História Black Pearl - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Black Pink, EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Hunsoo, Sesoo
Visualizações 71
Palavras 1.180
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Não sei vocês, mas eu estava com saudade. Muita saudade mesmo.

Eu revisei o capítulo e espero não ter deixado algum erro ter passado despercebido.


Eu quero agradecer pelos favoritos ♥♥

Boa leitura ;)

Capítulo 5 - V


Fanfic / Fanfiction Black Pearl - Capítulo 5 - V

Eu sabia que aquela festa ia dar alguma merda. Sabia que não deveria ter ido e ter insistido mais ainda para Minseok não querer ir e ficar me casa comigo. Mas não, acabei cedendo ao seu pedido e fui para a festa. Foi bacana até um certo ponto.

As horas foram se passando e eu só observava Minseok beber mais e mais, aquilo já estava me deixando irritado. Minseok bebado só faz merda e eu não estou afim de me machucar de novo. Não com ele novamente.

No momento em que saí para ir ao banheiro e esperar naquela bendita fila, foi o tempo suficiente para o meu namorado aprontar. Quando retornei para a pista de dança improvisada - que não passava de uma sala com os móveis afastados - não o encontrei lá. Então fui procura-lo e o encontrei encostando em um carro aos beijos com uma mulher. Doeu.

Doeu como o inferno ve-lo me traindo de novo. Ele havia prometido que nunca faria isso novamente, mas parece que esqueci que suas promessas são vazias, assim como vento, trás uma sensação boa mas nunca fica ao seu lado por muito tempo em uma tarde de calor.

A nossa discussão no meio da festa se passava como uma fita de vídeo cacete, e eu fazia questão de volta-la e apertar o play novamente. Eu precisava disso. De certa forma precisava me machucar mais para aprender que palavras são vazias e que as promessas de Minseok são mais.

Respirei fundo encarando o portão da escola. Não estava nenhum pouco afim de assistir as aulas, mas não poderia faltar. Não iria dar motivo para Minseok achar que estou sofrendo.

Atravessei o portão e suspirei alto ao ouvir o barulho diário dos outros alunos. Hoje pareciam que as pessoas estão gritando no meu ouvido e tudo que eu queria era que as aulas acabassem logo para ir pra casa.

Só queria me trancar no quarto e colocar meus fones de ouvidos. Mesmo com uma semana de término de namorado, aquela dor aguda estava mais do que presente. Principalmente quando o vi com a mesma menina na escola.

Quando me viu, vi o desespero em seus olhos. Mas já era tarde demais. Eu não iria voltar, não dessa vez. Dizem que o tempo é o remédio para a cura de um coração partido, então irei acreditar nisso. Irei seguir em frente e não permitirei ninguém me machucar. Nunca mais...

Na manhã tive que aguentar um Baekhyun todo animado falando sobre Jongin e um Junmyeon sonhando acordado com o principe encantado - segundo ele - mas de príncipe aquele garoto que ele se envolveu não tem nada.

Talvez eu não deveria julgar o livro pela capa e dizer que o cara chamado Yifan que Junmyeon solta diversos suspiros, não seja um cara bacana. Talvez eu esteja julgando demais por está com uma ferida no peito que irá demorar a cicatrizar.

- Você não tá prestando atenção, que porra!

Ouvi Baekhyun dizer, ele parecia cansado, não tenho culpa. Não por estar avoado durante essa semana e agradeço mentalmente por hoje ser sexta.

- O que é? - estava sem paciência para suas irritações hoje.

- Para Kyungsoo! Chega de ficar avoado e pensando naquele que te traiu. Porra, para!

Esbravejou irritado. O olhei sem entender porra nenhuma, até então Junmyeon secar as lágrimas que escorriam pelo meu rosto. Pisquei os olhos diversas vezes desconcertado e me toquei de que estava olhando para Minseok durante um bom tempo com aquela garota da festa.

- Eu... - nem pensar direito conseguia. Minha cabeça está uma bagunça, minha mente não para de gritar junto com meu coração. Tudo tá tão barulhento...

- Desculpa, mas porra supera. Ele é um babaca, pare de chorar por ele Kyungie, só levante a cabeça e seja forte, se levante e seja aquele Kyungsoo bem humorado e estressadinho.

