História Bleach- Nova História - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bleach
Personagens Hirako Shinji, Ichigo Kurosaki, Isshin Kurosaki, Karin Kurosaki, Kon, Nelliel Tu Odelschwanck, Orihime Inoue, Renji Abarai, Rukia Kuchiki, Sado Yasutora, Shihouin Yoruichi, Tatsuki Arisawa, Toushirou Hitsugaya, Urahara Kisuke, Uryuu Ishida, Yadoumaru Lisa, Yuzu Kurosaki
Visualizações 31
Palavras 1.234
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Escolar, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oie gente! Como estão?
Primeiramente mil desculpas pela demora, o nome dessa demora é "Escola", agora já que está no fim do ano os professores encheram de provas e lições, então perdoe-me se eu demorar novamente para postar.
Boa leitura!

Capítulo 17 - Capítulo 17- Uma Aproximação


Fanfic / Fanfiction Bleach- Nova História - Capítulo 17 - Capítulo 17- Uma Aproximação

Bleach Uma Nova História

Capítulo 17 "Uma Aproximação"

Ultimamente estou muito próxima dos meus novos vizinhos, agora somos oficialmente amigos. Depois do almoço de "Boas-Vindas" eu quis me aproximar deles, não sei exatamente o motivo, talvez seja para ter novas experiências de amizades, tanto faz.
Tem alguns dias que eu não vejo nenhum dos meus amigos, muito menos o Ichigo, a Rukia veio conversar comigo algumas vezes, claro que em alguns momentos ela mencionava o Ichigo, ou pelo menos tentava, mas eu dava um jeito de mudar de assunto, não quero pensar tanto nele e como nossas vidas são conturbadas. Quem deve estar adorando isso é Inoue, eu tenho certeza que ela já sabe que eu não vejo o Ichigo e que estou brava, por isso deve ter tentado se aproveitar. Não que eu ainda esteja brava, eu só não sei o que devo dizer quando eu vê-lo, se é que logo a coragem chegará em mim e ter controle de me mandar ir ao encontro do mesmo.
Pensarei nisso depois com mais calma, agora eu preciso me encontrar com Shinji, combinamos de sair juntos para ir à sorveteria, o dia está bem quente, então um sorvete não irá cair mal.

Fomos andando conversando sobre vários assuntos, quem diria que o esquisito do meu vizinho seria agora meu amigo, talvez com o tempo meu melhor amigo, eu acho. Ele era diferente sim, admito, mas um diferente bom, um que não é literalmente estranho ou ruim, só diferente normal. "Agora fiquei confusa".
-Ei!- dedos balançando na minha frente me fizeram acordar do meu transe constante.
-Desculpe, o que dizia?
-Perguntei que sabor você quer.- só agora notei que já estávamos na sorveteria.
-Ah! Eu quero de napolitano, abacaxi ao vinho e flocos. Quero com cobertura de morando, bolinhas brancas e pretas, calda de chocolate e uma cereja por cima.- quando terminei de falar ele estava me olhando com aquele olhar surpreso, como "Meus Deus! Você come demais." Ri- Vou lá fora nas mesas procurar um lugar bom.- recebi um aceno como resposta.
Sai a procura de uma mesa com dois lugares e no canto, um pouco escondida, não demorei para achar uma afastada. Fiquei esperando Shinji, que já estava demorando, "Meu sorvete vai derreter desse jeito.", pude sentir meu celular vibrar no bolso, retirei da bolsa e antes que pudesse abrir a mensagem, congelei ao ler o nome.
"Ichigo..."
Pensei seriamente alguns minutos entre abrir a mensagem ou deixar o celular onde estava e fingir que nada aconteceu. Foi o que escolhi, é bom me distrair e depois eu penso nisso. Logo Shinji chegou com dois copos cobertos de sorvetes, ficamos conversando bastante, não pude me conter com suas piadas, e posso dizer que ele não resistiu às minhas caretas.

