História Black Prince - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Youngjae, Yugyeom
Exibições 250
Palavras 745
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey hey ladies and gentleman <3
Cap da madrugada uhul
Tem alguém aí?
Me perdoem se tiver algum erro🤗

Capítulo 21 - Tudo desmorona


Fanfic / Fanfiction Black Prince - Capítulo 21 - Tudo desmorona

-Por que... você está aqui? --perguntei, fracassando em segurar as lágrimas

Ele está aqui...

Aquele menino lá no Brasil, que eu me declarei com uma carta e ele leu e me rejeitou na frente do colégio inteiro esta aqui. O menino com o ego maior que o Monte Everest. O menino que eu mais odeio.

-Oh? S/N? Que interessante... É aqui que Walter Cidreira mora né? O que você faz aqui? --Ruan perguntou

-Você é filho de Walter? Ai.... --ele passou por mim e me empurrou com seu ombro, me derrubando no chão

Quando Mark percebeu a situação levantou imediatamente e segurou Ruan

-Ei quem é você? --

-Me solta asiático do pinto pequeno, eu moro aqui também --Ruan tirou a mão de Mark do seu ombro e se jogou no sofá

Eu me levantei com um pouco de dificuldade por causa da minha perna que estava doendo muito, mas isso não tem importância. Ele está aqui

-Eu quero uma explicação! --parei na frente de Ruan o impedindo de ver TV

-Você não mudou nada nesses dias s/n, cadê S/M? --deixei um suspiro de surpresa escapar

-Você é o filho de Walter que era para ter chegado só daqui a dois meses? --fechei a mão com força

-Sim. Maninha --

-Nã-Não me chame assim, seu cuzão de merda --cuspi as palavras nele

-Entendo, você ainda guarda rancor pelo que eu fiz na escola né? --mais lágrimas caíram. Não acredito que estou chorando na frente dele

Mark segurou minha mão e me arrastou para meu quarto, eu me sentei na minha cama e desabei em choro

Mark se sentou ao meu lado e deitou a minha cabeça em sua perna

Me virei e afundei meu rosto em sua barriga, nesse momento eu pude sentir bem o seu cheiro

Ele cheira a rosas, um cheiro muito bom.

-Quem é ele S/n? 

-Ru-Ruan, aquele que me rejeitou, me desprezou e me humilhou na frente da escola toda --ele não disse nada, só me tirou do seu colo, enxugou as minhas lágrimas e me abraçou

Eu afundei minha cabeça na curvatura do seu pescoço, estava hipnotizada pelo seu cheiro doce de rosas e pela sua pele tão macia e delicada

Ele se deitou na cama comigo e me abraçou, meu coração saltitou e nesse momento eu fiquei sem ar

Por que está sendo tão legal comigo, seu pervertido? Eu realmente não te entendo

Se eu não estivesse ainda sentida por esse ocorrido, eu o teria expulsado do meu quarto, simplesmente porque teria lembrado do nosso "quase-sexo" mais cedo e teria ficado com muita vergonha, mas...eu não conseguia pensar em nada

Ele começou a cantar uma música baixinha perto do meu ouvido, odeio ter que admitir alguma qualidade dele mas ele tem uma voz linda.

Eu dormi com Mark cantando para mim e essa sensação de segurança quando estou em seus braços

O que está acontecendo comigo?



((...))

Quando eu acordei de volta, Mark não estava mais comigo, me levantei e desci para a sala

Ruan estava deitado no sofá todo jogado, de pernas abertas e sem camisa, quando me viu sorriu de lado e eu saí da li

-O que você faz aqui S/N? --ele veio atrás de mim-- cadê aquele asiático de pinto pequeno?

-Não fala assim dele! 

-Então você ja viu ele pelado? --corei lembrando da minha punição incompleta

-Não é da sua conta --me sentei

-Sabe, eu ja sabia que iria morar com você. Meu pai me mostrou uma foto de sua mãe e a filha dela

-Humph --desviei o olhar.

-Sera que você ainda gosta de mim?

-Pode apostar que não --disse fria

-Você mudou bastante, está mais bonita --se aproximou-- então não vai se importar se eu fizer isso --se inclinou para me beijar, mas eu ergui a mão e bati em seu rosto

Ele se afastou com a mão na bochecha, totalmente surpreso

-Você não fez isso sua.... --quando ele ia me bater Mark apareceu e segurou seu braço

- agressão a uma jovem indefesa, que falta de classe 

-Me solta, o que você é? O namorado dela? --Ruan tentou puxar seu braço mas Mark não soltou.

-sim, sou o namorado dela --Mark disse rangendo os dentes

-Hãn? Impossível! --Ruan arregalou os olhos

-Calado! Ninguém pode machucar meu cachorro! --então Mark socou seu rosto

-Ma-Mark para... --coloquei a mão no meu ombro, não quero que o Mark se machuque

-Saia --eu nunca tinha visto o Mark tão sombrio-- saia daqui! Eu estou te protegendo e você manda eu parar, está defendendo ele?

-E-Eu... --eu não sabia nem o que dizer

-Saia --abaixei a cabeça e subi correndo para o quarto

Tranquei a porta, me sentei e abracei meus joelhos

Eu só queria evitar que você se machucasse seu grosso

Desabei em choro novamente


Notas Finais


E aí?
Capítulo bem bad hoje, mas fazer o que né
Eu estou com várias idéias para a fic, e já sei até como vai ser o final *-*
Por favor aguardem ansiosamente <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...