História Bleach Your Life - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bleach
Personagens Ichigo Kurosaki, Orihime Inoue, Renji Abarai, Riruka Dokugamine, Rukia Kuchiki, Sado Yasutora, Uryuu Ishida
Tags Bleach, Drama, Ichihime, Romance
Exibições 113
Palavras 1.606
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Visual Novel
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yo Akihiro Desu!

Era para este capitulo ter saído no dia 09 Domingo (passado), mas um caminhão bateu no poste perto de casa e fiquei sem internet...
(na verdade eu não paguei a conta do mês passado, mas tinha pago a desse mês, então quando descobrir isso fui num banco e paguei a conta e "vua lá" estou de volta!)

Para compensar isso... o Patrão ficou Maluco!!! Irei postar um por dia até Domingo, e continuarei a postar UM POR DIA até o outro domingo dia 23, depois disso voltaremos a nossa programação normal de UM capitulo por semana.

Então espero que gostem desse... digamos... capitulo!
AHHHH ESPEREM, este capitulo está sendo contado do ponto de vista da Inoue Orihime!
Boa Leitura!

Capítulo 5 - Dormindo Juntos!


Fanfic / Fanfiction Bleach Your Life - Capítulo 5 - Dormindo Juntos!

Estava Frio...

Eu sonhei com o meu irmão, eu estava fazendo coelhos de neve, ainda era pequena e ele ainda era vivo...

Eu estava sozinha, e minhas mãos estavam bem geladas...

Enquanto eu mexia na neve e formava um coelho, meu irmão chegou...

- Está aqui fora de novo Orihime!

- Estava fazendo coelhos de neve... Quer me ajudar?

- Hoje eu não posso, mas o Kurosaki Ichigo veio te ver!

- o Kurosaki-kun?

Então, Ichigo saiu de trás do meu irmão, parecia um mini-Ichigo haha...

- Inoue, por que está sozinha, e por que está sem as luvas de novo!?

Disse o Mini-Ichigo segurando minhas mãos, suas mãos...

Estavam Quente!

E no sonho de repente eu não via mais o meu irmão, e entre os dois coelhos que eu tinha feito sozinha naquele dia...

Apareceu mais um, foi quando eu percebi que foi o mini-Ichigo quem o fez...

No sonho ele me deu luvas vermelhas e segurando uma das minhas mãos ele correu em direção ao rio me puxando...

- Vamos... Orihime!

Foi quando eu percebi o quão quente o Ichigo é, e o que ele significou para mim...

.

.

.

Do sonho só me lembro disso... E tudo de repente ficou escuro, foi quando uma brisa adentrou o quarto e balançou a cortina branca criando um feixe de luz que foi direto para o meu olho...

Com esse pequeno incomodo abri meus olhos lentamente, e bem de vagar “despreguicei”, percebi que eu estava dentro do meu quarto e que eu estava na beirada da minha cama percebi também que estava um pouco descoberta, e novamente a brisa adentrou o meu quarto sacudindo a cortina e aquele feixe de luz estava um pouco mais fraco, ou talvez seja só impressão minha, senti um pouco de frio e puxei o cobertor, mas ele não veio, estava pesado, estava preso em algo, tentei puxar novamente dessa vez com mais força, escutei um pequeno gemido, ou talvez um sussurro sem sentido que não podia ser entendido, no susto eu me virei na cama, e ali estava, indefeso e inocente o homem que eu amo,  Ichigo Kurosaki...

Eu me assustei de tal forma, que quando me virei e dei de cara com o rosto dele, eu não só fiquei vermelha como também caí fora da cama, e felizmente o cobertor veio junto, assustada, envergonhada e com medo de acorda-lo eu me levantei bem de vagar e com apenas os olhos por cima do colchão eu o vi... Fiquei observando com olhar de curiosidade tentando entender várias coisas...

Ele ainda estava dormindo, seus olhos fechados e sua boca um pouquinho aberta, eu me ajoelhei no chão perto da cama e comecei a observa-lo mais ainda, até os dois minutos seguidos, pois percebi que ele estava sem camisa...

Muitas coisas vieram em minha cabeça naquele momento...
Eu dormir no mesmo quarto...
Na mesma cama...
E juntinha do Ichigo sem camisa...

Isso é de mais para mim...

Estou sem reação...

Não sei sobre o que pensar...

O que fizemos na noite passada...

Espera um pouco, por que ele está sem camisa?

O que nós fizemos... Será que...

Olhei lentamente para o meu próprio corpo e fiquei incrivelmente vermelha ao ver que eu estava só de sutiã... Ichigo ainda estava de calça e eu também... Mas eu dormir com ele dessa maneira?

O que aconteceu na noite passada?

O que fizemos?

Por que estamos assim?

Essas perguntas ecoavam em minha cabeça em uma velocidade estrema, mas nenhuma resposta vinha apenas mais e mais perguntas.

Tentando lembrar meu coração palpitou, e comecei a sentir vontade de deitar ao lado dele novamente, a vontade já estava maior que tudo, e cada vez mais que eu olhava para o Ichigo e tentava me lembrar do que fizemos ontem, cada vez mais a vontade de deitar com ele aumentava...

Até que eu desistir e cedi a essa vontade, a vergonha de eu estar apenas de sutiã se foi, e a vergonha de deitar ao lado do Ichigo estando ele e eu sem camisa foi menor que a vontade de abraça-lo enquanto estávamos assim, apesar de um pouco magro, era musculoso, não que isso me chamasse à atenção...

Mas a tentação me venceu naquela manhã, eu deitei sobre o braço dele que estava aberto  coloquei minha cabeça entre seu ombro e peito, passei meu braço direito por trás das costas dele e com o meu outro braço eu fechei um abraço...

