História Blank Space - Lukas Marques - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lukas Marques & Daniel Mologni (Você Sabia?)
Personagens Daniel Mologni, Lukas Marques, Personagens Originais
Tags Daniel Molo, Lukas Marques, Voce Sabia
Exibições 166
Palavras 489
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 29 - É muita ousadia


Ficamos no shopping até de noite, e após jantarmos no bob's, fomos para casa.

Subi as escadas com pulinhos. Ouvi gritos vindos do estúdio e, só pra checar se os dois não estavam se esmurrando, abri apenas uma frestinha da porta, dando de cara com dois palermas cobertos de tinta azul.

Fiquei observando até eles se despedirem da câmera e a desligarem.

-O QUE OS BLUE MEN ESTÃO FAZENDO NA NOSSA CASA? - gritei entrando no quarto.

Lukas me olhou com um sorriso medonho, Daniel fez cara de "joinha" e eu fiz cara de confusa.

-Só besteira - Lukas balançou as mãos dramaticamente.

Dito isso eu me retirei, realmente não sentia a necessidade de saber o motivo de os dois estarem... azuis.

Acordei no dia seguinte e coloquei uma calça jeans preta e meus tênis da coca cola, uma camiseta branca escrito take me to neverland e um moletom de hogwarts por cima.

Daniel tinha saído mais cedo com Alice, então Lukas se ofereceu para me levar.

-Então - ele puxou assunto no meio do trajeto - como vai a vida?

-Ótima - respondi.

Ele espremeu os lábios e focou no trânsito.

-E sobre aquele assunto? - perguntou.

-Que assunto? - Eu sabia exatamente qual assunto.

-Carlos.

No dia da festa eu havia dito que terminaria com Carlos, mas sempre que via a cara dele não conseguia.

Simplesmente não conseguia.

-Eu preciso de tempo - falei ao mesmo tempo em que ele estacionava o carro na frente do colégio.

-E você terá, Cat.

Me virei pra sair e, sem aviso prévio, ele me deu um beijo na bochecha.

Não disse nada, apenas saí.

Caminhei até a porta ouvindo o carro se afastar atrás de mim. Carlos m esperava meio amargo.

-Bom dia meu amor - eu disse o abraçando, mas ele se esquivou.

-Quem era aquele?

Suspirei.

-Meu primo, o Lukas, se lembra?

Ele ficou pior ainda.

-Então você mora com ele?

-Com a mãe dele, na verdade.

-E onde ela está?

-Viajando.

Seu rosto se contorceu em uma careta incrédula.

-Vocês demonstram carinho assim quando estão sozinhos, Catarina? - ele se afastou irritado.

-Meu Deus, eu não fiz nada, Carlos! - exclamei. - E aquele beijo foi fraterno - menti.

-Catarina me deixa sozinho - ele se virou e começou a andar pra longe de mim.

Corri até ele e segurei seu ombro. Não era justo, eu não tinha feito nada de errado!

No mesmo instante que o toquei, senti um impacto no lado do rosto, como se uma bola de basquete tivesse me acertado.

Vários alunos se aproximaram. Coloquei a mão do lado do rosto, em choque.

-Cat - ele se aproximou como a tivesse cometido um erro - Eu não quis...

Porém eu ja estava longe. Me sentia humilhada, mas antes de entrar no banheiro feminino, me virei para trás e gritei a plenos pulmões:

-Vai se foder, e vê se eu to ali na esquina.


Notas Finais


Eu consigo ouvir seus gritos de comemoração daqui

Adios Carlos, rezemos para que ele não volte.


Ou será que volta? 🌚🌚🌚🌚🌸


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...