História Blame society - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, BTS Suga, Criminal, Gangue, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Min Yoongi, Namjin, Namjoon, Suga, Yoongi Bts
Exibições 151
Palavras 2.108
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Festa, Policial, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


~OOOOOOOLÁ ♡ Boa leitura meu amores :3

LEIAM AS NOTAS FINAIS
LEIAM AS NOTAS FINAIS
LEIAM AS NOTAS FINAIS
LEIAM AS NOTAS FINAIS

Capítulo 12 - Do meu jeito, Mas eu amo


    Depois da crise de ciúmes do Tae na sala, resolvi contar logo de uma vez que eu ia sair com Yoongi, de começo nós tivemos uma pequena discussão pois ele não queria que eu fosse, para não criar um sentimento profundo pelo Yoongi, mais depois concordou com a história, mas não acho que eu vá criar um sentimento pelo Yoongi assim do nada, e além do mais nós só iriamos sair para conversar não era bem um encontro como o Tae tanto temia.

A ultima aula naquele dia era educação física e no momento só os meninos iriam jogar, era meio que uma competição com outras salas, os meninos estavam a se trocar e as meninas estavam agitando a arquibancada, alguns meninos já preenchiam a quadra de basquete.

Com uniforme vermelho,preto e branco do time da escola, Yoongi estava lá entre eles. Meu coração bateu forte contra o peito quando meus olhos foi de encontro com o dele, independente das coisas que o Tae me conta sobre o Yoongi, eu não posso manda em meu coração.

Eu desvie meus olhos de Yoongi e percorri meus olhos sobre os meninos que já ocupavam a arquibancada esperando os próximos jogos, ia em direção aos meninos quando uma garota de cabelos pretos e franjinha me chamou.

–Olá. – Ela parecia nervosa e envergonhada.

–Olá, posso ajudar?   

  – Sim, é que estão abertas as inscrições para líderes de torcida, e você se encaixa perfeitamente com o tipo de menina que estamos procurando e queria muito que você aceitasse o convite. –Ela tava mais vermelha que um pimentão. – Então..toma aqui  – Ela me entregou o folheto para inscrição. – Se você se interessar me procure, meu nome é Soon Ye. – Ela sorriu.

–Ah, obrigada..qualquer coisa le aviso.

Até que não seria uma má ideia.

–Quem era aquela? – Hope perguntou em relação a menina.

–Ela veio me perguntar se eu queria ser líder de torcida. – Dei de ombros.

– Eu acho que você deveria aceitar. – Jimin falou com um sorriso safado no rosto.

– Ah é, por que?

– Por que você iria ficar uma delicinha naquela roupa. – Ele  passou a mão nos seus fios laranjas. Todos riram.

– Seu ridículo. – Dei tapas nele, que só ria da minha cara. – Acho que iria me inscrever, não custa tentar. – Falei e eles concordaram.

– Você tem que praticar algum esporte mesmo, sempre nas aulas de física você não faz nada.–Tae falou.

–Eu faço sim tá, jogo futebol. – Falei e todos caíram na gargalhada.

– Pensei que só ficasse correndo atrás da bola. – Tae falou e as risadas de Hope, Jin e Namjoon ecooavam no ginásio.

O árbitro deu sinal que o basquete iria começar e eu logo me sentei na arquibancada ao lado de Jimin, já que ele não iria jogar nada hoje.

O jogo já estava no final e o time de Yoongi estava ganhando, Jimin gritava feito um louco do meu lado.O árbitro finalizou o jogo e os meninos correram em direção ao Yoongi desesperado já que ele era o líder do time. Todos estavam suados e ofegantes se abraçando e eu sorria feito boba da arquibancada. Yoongi me olhou no meio da multidão sorrindo e meu coração acelerou, sorri mais ainda.

Eles correram em minha direção, pulando em cima de mim.

– EKA, SAI. –Gritava desesperada, poxa eu estava limpinha e eles todos suados me abraçando. – Minha vontande é matar vocês. – Eles caíram na gargalhada.

–Não vai me abraçar Jade?  – Tae perguntou sorridente.

– Não. Você esta suado. – Ele veio em minha direção e eu me levantei correndo. Tarde demais, ele me abraçou e bagunçou meu cabelo.

–Aish, olha o que vocês fizeram. Onde é o banheiro? –Perguntei irritada.

–Ali ó. – Namjoon apontou e eu fui me desvincilhando do meio da multidão.

