História Blair Blackwood Stein - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Slender (Slender Man)
Personagens Personagens Originais
Tags Morte
Exibições 13
Palavras 619
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Harem, Hentai, Lemon, Luta, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Só mais uma Creepypasta...

Capítulo 1 - Capítulo Único


Trovões.


Era isso que a garota conseguia ouvir. Trovões e mais nada.


Você deve estar se perguntando: "Onde esta garota está?"


Esta garota está em um hospício,trancada em uma cela acolchoada,usando uma camisa de força. 


"Por que ela está em um hospício?"


Porque ela fez coisas que seus pais julgaram ser más,não apenas para ela,mas também para seus familiares e amigos.


"Há quanto tempo ela está no hospício?"


Desde que ela tinha cinco anos.


"Por que ela está no hospício?"


Ela dizia ver um gato risonho,como Alice. Ela dizia ver monstros embaixo da cama,no armário e no banheiro. Ela dizia ver tubarões nadando na pia e na banheira. Ela dizia que a floresta nos arredores da cidade onde morava era assombrada por uma criatura esguia que usava terno.


"Quem é esta garota? Qual é o destino dela? O que ela pensa?"


Esta garota é Blair. Blair Blackwood Stein. O destino dela,para muitos,é apodrecer na cela acolchoada,para outros,a garota vai fugir e matar quem quer que entre em seu caminho. Ela pensa que a vida é uma linda mentira e a morte é uma verdade dolorosa.


"Quantos anos tem agora?"


Dezoito,quase dezenove. Tem mais alguma pergunta?


"..."


Que bom. Agora,continuemos a história.


Blair nasceu durante o outono de 1998. "Sem data específica",dizia o obituário médico,porém,todos do hospício sabiam que ela havia nascido dia 31 de outubro.


A pequena garota sofria de distúrbios mentais e tudo aconteceu de repente,sem mais nem menos. Ela brincava de boneca no quarto quando tudo aconteceu. Sua mãe estava lavando os pratos e seu pai estava fumando cachimbo. 


A pequena Blair ia descer as escadas,quando tropeçou nos próprios pés e desceu as escadas rolando. Ela bateu a cabeça,fraturou duas costelas,quebrou um braço e teve uma concussão. Os pais a levaram para o hospital as pressas.


Os médicos a internaram e a pequena ficou em coma por uma semana. Quando acordou,Blair disse que tinha visto um ser estranho antes de cair. Os pais,que não acreditaram nas baboseiras da criança,a mandaram para um hospício.


Eles a visitaram todos os dias,mas quando a mãe de Blair anunciou que estava grávida do segundo filho,a garota surtou. Começou a gritar histericamente sobre os pais terem a substituído, que nunca mais queria vê-los e que eles e o bebê queimariam no inferno.


Blair foi submetida a tratamentos de choque,drogas experimentais,remédios para alucinações e depressão e inúmeras passagens com psicólogos.


Os médicos acharam que ela havia melhorado e quando uma das enfermeiras foi para sua cela levar seus remédios,Blair a matou com uma caneta. A garota saiu da cela e começou a caminhar lentamente pelas celas.


Os guardas do hospício,de alguma maneira estavam mortos. Blair suspeitou que fosse por causa de seu "amigo esguio que usa terno preto" e ela sabia que seu amigo iria buscá-la,mais cedo ou mais tarde.


Ela continuou andando. Saiu do hospício e continuou caminhando. Ela,de alguma forma,acabou parando na floresta,que muitos julgavam ser assombrada,não que ela se importasse. Na verdade,Blair estava pouco se fodendo para assombrações.


-Ótimo.-murmurou ela.-Parece que vou ter que procurar meu amigo alto. 


Ela voltou a andar pela floresta. Sua cabeça estava abaixada e ela cantarolava uma música qualquer. Ela parou de andar ao ouvir um leve zumbido de estática.


Ela sorriu. Seu sorriso era distorcido e psicótico. Conhecia o barulho de estática em qualquer lugar.


-Ora,não é educado ficar espionando as pessoas,senhor esguio.-diz ela se virando e dando de cara com uma criatura de terno e sem rosto.-Como vai,Slender?


A criatura não responde nada,apenas ergue sua mão para Blair,que a segura sem hesitar. Slender a leva para sua mansão e desde então,a garota ficou conhecida como Silent Scream,a assassina silenciosa.


As vítimas de Silent Scream não tinham tempo para gritar quando viam a máscara em formato de esqueleto da garota.


Até hoje,dizem que ela vaga sorrateiramente pelas casas,buscando suas vítimas,a maioria homens e garotos,cujas mentes são cheias de pensamentos pervertidos e obscuros.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...