História Bleach Your Life - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bleach
Personagens Ichigo Kurosaki, Orihime Inoue, Renji Abarai, Riruka Dokugamine, Rukia Kuchiki, Sado Yasutora, Uryuu Ishida
Tags Bleach, Drama, Ichihime, Romance
Exibições 88
Palavras 2.210
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Visual Novel
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yo Akihiro desu!

Desculpem a demora, ESSE deu um bocado de trabalho já que tem 2 mil palavras, mas ele está muito bom

Fiquem com mais um capitulo!

Boa Leitura!

Capítulo 9 - Distancia...!


Fanfic / Fanfiction Bleach Your Life - Capítulo 9 - Distancia...!

Foram longas horas estudando... O ensinando... Embora ele entenda rápido as coisas, foi demorado...

- Não Ichigo, para lembra dessa matéria é só lembrar do coelho...

- ah é verdade!

- e essa questão debaixo é só lembrar do cachorro...

- essa eu já sabia...

- pois é não me faça ficar lembrando essas poses constrangedoras novamente, bobo!

- Mais é muito divertido ver você fazendo isso, é muito engraçado!

- não fale como se fosse um Hobye seu...

- opa ela descobriu!

- então era isso seu safado!

- sim, hahaha!

 

Foram longos 7 dias de estudos sem sequer parar... e todos os dias eu ia para a casa dele...

- Nossa Inoue-san você tirou 98 e ficou em 2 lugar... Parabéns!

Me disse Ishida, então eu agradeci.

- Obrigada essa foi difícil, mas não precisou de me esforçar ao máximo... Mas você Ishida-kun é incrível, ficou em primeiro sem fazer esforço!

- Sim fiquei em primeiro, mas por pouco não perco para você... Inoue-san, vamos nos tornar Rivais de estudos e nos encorajar para alcançar o primeiro lugar certo!?

- Hum... Certo... Mas não acha que o Ichigo ficará brava ou chateado?

- Por que diz isso? Se for só pelo fato dele ser seu namorado isso não tem nada a ver.

- Não é isso... Ichigo é o seu rival... Ele não ficará bravo ou chateado em saber que foi substituído?

- É claro que não, ele é meu Rival no combate, mas nos estudos não tem comparação eu sou muito superior...

- haha você está muito confiante... aceitarei o seu pedido e serei sua rival, mas comece a prestar atenção no Ichigo... Ele sempre ficava entre os 15 primeiros... Sabe o por que?

- Não, mas eu posso imaginar... Combina com o nome dele!

- Acertou, quando ele leva a sério e estuda de verdade seu progresso é surpreendente.

- Ele surpreende qualquer um isso é um fato exclusivo dele, mas me ultrapassar nas notas da universidade é definitivamente impossível para ele!

- Eu acredito em você Ishida-kun, e por isso eu sei que se preocupa com o Ichigo, obrigada por sempre cuidar dele, bem do seu jeito né, mas cuidado... Olhe onde o nome do Ichigo se encontra quando ele tenta pra valer!

Nessa hora o Ishida olhou para o quadro com os nomes dos alunos e sua pontuação... Ishida viu que Ichigo já não estava mais no 15 lugar...

- Ham... É impressionante... Mas o Quinto Lugar ainda está quatro abaixo do meu!

Disse Ishida-kun arrumando os óculos e saindo do corredor...

- A gente se vê... Inoue-san!

- Até amanhã, Ishida-kun!

Ichigo, Ishida-kun e Eu já fizemos quatro dia de provas e ficamos todos entre os 5 primeiros, e faltava apenas a ultima prova no ultimo dia... na sexta-feira.

Na semana em que as provas foram aplicadas eu sempre dormi na casa do Ichigo, e seu pai Kurosaki Ishin, sempre agia da mesma forma todos os dias de manhã, embora eu estranhei no primeiro dia, você acaba se acostumando... e então na sexta-feira de manhã...

- “Bom Diaaa Ichigoo!”

Disse o pai dele o acertando com uma voadora...

- Eu velho maldito!

Disse Ichigo socando a cara de seu pai, mas seu pai também o acerta com um soco na cara...

- Isso doeu seu velho!

- Haha falta muito para meu filho idiota ganhar de mim!

- Cala a boca!

Disse Ichigo acertando uma cabeçada no peito de seu pai, que cai no chão e Ichigo começa a pisar nele...

- Isso dói filho aborrecido!

Disse o pai dele passando-lhe uma rasteira, Ichigo cai e ambos ficam se socando no chão...

- Ei Ichi-ni, pai parem com isso!

- Deixe eles Yuzu, eles só se entendem assim!

Disse karin, ela parecia aceitar bem a relação deles daquele jeito...

- Mas Karin-chan, hoje a Orihime dormiu aqui e está aqui para tomar café... E mesmo assim eles não param...

Disse a Yuzu, ela parecia bem preocupada com eles, ou estava querendo causar uma boa impressão...

- Deixa disso Yuzu, eu já me acostumei... Se pegando desse jeito eles só estão dizendo um para o outro que se amam...

Falei para ela, e na mesma hora o Ichigo olhou para mim.