Tive que soltar uma risada anasalada. Ele estava pedindo para levar uns bons cascudos.

- Valeu. Até que você não é tão ruim com as palavras.

Zombei e levei um bislicão no braço. Baekhyun nunca foi delicado com as palavras e muitas vezes não sabia ao certo o que falar então acabava irritado e xingando no meio de algo que era para ser um conselho, mas que acaba virando um sermão.

- Hoje vai ser a noite dos garotos. - falou Junmyeon empolgado e eu o olhei enviesado. Ele não gostava dessa palhaçada que Baekhyun inventou. A noite dos garotos era mais para se distrair e desabafar os problemas, mas sempre acabava em um chorando ou rindo um do outro. Eu pessoalmente gostava.

- Não sabia que estava preocupando tanto vocês assim pra ter uma noite dos garotos.

O ar de diversão era presente em minha voz e Junmyeon me deu um cascudo.

- Só cala a boca que você não tá sendo hétero.

Tive que rir, afinal nunca fui.

[...]

- Cara ele é tão idiota. - falei depois de umas três garrafas de cerveja. Nem lembro quando ela chegou e muito menos de Jongin ter chegado com mais um porte. E eu não deveria ter bebido, alcoól nunca foi meu forte.

- Quem? - não lembro de quem perguntou tentei abrir meus olhos e eu juro que vi um sorriso nos lábios do Baekhyun. Então deve ter sido ele.

- Sehun... Um idiota gostoso. - que merda. Mil vezes merda. Quem me deu cerveja mesmo? Eu não deveria tá falando essas coisas e muito menos bêbado.

- Então você acha ele gostoso, hm...?

Olhei enviesado para Baekhyun que soltou uma risada. Qual era a graça? Não tinha nada de engraçado ali. E aquele tom sugestivo em sua voz não gostei nada.

Agora me lembro do porque estar bebado. O filho da mãe chado Sehun, fez questão de jogar na minha cara que eu havia sido traído quando esbarrei com ele sem querer na rua enquanto voltava para casa e, como um idiota sensível chorei. Não em sua frente, mas ele deve ter se tocado já que saí quase correndo e quase bati em um poste.

Maldito seja Oh Sehun...

Não me pergunte como sei o sobrenome dele, apenas sei.

- Kyungsoo me dá essa garrafa. - pediu o tal Jongin e eu neguei com a cabeça, abraçando a garrafa.

- Não. Você não vai tomar minha garrafa...

[...]

Se arrependimento matasse eu estaria morto, em outro algum momento Sehun chegou na casa de Baekhyun e eu não sei e nem quero saber o motivo dele ter me beijado e eu ter me entregado.

Porra. Vou ser sincero pelo menos agora já que ainda estou sobre o efeito do álcool.

Ele beija bem. Muito bem por sinal. Em momento algum deixei de comprar seus beijos e braços com os do Minseok.

A maldita saudade me fez lembrar daquele filho da mãe enquanto beijava Sehun e quando o chamei de Min, por algum motivo ele ficou muito irritado.

E nem mesmo ele parecia entender ao certo, pude ver a confusão em seus olhos e depois disso ele foi embora sem dizer nada.

Apenas virou as costas e se foi.


Notas Finais


Deu nisso... Kyungsoo pode culpar a bebida, claro que pode e pode culpar mais ainda por ter gostado do beijo ahsuahsu

Até o próximo capítulo pessoas e deixarei o link de algumas da minha autoria fanfics aqui ;)

ChanSoo

https://spiritfanfics.com/historia/como-nao-ser-hetero-com-h-maiusculo-8623961

https://spiritfanfics.com/historia/all-of-me-7520837

SeSoo

https://spiritfanfics.com/historia/black-pearl-8475489

https://spiritfanfics.com/historia/colors-7279072

https://spiritfanfics.com/historia/quimica-6170268


Gente esse aqui é o link dos imagines da minha filha ( amiga é estranho) se poderem, dêem uma passadinha ;)

https://spiritfanfics.com/historia/imagines-k-pop-minis-e-longos-6826503/capitulo8

Beijos da unnie 😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...