História Black Stones - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Charlotte, Dajan, Dakota, Debrah, Dimitry, Giles, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Personagens Originais, Rosalya, Viktor Chavalier, Violette
Tags Castiel, Lysandre, Nathaniel
Exibições 35
Palavras 1.045
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Musical (Songfic), Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Mutilação
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Yo!

konbawa minna..

desculpe qualquer erro e boa leitura para quem ler :)

A garota da capa é a Alexia.

Capítulo 1 - Prólogo..


Fanfic / Fanfiction Black Stones - Capítulo 1 - Prólogo..


Castiel narrando.
Londres, 2016.
Já era umas 23h00min, eu estava no meu quarto com Alexia a minha meia irmã, tinha convidado ela pra ver filme de terror e com muito custo ela aceitou.
Depois dela ficar quase todo o filme se escondendo e me agarrando o filme acabou e ela levantou da minha cama.
- Nunca mais vejo filme de terror na minha vida. – Ela falou com voz de choro na minha frente.
- hum, Medrosa, esse filme era uma bosta, nem parecia de terror. – Digo dando  um dois meus famosos sorrisos de deboche, e puxei-a de volta pra cama.
Alexia e eu éramos meios irmãos, mas sinceramente considerava ela mais uma amiga do que uma irmã, ela nunca conviveu comigo e isso só foi acontecer depois que sua mãe faleceu, e claro que às vezes eu sinto atração por ela, até por que sou homem e não temos laços de irmãos e parece que ela faz de tudo pra me provocar como andar de lingerie pela casa, sair apenas de toalha do banheiro do corredor sendo que ela tem um no seu quarto, mas me controlo o máximo para não rolar nada entre nós pois querendo ou não ela é minha irmã e isso não deve acontecer.
a ouvi bocejar e se encolher em meus braços.
- Eu vou pro quarto cast. - levantou novamente.
- lex?- a chamei me levantando também.
- Oi. - ela se virou dando de cara comigo.-dei um sorriso ao ver ela corar.   
O que eu estou fazendo? Por que eu estou com vergonha da minha irmã?
Eu sei que ela me provoca e que eu quero ficar com ela às vezes, mas talvez por estar quase nos beijando eu esteja assim.
A empurrei de leve pra trás ainda com um sorriso no rosto, mas ela me puxou de volta para mais perto de si e iniciou um beijo.
Fiquei assustado no começo, mas acabei me rendendo, aquele beijo calmo e ao mesmo tempo excitante.
Alexia segurava minha nuca com carinho, e a outra mão dela estava na minha cintura ao qual ela me puxava para mais perto do seu corpo, senti arrepios com seus toques, minhas mão estava em seu rosto e a outra nas suas costas, mas do nada eu a empurrei, aquilo não podia acontecer, eu não queria ou queria?
- Castiel. - exclamou.
- Desculpa. – respondi saindo de perto dela, mas ela me puxou de volta para perto dela e me deu outro beijo o que resultou em nos dois caindo encima da cama. Me virei, ficando por cima dela ainda a beijando. Quando percebi já estava sem camisa e ela sem sua blusa, e parecia que as coisas iriam piorar.
Parei o beijo e olhei pro lado, mas logo voltei a encarar ela.
-Alexia, o que agente esta faze... – eu ia falar mais ela me interrompeu.
- Confia em mim cast? – Ela me perguntou.
- Sim, mas isso não é certo.
Ela me olhou com um sorriso fofo e começou a me beijar passando a mão pelo meu corpo.
Já era 08h00min da manhã, me sentei na cama ainda com sono e com um sentimento ruim de culpa me consumindo.
 Me deparei com uma cena que eu queria esquecer, Alexia estava me encarando com um sorriso no rosto.
- bom dia, cast. – Falou sorrindo, olhei pra ela, ela estava se aproximando para me beijar e claro que eu me afastei dela, aquilo jamais aconteceria de volta, foi um erro e não se repetiria de volta.
- Sai daqui Alexia, sai logo daqui porra, isso nunca mais vai acontecer isso foi um erro que jamais vou cometer de volta.
 - Mas, Castiel...
- Sai daqui Alexia, não me escutou? Quero que volte pra sua casa, que esqueça tudo que aconteceu aqui essa noite, eu não gosto de ti, Você só foi mais uma, na verdade foi o pior erro que cometi em toda minha vida por você ser minha irmã e por ter deixado você ser mais uma na minha lista de vadias. Então simplesmente fique longe de mim, Alexia. Pois no final disso tudo quem vai sofrer será você e não, eu não quero ver minha irmã sofrendo por alguém tão filha da puta como eu.  – Eu sei que aquilo a magoaria, mas se eu não falasse algo assim também sei que ela não desistiria, eu a conheço e não quero repetir esse erro de volta.
- Mas a gente vai ter que se ver uma hora dessas. - falou com voz de choro.
- Não se depender de mim Alexia. Você era virgem maninha? Por que sinceramente estava parecendo que era, não foi bom e saiba que irei me arrepender disso por toda a minha vida. – Digo com certa ironia na voz.
- Agora, some daqui, pois eu não quero mais te ver. – A vejo sair correndo enquanto chorava e aquilo doeu em mim, nunca quis a fazer chorar e muito menos magoar ela, mas, eu sou assim um filho da puta sem sentimentos que sempre usa as pessoas e depois as despreza ao ponto de quase humilhar uma pessoa, se não a humilhei hoje..
Mas o pior de tudo não foi ter ficado com minha irmã e sim ela estar exposta a mídia, tudo o que eu tinha medo que acontecesse aconteceu, malditos paparazzi, uma foto minha e de Alexia se beijando esta em todos os lugares, e tenho certeza que isso não vai sair da mídia tão cedo, meu empresário esta uma ferra comigo, porém pude inventar a desculpa idiota de que não tinha como ser a Alexia já que ela não estava na minha casa a um bom tempo mas ele não acreditou muito nisso, porém depois dele ir até a minha casa e a revistar e ver que as coisas de Alexia não estavam mais lá ele teve que aceitar os fatos, pois ela foi embora na mesma manhã que eu falei tudo aquilo pra ela, pois ela ia ficar um bom tempo na casa aonde sua mãe morava e espero que ela não volte mais pois não quero ter que encarar o que eu fiz. E pra piorar minha vida não é só isso que esta acontecendo, tenho que fazer esse maldito filme com uma patricinha mimada que me escolheu para o papel e ainda apostou que me beijaria com os amiguinhos, ah caralho, eu não suporto isso, tenho vontade de explodir e mandar todos se fuder.

 


Notas Finais


Beijos da tia draga, até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...