O Ichigo é Quente...

Não me interessa o que fizemos na noite passada, e não me importo sobre o que vamos fazer a partir de agora, pois ele é meu e eu sou sua...

Eu deitei-me abraçado a ele, e dormir por alguns minutos, foi quase um “cochilo”, foi bom e revigorante, eu não pretendia acordar em 15 minutos, mas foi a situação que me fez acordar, pois eu senti alguém se mexendo e por instinto eu abri os olhos e dei de cara com ele novamente, mas diferente de antes eu não assustei, eu não fiquei vermelha, e também ele não estava dormindo, ele havia acordado e me olhava, me surpreendeu ele não estar vermelho perante aquilo, então eu dei um bom dia.

- Bom Dia, Ichigo!

Com um leve sorriso carinhoso ele me disse:

- Bom Dia Orihime...

Coçando a cabeça ele continuou a dizer:

- Desculpa por acordar você!

- Não precisa se desculpar, na verdade eu já tinha acordado, mas deitei-me novamente, acho que eu queria ficar mais um pouco com você.

Não eu não fiquei vermelha, a vergonha que antes eu tinha se foi... sim, se foi para sempre...

- Hoje é sábado e não temos aula, podemos ficar o dia todo assim Orihime!

- Nada disso, você tem trabalho!

- ah! Mas eu não quero ir para Ikumi-san, ela é uma ditadora que só sabe mandar nos outros...

- Ora isso é o que todo chefe faz... Não tem porque reclamar Ichigo!

- O seu chefe também é assim?

- Claro que não, esta ficando maluco?

- Então como pode defender a Ikumi-san?

- Por que... Não sei, só acredito que ela seja assim porque deve gostar de você e quer tirar o seu melhor!

- Orihime você é muito otimista e gentil!

- Se a gente não for assim, quem vai ser?

- Você tem razão temos que trabalhar... Mas prefiro ficar aqui com você!

Disse pra mim Ichigo, foi quando me lembrei do que aconteceu ontem a noite...

Nós estávamos na beira de um rio e o Ichigo deitado em meu colo dormiu por alguns minutos, quase 20, então ele voltou para o seu corpo humano...
Fomos para a minha casa e comemos um pouco, ele riu de tudo o que eu falei, eu lembro de quase chorar de felicidade, foi uma noite incrível, uma noite que nunca pensei que teria novamente, e então já estava quase dando Duas horas da manhã...
Ichigo virou para mim e disse que já estava tarde e como tínhamos que trabalhar disse que já estava indo ele se levantou do sofá e se virou para a porta...
Eu me levantei também e corri até ele o abraçando por trás e disse:

- Você tem razão temos que trabalhar... Mas eu prefiro ficar aqui com você, Ichigo!

Ele se virou e me beijou, eu segurei em seu pescoço e passando a mão por todo o seu cabelo aprofundei o nosso beijo, ele passou a mão sobre o meu cabelo e foi descendo pela minha cintura, chegou a colocar uma de suas mãos por de baixo da minha camisa e foi subindo ela lentamente, eu desci a minha mão e segurei a camisa dele e a levantei rapidamente tirando-a do corpo dele, por sua vez ele fez a mesma coisa, fomos nós beijando e andando até chegar em meu quarto, estávamos famintos e sedentos um pelo outro, quando chegamos a minha cama ele me deitou cuidadosamente e foi me beijando pelo corpo, quando ele também subiu na cama eu o puxei ele deitou na cama eu me virei e fiquei por cima dele e o beijei em sua testa, o beijei em seu nariz, o beijei em sua boca, o beijei em seu queixo e por fim beijei em seu pescoço...

Após isso eu dormir em cima dele, não dormir instantaneamente, estava sonolenta, mas ainda assim de olhos fechados, senti ele cuidadosamente me deitar ao seu lado, ele cobriu apenas eu, apenas  o meu corpo e sentou na beira da cama, mas eu abracei o seu braço que estava apoiado na cama, então eu escutei uma risada aliviada vindo dele, foi quando ele também deitou ao meu lado, na mesma cama e debaixo do mesmo cobertor, juntos dormimos.

Sim isso aconteceu, fico aliviada de não ter acontecido nada de mais, nada além disso, embora um pouco frustada por não ter feito nada além, eu ainda fico feliz, é um sentimento estranho, mas que terei de enfrentar várias e várias fezes, sei que em algum momento perderei o controle sobre este sentimento e coisas além vão acontecer, sei disso, mas se for com ele, se for com o Ichigo, eu irei aceitar sem me frustar, sem me envergonhar e sem medo...

- Você tem razão Orihime, mas eu quero ficar aqui com você!

Ele me disse novamente, eu cresci e ele também, em apenas um dia nós já estamos assim...

- Nada disso Ichigo, temos que ir trabalhar!

Disse me levantando, ele fez aquilo com as sobrancelhas novamente e abaixou elas e ficou engraçado, eu logo dei risada, ele olhou para mim e também sorriu dizendo:

-Certo vamos Trabalhar!

 

Ele Paciente Aguarda Por Ela!

Continua...


Notas Finais


Então o que acharam... Eu em particular gostei, só a frase do Ichigo no final que não...
Estou um pouco triste e isso pode refletir na Fanfic então se notarem um clima triste e pesado é o que eu realmente estou sentindo no momento... os próximos capítulos devem mostrar isso mais profundamente, mas isso significa que eu realmente estou empenhado a escreve-la né?!
É que a garota que eu amo de verdade, veio até mim e disse que iria viajar para o exterior...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...