História Black Heart - Bts - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Álcool, Bts, Festa, Hentai, Lemon, Namjin, Novela, Romance, Violencia, Yoongi
Visualizações 55
Palavras 1.323
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá pessoal ^^ como vão? Bem? Espero que estejam bem! Bom, aqui está o capítulo espero que gostem! Bjs.

Capítulo 12 - Prova


Fanfic / Fanfiction Black Heart - Bts - Capítulo 12 - Prova

Segunda-feira.... Dia da preguiça... Dia de aula e pra piorar... Dia de acordar cedo. Detesto acordar, cedo. Para estragar mais ainda meu dia, estou com uma dor de cabeça, do cão. Me remechi um pouco na cama, mais sem jeito. Yoongi apareceu e me balançou.

- Você não se levantou, ainda? - Ele ri.

- Estou com dor de cabeça e preguiça... - Resmungo. Ele se aproxima, segurando meu rosto com suas duas mãos.

- Hoje tem prova, você precisa se aprecar... Se não você pagará os pecados a noite... - Senti meus pelos se arrepiarem. - ... Por me fazer esperar demais. - Ele termina o resto da frase, sussurrando no meu ouvido; num pulo me levantei da cama, indo ao banheiro, me despindo e entrando no box.

Depois de tomar banho, fui ao guarda-roupas coloquei uma camiseta branca de manga curta, uma calça jeans e um All star vermelho. Já pronta, peguei minha mochila e saí do quarto, nem tomei café já que Yoongi estava resmungando sobre estarmos quase atrasados.

- Se você estivesse acordado mais cedo talvez, estivéssemos já na escola... - Ele resmunga no caminho.

- E por a causo você tem algum compromisso para ter que ir cedo para a escola? - Debocho, ele revira os olhos.

- E se eu tivesse? - Yoongi levanta um cenho. - E se eu tivesse que conversar com uma garota? - Sinto meu sangue ferver, não sei porque. - O que você fazeria?

- Eu? Iria andar com Jimin. - Provoquei, ele arregala os olhos pude ver suas bochechas vermelhas, por causa de sua pele pálida. - O que você fazeria?

- Eu puniria você. - Ele diz baixo.

- Mais por que? Jimin é meu amigo, também posso andar com ele assim como os outros. - Ele cerra os punhos, ri fraco do seu possível ciúmes.

- Você estudou pra prova? - Ele muda de assunto.

- Que prova?

- Aish... Não se lembra que teria hoje prova de matemática? - Solto um "Ah".

- Eu esqueci... E no fim não estudei. - Ri nervosa.

- A prova é depois do recreio... Posso te ajudar, na matéria. - Ele diz olhando para o chão, pude ver que já estávamos na escola e nossos amigos já estavam na minha vista. Fui até eles, mas senti falta de dois deles.

- Onde está Namjoon e Jin? - Levanto um cenho, perguntando para Jimin que foi o primeiro que vi. Ele ri tossindo.

- No banheiro. - Arregalei os olhos e ri, imagino o que devem estar fazendo uma hora dessas.

- Olá Cecília! - Hoseok me abraça de lado, feliz.

- Olá, Hoseok! - Sorri.

- Como vai Ceci? - Tae sorri, dizendo meu apelido. Eu amei esse apelido.

- Bem e você? Como foi o domingo?

- Bem, aliás peguei muitas ontem na festa. - Ele ri.

- Verdade, eu também. - Jimin diz rindo junto. - Mais por incrível que pareça eu senti uma falta imensa de alguém. - Franzi o cenho.

- E quem seria? - Sorri, isso soa estranho... Jimin parece estar gostando de alguém.

- Não posso dizer. - Ele diz sorrindo. - Até eu ter certeza de uma coisa não posso...

- Teremos paciência até lá... - Yoongi diz ironicamente.

- Conte Jimin! - Curiosa pego em seu braço e o balanço, não machucando é claro.

- Não, não posso! É constrangedor. - Jimin ri, parei de balança-lo e fiz minha velha carinha triste. - Muito fofa, mais eu não caio. - Ele segura meu queixo virando meu rosto pra lá.

- Que bonito... - Yoongi revira os olhos. - Eu sei que a agarração pra vocês está maravilhosa mas... Precisamos ir para a sala. - Ele sai e entra ao bloco.

