História Black Coffee - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Sehun
Tags Angst, Bad, Baekhun, Café, Eu Não Morri, Isso É Poesia?, Não Sei Se É Fluffy, Sebaek, Tristeza, Universo Alternativo
Exibições 83
Palavras 523
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabble, Drama (Tragédia), Poesias, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Homossexualidade, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Queria muito agradecer a minha amiga ~confuser que foi quem me encorajou à postar essa drabble, sério miga, obrigada, te amo s2
Eu betei rapidinho então me desculpem se tiver qualquer erro. Enfim, não vou falar muito aqui, boa leitura, espero que gostem e nos vemos nas notas finais. KACHOW.


PS: Nenhum gole de café foi desperdiçado na criação dessa fanfic rç.

Capítulo 1 - Para: Oh Sehun


Você sempre amou café, eu me lembro bem de todas as vezes que brinquei dizendo que sua paixão por aquele líquido escuro e amargo era maior do que o sentimento que você sentia por mim. E sabe que talvez, só talvez, aquela tenha sido uma daquelas verdades que eu digo sem saber ou sequer perceber? Mas dessa vez eu descobri, principalmente depois de acordar depois do meio-dia e completamente sozinho; também, quando eu abri o guarda-roupa vendo que agora ele estava extremamente espaçoso, ao ponto de que se eu quisesse poderia facilmente entrar e me sentar ali dentro para chorar.

Queria eu poder dizer que fiquei decepcionado mas não surpreso, só que a verdade era que eu estava sim, e muito, porque mesmo que você fosse meio fechado e sério, você sempre foi doce, Sehun. E me refiro a isso estritamente à sua personalidade, já que a cafeína havia realmente se impregnado no sabor de sua boca, isso o que tornava nossos beijos sempre quentes e amargos como os cafés que você bebia diariamente.

Que eu sempre me preocupei com esse seu pequeno vício não era novidade, e que minha preocupação só aumentou quando você passou a ter que ficar na empresa até o outro dia acompanhado de sabe lá quantas xícaras de café para terminar as papeladas e sei lá mais o que com a ajuda de seu secretário, isso também não era novidade; mas os roxos por seu corpo eram. Mas o que mais me chamava a atenção em tudo isso — mais do que suas mãos tremelicando e suas olheiras profundas ao redor dos olhos —, eram seus orbes castanhas e seus olhares de culpa que me avisavam para me afastar, no entanto eu não ligava para eles, assim como você também não ligava para mim nos intervalos mais. Quantas xícaras de café você bebia em suas madrugadas incansáveis de trabalho, Sehun? Deveriam ser muitas, já que em menos de dois meses toda a sua doçura havia se esvaído.

Que eu odiava café você sempre soube, e que mais insuportável ainda era para mim os que você bebia — sem nenhuma colher de açúcar ou gota de adoçante sequer —, você também sabia. Porém, se tem algo que você não sabe Sehun, é que de uma hora para outra eu me vi simplesmente amando tudo o que era amargo; como café e principalmente, você. Porque café me lembrava de ti, de nós e do seu gosto. E sim, o tempo todo eu era aconselhado a te esquecer e esquecer sobre tudo isso, mas eu não conseguia. Aliás, tudo o que eu consigo fazer é escrever cartas e mensagens para você, as quais nunca serão lidas.

Apenas não era possível seguir em frente, não quando com todas as xícaras de café amargo que bebi, nenhuma se comparava à amargues que foi te ver com outra pessoa. Então agora, depois de todas as noites acordado, eu finalmente decidi que é hora de pagar o atraso do meu sono e descansar. Mesmo se amanhã eu não acordar com você me chamando às seis e meia para o café da manhã e nem mesmo ao meio-dia. 


Notas Finais


Quero caféééé

Então, essa é a minha primeira vez postando na categoria k-pop então eu to bem nervosa, mas de qualquer forma eu espero que tenham gostado, porque mesmo sendo uma one curtinha eu me esforcei muito pra escrever. E também, ela depende bastante da interpretação de cada um, então se quiserem comentar contando qual foi a sua interpretação seria bem legal ou o que acharam dela no geral, mas caso você preferir somente favoritar eu já ficaria muito agradecida.

Enfim, se alguém quiser falar comigo ou quiser só me xingar mesmo (-q) meu tt é @ohsehbyun
beigos e tchauzinho.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...