava de seio pra dar o mesmo tratamento ao outro.

Depois desci beijando sua barriga até chegar no cos da sua calcinha que tirei logo deixando ela completamente nua. Desci mais um pouco e cheguei onde queria, passei a ponta da língua no seu clitóris e ela gemeu alto e puxou meu cabelo, entendi seu recado e passei a chupar sua intimidade, fazendo ela gemer cada vez mais.

"Oh Cam." Ela disse em meio aos gemidos quando a penetrei com um dedo.

"Goza princesa." Falei entre uma chupa e outra. "Goza pra mim." Penetrei mais outro dedo e senti ela se contrair e gozar na minha boca.

"Olha como você é doce." Falei e a beijei deixando a morena sentir o próprio gosto.

"Acho que alguém precisa de uma ajudinha pra aliviar a tensão, se é que você me entende." Disse me empurrando de lado e trocando de posição comigo. Sem enrolação ela desceu fazendo uma trilha de beijos e chupões pela minha barriga, tirou a boxer preta que eu estava usando fazendo meu membro saltar completamente duro.

"Wow! Isso é bem maior do que eu imaginava." Disse passando a língua na cabecinha me fazendo arfar, ela brincou um pouco alí e depois começou um vai e vem que estava me deixando em ponto de explodir.

"Porra Jenny..." falei segurando os cabelos dela em um rabo de cavalo e ajudando ela a aumentar o ritmo. "Droga... Não dá mais pra segurar.... oooohh." Falei antes de gozar na boca dela e ela engolir tudo e vir me beijar.

Ela nem me deu tempo pra respirar, aproveitou que estava por cima de mim se posicionou no meu membro e foi descendo devagar, começando um sobe e desce lento, me deixando cada vez mais louco, ela rebolava e quicava aumentando o ritmo até chegarmos os dois ao nosso segundo orgasmo. Jeniffer caiu do meu lado.

"Isso foi incrível Cam." Ela disse passando a mão no meu peito. 

"Foi." Concordei puxando ela pra mais perto de mim, e logo adormecemos.


        Jeniffer Collins


Acordei sendo esmagada por algo, ou melhor alguém. Eu estava dormindo no quarto do Cameron, a noite tinha sido melhor do que eu tinha planejado, ele estava dormindo praticamente em cima de mim. Tentei sair de debaixo dele, mais o garoto pesa uma tonelada a mais que eu.

"Socorro, tem uma baleia me matando esmagada aqui." Chamei fingindo estar sufocando.

"Eu te ajudo." Shawn entrou no quarto sem camisa, me deixando ver a perdição que é aquele abdômen dele e empurrou o loiro pro lado tirando ele de cima de mim. 

"Valeu meu pãozinho doce." Agradeci apertando as bochechas dele. "Por falar nisso eu ttô com fome, ninguém come nessa casa não ?" Perguntei.

"Deve ter alguma coisa na cozinha, vamos lá ver." Docinho disse indo até a porta.

"Espera." Falei, abri a bolsinha que estava usando ontem e tirei um batom vermelho de lá. "Olha isso." Subi em cima do menino que dormia igual uma pedra e escrevi no seu peito MACHO DA JEN passei o batom na boca e deixei um monte de marcas de beijo naquela barriga gostosa dele, lembrando dos acontecimentos da noite passada depois que chegamos da festa.

"Você é louca Jen." Chão falou segurando o riso.

"Tira uma foto." Pedi e fiz uma pose como se estivesse passando a língua na barriga do Camarão.

"Pronto. Agora uma nossa." Shawn disse. Fiquei do lado dele e tiramos uma selfie que ele postou no Instagram.

Descemos e encontramos os outros garotos na cozinha tomando café. 

"Apareceu a dona encrenca." Matt disse comendo Nutella pura, e claro eu eeducadamente mostrei o meu lindo dedo do meio pra ele, que mostrou a língua cheia de chocolate. 

"Bom dia cria do diabo." Tay disse e me deu um celinho.

"Bom dia amore." Cumprimentei meu marido.

"Hum camiseta do Cameron, aí tem." Nash disse todo cheio de maldade.

"Como você é maldoso Hamilton, o Cam só me emprestou essa camiseta pra mim dormir porque minha roupa era desconfortável demais." Expliquei, vendo um certo moreno fechar a cara do outro lado da cozinha, preciso conversar com esse garoto, ele está começando a levar nosso lance à sério e isso não é bom.

"Bom dia Tink. Bom dia meu japinha lindo. Bom dia menino do brócolis. Bom dia Benjamin." Dei um beijo no rosto de cada um.

"Benjamin ?" Hayes indagou indignado, cruzando os braços. 

"Esse é seu nome não é nenem?." Apertei as bochechas do Grier emburrado.

"Eu não sou nenem coisa nenhuma."

"É sim." Nash disse tacando um pedaço de pão no irmão. 

"E a gente ? Não ganha bom dia e nem beijinho ?" Wilksheik perguntou.

"Bom dia baby." Falei pra ele. "Bom dia Jacobsss. E bom dia pro meu ursinho carinhoso" Dei um beijo nos dois primeiros, e no Aaron dei um abraço, adoro abraçar esse menino, mas quando fui dar bom dia pro Gilinsky o moreno levantou e saiu de cara amarrada.

