História Black pink está na área ◾💟 - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias 2NE1, 4Minute, Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Girls' Generation, NU'EST
Personagens Jennie, Jisoo, Lisa, Personagens Originais, Rosé
Tags Amor, Aventura, Blackpink, Bts, Jennie, Jisoo, Kpop, Lisa, Rose
Exibições 99
Palavras 1.028
Terminada Não
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


~Ge
Espero que gostem e desculpe qualquer erro.
Beijos, depois troco essa capa, essa é a unica que eu achei.

Capítulo 13 - Eu odeio relâmpagos


Fanfic / Fanfiction Black pink está na área ◾💟 - Capítulo 13 - Eu odeio relâmpagos

{****}
  O filme que haviam escolhido dentre tantos outros era completamente dramático, melodioso e posso dizer que atraente ao olhos de um grande literário. "Os miseráveis".


O apartamento onde os meninos estavam morando era enorme, com todas as letras, era realmente  e - n - o - r - m - e.
Havia um sofá bem de frente para a televisão, e próximo dele um tapete fofo com as siglas bordadas  "E - X - O - L" que era um presente de suas fãs, o mais amado pelos EXO por assim dizer. Para trás do sofá você teria de caminhar uns 3 metros para chegar a dois degraus que te levariam a 5 quartos muito bem decorados. O sofá era a referência de qualquer outro cômodo, tanto que à sua direita havia uma grande cozinha e próximo desta área havia uma escada de no máximo 20 degraus que te levaria aos outros 4 quartos, que na verdade eram suítes. No lado esquerdo se via a varanda e 2 árvores de ipe amarelo, era uma vista linda.



Tão linda que Jennie não parava de olhar para lá, e não parava de pensar em sua família, na sua apresentação, em suas amigas, e em SeHun. Por estar na ponta do sofá, ela podia admirar aquelas duas árvores amarelas e o sol alaranjado mais atrás, ele estava se pondo, isso significava que estava ficando tarde e Jennie nunca ficara tanto tempo sem suas amigas. Mesmo que tivesse quase 19 anos, suas amigas a tratavam como se fosse um bebê.


  - Gente, onde é o banheiro? - Jennie questionara e rezava para que não percebessem que ela só queria fugir dali.


  - Os banheiros estão nos quartos, então entre em qualquer um. O meu é aquele. - Lay apontou para uma porta branca e com os trincos dorados, onde havia uma placa escrito "Não me pertube a menos que a casa esteja pegando fogo, e se foi você que colocou  fogo nela não me pertube, vai la e apague."
Jennie começou a rir alto enquanto se dirigia à porta do quarto que na verdade era a de SeHun. E antes que alguém comentasse sobre sua risada ou risse junto, ela adentrou o quarto e fechando a porta do mesmo se sentou numa cama de casal com lençóis brancos, mas muito bonitos.


Ao pegar o celular, discou o número de Rosé. Sem nem mesmo perceber ela ja estava chamando a amiga que atendeu na segunda chamada.


**Ligação on**


  - Oi jen.


  - Rosé, como você está?


  - Estou bem, me explicaram que a menina que estava com kai é a melhor amiga dele. - Jennie ouviu risos. - Sou muito boba.


  - Você entendeu errado o que tinha acontecido, isso não te faz boba.


  - Não. Não faz. Mas o fato de eu ter sentido ciúme me torna uma tremenda boba.


  - Mas você gosta dele.


  - Isso é verdade, mas gosto dele como amigo.


  - Você não me engana.


  - Você também não, se controla ai viu. SeHun não é santo e sei que você também não é. - Jennie estava rindo. - De qualquer forma, pode dormir ai se quiser, eu e as meninas vamos dormir daqui a pouco e pelo jeito você não tem a chave.


  - Ta bom. Boa noite e se cuida viu Senhora Kai Rosé.



  - Hahaha. Se o que você queria era me deixar constrangida conseguiu, que nome feio. Bem, boa noite.


  - Te amo.


  - Também te amo.



** Ligação off **


  - Mas ela podia deixar a chave em baixo do tapete para que eu entrasse. - Jennie falou consigo mesmo e foi quando ouviu alguém lhe chamar que percebeu a besteira que havia feito.


Sem nem mesmo perceber, Jennie se deitara na cama extensa e se mantinha virada para a janela.


  - Não se preocupe, pode ficar aqui esta noite. Fui eu que pedi para as suas amigas que você dormisse aqui. - Jennie se virou e viu Lay.


  - Tem certeza de que esse quarto é seu?


  - Sim.


  - Você tem o mesmo cheiro do.. - Jennie estava cheirando os lençóis enquanto falava tais coisas, e parou no meio da frase, com os olhos arregalados, que quase explodiram ao ver que SeHun estava parado a janela onde ela se encontrou olhando algum tempo atrás.


  - Do SeHun?


  - E..eu acho que ja vou dormir. - Jennie se levantou e se pôs a andar.


  - Aonde acha que vai? - SeHun segurou seu braço.


  - Vo..ou pra sala, vocês pediram pra mim dormir... - Parecia que Jennie havia passado uma lata de tinta vermelha nas bochechas.


  - No sofá?  - SeHun arqueou as sobrancelhas.


  - Ja vou indo. Não façam nada de errado. - Lay saiu do quarto deixando um sorriso malicioso e ao mesmo tempo engraçado.


  - O..onde quer que eu durma?


  - Durma aqui comigo, prometo colocar travesseiros no meio de nós dois. - Ao soltar o braço de Jennie, o menino dos fios loiros que agora estavam coloridos dera risada.


  - Tem certeza?



  - Aran. - SeHun pegou Jen no braços e a colocou do lado esquerdo da cama. - Agora vá dormir.


SeHun se deitou e murmurou um "Boa noite" para a mais nova, que já tinha pegado no sono.


A noite não podia ficar mais alvoroçada ou vergonhosa do que aquela. Mas, começou a chover muito. E relâmpagos se estendiam por todos os cantos.


  Jennie pulou em cima de SeHun e suas pernas se lançaram em volta da cintura do mesmo.


  - EUODEIORELAMPAGOS.


Mais um relâmpago bateu à janela do quarto onde estavam.


  - Eu até que gosto deles. - A menina enterrou o rosto no pescoço do mais velho ao ouvir isso.


  - Jennie, você realmente tem medo? Ou só quer me abraçar? Pode ser sincera. - SeHun era cheio se si, cheio até de mais.


  - Tenho pavor.


  - Aish!


SeHun não conseguia tirar Jennie de cima de si, e muito menos parar os relâmpagos.


  - Vamos dormir. - SeHun desistiu de fazer qualquer coisa e apenas apertou sua 'amiga' um pouco mais.


  - Boa noite loirinho. - SeHun rira.
 

  - Boa noite soninho.


Notas Finais


Gostaram?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...