- Oh, Bom Dia Orihime... Dormiu bem?

- Sim muito bem!

Falei “Despreguiçando” , o pai do Ichigo chutou a cara de seu filho e o perguntou...

- Onde foi que ela dormiu?

- Não fode velho, esse chute doeu! Ãh!? Ela dormiu no quarto de hospede a Yuzu arrumou lá para ela!

- Orihime-chan, se meu filho idiota causar qualquer problema me avise que eu darei uma surra nele!

Disse ele fazendo sinal de “Beleza”.

- Pode deixar eu aviso sim... Mas tenho quase certeza que prefiro não avisar quando ele causar problemas anoite, afinal eu gosto dele!

Foi engraçado, após eu dizer isso o pai do Ichigo colocou a mão no coração e caiu de costas, e o nariz do Ichigo sangrava...

- O que foi...? Eu disse algo de errado?

- É melhor não saber...

Disse Karin...

- Verdade, vamos comer!

Disse Yuzu...

Após o maravilhoso café preparado pela Yuzu, fomos todos embora, Kurosaki Ishin foi para a Clínica, Karin e Yuzu foram para o colégio e Ichigo e Eu fomos para Universidade... E no caminho como de costume fomos conversando sobre coisas aleatórias... Sabem de uma coisa, parando para pensar, nossas conversas continuam as mesmas, vários assuntos aleatórios, me pergunto se outros casais são assim também...?

- Sua família é mesmo incrível, Ichigo!

- Isso de novo, Orihime...!

- Da outra vez eu disse antes de ser sua namorada... Agora eu realmente conheço sua família, então achei certo dizer novamente...

- Aquele velho nunca para quieto!

- Mas você o ama não é verdade...

- Nem ferrando!

Ichigo como sempre teimoso, mas isso só prova o quanto eu estou certa, e sei que você ama seu pai bobo!

- Lembra-se daquele café que te falei antes, Ichigo?

- Desculpa o que foi?

- O café que tinha te falado ontem se lembra dele?

- Ah sim, o café com torrada?!

- Sim esse mesmo, vamos para lá depois das provas?

- Hum... Acho que não vai da hoje, eu queria te falar, a Ikumi-san vai precisar de mim hoje por isso irei direto pra lá, me desculpe...

- não tem problema...

Novamente, ele está desmarcando um “compromisso” nosso, tudo bem que nem combinamos direito e que não é um encontro nem nada do tipo, mas para mim é importante...

- Sério desculpa Orihime...

- Não se preocupa não, é melhor focarmos na prova, vai ser bem difícil não é?!

- É acho que você tem razão...

Respondeu Ichigo, ele respondeu num “modo” automático, na verdade qualquer homem que sabe o que fez pede desculpas, e se ele pede desculpas ele sabe que eu não tenho razão nesse tipo de pergunta que fiz, foi um teste... Era para você dizer “Desculpa” novamente, Kurosaki-kun você reprovou nesse teste...

Nós chegamos à Universidade e logo de cara já fomos fazer a prova, estava muito difícil, eu não conseguia me concentrar, eu não conseguia parar de pensar sobre o que Ichigo estava fazendo, onde estava indo... Por que não me dizia a verdade... Por que?

Olhei ao meu redor e percebi que Ichigo e Ishida faziam prova como se estivessem dando tudo de si, e parecia que só eu me importava com esse sentimento, nem mesmo o Kurosaki-kun demostrava interesse...

Mas se é tão insignificante assim... então por que eu não consigo parar de pensar nisso?

Não é a primeira vez que o Kurosaki-kun faz isso... Ele já chegou tarde três vezes seguidas e hoje diz que vai chegar tarde novamente...

Em fim a prova acabou e também a interminável semana de provas, não sei se minha nota nessa ultima foi alta o suficiente para enfrentar o Ishida-kun, mas pelo menos manterei elas onde sempre estiveram, isso por enquanto já é o suficiente...

- Kurosaki-kun... Você não ia direto para o trabalho?

- Sim, mas decidi levar você até o seu primeiro...

- Não precisa...

Se você não está se distanciando, você vai insistir e vai me levar para o meu trabalho, se estiver tomando distancia vai apenas concordar comigo...

É um teste Kurosaki-kun... Por favor passe!

- Tem certeza?! Então eu vou trabalhar em...

- Sim não precisa, está tudo bem!

Não, não está... Kurosaki-kun... Por favor não vá!

- Bom, então eu já vou indo!

Isso doeu... Foi como cravar uma lamina em meu peito.

- Certo, irei te esperar na sua casa... Kurosaki-kun!

- ...!

Ele não me respondeu, ele apenas saiu correndo para o lado oposto... o que está acontecendo? Por que ser mulher, ser garota é assim...? Por que nos preocupamos tanto?

Por que Amar tem que doer as vezes?

Por que homens tem que fazer isso também?

Por que magoar sem querer magoar, o que eles pensam que somos...? Brinquedos...? Dói...

O doce Morango que encontrei...

Está Amadurecendo...?

Ou estará ele Apodrecendo?!

 

Fui para casa dele e lá o esperei...

