História Black Pearl - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens D.O, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Babyboy, Bangtan Boys, Daddy, Hot, Sexo, Yoonmin
Exibições 50
Palavras 1.195
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Sobrenatural, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Yellow-eyed wolf


Fanfic / Fanfiction Black Pearl - Capítulo 4 - Yellow-eyed wolf

acordei suado, a unica luz presente vinha da lua completamente cheia lá fora. suspirei, pelo visto tinha sido só um pesadelo. encaro o teto, onde algumas estrelinhas brilhantes haviam sido colocadas. havia também umas palavras em uma língua que eu não conhecia:

luna est inimicus"

a palavra brilhava florescente assim como as estrelas bobas coladas no teto, eu podia dormir em paz. afinal não passou de um sonho ruim...certo?

ouvi um rosnar baixo perto da cama, me virei achando ser somente um animal bobo que entrou em meu quarto, afinal...eu estava no meio de uma floresta. mas eu me enganei feio, deitado no tapete de croché, estava o enorme lobo de pelo negro. olhos amarelos. me assustei e me encolhi contra a parede. o animal me causava arrepios, era trés vezes maior que um lobo normal, parecia nada humorado. 

- saía daqui, xô.- tentei, mas os lobo bufou em resposta e se acomodou mais tapete.- aqui não é lugar para lobos, ande se afaste, eu abro a porta e você sai,ok? prometa não arrancar um membro meu por favor.

o lobo bufou novamente, como se me entendesse e estivesse debochando de mim. ignorei, coloquei meus pés de vagar no chão frio. o lobo me encarou...como se..como se estivesse me encorajando. fiquei totalmente de pé, o bicho não se mexeu então fui andando cuidadosamente até a porta.  assim que coloquei minha mão na maçaneta o lobo se jogou contra mim, me derrubou no chão e começou a rosnar. eu estava oficialmente com medo dele, o mesmo parecia sentir isso pois se retirou de cima de mim e se sentou.

- não quer sair?- o lobo bateu a pata no chão.- isso é um não? - o lobo bateu a pata novamente.- você é gigante...de que raça você é? - como se ele fosse me responder. - consegue ser maior que eu...

ouvi gritos vindo do corredor novamente, eu ia colocar minha mão na maçaneta e abir. mas o lobo me impediu, ele parecia ser dócil...quando queria, e eu sei o que vocês estão pensando..."como assim aparece um lobo gigante no seu quarto e você não sai correndo e gritando? "  ai ele me come inteiro, claro. eu devia ter assistido os seriado sobre lobos, pelo menos agora eu saberia o que fazer, afinal, a unica coisa que eu tinha certeza é que ele poderia facilmente me comer vivo sem pensar duas vezes.

o lobo se abaixou como se...pedisse para eu subir nas costas dele, eu sei que é loucura achar que um lobo pode se comunicar assim, mas acontece que eu praticamente sentia o que ele queria dizer. por isso o fiz, subi nas costas do lobo enorme e o mesmo rosnou baixo, eu não entendi o que isso significava.

- não falo sua língua.- brinquei e o lobo se mexeu bruscamente fazendo eu abraçar o pescoço dele. - agora eu falo.

minha voz saía um pouco nervosa, afinal eu estava fazendo a coisa mais inconveniente  do mundo...quem em sã consciência fazia uma maluquice dessa?! talvez esse lugar estivesse me deixando louco.

- o que vai fazer?- de novo como se ele fosse me responder.

o grande lobo abriu a porta com a boca, por que não estou surpreso que ele consegue? me agarrei ao pelo macio dele e o mesmo se pois a  correr pelo corredor, onde tudo agora havia mudado, haviam pessoas completamente pálidas encostadas em portas a conversar, haviam lobos a correr direção contraia a dele, havia criaturas a voar. eu estava sonhando novamente, só pode. 

o lobo acelerou o passo da corrida me fazendo o  agarrar com força. sem se importar com o contato, ele desceu correndo escada abaixo. como se ele flutuasse sobre as patas, mas eu estava gostando da sensação. ele estava a ir em direção ao jardim. eu não quero acordar desse sonho.

- você é o lobo enfezado mais legal do mundo.- sussurrei.

quando chegou no assombroso jardim, pude ver muitas flores e borboletas a voar. uma vista bonita.

- lobo, você quer ser meu?- o lobo soltou um som bem parecido com um engasgar. - você está bem? - ele assentiu.- se não pode ser meu...promete vim me visitar? 

eu estava louco, agora havia me apegado a um lobo...que lindo isso não é mesmo, park jimin?! se apegando a animais. suspirei e o lobo, meio acanhado, lambeu meu rosto. 

- que nojo, estou babado agora.- fiz um bico e ele tornou a me lamber.- lobo mal.

ele voltou a bufa e se jogar contudo no meu colo, encostei a cabeça no pelo macio dele, eu com certeza podia dormir ali.

 

------------------------------------------ dia seguinte.

acordei com dor de cabeça e um pequeno arranhão no braço. 

fui até o banheiro, e no caminho não vi o lobo, talvez tenha sido um sonho...afinal, essas coisas de lobos gigantes não exitem. 

tomei meu banho e vesti uma roupa qualquer, encarei o meu trabalho sob a mesa. na mesa havia alguns rabiscos em uma língua desconhecida, quem será que vivia nesse quarto?prefiro não saber, então apenas peguei minha mochila e desci as escacadas para as 'atividades recreativas' daqui. aproveitei e peguei meu celular, abri  em um tradutor, queria saber o que estava escrito e o que tudo indica, estava escrito:

" corra do solitário lobo alfa branco" 

talvez um maluco e a maluquice dele estava passando para mim, fechei os olhos e suspirei.

- algum problema?- ouvi a voz agora conhecida de taehyung.

obvio que estava acompanhado daquele que eu descobrirá ser  seu irmão, seokjin.  eles são legais e sorrindentes, não são más pessoas, só não entendo porque estão em um reformatório cheio de malucos, incluindo eu na lista.

- não nenhuma.- sorri para eles. - eu só estava perdido em meus pensamentos.

- por que quer saber sobre lobos?- peguntou olhando a tradução no meu celular.

- eu estava traduzindo uma frase.- sussurrei meio timido - posso fazer uma pergunta?

- fique á vontade querido.- disse jin.

- de quem era o quarto em que eu durmo?

- era do yoongi.- disseram, ambos dando de ombros.

- ele gosta de lobos?- peguntei sendo meio intrometido.

- não que eu saiba.- os olhos de taehyung escondia algo, que mentiroso horrível.

- ok então.

jin deu uma cotovelada no irmão.

- por que você mesmo não pergunta?- abriram um sorriso cumplice.

não era uma má ideia.

- onde ele está?- peguntei.

- no bosque.- disseram juntos. 

eu corri até o bosque mas antes de conseguir entrar eu fui parado e arremessado para longe de lá, o garoto de ontem de noite. me segurava. 

- não entre la.- ele sussurrou em meu ouvido.

- e quem vai me impedir.

- eu mesmo se for preciso.

me soltei dos braços dele e começei a correr para dentro do lugar, eu não estava muito longe estava a ponto de conseguir voltar. ouvi um rosnar e o meu lobo negro se pois em minha frente. ele ameaçava avançar em mim e tudo que eu fazia era dar passo para trás até sair da floresta que dava acesso a o bosque. assim que sai, não vi o garoto. ele havia sumido.

- que porra ta acontecendo comigo?

 


Notas Finais


nem preciso dizer que o lobo negro não é yoongi né?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...