Finalmente abro uma porta, mas infelizmente não era o banheiro feminino, e sim masculino. Meus olhos encontra Yoongi com uma garota de cabelos castanhos e curto em seu colo. Sinto meu estômago inteiro revirar, como se fosse vomitar a qualquer momento. A garota se vira-se e olha pra mim. Eu tento me mover mais meus pés não cedem.

–Algum problema? – Ela me olha dos pés a cabeça. Yoongi se senta e seu olhar era neutro, como se aquilo fosse uma coisa normal.

– Achei que fosse o banheiro feminino. – Dou meia volta fechando a porta.

Meus olhos se enchem de lágrima mais eu as prendo, Porque sinto meu peito queimar? Yoongi e eu não temos nada, nunca tivemos. Somos amigos e amigos podem sim transar com outras pessoas. Por que me sinto assim? Que merda!

– Jade? – Escuto ele me gritar.

   Rapidamente limpo o rosto com as mãos.

  Ele segura meu braço com força e eu sinto nojo do toque dele.

– O que você quer?  –Tento manter a voz firme.

–O que você tem? – Como ele pode ser tão cínico?

–O que eu tenho? – Solto uma risada sem vida. – Por que ao invés de se preocupar com o que eu tenho não volta pra lá com aquela garota?

Ele riu.

–Está com ciúmes? Jade, somos amigos. Eu posso sair com outras pessoas, você também. Não sei qual a merda do seu problema, mas não é por que estamos ficando amigos e eu te chamei para sair que isso vá significar algo.

Ouvir aquilo doeu, doeu mesmo. Mais ele estava certo, nem temos nada.

–Acabou?  – Ele revirou os olhos. – Ah, não irei mais sair com você.

–Ah, vai, você vai sim.

–Quem te garante?

–Eu. Se eu passar na sua casa e você não estiver pronta, eu te levarei a força.– Ela falou e saiu andando.

Eu odeio Min Yoongi.

Vou direto em direção a coordenação e entrego o folheto da inscrição da líder de torcida preenchido. A bateria do meu celular acabou e então fui a pé mesmo para casa, não era tão longe. O caminho inteiro fui pensando nas palavras de Yoongi, e ele estava certo. Não me lembro de quando me deixei sentir algo por ele, nem sequer somos tão próximos assim, Tae estava certo não era para eu me envolver tanto assim com ele. Assim que chego em casa lágrimas começam a rolar. Entro no quarto e bato a porta, me deito na cama e as lágrimas rolam mais ainda.

Eu gosto de ficar com.você.
disse que seu sorriso é lindo?

Eu tô tentando me lembrar onde me apaixonei. Será que foi naquele sorriso? Será que foi naquele olhar?

De tanto chorar acabo dormindo de uniforme e tudo, assim que acordo procuro meu celular e desbloqueio vendo a hora, e me deparo com a mensagem do Yoongi mandando eu me aprontar, ou senão me levaria a força. Ridículo.

Como eu não tinha opção, fui pro banho e me troquei. Odeio usar vestidos, mas não sabia aonde ele iria me levar, não custa nada se arumar um pouco mais. Fiz uma maquiagem leve e deixei o cabelo solto, estava pronta em meia hora como ele havia ordenado. Ouvi a porta lá de baixo destravar e era ele. Desci as escadas e ele estava na sala de estar me esperado.

– Você ta linda..

– Pra onde vai me levar? –Perguntei ignorando o comentário idiota dele.

– Você vai ver.

Se carro esperava no jardim.Ele abriu a porta para que eu entrasse e depois tomou seu lugar no volante.

Ficamos em silêncio o caminho inteiro. Ele corria com o carro a mais de 100 km/hr. Eu queria saber onde ele estava me levando. Ele parou o carro em frente a praia, onde havia um restaurante.

Ele estendeu a mão para mim.

–Sei andar sozinha. – Respondi ríspida e ele concordou com a cabeça.

Assim que entramos no local me deparei com um salão todo iluminado a luz de velas, e pétalas de rosas espalhadas sobre o chão. Ele puxou a cadeira e eu me sentei.

–Ok, o que você quer? ser romântico não é seu tipo.

– Conversar com você direito.

– Então, fala.

– Primeiro vamos comer, você não comeu nada o dia inteiro.

–Até parece que se importa. –Revirei os olhos.

Ele fez um gesto para o garçom e ele trouxe nossa comida, confesso que estava uma delícia, comi tudo de uma vez, estava curiosa, o que ele queria me contar?

–Terminei,o que queria me contar?