Yuzu e Karin chegaram, elas estavam elétricas...

- AH! Que bom... Orihime está aqui!

- Onde está o Ichi-ni?

Perguntou Karin... Eu respondi com uma voz rouca.

- Ele ainda não chegou!

- Será que ele está no trabalho?

Perguntou a Yuzu.

- Bom isso eu não sei, mas posso saber onde vocês duas estavam tão tarde da noite?

Perguntei um pouco brava pois era 23:00 da noite e elas acabam de chegar, parecem até o Ichigo, deve ser por isso que fiquei meio brava.

- Desculpe por não avisar, é que o pai nós levou para um parque depois da escola, é que ele me prometeu se eu ficasse em Primeira nas provas durante toda a semana...

Disse Yuzu!

- Nossa você é muito esperta!

- Orihime, eu gostaria de continuar a conversar com você, mas amanhã eu tenho uma viajem com a escola, então se não se importa eu vou indo deitar... espero que semana que vem quando eu voltar você esteja aqui!

Disse Yuzu.

- Eu também já vou indo.

Disse Karin.

 - Certo, durmam bem meninas!

Disse em tom alegre, Yuzu por algum motivo se apegou bastante a mim, fico feliz com isso, parece que tenho uma irmã mais nova.

Só que fiquei triste novamente... Até que o idiota do pai do Ichigo chega ele vem da cozinha com uma lata de cerveja na mão.

- Quer uma Orihime?

- Que? Claro que não!

- Achei que diria isso mesmo!

- você sabe das coisas...

Falei sem muito otimismo, ele ia da um “gole”, mas parou com a boca na ponta da lata afastou a lata e disse.

- Você é tão clara de se lê e de entender...

- Disse alguma coisa?

- Não, nada não...

- ...

Fiquei em silencio até que ele quebrou o silencio novamente...

- Cadê o Ichigo?

- Eu não sei!

- Ele é seu namorado, devia saber!

- Ele é seu filho deveria saber também!

- Não, eu tenho filhas, Karin e Yuzu, Ichigo é só um parente irritante que nunca vai se mudar da minha casa e pretende roubar minha clínica...

- Não diga isso, ele é seu filho...

- Tanto faz!

- Hahaha só você mesmo!

Falei rindo.

- Ohhh então você ainda consegue sorrir!

- Obrigada, estava um pouco solitária...

- Está preocupada com o idiota do meu filho?

- Um pouco, mas estou mesmo é com medo...

- medo de que?

- De perder ele!

- Orihime você não deve estar entendendo, ninguém que ele, e Eu aposto o quanto você quiser que é Ele quem tem medo de perder você!

- O que eu faço?

- Você é como a Masaki-san!

- Quem?

- A minha esposa... Ela era como o Sol para mim... Tudo girava em torno dela e até mesmo eu... Ela era incrível, tão incrível que se eu mentisse para ela, era inútil, pois eu sabia que ela descobriria na mesma hora... E assim é com você Orihime...

- O que quer dizer?

- Que você é como o Sol do Ichigo, ele gira ao seu redor e é incapaz de mentir para você... Neste caso se ainda está preocupada com ele ou com seus sentimentos, vá até o trabalho dele e comprove!

Foi um brilhante conselho, sim foi um dos melhores, e nada podia estar tão certo...

Ichigo é realmente incapaz de mentir para mim, eu fui atrás dele...

E o que eu vi doeu muito...

Ele estava muito arrumado, e havia uma garota com ele, era bela, e seu rosto belo e nostálgico, uma amiga, companheira e também antiga Rival...

- Kuchiki Ruka!

Falei bem baixinho escondida de uma esquina, parei e fiquei observando...

Eles pareciam felizes, tudo que ela falava o Ichigo ria, eles brincavam entre si e estavam se dando muito bem...

Dói...

Ele Dói...

Amar Dói...

Apaixonar Dói...

Se Distanciar Dói...

Ainda escondida peguei meu telefone e liguei para ele, e fiquei observando ele...

Ele pegou o Telefone e o desligou.

Então todos estes dias em que estive esperando... Ele esteve Com Ela!?

Virei as costas e chorando corri o mais rápido que pude!

.

.

.

 

A Dor da Distancia Aumenta!

 

 

 

CONTINUA...

 


Notas Finais


Aguardem ansiosamente pelo próximo... (vai ser legal prometo). Ah é ele sai amanham, estou escrevendo-o agora por isso esqueci de postar hoje antes da Meia noite haha quando escrevo as horas voam...

Nomes dos Próximos:

Cap 10
"O Melhor Presente!"

Sinopse:
Após a semana de provas Orihime se sente um pouco distante do Ichigo, por conta do trabalho dele, mas tudo isso tem sentido quando Ichigo convida Orihime para ir a um lugar e neste lugar dará ela um presente!

O que será?

EM breve uma Revelação!

Cap 11

A Revelação de Rukia!

Sinopse:

Após Orihime conversar com Ichigo tudo parece bem até que algo não esclarecido aparece novamente, Kuchiki Rukia frente a Orihime está prestes a revelar algo!

O que vai acontecer?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...