História Black Prince - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, JR, Mark, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Exibições 61
Palavras 745
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey hey ladies and gentleman <3
Cap da madrugada uhul
Tem alguém aí?
Me perdoem se tiver algum erro🤗

Capítulo 21 - Tudo desmorona


Fanfic / Fanfiction Black Prince - Capítulo 21 - Tudo desmorona

-Por que... você está aqui? --perguntei, fracassando em segurar as lágrimas

Ele está aqui...

Aquele menino lá no Brasil, que eu me declarei com uma carta e ele leu e me rejeitou na frente do colégio inteiro esta aqui. O menino com o ego maior que o Monte Everest. O menino que eu mais odeio.

-Oh? S/N? Que interessante... É aqui que Walter Cidreira mora né? O que você faz aqui? --Ruan perguntou

-Você é filho de Walter? Ai.... --ele passou por mim e me empurrou com seu ombro, me derrubando no chão

Quando Mark percebeu a situação levantou imediatamente e segurou Ruan

-Ei quem é você? --

-Me solta asiático do pinto pequeno, eu moro aqui também --Ruan tirou a mão de Mark do seu ombro e se jogou no sofá

Eu me levantei com um pouco de dificuldade por causa da minha perna que estava doendo muito, mas isso não tem importância. Ele está aqui

-Eu quero uma explicação! --parei na frente de Ruan o impedindo de ver TV

-Você não mudou nada nesses dias s/n, cadê S/M? --deixei um suspiro de surpresa escapar

-Você é o filho de Walter que era para ter chegado só daqui a dois meses? --fechei a mão com força

-Sim. Maninha --

-Nã-Não me chame assim, seu cuzão de merda --cuspi as palavras nele

-Entendo, você ainda guarda rancor pelo que eu fiz na escola né? --mais lágrimas caíram. Não acredito que estou chorando na frente dele

Mark segurou minha mão e me arrastou para meu quarto, eu me sentei na minha cama e desabei em choro

Mark se sentou ao meu lado e deitou a minha cabeça em sua perna

Me virei e afundei meu rosto em sua barriga, nesse momento eu pude sentir bem o seu cheiro

Ele cheira a rosas, um cheiro muito bom.

-Quem é ele S/n? 

-Ru-Ruan, aquele que me rejeitou, me desprezou e me humilhou na frente da escola toda --ele não disse nada, só me tirou do seu colo, enxugou as minhas lágrimas e me abraçou

Eu afundei minha cabeça na curvatura do seu pescoço, estava hipnotizada pelo seu cheiro doce de rosas e pela sua pele tão macia e delicada

Ele se deitou na cama comigo e me abraçou, meu coração saltitou e nesse momento eu fiquei sem ar

Por que está sendo tão legal comigo, seu pervertido? Eu realmente não te entendo

Se eu não estivesse ainda sentida por esse ocorrido, eu o teria expulsado do meu quarto, simplesmente porque teria lembrado do nosso "quase-sexo" mais cedo e teria ficado com muita vergonha, mas...eu não conseguia pensar em nada

Ele começou a cantar uma música baixinha perto do meu ouvido, odeio ter que admitir alguma qualidade dele mas ele tem uma voz linda.

Eu dormi com Mark cantando para mim e essa sensação de segurança quando estou em seus braços

O que está acontecendo comigo?



((...))

Quando eu acordei de volta, Mark não estava mais comigo, me levantei e desci para a sala

Ruan estava deitado no sofá todo jogado, de pernas abertas e sem camisa, quando me viu sorriu de lado e eu saí da li

-O que você faz aqui S/N? --ele veio atrás de mim-- cadê aquele asiático de pinto pequeno?

-Não fala assim dele! 

-Então você ja viu ele pelado? --corei lembrando da minha punição incompleta

-Não é da sua conta --me sentei

-Sabe, eu ja sabia que iria morar com você. Meu pai me mostrou uma foto de sua mãe e a filha dela

-Humph --desviei o olhar.

-Sera que você ainda gosta de mim?

-Pode apostar que não --disse fria

-Você mudou bastante, está mais bonita --se aproximou-- então não vai se importar se eu fizer isso --se inclinou para me beijar, mas eu ergui a mão e bati em seu rosto

Ele se afastou com a mão na bochecha, totalmente surpreso

-Você não fez isso sua.... --quando ele ia me bater Mark apareceu e segurou seu braço

- agressão a uma jovem indefesa, que falta de classe 

-Me solta, o que você é? O namorado dela? --Ruan tentou puxar seu braço mas Mark não soltou.

-sim, sou o namorado dela --Mark disse rangendo os dentes

-Hãn? Impossível! --Ruan arregalou os olhos

-Calado! Ninguém pode machucar meu cachorro! --então Mark socou seu rosto

-Ma-Mark para... --coloquei a mão no meu ombro, não quero que o Mark se machuque

-Saia --eu nunca tinha visto o Mark tão sombrio-- saia daqui! Eu estou te protegendo e você manda eu parar, está defendendo ele?

-E-Eu... --eu não sabia nem o que dizer

-Saia --abaixei a cabeça e subi correndo para o quarto

Tranquei a porta, me sentei e abracei meus joelhos

Eu só queria evitar que você se machucasse seu grosso

Desabei em choro novamente


Notas Finais


E aí?
Capítulo bem bad hoje, mas fazer o que né
Eu estou com várias idéias para a fic, e já sei até como vai ser o final *-*
Por favor aguardem ansiosamente <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...