- Agarração? - Pergunto para mim mesma indo ao lado de Jimin até a sala, os poucos minutos de conversa foram bem divertidas. Rimos muito. Vi que as classes estavam em formato de duplas, sorri e me aproximei de Yoongi. - Posso? - Ele da de ombros, sentei ao seu lado. - Yoongi? - Ele me olha. - Está bravo, comigo?

- Por que estaria?

- Você estava estranho... Só queria saber. - Suspirei. - Eu não estava agarrando Jimin. - Desviei meu olhar para seus lábios, isso é estranho. - Eu só queria saber–

- Cecília, eu sei. - Ele sorri sem mostrar os dentes. - Agora vamos prestar a atenção nessa porra de aula. - Ele resmunga quando a professora entra. Ri fraco.

{...}

No fim fomos ao refeitório, eu e Yoongi mudamos de ideia, ele disse que como teria educação física poderíamos matar a aula, ir a biblioteca e estudar. Já que o último tempo antes de ir embora seria a prova, - ou seja, seria a última aula de hoje - teremos até mais tempo para estudar. Me juntei ao pessoal e sentei num dos bancos, resolvi não almoçar. Acabei perdendo a fome.

- Cecília, você precisa se alimentar. - Jimin diz, sentando a minha frente. Yoongi em silêncio senta ao seu lado.

- Estou sem fome...

- Você não tomou café, Cecília. - Yoongi diz.

- Sua garotinha chatinha... - Jin se aproxima sentando ao meu lado. - Você precisa se alimentar.

- Omma você sabe que eu não gosto de sushi. - Bufo.

- Você já provou? - Jimin levanta um cenho.

- Nunca quis.

- Então como pode dizer que não gosta? - Yoongi levanta um cenho.

- Mas...

- É bom Cecília, você não sabe o que está perdendo. - Jin sorri, depois que come um de seu sushis.

- Quer provar? - Jimin com seu hashi em mãos, aproxima o mesmo com sushi na minha boca.

- Não...

- Só um.. - Ele faz aegyo, acabei sedendo e devagar me aproximando. - Abra a boquinha. - Abri, comendo o sushi logo em seguida. Até que era bom.

- É gostosinho...

- Quer outro? - Quando ia assentir o sinal toca.

- Aish... O sinal tocou, que coisa não? - Yoongi sorri, foi um sorriso meio irônico, eu acho.

Como eu e Yoongi estávamos de mochila, nem entramos na sala de aula já que seria nesse tempo que teria educação física, assim que chegamos na biblioteca pegamos alguns livros de matemática e sentamos numas mesas livres.

- Você é inteligente Yoongi... - Ele fazia os cálculos com uma facilidade...

- Eu sei... - Ele sorri. - É só você fazer o que eu faço. - Ele me olha. - Estudar.

- Mais você nem estuda...

- Estudo sim, apenas para as provas, mas estudo. - Ele da um peteleco na minha testa.

- Aigoo, você é mal... - Acaricio minha testa.

- Você merece muitas palmadas isso sim. - Ele diz quase que sussurrando.

- Por que eu mereço?

- Ah, você ouviu? - Assenti. - Vamos focar na matéria. - Ele se aproxima, pegando uma caneta e explicando. Eu pude entender algumas coisas mais, o resto eu acabei prestando atenção apenas naqueles olhinhos fofos e em seus lindo lábios que na minha vista, estava se mechendo em câmera lenta.

Depois que ele explicou sobre a matéria, fomos a sala de aula onde já se encontrava os alunos. Me sentei no meu lugar esperando a hora da prova. Quando a professora chega, sinto um frio na barriga.

- Espero que vocês tenham estudado... A prova está bem complexa. - Ela passa entregando a folha para cada um de nós. Engulo em seco, mais o meu querido professor Yoongi, me ensinou muito bem e eu espero que o meu tempo gasto de educação física, tenha valido a pena.

~~~~~

Depois de uns vários minutos, saímos da sala. Felizmente a prova foi até que fácil e eu consegui responder boa parte das perguntas com facilidade, claro que as vezes eu me emperrava numas mas... Eu sempre dava um jeito, de conseguir.

- Yoongi, obrigada por me ajudar. - Sorri abrindo a porta de casa. Ele retribui o sorriso, só que sem mostrar os dentes. Assim que entro me encontro com meu pai e Joyce conversando, quase que gritando.

- C-Cecília? - Ele engole em seco.

- O que está acontecendo aqui? Pai por que você está aqui? - Fiquei totalmente confusa.


Notas Finais


GOSTARAM? Espero que tenham, sempre tento fazer o melhor pra vcs até o próximo capitulo bjs ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...