História Blade Shadow - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Arlequina (Harley Quinn), Capitão América, Homem-Aranha, Novos Titãs (Teen Titans), Street Fighter, Viúva-Negra (Black Widow), Wolverine, X-Men
Personagens Gwen Stacy, Harleen Frances Quinzel / Harley Quinn (Arlequina), James "Logan" Howlett (Wolverine), James Buchanan "Bucky" Barnes, Laura Howlett (X-23), Natasha Romanoff, Ravena, Steve Rogers
Tags Ação, Arlequina, Briga, Chun-li, Gwen, Laura, Mercenarios, Viuva Negra, Wolverine, X23
Visualizações 2
Palavras 1.744
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Ficção, Luta, Romance e Novela, Shounen, Universo Alternativo, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Já de inicio peço desculpas por não ter postado ontem, mas aqui está nais um capitulo.

Capítulo 4 - Seriços


Fanfic / Fanfiction Blade Shadow - Capítulo 4 - Seriços

Ao desligar, Ravena imediatamente liga para Laura, a ligação cai na caixa postal, então deixa a seguinte mensagem: Acabei de receber uma ligação irei me encontrar para acertar os detalhes hoje às 13hrs, seguirei a combinado de analisarmos tudo antes de fechar. Até mais tarde”. Ravena desliga e segue para o quarto se arrumar, alguns minutos se passam e Quinzel chega e tira alguns papéis da bolsa e mostra para Ravena enquanto diz -olha, tudo sobre o serviço para mostrar para Laurinha.- Ravena rebate o comentário -Não sei se Laura vai gostar desse apelido- ela recolhe os papéis para ver, e confirma que é um bom serviço, e pergunta se Quinzel já sabe como vai fazer, ela diz que sim, enquanto sai do quarto para o encontro com seu contratante, Quinzel pergunta se pode ir com ela, Feiticeira pensa alguns segundos mas confirma que sim.

  Minutos depois já estão no ponto de encontro, e um carro preto se aproxima delas, Ravena acena com a cabeça para que Quinzel informando que é o contato, a porta do carro se abre e uma voz masculina diz -Entre por favor- elas seguem é a voz novamente se pronuncia - Somente você feiticeira, sua amiga pode aguardar aí- Arle fecha a cara e da língua em direção de onde a voz sai.

Dentro do carro, o homem já de idade, com um terno preto, uma bengala em seu colo, e de cabelos grisalhos, ri mostrando os dois dentes de ouro diz:

-Que bom que está na China, não queria ir para outro lugar.

-Qual o serviço? Preciso de detalhes

-Calma, antes dos negócios uma apresentação é o correto.

-Você sabe meu nome, e eu sei o seu e o serviço, então, pularemos essa parte.

-Já que insiste, precioso de veículos equipados para fazer assalto a um carro forte específico, e a um trem de valor também específico.

-Isso tudo é para derrubar um carro forte da força nacional do país, e invadir o trem de valores pessoais da segurança federal.

-Como sabe disso?

-O mesmo motivo que me fez ser a melhor na minha área. Meu valor é de 190mil. Só a mão de obra, já que suponho que as peças e outras despesas você que irá dá.

-Exato, bom, te darei a metade agora é a outra metade no fim.

-Preciso de tudo que tem sobre o trem e o carro, antes de fechar negócio, tenho que analisar riscos que vou correr.

- Tudo bem, espero sua resposta até.

- Amanhã nesse mesmo horário. Até mais.

Ravena sai do carro e observa Arlequina pela primeira vez com um olhar de quem está com um pensamento sério. -Tudo bem Arle? - ela pergunta enquanto se aproxima, ela responde que sim e segue acompanhando a feiticeira no caminho de volta para casa. Laura está na rua, tentando conseguir algumas informações sobre a pessoa que a chamou para um serviço, ela descobre que é dono de uma boa parte do tráfico de drogas chinês, e sua ligação com o seu futuro alvo era de vínculo de poder, mas foi rompido por uma traição da parte do seu futuro serviço. As horas se passam e Laura já está esperando no local combinado quando um homem usando uma roupa casual senta em uma mesa, e tenta encontrar alguém com os olhos, Laura observa tudo e alguns segundos depois se levanta, ela segue em direção ao homem, se senta em uma cadeira na mesma mesa

e diz:

-Sou eu quem você procura, antes de tudo, me dê o máximo que sabe sobre o alvo.

-Neste pendrive tem tudo que você precisa saber.

-De início sem ver os riscos o meu serviço é de 60mil

-Tudo bem, me avise se vai ficar e quando vai ser.

-Ta bom, te ligo amanhã esse horário.

Laura se levanta sem deixar o homem falar mais nada e segue para a casa, chegando lá se depara com Quinzel e Ravena conversando, e pergunta -Já resolveram tudo- elas respondem que sim, Laura acena com a cabeça e segue para seu quarto, alguns minutos se passam e ela desce perguntando por Chun li, as duas fazem sinal informando que não sabe, Laura se senta e avisa que no jantar irão conversar sobre os serviços, e volta para seu quarto para mexer no Notebook para procurar coisas sobre o país onde seu alvo está.

