História Black Angels - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Justin Bieber, Lilly Collins, Manicómio
Exibições 82
Palavras 1.138
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OLAAAAAAA!!!! Olha quem voltou e não é em um Domingooooo!!!!

Bom gente eu vou explicar o porque de eu estar postando hoje e pq de nao ter postado no domingo mas só irei fazer isso nas notas finais ;)

BOA LEITURA MONAMOURS!!!!

Capítulo 10 - Even If Difficult To Admit To Myself, I Miss You!


Fanfic / Fanfiction Black Angels - Capítulo 10 - Even If Difficult To Admit To Myself, I Miss You!

´´The way he makes me feel yeah, gotta hold on me

I´ve never met someone so different

Oh here we go

He a parto f me now, he a parto f me

So where you go I follow,follow,follow...``

- Can´t Remember To Forget You – Shakira Ft. Rihanna

Justin P.O.V

Depois daquela ´´brincadeirinha maravilhosa`` com a Britney, a joguei no carro e estava indo para um dos antigos galpões de Ryan e seria lá que minha brincadeira iria terminar.

Eu havia a dopado, para que ela não ficasse gritando e se debatendo, esse galpão era o mais afastado que ele tinha e era perfeito porque não teria nenhuma suspeita.

 

Chegando lá, entrei e estacionei saindo do carro,, a pego no colo e a levo dentro e a coloco sentada na cadeira, pego a fita em cima da mesa e colo na boca dela, percebo que ela está acordando então me encosto na mesa, quando ela acorda e me ve fica em pânico, ela tenta gritar mas nenhum saia por causa da fita em sua boca, sorrio de lado pelas suas tentativas falhas:

- Ok chega, olhar pra sua cara já ta me irritando – Falei e desencostei da mesa e fui até o carro abri o porta-malas e peguei minha maleta e voltei para dentro e Britney estava caída no chão junto a cadeira, travei meu maxilar e joguei a maleta em cima da mesa e fui até ela a levantando e dei um tapa estalado em seu rosto – Não tente fazer isso outra vez vadia, se não vai ser muito pior pra você! – Digo e vou até a maleta a abrindo e pego um alicate e vou até ela e arranco a fita de sua boca e ela geme de dor – Quero escutar seus gritos, eles vão fazer minha noite melhor do que já está!

Peguei uma de suas mãos e coloquei o alicate em um dos seus dedos e aperto com força e ela grita e começa a chorar, faço o mesmo em todos os seus dedos, levanto e coloco o alicate em cima da mesa e pego minha algema, a solto e a pego pelo braço e a prendo em uma barra de ferro com os braços para cima, voltei até a mesa e pego minha faca e vou andando calmamente até ela e rasgo sua blusa e sinto meu celular vibrar, reviro os olhos e pego o mesmo e vejo no visor ´´Ryan``, logo atendo:

Ligação ON

- O que você quer?

- Oushi que bicho te mordeu, credo quanto mal humor dude!

- Fala logo, to ocupado Ryan!

- Ok, calma! Eu só queria saber se você volta ainda hoje pra mansão?

- Não, volto amanhã só, use a casa como quiser! – Falo e rio sabendo o porquê da pergunta

- Okay, até bro!

- Até!

Ligação OFF.

Desliguei e coloquei o celular de volta no bolso e voltei a prestar atenção em Britney, tirei o resto que sobrou de sua blusa e a joguei em qualquer lugar, coloquei a faca em sua barriga de leve e fui fazendo uma trilha por toda a extensão ali, olhei para ela e a mesma estava com os olhos fechados e chorava em silêncio, revirei os olhos e fiz um corte não muito profundo e escutei seu grito e sorri, fiz mais um corte com o formato ´´J`` bem no meio de sua barriga um pouco mais profundo, agora ela estava chorando com gosto, fui com a faca até seus braços fazendo vários cortes e nas pernas fiz o mesmo processo, a soltei da algema e ela caiu no chão, eu a peguei e praticamente a joguei em cima da cadeira e a amarrei novamente só que dessa vez foi com as correntes, ela não iria fugir, não conseguia nem ficar em pé!

