História Blame is on flowers - Chanbaek - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Chanbaek Kaibaek
Visualizações 127
Palavras 747
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Esse será a narração de Park Chano

Capítulo 13 - Bacon


Fanfic / Fanfiction Blame is on flowers - Chanbaek - Capítulo 13 - Bacon

Park Chanyeol 


Três anos depois


Como foi minha reação quando eu tive aquelas cartas em mãos? Não foi a das melhores, só custa dizer que eu me joguei na cama do meu quarto e disse para minha mãe um simples "não quero falar com ninguém" logo levando sermões de como eu estava me comportando mal. A única coisa que tenho a dizer sobre isso é... 


fodase


Eu não fui os melhores motivos para que Baekhyun fosse para China, como foram que varias pessoas diziam, a verdade é que nem eu mesmo sabia onde estava Byun Baekhyun, aquele que eu me apaixonei de verdade e só fui dar valor quando perdi, aquele que eu conheci em um parque e me entregou uma rosa que até hoje está em meu quarto e ainda não morreu por eu cuidar muito bem. 


Eu nunca fiquei com Byun por eu querer bancar o frio, porém eu tenho aquele pequeno bilhete até hoje, ate mesmo uma foto de Byun que eu tirei dele distraído, eu tive chances de ter ele pra mim e acabei perdendo. Como ele falou, ser frio não adiantaria de nada.


Algumas pessoas me disseram para mim regar meu jardim e que assim logo logo irá aparecer borboletas. 


Porém eu acabei esquecendo de rega-lo melhor assim dando um início a um vazio dentro de mim, como eu posso ter deixado Baekhyun ir embora? Mesmo passando exatamente três anos eu não esqueci dele, meu amor por ele não pareceu ser demonstrado a visão de alguns, porém ele podia ver que era realmente algo verdadeiro. 


Agora... aqui estou eu, olhando para meu corpo com trajes que eu não costumo vestir, ainda mais usar trajes para ir a um casamento, oque é desconfortável, o casamento seria de dois amigos meus, Sehun e Luhan, no caso, Baekhyun conhecia Luhan, eu não sabia como, mais conhecia. 


Andei em passos lentos para dentro do meu carro e dirigi até o local onde seria a festa, casamentos? Igreja? Eu realmente não suporto, meus pais eram separados e desde de la passei a não gostar de casamentos, mas para meu melhor amigo eu abri uma vaga para poder vê-lo feliz. Quando eu cheguei la apenas fiquei algumas horas sozinho encarando minhas maos, logo o salão de festa ja estavam cheio e Sehun veio até a mim e eu me levantei para abraça-lo e lhe dar os parabéns pelo seu casamento. 


- Hyung! Ah quanto tempo! - Sehun me abraçou com força e eu apenas ri retribuindo da mesma força, logo nos separando. 


- Sim Hunnie... Agora você já está casado e eu ainda to aqui.. encalhado! - Falei rindo e escutando a sua risada, logo olhei para um ser um pouco mais baixo, crendo que aquele seria Luhan, o mesmo estava com seus braços agarrados nos de Sehun, tornando uma cena fofa. 


- Algo me diz que isso acaba hoje... - Sehun falou dando uma risada e logo várias pessoas se aproximaram dos noivos, e eu apenas sai dali, indo ao jardim pegar um ar. 


Eu estava frustrado, queria sair dali o mais rápido possível, era um sentimento confuso, como se algo fosse acontecer, so que algo bom, olhei para o lado e passei as mãos em meus cabelo, olhei para uma pessoa que tinha os cabelos em um tom castanho claro, quase loiro, cintura fina, um corpo bonito, eu reconhecia aquela pessoa de algum lugar, sua altura era inconfundível, e aquela rosa em mãos também. 


Eu achava que estava sonhando, porém eu não estava Byun Baekhyun estava na minha frente, de costas mais estava, caminhei lentamente e logo toquei seu ombro, fazendo o garoto se virar, aquilo me deixou em transe durante minutos, nossos olhos estavam se encontrando, Byun parecia ainda mais lindo. 


- Chanyeol!? - Ele falou em um tom baixo e surpreso, fazendo eu encara-lo - quanto tempo... não é? 


- Byun... sim, muito tempo não acha? - dei uma risada anasalada. 


- Sim, três anos, como tem ido sua vida? Está tudo bem? 


- Anda a mesma coisa, somente que dentro desses três anos eu refiz minhas cagadas.. - Escutei sua risada baixa oque fez meu coração se sentir menos culpado de ter deixado ele ir embora. 


Vi ele estender os braços com uma rosa em mãos. 


- Hum.. para você... - Ele sorriu, seu sorriso era maravilhoso, porém vi suas bochechas ganharem um tom avermelhado, aceitei a flor e vi que ele ia andar para ir embora e segurei seu braço. 


- Bacon.. não vai embora! 



Notas Finais


AMÉM


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...