Incrivelmente o tempo passou muito rápido, Shinji me acompanhou até em casa, nos despedimos e entrei, deixei minha bolsa no cabideiro.
-Sua mãe saiu, mas disse que volta logo.- gelei. Essa voz. Não pode ser.
-Ichigo?- fui até a sala me deparei com Ichigo no sofá mexendo no celular.
-Como estava o sorvete? Bom?
-Como sabe...?
-Minha sogra disse que você saiu com o vizinho para irem à sorveteria.
-Sua sogra? Por que ela te deu tantas informações assim?- linguaruda ela, eu em.
-Por que eu perguntei.- disse como se aquilo fosse óbvio.
-Como se fosse da sua conta!
-Pode parar S/n.- respondeu-me sério.- O que fazia com aquele cara, que por acaso eu nem conheço?!
-Não que eu lhe deva satisfação, mas não é necessário que você conheça todos os meus amigos. E nem queira me cobrar explicações se você mesmo não faz isso.
-Claro que sim! É minha namorada e não vou aturar suas saídas com outros homens!- era o que me faltava, agora está irritadinho.
-Se veio para me irritar com seu ciúmes bobo, então pode sair da minha casa.- apontei para a porta.
-Eu não vim aqui pra isso...
-Não é o que parece.- vi ele soltar o ar dos pulmões pesadamente.
-Por favor... Eu vim conversar, mas saber que estamos brigados e você saiu com outro homem me deixou furioso.
-Você tem que controlar seus nervos, você é muito impulsivo. Me fala de uma vez o que você quer.
-Eu sei que não tivemos uma boa conversa, sei que descobriu tudo de uma maneira ruim-
-Coloca ruim nisso...
-Me desculpe. Acredite, eu não queria fazer mal à você ou os outros, eu só não sabia o que estava fazendo.
-Por que eu confiaria em você agora? Não acha que já é um pouco tarde para me dar explicações?
-Eu sei que devia ter feito isso, mas... Eu não por que não o fiz. Só por favor, não vamos ficar assim.
-...-suspirei- Me deixa sozinha Ichigo.
-O que?-
-Saia. Eu quero ficar sozinha. Eu quero pensar, quero ter um tempo só comigo, minha mãe e a escola.
-S/n vamos conversar, por favor, precisamos esclarecer isso.
-Eu sei Ichigo, mas você mentiu pra mim, me escondeu coisas, eu só queria te ajudar e o que você fez? Me disse para não me intrometer em tudo, e é isso que eu irei fazer de agora em diante.- suspirei- Eu não quero mais me encontrar com nenhum de vocês, não irei participar de qualquer luta entre vocês e hollows.
-Eu entendo que esteja chateada, mas eu não contei para não te machucar.
-Machucar fisicamente ne? Por que emocionalmente eu não fiquei bem em saber que meu namorado pode ser algo ruim, que ele me escondeu segredos importantes, e que quando eu mais quis ajudar ele me deu um pé na bunda.- meus olhos já estavam lagrimejando.- Então, por favor saia. Eu quero ficar sozinha e preciso pensar.
-Tudo bem, eu saio, mas estarei sempre à sua disposição quando decidir me perdoar.- respondeu saindo da sala indo em direção à porta.- Eu não irei desistir de conseguir seu perdão.
Fiquei mais algum tempo olhando para a parede tentando processar tudo que aconteceu, bufei e fui para o quarto me deitar.

(...)

Finalmente sai da escola! Como o ano está acabando então os professores atolaram de lições e trabalhos, claro, fiz todos, agora só faltam as provas finais, que daqui umas semanas irão chegar, preciso me preparar ao máximo para passar e completar meu ensino médio. Meu aniversário também está perto de chegar, será antes do ano acabar, mas sinto que até já fiz mais um ano de vida já que minha cabeça está à todo vapor e cheia de problemas.
-Olá S/n.- ouvi me chamarem.
-Shinji! Oi! Como está?
-Bem melhor que você eu acho.- debochou- Parece cansada.
-Estou muito, a escola está me matando.
-Ah! Escola, eu já acabei a minha, mas posso te entender.
-Caramba! Todo mundo que eu conheço já terminou a escola.- ri.- Sou muito nova para todo mundo então.
-Ah que isso! Está quase com dezessete anos, daqui a pouco estará velha.
-Igual você ne!- rimos.
-Você não perde uma mesmo.
-Não, perco duas ou três vezes no máximo.- brinquei de novo. Rimos.
-Tudo bem Senhora Piadinhas, que tal ir la para casa passar a tarde comigo e minha irma?
-Tudo bem. Só irei deixar minha mochila dentro de cada e trocar de roupa. Eu não demoro.- entrei correndo em casa, coloquei a mochila no quarto e troquei de roupa, mandei mensagem para minha mãe avisando aonde eu estarei e a mesma confirmou.- Vamos.- disse assim que fechei a porta.

Continua...


Notas Finais


Até o próximo gente!
Bjs!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...