Natasha chega e diz que pegou tudo sobre o seu serviço, Quinzel olha para ela enquanto diz- eu e Ravena fomos mais rápidas- Natasha passa por ela e lhe dá um tapinha na cabeça, e pergunta por Laura, no momento que ela encerra a pergunta, 23 aparece dizendo -O que quer? - Natasha balança a cabeça e explica que só estava curiosa se ela estava ou não em casa, e sobe para seu quarto aparentemente irritada pela resposta recebida, Laura percebe e sobe atrás dela. Ravena pergunta para Quinzel o que acontece entre elas duas, distraída sua amiga ri, e diz que elas eram namoradas mas deram um longo tempo, mas que sobre isso ela não sabe. Aranha chega atrapalhando a conversa, e pergunta – como foram?- Ravena diz que muito bem, tudo saiu como o planejado é só restam agora a reunião para decidirem tudo, Gwen Confirma que também deu tudo certo com ela, é que seus riscos são menores do que imaginava, e junto de sua explicação pergunta pelas suas duas companheiras que não estão na sala, Ravena apenas aponta o dedo pra cima, indicando o local onde elas estão, Gwen ri de maneira discreta senta no sofá e abre seu Notebook para reabrir seus softwares de hackeamento, Arle pula para o lado dela e conta tudo o que aconteceu na reunião dela e na reunião de Ravena, ela ouve atentamente, a presença de Quinzel não a encomenda mais.

Natasha passa pela porta do quarto e empurra a porta com força para fechar, mas não escuta ela bater, olha pra trás e ver Laura a fechando devagar enquanto pergunta:

-O que diabos você tem? Aconteceu alguma coisa?

-Claro que aconteceu, você não mudou, é a mesma sem sentimentos de 8anos atrás, não consegue transpor nenhum tipo de emoção a não ser a fúria, a raiva, ignorância, como eu pude me apaixonar por você.

-Eu não acredito nisso, você me conheceu exatamente assim, e agora está de frescura comigo? O que porra é que tu quer? Que eu ande como uma menina indefesa, que mostre fragilidade, desculpe, mas não fui criada para isso Natasha, talvez eu não seja a princesa que você queria. E você não vive me ouvindo dizer “como pude me apaixonar por você”

-Você já estava com essa resposta na língua, não é?

-Você acha que eu não te amo? Se eu te amo do seu jeito, porque você não me ama do meu? Eu nunca te pedir para mudar em nada, porque se você mudasse não seria a pessoa por quem me apaixonei. Me desculpe, talvez tivesse sido melhor se não tivesse de fato voltado pra você.

-Então, isso é de fato um fim pra...

Antes que terminasse a fala, Laura a joga na cama, fica encima e lhe dá um beijo -Eu te amo, e nunca mais pense que quero ficar longe de você, tentarei mudar...por ...- antes que termine a frase Natasha a puxa para um beijo mais apaixonado, enquanto se beijam Laura começa a tirar sua blusa, ao sentir que sua parceira estar sem a camisa, Natasha abre seu sutiã, Laura recua um pouco e puxa Viúva para ficar sentada, para que possa lhe tirar a camisa é seu sutiã, e volta a jogar ela na cama e retorna ao beijo.

Algumas horas se passam e Ravena, Gwen e Arle estão a espera de Natasha e de Laura que ainda estão trancadas no quarto, quando Chun Li chega se desculpando pelo atraso, mas que logo retira suas desculpas ao olhar para o relógio e diz -Pensei que estava mais tarde, e cadê Laura e Natasha? - Antes que

Alguém possa responder elas aparecem e dizem -Estou aqui- Laura olha para todas na sala e pergunta - Por que diabos estão me encarando? - Ninguém pensa em responder, Natasha passa a mão em suas costas e ri, Chun Li pergunta que horas vão se reunir para falarem dos contratos, Gwen diz que poderia ser agora, já que estão todas ali, ninguém tem nenhuma contradição e seguem para o escritório da casa.

-Quem quer começar?

-Eu. Eu eu..

-Fala logo Quinzel

- Bom, é só aquilo que eu disse mesmo, tenho que destruir um clube de motoqueiros, o único problema é que fica próximo a uma área residencial, e qualquer coisa fora do normal pode atingir lá, então, pode ser grande risco.

-Bom a gente vai planejar todos os serviços direitos, independente se vamos sozinho em grupo ou em dupla

-Isso é uma boa Gwen, e falando nisso, qual o seu serviço? Os riscos?

-Os meus são mínimos, mas que com a falha tudo desanda, mas o software que desenvolve vai ajudar muito, caso algo acontecer, o direcionamento de IP será enviado para outro ponto e não para o meu, mas só irá durar o tempo de desconectar do sistema que eu vou hackear.

-Bom, já é uma boa, Natasha?

- O meu risco é menor também, tenho só que fazer manutenção e transformar algumas armas em outras, para uma máfia irlandesa, então eu vou ajudar Ravena e ela vai me ajudar.

-Certo, e você Ravena?

-Tenho que preparar uns cinco ou seis carros, para fazer um assalto a um trem de importância nacional, é um carro forte federal, e como Natasha vai me ajudar, vai ser tranquilo.

-Ta bom, o meu vocês já sabem, e meus riscos só irá acontecer se eu errar o tiro, o que não vai acontecer, E Natasha vai comigo, ela sempre foi meu suporte quando tô em serviço desse tipo. Vamos organizar o tempo, para ajudarmos Arle, acho que será melhor para todo mundo ter ajuda.

-Sim sim, então temos que ver o tempo pra fazer isso Laura.

-Bom, cada um liga para seus contratantes e vemos o tempo do pedido para serviço concluídos, e faremos a lista para todas se ajudar.

Todas se levantam e seguem para fazer suas ligações, Chun Li sai em direção do seu quarto para entrar em contato com seus contatos da Interpol, mas cedo ela recebeu uma notícia atualizada sobre a Shadaloo e sobre a posição de Logan na prisão.

 


Notas Finais


Mais uma vez desculpas, e obrigado por lerem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...