–Passei o dia todo organizando minha mente, e....eu descobri que gosto de você Jade –Meu coração bateu forte dentro do peito.– Não vou mentir dizendo que te amo, mas gosto de você como amiga, sabe..Você é uma pessoa legal, os meninos falam de você e eu me sinto um pouco enciumado por não ter essa tua amizade, eu quero começar a me aproximar de você.. eu sei que desde o dia que nos vimos eu só fiz merda, mas quero começar algo novo com você! Você me daria essa oportunidade?

Eu estava feliz, mas tinha medo de me arriscar e sofrer. Seus olhos estavam de encontro com o meu e eu lutava para que minha voz saísse.

–S-sim!  –Ele abriu um sorriso lindo e largo.

Depois que terminamos de comer, nos vamos ao cinema, estamos conversando e rindo toda hora, ele era divertido. Fomos comprar os ingressos, pipoca e o refrigerante.

–Aigoo, por que filme de terror? –Perguntei enquanto nós estamos nos acomodando nas poltronas.

–Para você ficar mais próxima a mim. –Ele respondeu rindo. Talvez seja por isso que eu me apaixonou por ele, essas bricandeiras mexem comigo.

Passamos o filme todo agarrados, eu não queria me mexer por nada, estava com medo, de ter um contato com um espírito.

–Jade já acabou, pode se mexer. –Ele se levantou e eu puxei ele de novo.

–Eu sei, estou com medo. –Ele riu. As luzes do cinema foram acesas e só ai eu me levantei.

Nunca imaginei que iria ficar próxima assim de Yoongi, conversamos o caminho inteiro, ele me falou da sua vida e tudo, descobri que ele morava sozinho por que não tinha uma proximidade com seu pai já que o pai dele traiu sua mãe, aparti daí eles pararam de se falar, ele só tinha contato com a mãe, e morava sozinho, ele até me convidou para conhecer a casa mas eu neguei. A conversa estava tão legal que nem percebi que ele havia parado o carro.

–Obrigado Suga, foi uma noite legal. –Estava saindo quando ele segurou meu braço.

–O que você falou?

–Ta surdo agora?

–Você me chamou de Suga. –Ele sorriu e só ai me liguei de que eu havia o chamado assim.

  –Primeira vez e última. –Sorri e ele revirou os olhos. –Agora é sério,tchau.

Subi o elevador e estava exausta, precisa dormir e desacansar, abro a porta com cuidado e assim que entro dou de cara com a Andy.

– ANDY! – Grito e ela se assusta.  –Meu deus, esqueci completamente de você.   

–Eu percebi né, seu pai que veio me buscar no aeroporto, mais e você onde estava? como você esta gostosa. 

  –Papai já chegou de viagem?

–Sim, ai ele veio me buscar direto depois da viagem.

  –Eu estava com o Yoongi, um amigo meu. –Bocejei e fui em direção ao quarto tirando a maquiagem.

  –Amigo, hm, sei.  –Revirei os olhos.

Conversamos a noite inteira, estava exausta, mas mesmo assim teria que ir para aquela merda de escola, Andy estava dormindo e eu invejei muito isso. Me levantei com muita preguiça, tomei um banho relaxante, vesti meu uniforme e fui a escola, no caminho parei em um Starbucks. Os meninos não estavam no lugar de costume, estavam separados da turma.

–Do que estão falando? – Perguntei apertando a bunda do Jimin.

  –Aigoo, tire a mão da minha bunda.  –Ele disse rindo e Yoongi bufou.

  –Bom dia Yoongi.  –Falei envergonhada e ele sorriu.

  –Não sei como consegue ter bom humor pela manhã.

  –Estamos falando do assalto ao banco.  –Namjoon falou.

–Vocês falam como se fosse normal isso. –Revirei os olhos.

–Para nós é.  –Jungkook falou passando o braço em volta o pescoço de Hope.

  –Quando vai ser?

  –Hoje a noite.  – Jin falou e eu senti uma pontada no peito.

–Eu vou.  –Não estava gostando nada disso.

  –Não, claro que não.  –Namjoon praticamente gritou.  –Isso é perigoso Jade.  –Tae concordou.

–Aish, me deixem pelo menos no galpão, não vou conseguir ficar tranquila sabendo que vocês estão correndo perigo.

  –Ta bom, mas não pertube o Jin já que é ele que ficará com você lá.  –Vibrei internamente por eles terem deixado.

Continua...


Notas Finais


~GOSTARAM?

~Estou postando os caps muito rápido, e eu preciso de mais tempo para escrever então os próximos caps vão demorar, mas não muito ♡

~OBRIGAGA A TODOS OS COMENTÁRIOS E FAVS, 39 FAVS TÔ GRITANDO ^^ amo vocês♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...