Peguei meu chicote e bati em seus cortes, eu já estava ficando de saco cheio, mas isso era apenas para ela sentir uma dorzinha:

- Ah! Chega, você é muito chata nem pra tentar fugir para dar um pouco mais de emoção você presta, pelo amor! – Larguei o chicote e peguei minha arma e engatilhei – Qual suas últimas palavras?

- Você vai se arrepender muito disso! – Ela disse e eu ri

- Será mesmo? Acho que não! Te vejo no inferno piranha! – Falei e atirei, a bala atingiu em cheio em sua cabeça.

Guardei a arma e fui até ela a desamarrando, a peguei e a levei para fora do galpão e joguei no mato, peguei a garrafa de gasolina e joguei nela, atirei e ela começou a pegar fogo. Fiquei ali a vendo queimar por alguns minutos e voltei para dentro do galpão, peguei todas as minhas coisas e as desinfetei minhas coisas que continham o sangue dela e guardei, fui para o carro guardei a maleta no porta – malas e entrei no carro saindo dali indo para a casa do Ryan, o carro estava em um silêncio total, olhei para o lado e lembrei de Angel falando e falando, sorri de lado mas logo desfiz voltando a atenção na estrada:

- Admita! Você sente falta daquela praga! – Falei para mim mesmo e ri

Angel P.O.V

Acordei ofegante com mais um daqueles pesadelos horríveis, olhei no relógio que marcavam 06:35, me deitei novamente e fiquei olhando para o teto, faz 2 dias que estou tendo esses sonhos horríveis, todos acabavam do mesmo jeito, eu morta ou meu irmão se machucando, ou as vezes tenho sonhos que volto a ter minha antiga vida e tudo é pior e acontece coisas muito piores do que se é capaz de imaginar!

                                       [...]

Eram 10:45 eu havia acabado de sair da terapia psicológica, é uma terapia que te fazem acreditar que o que você acha que é viciado, tem medo ou até mesmo acha que precisa, eles fazem ou tentam fazer você achar que é psicológico, que é coisa da sua cabeça! Mas isso não ta funcionando comigo, bom pelo menos não nessa primeira sessão, vamos ver!

Agora eu estava no jardim sentada na grama, isso me fez lembrar do dia em que conheci Justin, quando ele veio falar comigo, quando ele falou aquela frase que eu não conseguia decifrar, todas aquelas metáforas, ele falava dele mesmo, sempre falava dele, e eu burra demais pra perceber achava que ele falava essas coisas para que eu ficasse atenta para as pessoas que me fizessem mal, mas o mal sempre esteve ao meu lado.

Sai dos meus devaneios quando uma enfermeira me chamou:

- Oi Giúlia, desculpa não escutei o que você disse. – A olhei me levantando

- Disse que você tem visita, vamos vou te levar até a sala de visitas.

Me arrumei e a acompanhei até a sala de visitas, entrei e ela fechou a porta e quando me virei fiquei estática:

- Justin? O que faz aqui?

 


Notas Finais


Bom amores primeiramente eu não postei domingo por que eu fiquem sem net :(
Eu estou postando hj pq eu não tenho bosta nenhuma pra fazer, e o cap. já estava pronto então resolvi postar hj!!!

Sinceramente eu gosteeeei muitooooo desse capitulo, ameei demais escrever ele porque o Justin estava muito parado e eu gostei de escrever a ação dele, o capitulo inteiro praticamente é ele narrando somente o finalzinho que tem uma parte da Angel!! :)

É isso espero que tenham gostado, se gostaram já sabem neh ;) Bjooos amoo demais vcs minhas lindas <3

Trailer BA:https://www.youtube.com/watch?v=kyIX1UPZfZs&t=63s

AOTS:https://spiritfanfics.com/historia/all-of-the-stars-3826383
TL:https://spiritfanfics.com/historia/thug-love-3210988


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...