"O que deu nele ?" Perguntei com cara de paisagem.

"Nada não, só está puto com você." JJ respondeu de boca cheia.

"Por que ?"

"Jeniffer você ficou com outro cara na frente dele." Shawn disse me dando um copo de café, alguém tinha ido comprar aquelas coisas.

"Ele sabe muito bem que não temos nada sério." Falei dando um gole na bebida quente.

"Acho melhor você ir conversar com ele, acho que o G está realmente gostando de você." Johnson disse me empurrando em direção a porta dos fundos. Dei a volta e encotrei o Jack sentado na beira da piscina.

"O que foi ?" Perguntei sentando do lado.

"Nada." Respondeu sem olhar pra mim.

"Você está chateado porque eu fiquei com o Jake ontem." Falei, e ele ficou em silêncio, olhando pra mim através do reflexo na água. "Jack, nós conbinamos que não seria nada sério, só curtição."

"Eu sei, mais o que posso fazer se me apaixonei ?" Disse virando o rosto pra olhar pra mim.

"Você tem uma namorada."

"Que vou deixar pra ficar com você."

"Não faz isso, estou cheia de coisas ruins por dentro agora, não vou ser uma boa namorada pra você e nem pra mais ninguém. "

"Por que ?"

"Eu tenho motivos pra ter feito aquilo ontem sabe." Falei olhando pra um ponto negro bem distante no céu. 

"E que motivos são esses ?" Quis saber o moreno bebendo do meu café. 

"Eles me machucaram muito Jack, me magoaram, me humilharam de uma forma que me fez mudar da água pro vinho." Respondi com os pensamentos distante. 

"Eles são o Tucker e os amigos dele não é ?" Deduziu.

"São." Foi tudo que eu disse, depois permaneci em silêncio perdida nos meus próprios pensamentos.

"Jeniffer." O moreno me chamou e eu olhei pra ele. "O que eles fizeram com você ?" Perguntou colocando meu cabelo atrás da minha orelha.

"Eles mataram minha inocência." Respondi me levantando. "Vem, vamos entrar, está frio aqui." Estendi a mão pra ajudar ele levantar.

"Espera. E a gente, como fica ?" Perguntou me olhando daquele jeito fofinho dele.

"Eu realmente gosto de ficar com você G, e se quiser continuar saindo comigo as vezes tem que ser do jeito que combinamos, não espere exclusividade de mim,  porque eu não sou de ninguém." Respondi sendo sincera.

"Acho que é melhor do que nada." Disse com um sorriso torto e passou um braço pelos meus ombros me guiando de volta pra cozinha.

"Quem vai me levar pra casa ?" Perguntei quando terminamos de tomar o café da manhã. 

"Eu até levaria, mais tenho que deixar o Johnson em casa e depois ir ver o que a Madison quer." G disse me deu um beijo no rosto e levantou, sendo seguido pelo Jack loiro, o Hayes, e o Sammy. 

"Vamos eu te levo." Tay disse pegando as chaves dele no bolso da calça. 

"Beleza, só vou trocar de roupa, não posso sair por aí só de camiseta." Falei e subi pra vestir minhas roupas.

Entrei no quarto e o Dallas ainda dormia, o garoto parecia um urso ibernando.  Tirei a camiseta que ele havia me emprestado, vesti minhas roupas, mas antes de sair tive uma idéia.  Entrei no banheiro dele, peguei uma jarra que tinha lá, enchi de água fria da torneira, voltei para o quarto e despejei  em cima do loiro, que levantou num pulo xingando. Corri  até a porta e disse antes de sair.

"Bom dia Cam. Tchau Cam." Fechei a porta e corri ouvindo ele vir atrás de mim muito bravo.

"Você me paga. Volta aqui sua baixinha abusada."

"Socorro tem um camarão raivoso atrás de mim." Gritei descendo as escadas.

"O que você aprontou Jeniffer ?" Carter perguntou.

"Nada, eu só acordei ele sem querer." Respondi com cara de inocente.

"Sem querer o caralho." Cam apareceu todo molhado e eu corri pra porta.

"Hasta la vista baby." Falei e me mandei me jogando dentro do carro do Taylor que estava me esperando.

"Vaza que ele ta vindo." Falei vendo o loiro sair da casa muito bravo.

Depois que cheguei em casa tomei um belo de um banho e fiquei no meu quarto fuçando na internet, vi a foto que o Shawn postou da gente e pra variar teve uma pequena treta entre mim e a vaca da Kirsten por causa do Wesley, desisti da internet e deixei o celular de lado.

E fiqyeipensando no que tinha acontecido entre mim e e o Cameron na noite passada, eu nunca tinha me sentido daquele jeito com alguém, foi simplesmente maravilhoso e prazeroso, foi incrível, mais eu não podia deixar aquilo acontecer de novo, e de jeito nenhum o Jack podia ficar sabendo daquilo,  eu não queria que eles dois brigassem por minha causa, como o Tucker e o Jake brigaram.



      


Notas Finais


Dêem suas opiniões é importante pra mim saber o que estão achando, podem criticar tbm, assim saberei onde devo melhorar. Obrigada por lerem.
Bjinhos até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...